Browsing Tag

Espanha

0

Hotel em Salou: Palas Pineda

Hotel em Salou Palas Pineda

Escolher um hotel em Salou não é tarefa fácil. Pelo menos, foi essa a nossa experiência. Nós queríamos um hotel confortável, perto da praia, com piscina e atividades para nos nossos filhos e cuja localização nos permitisse visitar algumas cidades vizinhas.

No Hotel Palas Pineda Salou encontrámos tudo isso e por essa razão estamos a partilhar esta dica de alojamento.

Aproveitamos para referir que dispomos de condições preferenciais na reserva de hotéis, pelo que pode contactar-nos por email para mais informações (reservapassaporte@gmail.com).

Os quartos do Hotel Palas Pineda Salou

Quartos Palas Pineda Salou

Nós ficámos num quatro quadruplo (somos um casal e duas crianças), com varanda.

O quarto estava decorado em tons de azul e branco, era espaçoso, tinha TV, mini-bar e uma mesinha com cadeiras.

Na varanda existia um pequeno estendal, mesa e duas cadeiras.

O Restaurante

prato de marisco no Palas Pineda

Nós escolhemos pensão completa com bebidas, isto significa que estavam incluídos o pequeno almoço, almoço e jantar e as bebidas durante as refeições.

A opção tudo incluído também estava disponível mas nós não achámos que compensada a diferença.

Pequeno almoço do Hotel Palas Pineda

O pequeno almoço era bastante diversificado com várias opções de pães, bolos, iogurtes, cereais, fruta, assim como ovos mexidos, cozidos, omeletes e vários tipos de charcutaria.

Ao almoço e jantar existiam várias opções de frios, saladas, peixe e carne grelhada assim como piza e pratos pré-confecionados.

Buffet de entradas Palas Pineda
buffet de frios do Palas Pineda
Piza no buffet do Palas Pineda

As sobremesas consistiam em fruta, bolos, pudins e gelados, com alguma rotatividade, isto é, repetiam as sobremesas passados dois ou três dias.

Fruta e sobremesas no Palas Pineda
Bolos e pudins no Palas Pineda

Os consumos nos bares (snacks e bebidas) foram pagos à parte.

Não é permitido levar comida ou bebida do restaurante e eles eram bastante rígidos com essa regra.

Áreas comuns do Hotel Palas Pineda

áreas comuns bem cuidadas.

Uma das grandes vantagens deste hotel são precisamente as áreas comuns, especialmente pensadas em famílias.

De facto, durante a nossa estadia no Palas Pineda nós vimos muitas famílias, principalmente provenientes de Inglaterra e da Rússia.

O Hotel dispõe de três piscinas exteriores bastante grandes.

Uma destina-se exclusivamente a crianças e tem tem escorregas para os mais novos, outra é apenas para utilização de adultos e inclui um jacuzzi, e a última pode ser usada por toda a gente.

Por outro lado, junto das piscinas existe um bar de apoio que serve refeições ligeiras e bebidas.

Além disso, na zona das piscinas existe uma quantidade generosa de espreguiçadeiras e cadeiras de praia.

No entanto, duas situações não nos agradaram muito.

Em primeiro lugar, o hotel não disponibiliza toalhas de praia, pelo que terá de levar as suas de casa ou comprar no local.

Em segundo lugar, o pavimento junto às piscinas e onde estão dispostas as espregiçadeiras está revestido de uma espécie de relva sintética, que não é nada confortável.

Além destas piscinas exteriores, este hotel em Salou ainda oferece uma piscina interior aquecida e jacuzzi, que poderá frequentar sem custo extra.

Piscina interior do Hotel Palas Pineda

Todavia, se procura atendimento preferencial, ainda existe um Club Vip! Tem piscina infinita e bar exclusivo, que poderá utilizar mediante o pagamento de uma taxa extra.

Todos os dias o hotel oferece atividades para adultos e crianças e que podem ser concursos de cockails, bingo, etc.

Dica extra: o placard com a indicação das atividades e horários está colocado no corredor que liga o restaurante à zona da piscina.

Áreas especiais para crianças

Este é um hotel pensado para famílias e nota-se que tiveram em atenção as necessidades das crianças.

Assim, no restaurante, além das normais cadeirinhas havia um microondas para aquecer papinha.

Além disso, vimos várias pessoas com pratos de sopa passada que vinha diretamente da cozinha.

Por outro lado, uma piscina era exclusiva para os mais novos e havia um parque para brincarem.

Localização do Hotel Palas Pineda Salou

O Hotel Palas Pineda está localizado a cerca de oitenta metros da Praia de La Pineda, em Salou.

Dicas extra

Se não quiser almoçar e jantar sempre no hotel, saiba que existem muitos restaurantes perto, com preços que não nos pareceram excessivos.

Se precisar comprar água e snacks, esteja descansado pois existem alguns supermercados com preços semelhantes aos praticados em Portugal.

