Browsing Tag

Espanha

1

Visitar Mérida | capital da Lusitânia Romana

Visitar Mérida Espanha

Artigo atualizado em

Vai visitar Mérida? Então acompanhe-nos numa viagem por um dos sítios arqueológicos mais bem preservados em Espanha, muito perto da fronteira portuguesa, outrora capital da Lusitânia Romana e actualmente capital da Comunidade Autónoma da Extremadura.

Visitar Mérida: monumentos

O Teatro Romano e Anfiteatro Romano

Teatro Romano Mérida

Dizem os entendidos que o Teatro Romano terá sido construído no ano XVI a.C. e, por outro lado, o Anfiteatro Romano terá sido construído no ano VIII a.C..

É, sem dúvida, uma das maiores atrações turísticas em Mérida e é também uma que lhe vai ocupar mais tempo, dada a sua dimensão.

Conte passear em jardins, subir e descer escadas, atravessar pórticos, admirar esculturas e mosaicos, enfim, um cenário que o vai transportar para o tempo romano.

Localização da entrada e bilheteira para o Teatro e Anfiteatro Romano: Plaza Margarita Xirgu, s/n, 06800 Mérida.

O Templo de Diana

Templo de Diana

O Templo de Diana em Mérida foi o centro nevrálgico de Augusta Emerita.

No entanto, convém referir que o intuito deste monumento não era homenagear Diana, segundo a mitologia romana é a deusa da lua e da caça, mas sim o Império Romano em si.

É impressionante como as suas colunas estão em quase perfeito estado de conservação.

Localização do Templo de Diana: Oficinas del Consorcio, Calle Sta. Julia, 5, Mérida.

O Arco de Trajano

Apesar de o Arco de Trajano estar datado do século I d.C., a verdade é que conseguiu manter a sua forma intacta.

Contrariamente ao que inicialmente se pensava, o Arco de Trajano não se destinava a homenagear Imperador Trajano mas sim era a monumental porta de acesso a um espaço sagrado.

De facto a palavra monumental é bastante acertada porque o Arco de Trajano exibe uns impressionantes 15 metros de altura.

Assim, pode admirá-lo à vontade e de forma gratuita pois não precisa bilhete de entrada.

Localização do Arco de Trajano: Calle Trajano, 8, 06800 Mérida.

O Circo Romano

O Circo Romano era o local onde se faziam corridas, com uma pista de 233 metros e com uma capacidade para 30.000 espectadores, o que o tornou um dos maiores do tempo romano.

A nossa dica é que além da visita à pista, dedique uma parte do seu tempo a explorar o museu que tem um acervo videográfico bastante interessante.

Localização do Circo Romano de Mérida: Av. de Juan Carlos I, s/n, 06800 Mérida.

Visitar Mérida: os museus

O Museo Nacional de Arte Romana

Este museu está localizado em frente à entrada para o Teatro Romano, pelo que é uma boa ideia visitá-lo em seguida.

A construção do edifício que alberga o Museu Nacional de Arte Romana é de autoria do arquiteto Rafael Moneo Vallés que pretendeu recriar os templos magníficos romanos com tetos altos e arcos de meio ponto.

Aliás, o autor inspirou-se nas termas de Diocleciano de Roma e no mausoléu de Gordiano em Tessalónica para a conceção deste espaço.

No entanto, o Museo Nacional de Arte Romano é igualmente interessante quer do ponto de vista arquitectónico do edifício, quer do conteúdo do museu.

Assim, no seu interior está disposta uma das mias valiosas coleções de escultura romana e mosaicos da Península Ibérica.

Localização do Museo Nacional de Arte Romano: Calle José R Mélida, s/n, 06800 Mérida

O Museo de Arte Visigodo

O Museu de Arte Visigótica está situado no antigo convento de Santa Clara.

Localização do Museo de Arte Visigodo: Calle Sta. Julia, 1, 06800 Mérida.

