O que fazer em Matalascañas, Sul de Espanha: (c/guia de praias)

Índice do artigo

Atualizado em: Janeiro 8, 2024

Procura dicas de o que fazer e visitar em Matalascañas, no Sul de Espanha? Então chegou ao sítio certo, já que reuni um conjunto de informações para o ajudar a planear a sua viagem.

Veja, então, o que fazer em Matalascañas, o que visitar, sugestões de onde ficar a dormir e outras dicas que precisa saber antes de viajar para este destino.

A Praia de Matalascañas revelou-se um destino de praia perfeito para a nossa família pois a costa tem boas infraestruturas para receber e entreter os visitantes: cafés, restaurantes, lojas, chuveiros, wc, parque de diversões de insufláveis e aluguer de barcos.

Além disso, os habituais vendedores de óculos de sol, carteiras e afins percorrem o areal em silêncio à procura de clientes. Sim, em silêncio uma vez que não apregoam a mercadoria nem importunam ninguém.

Praia de Matalascañas

O que fazer em Matalascañas, no Sul de Espanha

Segue-se, então, uma lista de o que fazer e visitar em Matalascanãs, no Sul de Espanha.

E sabe o que mais, a nossa família marcou esta viagem para fazer praia, mas além de praias paradisíacas, ainda encontrámos muitas coisas para fazer.

Conhecer as melhores praias de Matalascañas

Areal na Andaluzia

Para minha surpresa, as praias de Matalascañas são muito agradáveis! Pode contar com água quentinha, muito mais quente do que noutras regiões do Sul de Espanha, bem como areia dourada.

A praia de Matalascañas mais conhecida é a Playa de Matalascañas, mas existem outras que ficam na sequência desta. Falo, por exemplo, da Playa Caño Guerrero e da Playa del Coto.

Convém referir que as praias em Matalascañas estendem-se por uma longa faixa de areia dourada, ou seja, as praias são seguidas.

Ver a Torre de la Higuera (Tapón De Matalascañas)

O que visitar em Matalascañas

A Torre de la Higuera, também conhecida como Tapón De Matalascañas e localmente como la Peña, era uma torre de vigia do século XVI.

No entanto, em consequência do terremoto de Lisboa em 1755, a torre caiu na praia. Ou seja, a parte visível corresponde à base da antiga torre de vigia.

Tenha em atenção que não é permitido subir a este monumento, que além de estar classificado como Monumento Nacional, é muito perigoso subir.

Fazer um tour no Parque Doñana

O Parque Nacional de Doñana é uma das zona alagadiças, não só mais bonitas, mas também mais importantes da Europa.

E se acha que esta afirmação é forte, acredite que o lugar é mesmo especial!

É que numa única visita pode ver ecossistemas muito diferentes como, por exemplo, pântanos, lagoas, pinhais, beiras, dunas móveis, falésias, e ainda cerca de 30 quilómetros de praias intocadas pelo Homem.

É, realmente, um lugar especial que muda a todas as estações.

No entanto, só pode visitar ao Parque Nacional Doñana num tour oficial do parque, já que se trata de uma zona bastante sensível a nível ecológico.

Quer isto dizer, que não é possível visitar a zona do parque de forma independente.

matalascañas-espanha
matalascañas-espanha

Hotel em Matalascañas

Nesta zona do Sul de Espanha existem vários hotéis e apartamentos, muitos deles à beira-mar.

Assim, o On Hotels Oceanfront Adults Designed (4 estrelas) fica mesmo em frente à praia, mas é só para adultos.

Eu fiquei no Moon Dreams El Cortijo (4 estrelas), que apesar de ser um pouco distante da praia, dava para ir a pé e tinha quartos familiares.

No entanto, se não gostou de nenhumas destas sugestões, não se preocupe pois tem um mapa com todos os alojamentos disponíveis em Matalascañas para explorar.

A nossa experiência na Praia de Matalascañas

A imagem de marca da praia é a Torre de la Higuera que também conhecida como “La Peña”, ou o que resta dela.

Atualmente o que vemos é a base da fortificação, uma vez que a torre foi destruída em 1755 em consequência do maremoto que também destruiu Lisboa.

Além disso, a ação constante do mar não deve ter ajudado a conservar o monumento.

Mas para quem estiver com ideias de escalar a torre devo alertar que são aplicadas coimas pesadas para os aventureiros.

Tudo o que precisa saber antes de viajar para Matalascañas

matalascañas-espanha

Quantos dias são necessários para visitar Matalascañas?

O lugar em si visita-se num único dia, mas para quem quiser aproveitar as praias, pode perfeitamente ficar oito a dez dias, considerando que precisa de uma manhã para visitar o Parque Nacional de Doñana e outras manhã ou tarde para conhecer El Rocío.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

Existem restaurantes na praia?

Sim, existem restaurantes e bares na praia, conhecidos como chiringuitos e que são perfeitos para almoços descontraídos.

E que tipo de comida vai encontrar nestes restaurantes de praia? Então, vai encontrar refeições rápidas como hambúrgueres e piza, bem como saladas e peixes fritos.

Devo dizer que os pratos disponíveis são à base de fritos e grelhados no momento, ou seja, os típicos pratos de verão!

Além disso, nestes chiringuitos, pode almoçar com o pé na areia, o que é uma vantagem se não quiser ir trocar de roupa ao hotel.

Onde fica e como chegar a Matalascañas?

Matalascañas fica a cerca de 117 km de Vila Real de Santo António, ou seja, pode contar com uma viagem de carro de mais ou menos 1h25.

Se vai viajar desde Lisboa, então são cerca de 4h20 para percorrer os 430 km que separam a Praia de Matalascañas da capital portuguesa.

Leia também

Por fim, está a pensar visitar a Andaluzia? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter. 

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.