Não se esqueça de levar a sua toalha de praia, o hotel não disponibiliza toalhas.

Gostaria de conhecer melhor Espanha? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos espanhóis! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

O que visitar em Tarragona, na Catalunha

O que visitar em tarragona

O que visitar em Tarragona será o tema do artigo de hoje. Vamos dizer-lhe quais são os sítios mais emblemáticos da única cidade Património da Humanidade da Catalunha. Connosco vai percorrer as ruas estreitas do centro histórico e vai ficar deslumbrado com os vestígios que chegaram aos tempos de hoje.

Sabe que que vestígios estamos a falar? É que em Tarragona coexistem quatros períodos distintos da História da Humanidade.

São eles os períodos medieval, romano, moderno e contemporâneo.

O que visitar em Tarragona

A Catedral de Tarragona

A Catedral é um dos monumentos mais visitados na cidade de Tarragona.

Está situada em pleno centro histórico e alberga o Museu Diocesano, o claustro e capelas.

O Anfiteatro Romano de Tarragona

Ruínas do alfiteatro de Tarragona

Este Anfiteatro foi construído no século II DC e foi palco de lutas de gladiadores e de animais.

Pode visitar o interior do Anfiteatro de terça a domingo, mediante aquisição de bilhete.

Também fazem visitas noturnas, com as ruínas iluminadas com luzes amareladas, se tiver interesse.

O Balcão do Mediterrâneo

Local privilegiado com vista magnífica sobre o Mediterrâneo

O Balcão do Mediterrâneo é uma zona junto ao Anfiteatro Romano que permite uma vista privilegiada sobre o Mar Mediterrâneo.

É também um bom sítio para tirar fotografias de cima ao Anfiteatro.

Tenha é cuidado com os carros pois o Balcão do Mediterrâneo é junto a uma estrada com muito movimento.

Passeio Arqueológico Romano de Tarragona

Em Tarragona, por volta do século II AC, havia uma grande muralha que limitava o perímetro urbano.

Dos mais de três quilómetros iniciais, apenas restam cerca de mil e cem metros, que podem ser observados no centro histórico.

No entanto, o Passeio Arqueológico inclui muralhas do tempo romano (século II AC) e fortificações da época medieval (século XIV) e da época moderna (século XVIII).

Portal de Santo António

O Portal de Santo António faz parte da antiga muralha que protegia a cidade e dava acesso ao Mar Mediterrâneo.

Está completamente integrado na paisagem urbana e as pessoas atravessam o portal quando se dirigem à Praça de Santo António.

A Torre Romana

Torre Romana em Tarragona.

A Torre Romana está localizada no centro histórico de Tarragona.

Foi construída no século I e foi residência real no século XIV.

Como existem esplanadas junto à Torre Romana, tomamos a liberdade de sugerir que aproveites para descansar um pouco e sentir a vibe do local

O que fazer em Tarragona

  • Passear na Rambla Nova e observar o monumento aos castellers (uma tradição antiga em que grupos de pessoas sobem para os ombros de outras pessoas formando “castelos humanos”;
  • Comprar produtos frescos no mercado central;
  • Observar o mar no Balcão do Mediterrâneo;
  • Fazer um desvio e ir até à Ponte do Diabo, um aqueduto romano com duzentos e dezassete metros de comprimento e vinte e cinco de altura.

Melhores praias em Tarragona

Praia del Miracle: é a praia mais próxima ao anfiteatro romano, com um extenso areal e excelentes acessos.

Praia de la Savinosa: É a praia de nudistas da região.

Praia Llarga: (não confundir com a praia com o mesmo nome em Salou) é uma praia com um extenso areal, perfeita para um dia de praia em família.

Alojamento em Tarragona

Nós ficámos alojados em La Pineda (Salou) no Hotel Palas Pineda (post em breve).

Porém em Tarragona existem várias opções de hotéis e parques de campismo.

Aproveitamos para referir que dispomos de condições preferenciais na reserva de hotéis. (reservapassaporte@gmail.com).

Melhor altura para visitar Tarragona

Os meses de verão são os melhores para visitar Tarragona, se está a pensar usufruir das praias magníficas.

Como chegar a Tarragona

Nós utilizámos o autocarro a partir de La Pineda.

O trajeto demorou cerca de quinze minutos até à estação em Tarragona.

Os bilhetes podem ser comprados a bordo, ou em alternativa pode utilizar o saldo do seu cartão T1.

Se não sabe do que estamos a falar recomendamos que veja o artigo sobre Dicas para visitar Salou.

O que visitar perto de Tarragona

Se tem alguns dias extra recomendamos que visite Salou, Barcelona ou o PortAventura Park.

Gostaria de conhecer melhor Espanha? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos espanhóis! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

PortAventura Park, parque temático em Salou

PortAventura Park

O PortAventura Park é um parque temático localizado em Salou, perto de Barcelona. Nós aproveitamos que estávamos na Catalunha para o visitar e sabe que mais? Adorámos!