Visitar Mérida: os aquedutos e pontes romanas

Acueducto de San Lázaro

O aqueduto de São Lázaro encontra-se num excelente estado de conservação e tem uma particularidade bastante interessante, é que pode atravessá-lo de carro (ou a pé) pois a estrada passa por um dos arcos.

Além disso, existe um pequeno jardim muito bem cuidado junto ao aqueduto, que pode ser utilizado para fazer uma pausa no seu roteiro em Mérida.

Localização do Acueducto de San Lázaro: Av. de Juan Carlos I, S/N, 06800 Mérida.

Acueducto de Los Milagros

Aqueduto dos Milagres

O Aqueduto dos Milagres é uma magnífica obra de engenharia hidráulica, pois atinge uma altura de 25 metros e cerca de 830 metros de comprimento.

É, portanto, um dos locais mais emblemáticos de Mérida e que deverá ser incluído em qualquer roteiro pela capital da Comunidade Autónoma da Extremadura.

Localização do Acueducto de Los Milagros: Av. Vía de la Plata, S/N, 06800 Mérida.

Ponte Romana do Rio Albarregas

Esta ponte romana está localizada perto do Aqueduto dos Milagres e é constituída por quatro arcos de granito.

O que fazer em Mérida

Para que a sua visita a Mérida se torne mais agradável, reunimos algumas sugestões de atividades.

  • visitar monumentos com história e para isso tome nota que o bilhete conjunto para o Consorcio de Mérida (Teatro e Alfiteatro, Casa de Mitreo, Columbarios, Alcazaba Árabe, Cripta Santa Eulalia, Circo Romano e Morería) custa 15 EUR mas o bilhete apenas para o Teatro e Anfiteatro custa 12 EUR.
  • experimentar alguns pratos típicos da região, dos quais realçamos o jamón iberico de bolota (presunto com denominação protegida), o cojodongos (uma salada fresca de tomate, pimento, pepino, cebola e pão), a caldereta de cordero (um estufado de cordeiro com bastante alho e tomate que também pode ser feito com coelho), mas não se esqueça do tradicional gaspacho e queijos locais.
  • Sugerimos que deixe o seu carro estacionado na zona habitacional junto ao Teatro Romano e explore a zona antiga a pé.

Roteiro para um dia em Mérida

Se está de passagem e tem apenas disponível um dia para visitar Mérida, tomamos a liberdade de sugerir que comece o seu dia pelo Teatro Romano e Alfiteatro Romano, passe pelo Templo de Diana e pelo Arco de Trajano e por fim os aquedutos, começando pelo aqueduto de São Lázaro e pelo aqueduto dos Milagres (não se esqueça que junto ao aqueduto dos Milagres existe a ponte romana).

Já deve ter reparado que é um roteiro bastante corrido mas é possível fazê-lo, principalmente se respeitar a ordem sugerida, pois os primeiros monumentos têm hora de encerramento e a ponte romana já fica localizada fora do centro de Mérida.

Roteiro para dois dias em Mérida

Se está a planear ficar dois dias em Mérida, parabéns, pois sugestões para preencher os seus dias não faltam.

Assim, sugerimos que tome partido do bilhete do Consorcio de Mérida e visite o Columbarios, Alcazaba Árabe, Cripta Santa Eulalia, Circo Romano e Morería.

Visitar Mérida: alojamento

A oferta de alojamento em Mérida é vasta e diversificada mas se procuram um hotel com boa relação preço/qualidade tomamos a liberdade de sugerir o Hotel Zeus, um hotel três estrelas localizado na avenida Reina Sofia.

O Hotel Zeus está localizado numa zona residencial tranquila a poucos minutos a pé do Teatro e Anfiteatro Romano e além disso tem piscina exterior e estacionamento para clientes.

Aproveitamos para referir que dispomos de condições preferenciais na reserva deste e outros hotéis, pelo que se pretender ajuda poderá enviar-nos um email (reservapassaporte@gmail.com).

