Browsing Tag

Maldivas

2In Destinos

Coisas que (provavelmente) não sabia acerca das Maldivas

Este é o último de um conjunto de três artigos que nos propusemos a publicar a respeito das Maldivas. Se sempre teve vontade de visitar as Maldivas não temos dúvidas que agora é o momento certo, e dizemos-lhe porquê no link a seguir:

Três razões para visitar as Maldivas agora!

Por outro lado, se acha que o destino pode ser aborrecido e que só irá fazer praia, talvez mude de ideias ao ler o artigo que publicámos na semana passada e que pode aceder no seguinte link:

O que fazer nas Maldivas.

Vamos, então, ao artigo de hoje.

Coisas que (provavelmente) não sabia acerca das Maldivas:

Não podem ser importados objetos de teor religioso.

Isto é particularmente importante se visitou outros países asiáticos e transporta consigo estatuetas do Buda ou imagens de divindades. Não pode entrar no país com esses artigos. Se fizerem uma inspeção à sua bagagem e detetarem objetos de teor religioso, estes serão confiscados e devolvidos quando for embora. O mesmo se aplica a medalhinhas de santos ou crucifixos, talvez não seja má ideia deixá-los em casa.

Não podem ser importadas bebidas alcoólicas.

Não é permitido entrar no país com bebidas alcoólicas. A venda destas bebidas nos hotéis é permitida mas a troco da cobrança de impostos muito altos. São, portanto, itens dispendiosos, tenha atenção.

bebida-maldivas

A Rupia Maldiviana não tem valor fora das Maldivas.

Se pretender cambiar o seu dinheiro e fazer os pagamentos na moeda local, poderá fazê-lo provavelmente no seu hotel, mas guarde o documento que lhe entregam juntamente com as rupias maldivianas. Vai precisar desse documento quando quiser trocar as rupias por euros. E só poderá fazê-lo nas Maldivas uma vez que a moeda não tem valor fora do país. Os cartões de crédito são aceites sem problemas e se preferir pode levar dólares americanos pois são usados nas transações diárias, não sendo necessário cambiá-los.

Quer visitar todas a ilhas? Boa sorte!

Apesar de a maior parte das ilhas não serem habitadas, as Maldivas são constituídas por 1196 ilhas, não deve ser prático visitá-las todas.

ilha-nas-maldivas

Nas Maldivas usam um alfabeto próprio

A língua oficial é o Dhivehi, possuem um alfabeto próprio e escrevem da direita para a esquerda. É, portanto, difícil aprender a língua. Mas não se preocupe, toda a gente fala inglês.

pessoas-nas-maldivas

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

6In Destinos

O que fazer nas Maldivas?

maldivas

Acha que uma viagem às Maldivas é aborrecida por não ter nada para fazer além de estar estendido na praia? Talvez mude de ideias depois de ler o que preparámos para si.

Este é o segundo de três posts acerca deste destino maravilhoso. No sábado passado apresentámos três razões para visitar as Maldivas agora!, pode vê-las aqui, e no próximo sábado publicaremos um artigo com coisas que (provavelmente) não sabia acerca das Maldivas.

Então, o que fazer nas Maldivas?

Visitar Malé, a capital.

O aeroporto internacional das Maldivas está localizado numa ilha artificial ao lado da capital, e daí provavelmente irá para o seu resort sem ter a oportunidade de visitar Malé. A capital apesar de pequena merece ser explorada, portanto reserve pelo menos um dia para a visitar. E tenha em atenção que os hotéis mais económicos estão ali.

male-maldivas

Explorar a vida marinha.

As Maldivas são um paraíso para praticar snorkling. Não precisa de ter grande experiência nem distanciar-se muito da praia do seu hotel. Pode ver corais, peixes de várias cores e tamanhos, moreias e até tubarões. Quer ver as maravilhas que se escondem debaixo do mar mas não quer molhar o cabelo? Que tal fazer um passeio de submarino?

peixes-maldivaspeixes-maldivas

tubaroes-maldivas

Experimentar desportos aquáticos.

Os hotéis costumam ter uma oferta diversificada de desportos aquáticos: surf, pesca  em alto mar (durante o dia e à noite), SUP, motos de água, vela, opções não lhe vão faltar!

surf-maldivas

Observar o nascer e o pôr-do-sol.