Descrição do PortAventura Park

Polinesia Area

O PortAventura tem seis partes principais, cada uma com um tema específico.

Assim, uma zona é dedicada à China, outra ao México e outras ainda ao Far West, à Polinésia, ao Mediterrânico e até à Rua Sésamo (Sésamo Aventura).

sésamo aventura

Em cada área existem diversas atrações, lojas, restaurantes, jogos e espetáculos.

As atrações mais radicais são as montanhas-russas, nomeadamente a Shambhala e Dragon Khan (ambas na China), Hurakan Condor (México), Stampida (Far West) e Furius Baco (Meditarrâneo).

montanha russa em barcelona

Para quem não aprecia emoções fortes, sugerimos um tranquilo passeio de barco entre o Porto de Drassana no Mediterrâneo e o Porto Waitan na China (ou em sentido contrário).

Em alternativa poderá optar por um passeio num comboio a vapor que faz a ligação entre a Estação do Norte no Mediterrâneo, a SésamoAventura e a Estação da Penitenciária no Far West.

O grande desfile final em PortAventura Park

Desfile final do portaventura.

O dia termina sempre da mesma maneira no PortAventura! Com um grandioso desfile com os personagens do parque e com os atores dos espetáculos acompanhados de muita música.

Como chegar a PortAventura Park a partir de Salou

Nós ficámos alojados em La Pineda e apanhamos um autocarro em frente ao Hotel Palas Pineda.

Para saber como funcionam os transportes públicos nesta região da Catalunha recomendamos que leia o nosso Guia de viagens de Salou.

Hotéis em PortAventura Park

Se preferir ficar alojado no PortAventura Park saiba que existem no local seis hotéis: GoldRiver, The Callaghan’s, Mansión de Lucy, El Paso, PortAventura Caribe Hotel e PortAventura Hotel.

Dicas de viagem

Entrada China PortAventura Park

Fazem revista às mochilas e sacos na entrada para os parques;

Dizem que não é permitida a entrada de comida mas vimos várias pessoas com sandes que não pareciam ter sido compradas no parque;

Existem dois fast pass que podem ser adquiridos dentro do parque.

O PortAventura Express permite o acesso mais rápido a várias atrações, mas só pode ser utilizado uma vez por atração;

Por outro lado, o PortAventura Express Premium dá acesso ilimitado às atrações incluídas.

Para saber quais as atrações incluídas em cada fast pass, assim como os preços atuais, sugerimos que consulte a informação na própria bilheteira.

Algumas atrações têm altura mínima, o que é particularmente importante se viaja com crianças pequenas.

Grávidas também têm o acesso vedado a algumas atrações, como é o caso, por exemplo, do Dino Escape.

Dino Escape

Os shows têm horários específicos, pelo que sugerimos que logo à entrada verifique quais espetáculos lhe interessam.

Estão disponíveis armários com chave para guardar pertences (mediante custo extra).

Considerações finais

Apesar de não sermos particularmente fãs deste tipo de parque de diversões, a verdade é que nos divertimos muito!

Por essa razão recomendamos que coloquem (possíveis) preconceitos de parte e visitem o PortAventura Park.

diversão em PortAventura Park

Gostaria de conhecer melhor Espanha? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos espanhóis! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

1

O que visitar em Salou | Guia de viagem completo!

O que visitar em Salou

Esta região de Espanha é conhecida essencialmente pelas praias mas na nossa viagem percebemos que existem outras atividades para além de ficar o dia inteiro estendido à beira-mar. Por esta razão decidimos fazer uma lista de o que visitar em Salou, para que possa organizar melhor a sua viagem.

Esperamos que esta informação lhe seja útil e acompanhe-nos nesta viagem!

O que visitar em Salou

Passeio Jaume I

É a via pedonal mais popular em Salou! Fica em frente à praia do Levante com palmeiras, jardins e muitos bancos para descansar e ver o tempo passar.

Tem três fontes que refrescam o ar: a fonte cibernética e a fonte luminosa nos extremos da Jaume I e o Labirinto mais ou menos a meio.

Estes locais são bastante procurados nas noites de fim de semana pois costumam oferecer espetáculos de luz e música.

Torre Vella de Salou

Torre Vella

Quando quiser fazer uma pausa na praia o que acha de visitar a Torre Vella? Aproveite melhor o final do dia pois a torre apenas é visitável a partir das 18:00.

Atualmente a Torre Vella alberga o MECS – Museu de L’Esmalt Contemporani de Salou, portanto tem dois motivos para a incluir no seu roteiro.

Este monumento fica localizado na Carrer Arquebisbe Pere de Cardona, uma zona residencial em Salou.

Caminho de Ronda

Caminho de Ronda de Salou

O Caminho de Ronda é um trilho pedonal que liga Salou a Cap Salou.

Os antigos caminhos utilizados para monitorizar a orla costeira ganharam nova vida e agora são percorridos alegramente pelos viajantes.

A estes caminhos naturais juntaram-se extensos troços de passadiços, caminhos de terra batida e degraus que contornam a costa.

É um caminho de singular beleza que além de proporcionar um contacto mais próximo com a natureza, permite o acesso a praias remotas e miradouros com vistas magníficas.

Para percorrer este Caminho terá de se deslocar até ao passeio marítimo de Salou e continuar pela costa.

Vai ver a sinalização junto ao letreiro colorido de Salou.

Porto desportivo de Salou

O Porto desportivo de Salou está localizado entre a Praia do Levante e a Praia de Ponent.

Poderá observar as embarcações a chegarem e a saírem para o mar.

Dica: existe uma passagem pedonal que permite que veja o porto desportivo a partir do mar e que termina num miradouro com vista para o Praia de Ponent.

Passeio Marítimo de Salou

Este é o sítio ideal se procura um local animado para almoçar ou jantar.

As ementas são exibidas com orgulho, por isso não deverá ser difícil encontrar um sítio que lhe agrade.

O que visitar em Salou: as melhores praias

melhores praias de salou

As melhores praias de Salou são também as mais procuradas o que faz com que haja maior concentração de pessoas.

Por esta razão nós vamos agrupá-las em dois tipos: as praias grandes e as praias mais pequenas.

As praias grandes são essencialmente quatro: A praia do Levante, de Ponent, Llarga e de La Pineda.

A Praia do Levante: é uma extensa porção de areia que está localizada junto à Jaume I. Tem muitos hotéis nas imediações o que faz com que seja a praia mais concorrida de Salou.

A Praia de Ponent: localizada ao lado da Praia do Levante, com o porto desportivo ao meio.

Tem um areal bastante extenso mas também tem muitos hotéis à volta, o que faz com que seja muito popular entre os veraneantes.

A Praia Llarga: esta praia está localizada em Cap Salou, tem um areal bastante grande mas é mais estreita em comparação com a Praia do Levante e a Praia de Ponent.

Por outro lado tem duas características únicas que fazem com que seja considerada por muitos a praia mais bonita de Salou: formações rochosas e uma envolvente de árvores.

Praia de La Pineda: esta foi a praia que mais frequentamos porque está localizada em La Pineda e é a mais próxima do hotel que escolhemos: Hotel Palas Pineda.

Praia de La Pineda

As praias mais pequenas têm apenas dois ou três hotéis perto o que faz com que tenham por menos gente.

Mas isso não significa que sejam menos bonitas!

É o caso da Praia de Capellans (tem de descer uns degraus), a Praia Vinya e a Praia dos Llenguadets.

O que visitar em Salou: principais Parques Aquáticos

PortAventura Park: é constituído por três parques temáticos: O PortAventura Park, O Ferrari Land e o Caribe Aquatic Park.

Aquopolis: Este parque aquático está localizado em La Pineda e as principais atrações são Kamikaze, Speedrace, Huracán e o Boomerang.

Além disso também dispõem de espectáculos com golfinhos, mini-golf, áreas de restauração e uma zona especial para as crianças.

Alojamento em Salou

Nós conhecíamos a reputação das praias de Salou, que sendo bastante bonitas, também costumavam estar a abarrotar de gente.

A alternativa era ficarmos afastados do centro de Salou mas sem abdicar da qualidade das praias.

Por isso, escolhemos uma zona mais tranquila mas com uma praia igualmente fabulosa: La Pineda.

O hotel escolhido foi o Hotel Palas Pineda (post em breve) que fica localizado a menos de 100 metros da praia de La Pineda.

Melhor altura para visitar Salou

Sendo um destino essencialmente de praia a melhor altura para visitar Salou é nos meses de verão.

Porém, para escapar às habituais enchentes, nós recomendamos que visite Salou no final da Primavera ou no início do outono, altura em que o tempo está agradável.

Tenha em atenção que a altura da Páscoa e os meses de julho e agosto são bastante procurados, pelo que nessas épocas os preços costumam ser mais elevados.

Nós viajámos para Salou no final do mês de junho e apesar de no centro de Salou as praias estarem bastante cheias, em La Pineda haviam muito espaço para estender as toalhas e para as crianças jogarem à bola.

Como chegar a Salou

Nós viajámos do Aeroporto Sá Carneiro na cidade do Porto até ao Aeroporto El Prat Barcelona com a Companhia Aérea Vueling e daí fomos de autocarro até Salou.

Por comodidade nós preferimos acrescentar um transfer ao pacote de viagem.

Isto significa que quando passámos a zona de segurança do aeroporto tínhamos alguém à nossa espera para nos levar até ao hotel em Salou e no regresso sabíamos que nos iriam transportar novamente para o aeroporto.