É simplesmente mágico! Como as ilhas são pequenas vai poder ver o nascer o Sol com o mar no horizonte e quando for a altura do Sol se pôr só precisa ir para o lado oposto da ilha para observar o astro a desaparecer, novamente com o mar no horizonte.

por-do-sol-maldivas

Island Hopping

O nome diz tudo, saltar de ilha em ilha. É um passeio de barco com paragens em várias ilhas onde vivem os habitantes das Maldivas. Tem, portanto, a possibilidade de ver como vivem as pessoas das Maldivas, bem longe dos resorts.

caranguejo-maldivas

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

6In Destinos

Três razões para visitar as Maldivas agora!

praia-maldivas

As Maldivas estão no fundo da sua lista de destinos porque acha que é demasiado caro? Acha mesmo que é só mais um destino de praia e que se vai aborrecer porque não há nada para fazer além de estar estendido a apanhar sol? Talvez o convença a visitar este paraíso na Terra enquanto é tempo!

Este post faz parte de um conjunto de três que serão publicados nos próximos sábados:

  • Três razões para visitar as Maldivas agora!
  • O que fazer nas Maldivas.
  • Coisas que (provavelmente) não sabia acerca das Maldivas.

Vamos, então, às três razões para visitar as Maldivas agora!

Hotéis mais baratos

Há cada vez mais hotéis acessíveis nos vinte e seis atóis que constituem as Maldivas. Não serão certamente aqueles que estão construídos em estacas no meio das lagoas e que têm piscinas privativas, porque esses normalmente são mais dispendiosos mas de certeza que consegue um alojamento condizente com o seu orçamento. Faça a sua pesquisa no Booking.

praia-maldivas

As Maldivas vão desaparecer

Os cientistas dizem que é uma questão de tempo. A subida do nível do mar parece inevitável e como o ponto mais alto do país se situa a menos de 2,5 m do nível do mar percebe-se que as Maldivas estejam condenadas a desaparecerem. Então, visite-as o quanto antes!

praia-maldivas

Porque você merece!

Imagine uma ilha rodeada de água turquesa. A água é tão quente que tem de sair do mar para se refrescar com a brisa. Quase não vê os outros ocupantes da ilha porque os bungalows estão espalhados pela ilha. Fica com uma praia quase só para si. No restaurante percebe que a mesa que escolher será sua durante a estadia porque o hotel  é tão pequeno que cada família tem a própria mesa de refeições. É encorajado a arrumar os sapatos e andar sempre descalço.

praia-maldivas

Vá lá, pelo menos uma vez na vida devemos ter esta experiência. Tem receio de se aborrecer porque é demasiado calmo? Na próxima semana iremos dizer-lhe o que poderá fazer numa viagem às Maldivas.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

0In Destinos

Uma data importante, uma viagem memorável!

Uma data importante

Qual é a melhor forma de celebrar uma data importante? Com uma viagem é claro, e o destino tinha de ser especial.

As viagens são muito importantes para nós e, por isso, parece-nos natural que a melhor forma de celebrar uma data importante como o nosso aniversário de casamento fosse com uma viagem. E não era um aniversário qualquer, era o nosso décimo aniversário de casamento, tinha de ser memorável!

Portanto, não seria uma viagem normal, daquelas que estávamos habituados a fazer uma ou duas vezes por ano! Tem de ser em grande! Era a única certeza que tínhamos quando começamos a planear a viagem do nosso aniversário de casamento.

O que procurávamos para celebrar a data importante?

Em primeiro lugar, naquela altura, queríamos sossego, ir para uma ilha paradisíaca perdida algures no oceano, água do mar bem quente, sol e tempo para namorar. As Maldivas pareciam ser o destino ideal e não nos enganamos!

A ilha escolhida era lindíssima. Percorríamos toda a ilha em trinta minutos, cada recanto era simplesmente encantador. Raramente nos cruzamos com outras pessoas e apenas na hora das refeições é que nos dávamos conta de que não éramos os únicos naquele paraíso.

13_10_2015_09_24_11_medio

15

8

9

Por outro lado, os jardins estavam muito bem cuidados e de vez em quando apareciam caranguejos para nos fazer companhia.
7

3

2

5

4

 

Presença assídua eram os peixinhos coloridos. Ficámos maravilhados por podermos vê-los de tão perto.

13

12

À noite apareciam tubarões e raias. Os funcionários do hotel atiravam à água desperdícios de peixe e era um frenesim junto ao pontão. Os tubarões e as raias a tentarem apanhar o máximo de alimento possível e nós ali a olhar, incrédulos com o que se estava a passar à nossa frente.

Uma data importante

 

Esses dias no paraíso foram certamente memoráveis! Recordo com especial agrado o nascer do sol!

Uma data importante

Aproxima-se alguma data que gostaria de celebrar de forma especial? Gostaria de marcar uma viagem memorável? Veja aqui como nós podemos ajudar 🙂