Raramente dispensamos este tipo de conforto até porque não nos parece ser economicamente pesado.

No entanto, saiba que existe um transporte regular (shuttle) entre El Prat e Salou da empresa Flybus e se viajar para o aeroporto de Reus, poderá utilizar o shuttle da empresa Plana.

Como usar os transportes públicos em Salou

Se não estiver disposto a alugar carro, saiba que esta região é bem servida de transportes públicos, sendo que os mais utilizados são os autocarros (da companhia Plana) e os táxis.

De referir que em muitos sítios existem preços tabelados das viagens de táxi, e que as tabelas estão afixadas junto às praças de táxis.

Nós optámos por comprar o cartão recarregável T-10 numa loja da agência Plana (existem muitas espalhadas por Salou).

O custo do cartão é de 3,50 EUR e cada viagem fica por 1,20 EUR.

Tarifário autocarro Salou

Além do baixo custo este cartão pode ser utilizado por várias pessoas ao mesmo tempo.

Isto siginifica que se duas pessoas utilizarem o cartão, é necessário passar o cartão duas vezes na máquina do autocarro.

O que visitar perto de Salou

Enquanto estivemos em Salou nós visitámos Tarragona e o parque de diversões PortAventura (posts em breve).

Porém, Salou fica localizado a cerca de hora e meia de Barcelona, razão suficiente para a incluir no seu roteiro.

Gostaria de conhecer melhor Espanha? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos espanhóis! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

3

Guia dos Caminhos de Santiago

Guia dos Caminhos de Santiago

Precisa de um guia dos Caminhos de Santiago? Neste guia encontra informações relativas ao Caminho Central Português, Caminho da Costa, Caminho Português do Interior e Caminho de Torres. Viu bem, este guia inclui quatro Caminhos de Santiago!

Guia dos Caminhos de Santiago

Caminho Central Português

De Lisboa até Compostela

Caminho da Costa

De Porto até Valença do Minho

Caminho Português do Interior

De Farminhão até Verín (com ligação ao Caminho Sanabrês)

Caminho de Torres

De Salamanca até Ponte de Lima

Em primeiro lugar, na badana do guia podemos ver que o autor Paulo Almeida Fernandes é doutorado em História da Arte pela Universidade de Coimbra e mestre em Arte, Património e Restauro. Esta informação é relevante pois são muitas as referências do guia ao património que os peregrinos podem encontrar no Caminho.

Também foram incluídas no Guia dos Caminhos de Santiago várias lendas locais que são desconhecidas pela generalidade das pessoas e que enriquece quem faz o Caminho.

No entanto, a maior valia que encontro neste guia é o facto de ter sido feito como um roteiro detalhado, isto é, pode ser utilizado exactamente como está. Isto significa que para cada etapa é descrito em pormenor o percurso e a dificuldade do mesmo, e, muito importante, com a indicação direitinha das ruas, Portanto, não vai ficar na dúvida se deverá virar à direita ou à esquerda em nenhuma localidade porque o seu guia irá mostrar o caminho certo.

Guia dos Caminhos de Santiago

Além disso, no final do guia existe uma lista de contactos úteis onde pode consultar a informação relativa à localização dos albergues dos peregrinos existentes no Caminho, assim como os respetivos contactos telefónicos.

De certeza que se fez algum destes Caminhos acompanhado por este guia, vai ficar tentado a percorrer os restantes Caminhos. E lembre-se, são quatro os Caminhos explicados neste livro.

Pode comprar em wook.pt clicando aqui.

Por último, se tem interesse em livros, sugerimos que veja o artigo que fizemos sobre Shinrin-Yoku. E já sabe, para ficar a par das últimas novidades, acompanhe-nos no facebook e no instagram.

9

Parque Doñana, à procura do lince ibérico.

parque-donana-espanha

parque-donana-espanha

A entrada para o Paque Doñana está situada a menos de 3 km de Matalascañas onde ficámos alojados.

Não é possível visitar o parque de forma independente pois apenas uma pequeníssima área está aberta a visitas livres, o que obriga a marcações com antecedência pois os tours são bastante concorridos.

Nós comparámos os tours oferecidos em El Rocío e no próprio parque e decidimos optar pelo segundo porque nos pareceu mais completo e estava situado muito perto do nosso hotel. Existem duas visitas por dia, uma ao início da manhã e outra ao início da tarde. Aconselharam-nos a ir de manhã por causa do calor mas também porque de manhã os animais estão mais ativos.

O nosso guia explicou-nos que existem dois parques, o Parque Natural Doñana e o Parque Nacional Donãna. A visita começou a alta velocidade pela praia. Só se viam mariscadores e aves.

parque-donana-espanha

Entrámos na duna móvel, fizemos uma paragem para algumas explicações do guia e quando nos embrenhámos no parque começaram a aparecer os animais.

parque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanha

Nós bem procurámos mas o lince ibérico é muito difícil de avistar. No entanto foi divertido por os miúdos à procura do fugidio animal. Pelo menos mantiveram-se entretidos.

parque-donana-espanha

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

15

El Rocio, o faroeste em Espanha.

El-Rocio-espanha

Em conversa com amigos disseram-me que El Rocío era um mundo aparte. E não estavam a brincar. A melhor forma de o descrever talvez seja compará-lo ao faroeste americano, ou pelo menos a imagem que passam em filmes de Hollywood.

El-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanha

O chão não tem asfalto, à frente de cada casa existe uma barra para prender as rédeas do cavalo e uma nuvem de pó envolve o Rocío. Os visitantes refugiavam-se do calor nas lojas de souvenirs com ar condicionado e uns quantos faziam fila para tirar uma fotografia aos filhos em cima de póneis. Cada fotografia custava 1 euro.

A Ermita del Rocío é dedicada ao culto mariano e a imagem da Virgen del Rocío atrai bastantes visitantes.

El-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanhaEl-Rocio-espanha

Dentro da localidade o estacionamento é pago. Pode circular de carro à vontade mas se quiser estacioná-lo terá de pagar. Funciona mais ou menos assim: quando um carro estaciona, o funcionário responsável por aquela área dirige-se ao condutor do veículo e cobra o valor relativo ao estacionamento. Vimos alguns carros a abandonar o estacionamento depois de algumas palavras trocadas com estes funcionários. Em alternativa pode deixar o carro junto à estrada nacional e atravessar a zona de estacionamento paga a pé.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

7

Praia de Matalascañas, dias tranquilos.

matalascañas-dias-perfeitos-na-praiaMatalascañas revelou-se um destino de praia perfeito! A costa tem boas infraestruturas para receber e entreter os visitantes: cafés, restaurantes, lojas, chuveiros, wc, parque de diversões de insufláveis e aluguer de barcos. Além disso, os habituais vendedores de óculos de sol, carteiras e afins percorrem o areal em silêncio à procura de clientes. Sim, em silêncio! Não apregoam a mercadoria nem importunam ninguém.

matalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanha

A imagem de marca da praia é a Torre de la Higuera, também conhecida como “La Peña”, ou o que resta dela. Atualmente o que vemos é a base da fortificação, uma vez que a torre foi destruída em 1755 em consequência do maremoto que também destruiu Lisboa. Além disso, a ação constante do mar não deve ter ajudado a conservar o monumento. Para quem estiver com ideias de escalar a torre devo alertar que são aplicadas coimas pesadas para os aventureiros.

matalascañas-espanhamatalascañas-espanha

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

0

Ronda, Espanha. Felizes acasos.

Somos organizados por natureza. Cada viagem é preparada com bastante detalhe mas temos por hábito deixar espaços em branco, sem atividades. Abrimos a janela a oportunidades que não aconteceriam de outra forma. Foi mais ou menos assim que chegámos a Ronda, entre explorações aos “pueblos blancos” na Andaluzia. E que feliz acaso!

As casas brancas estão empoleiradas no cimo de um monte. Em baixo, vêem-se campos de cultivo, vestígios de civilizações antigas e um pequeno riacho.

0

Sanxenxo

Não é possível! Já passaram quase 10 anos desde a última vez que estivemos em Sanxenxo? Como foi que isto aconteceu?

Temos boas memórias da Galiza, o primeiro banho de mar do nosso filho mais velho foi na Praia de Silgar. Regressámos outras vezes mas por alguma razão que não compreendemos deixámos de visitar a zona. Foi com agradável surpresa que vimos que tudo continua igual: praias bem cuidadas, hotéis para todos os preços e boa comida.

Desta vez ficamos quase uma semana em Sanxenxo. As manhãs foram passadas na praia, as tardes na piscina e depois do jantar esperava-nos um passeio descontraído a pé. Prometemos que não vamos deixar passar tanto tempo até voltarmos aqui novamente, será que conseguiremos manter a promessa?

2

Ilhas Cíes

São sete da manhã e estamos a sair de casa. Espera-nos uma viagem de cerca de 150 km até Vigo, onde apanharemos o ferry até às Ilhas Cíes.

As viagens de carro são complicadas para o filho mais novo. Ele aborrece-se, implica com o irmão, faz tudo para chamar à atenção. Só acalma quando a mãe se senta ao lado dele. Por vezes adormece mas hoje está decidido a fazer a viagem acordado.

Chegamos a Vigo, estacionamos o carro, compramos o bilhete do ferry e dirigimo-nos ao cais de embarque. Ficamos na expectativa enquanto o barco faz a travessia. Disseram-nos maravilhas deste local mas também nos alertaram para o facto de a água ser muito fria.  Saimos do barco e ficamos maravilhados com a paisagem.

14760998934d198ddeb4eccb1c75f9426f9bb29def

1476099749c2b5be8d495f2c36aa3cde6201bbede6

14761007870cc7b4dbc4426486877623d2216078f2

147610075018e9ec86ee45265241504693767a6e41

1476100822149b605a6b782416e0bb6d0eb46cdda7

1476100712ed716542c9851b0988cca41c561404a1

1476100673e1906b8b854584bed15fea0ae3347d87

1476100634fcecba9164ebc7c5fc086811c44747b3

147610060223fb2c9896bc37189abefd3ea7ce6c6f

147610052678ceaaf5166663f235d5f64ec6c1eead

1476100489dd7b69446c45bb561c305d6ef31bceb9

1476100453be7d34e1e7393e45a4987ec42ee55dad

1476100042569a3f23577e16a75af6d424c1208305

1476099927c660393421812f0c9798e45deeabc817

1476099856f77ecab3aeab1defbc7ecb7bc257cad5

147609981919cd131c0b096d8d1fa24a7b32b44cec

O interior da ilha é igualmente encantador. Existem percursos assinalados e são muitos os que se aventuram pela floresta.

1476099968867e4b9e261a94fe9ac19a7dfab0ff21

1476100006b759165ec98420cb2fd0520aebcb65f1

1476100415b18db55610f4cc5e67c96674fe51ebdc

14761003822cea4bde2d4476582e7e5bc519ce5743

14760997838c76cf8803a438a0c8c9da9407714d6a

147610035006c3e69e5bd958d3ae3ca43bce41105f

Na parte mais alta da ilha é possível ver as praias. Não é aconselhável a quem sofrer de vertigens!

1476100310eaabd47f5c5b680e2cab44ae8aee68e9

1476100280796277f90db9a1d4dc1b69a206562ca1

1476100247da6d989aa8c3ea08381e1e525465ad0f

14761002082cf88af97c23cf530d828a0db8325cae

1476100174e20d625744cf39d8b1addd6c8ac7d3ce

147610014531d0ffdc90cf5393d6e98e6fed86aac6

1476100095b1e25f7b9e80ddc72a315aa0ae7efb18

Chegou a hora de regressar ao barco. Foi um dia perfeito, nem a temperatura da água nos incomodou.

14760996728d8fd3d9dd4901088242a6bec8a96c80

0

O que visitar em Barcelona | guia viagens completo

Barcelona terra de Gaudí

Saber o que visitar em Barcelona é fundamental para que aproveite bem o seu tempo na capital da Catalunha. Isto porque existem dezenas de pontos turísticos passíveis de serem visitados.

É claro que os interesses de cada viajante são diferentes, e por esta razão, hoje vamos indicar-lhe os melhores sítios que pode visitar em Barcelona.

Prepara-se pois a lista é longa e certamente ainda poderíamos acrescentar mais alguns lugares interessantes!

Acompanha-nos nesta viagem?

O que visitar em Barcelona – sítios memoráveis

A Sagrada Família

Talvez seja a obra mais reconhecida de Barcelona mas Gaudí deixou-a inacabada quando faleceu em 10 de junho de 1926.

Apesar de a construção continuar até aos dias de hoje, a verdade é que a Sagrada Família já pode ser visitada por turistas.

Barcelona terra de Gaudí

Casa Batlló

A Casa Balttló foi desenhado por Antoni Gaudi e pode ser encontrada no centro de Barcelona, mais concretamente no Passeig de Grácia, número 43.

É considerada a obra prima do artista e localmente é conhecida como a casa dos ossos.

o que visitar em Barcelona

Casa Milà

Também conhecida como La Pedrera, fica situada no Passeig de Grácia, número 92. A particularidade deste edifício é que não tem uma única linha reta.

Pode visitar este prédio de autoria de Antoni Gaudi mediante aquisição de bilhete.

casa Milà

Torre Glòries (antiga Torre Agbar)

Esta torre de 144 metros não passa despercebida no slyline da cidade de Barcelona!

Até 2013 a torre era conhecida como Torre Agbar, mas entretanto mudou de nome para Torre Glòries.

A sua construção foi controversa por se tratar de um edifício moderno com dimensões exageradas em comparação com os prédios visinhos.

Por ser um edifício privado não é possível visitar o seu interior. No entanto do lado de fora qualquer um pode admirar a obra do arquiteto Jean Nouvel.

Porto Olímpico

O Porto Olímpico de Barcelona está instalado numa antiga zona degradada.

Aliás, este porto foi construído para os Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992, alterando radicalmente (para melhor) o lugar.

É nesta zona que poderá a famosa estátua em forma de peixe do artista Frank Gehry, com os impressionantes 36 metros de altura e 56 metros de comprimento.

Se visitar o Porto Olímpico no verão, saiba que junto ao Porto Olímpico existem duas praias bastante procuradas: a Praia de Barceloneta e a Praia de Nova Icària.

Parque Güell

Parque urbano situado no distrito de Gràcia que inclui vários elementos de autoria de Gaudí e Güell. Neste momento, a entrada no parque é paga.

Parque Guell

La Rambla

Las Ramblas

La Rambla, ou as Ramblas, é a via que atravessa Barcelona até à praia.

É uma zona parcialmente pedonal, com muitas lojas, cafés e restaurantes.

Tem, também a particularidade de ser bastante concorrida em termos de artistas de rua, nomeadamente estátuas humanas.

La Boqueria

La boquería

La Boqueria, ou Mercat St. Josep, é o mercado central de Barcelona.

É neste local que os habitantes de Barcelona fazem as suas compras, mas nos últimos anos tornou-se bastante turístico.

Aqui apenas produtos de excelente qualidade são vendidos e, claro, com preços a condizer.

Além disso, as bancas estão perfeitamente decoradas o que faz com que os planos possíveis para as fotografias sejam intermináveis.

Na nossa opinião, as bancas mais atrativas são as de sumos naturais, de frutas, de peixe e mariscos e as de enchidos.

Se visitar o La Boqueria recomendamos que se deixe levar pela oferta e prove alguns pratos nos pequenos restaurantes que existem dentro do mercado.

Tapas em Barcelona

Fonte Mágica de Montjuïc

Fonte Mágica

É à noite que a Fonte Mágica de Montjuïc ganha vida, pois é quando acontece um espetáculo de luzes e música, perfeitamente alinhado com coreografias dos jatos de água do chafariz.

Tenha em atenção que este momento é esperado por muitos turistas que começam a agrupar-se na zona ainda antes do pôr-do-sol.

Camp Nou

Camp Nou Barcelona

Esta atração certamente tem mais interesse para os fãs de futebol!

Camp Nou é o estádio do FC Barcelona.

Tem capacidade para quase cem mil pessoas, é o maior estádio da Europa e o terceiro maior estádio de futebol do mundo.

Poderá aceder às bancadas, ir junto ao relvado, visitar a zona das conferências de imprensa e o museu.

A visita ao Camp Nou termina na loja do clube, para o caso de estar interessado em comprar merchandise do FC Barcelona.

Porto de Barcelona

Este local é especialmente importante se escolheu Barcelona como ponto de partida do seu cruzeiro.

De facto, os cruzeiros no Mediterrâneo que partem de Barcelona são muito interessantes e, felizmente para os portugueses, são também os mais económicos.

Nós ainda não tivemos oportunidade de embarcar num cruzeiro em Barcelona, mas temos informações sobre o MSC Orchestra com partida de Veneza e sobre o MSC Divina com partida de Miami.

O que visitar em Barcelona – principais museus

Museu Picasso

O Museu Picasso abriu portas em 1963 e além de dar realce aos anos de formação do artista, também mostra a sua relação com a cidade de Barcelona.

Está localizado em Montcada e vá com tempo pois há muito para ver.

Museu Nacional de Arte da Catalunha

O Museu Nacional de Arte da Catalunha, ou simplesmente Museu Nacional, está localizado na zona alta de Montjuïc.

É de visita obrigatória para quem se interessa pelo movimento Art Noveau e inclui obras de artistas célebres como Gaudí, Picasso, Miró, Rubens, Velásquez, Goya, El Greco, entre outros.

Fundação Joan Miró

A obra do pintor, escultor e ceramista Joan Miró é celebrada na fundação com o seu nome.

Foi criada pelo próprio autor com o intuito de colocar a arte acessível a todos.

A Fundação pode ser visitada no Parc Montjuïc.

Museu de Arte Contemporânea

No MCBA (Museu de Arte Contemporânea de Barcelona) irá encontrar expostas obras da segunda metade do Século XX.

São mais de cinco mil obras expostas onde predominam os trabalhos minimalistas e abstratos.

Museu do Chocolate

Neste museu poderá admirar artefactos ligados às origens do chocolate e entrada no continente europeu.

Tenha em mente que o museu dispõe de um a loja onde poderá comprar vários produtos.

Dica extra para os amantes de museus!

O Articket BCN é um passe em forma de passaporte que permite a entrada em seis museus a preços mais económicos, e cuja poupança pode chegar aos 45%.

Os museus abrangidos por este passe são o Museu Nacional, a Fundação Joan Miró, o Museu Picasso, o MACBA, o CCCB e a Fundação Antoni Tapiès.

Além da poupança que proporciona, o próprio passe poderá ser considerado um souvenir original que irá consigo para casa.

Para terminar, sabia que Gaudí desenhou os candeeiros de iluminação pública?  

E eram estas as dicas que tínhamos para partilhar consigo sobre o que visitar em Barcelona. Esperamos que se divirta muito nesta cidade fantástica.

Barcelona terra de Gaudí

Gostaria de conhecer melhor Espanha? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos espanhóis! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.