Melhor altura para visitar Mérida

Existem vários eventos interessantes que acontecem em Mérida, por isso vamos deixar-lhe uma lista para que possa programar convenientemente a sua viagem a Mérida:

Carnaval Romano

Ora aqui está uma sugestão engraçada: participar num carnaval romano, uma festa popular que inclui o concurso para comparsas e chirigotas, cantacalles, la Carnavalada, Concurso Nacional de Drag Queen, o grande desfile carnavalesco e por fim, o enterro da sardinha.

Semana Santa

Em primeiro lugar tome nota que a Semana Santa em Mérida é uma Festa de Interesse Turístico Internacional.

Assim, realiza-se uma via sacra com paragens em locais emblemáticos da cidade de Mérida e que incluem o Arco de Trajano, a ponte romana, a Alcazaba Árabe e o Templo de Diana.

Festival Internacional de Teatro Clássico

Nos meses de julho e agosto Mérida acolhe o Festival Internacional de Teatro Clássico e não é um festival normal, é o maior festival do género em Espanha.

Além disso o festival acontece no Teatro Romano, o que lhe confere um carácter único e imperdível.

Como chegar a Mérida

Mérida está localizado a cerca de 280 km de Lisboa.

O que visitar perto Mérida

No caso de estar a visitar a região da Extremadura espanhola nós recomendamos que visite também Badajoz e Cáceres (post em breve).

E eram estas as dicas que tínhamos para partilhar consigo e esperamos que se sinta motivado a visitar Mérida, esta magnífica cidade amuralhada.

Por fim, está a pensar visitar a Estremadura espanhola? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

Badajoz o que visitar, fazer e alojamento

Badajoz o que visitar

Artigo atualizado em

Badajoz o que visitar, fazer e alojamento nesta cidade fronteiriça que tantas ligações têm a Portugal.

A Província de Badajoz faz parte da região autónoma da Estremadura e apesar de ser a maior província espanhola, neste artigo apenas vamos falar da cidade de Badajoz.

Badajoz o que visitar

A Alcáçova de Badajoz

A Alcáçova de Badajoz compreende a cidadela muralhada do século XII e os magníficos jardins.

É de facto um ponto de referência histórico, por isso sugerimos que comece a sua visita a Badajoz por este complexo tão rico em história e onde poderá percorrer muralhas, admirar torres, visitar museus, subir e descer degraus e transpor algumas portas que o levarão numa viagem inesquecível.

A Torre de Espantaperros

A Torre de Espantaperros é arquitetonicamente muito semelhante à Torre Del Oro, em Sevilha, no entanto convém mencionar que esta torre de Badajoz é mais antiga do que a sevilhana.

O Jardim de La Galera

Este é um pequeno mas muito agradável jardim que se encontra junto à Torre de Espantaperros.

Assim, sugerimos que dedique algum tempo a este jardim especialmente em dias quentes, uma vez que a exposição solar nas muralhas é bastante agressiva e neste lugar poderá desfrutar de sombra.

A Porta de Palmas

Na Puerta de Palmas ou Porta de Palmas poderá admirar duas torres cilíndricas com ameias.

É um monumento icónico de Badajoz, por muitos considerado o símbolo da cidade, no entanto tenha em atenção que está localizado numa zona com muito movimento de carros.

A Ponte de Palmas

Esta ponte (Puente de Palmas) está localizada em frente à Porta de Palmas, por isso poderá visitar os dois lugares na mesma altura.

Trata-se de uma ponte romana em excelente estado de conservação.

O edifício La Giralda

La Giralda em Badajoz

O edifício La Giralda de Badajoz é uma reprodução da La Giralda de Sevilha, apesar de ser bem mais pequena.

No entanto, merece igualmente ser visitada.

Localização: Calle Duque de San German, n.º 2.

A Catedral de São Baptista

A Catedral de São Baptista também é conhecida como a Catedral de Badajoz. Foi construída nos estilos gótico e barroco e a inauguração foi em 1276.

Localização: Praça de Espanha, Badajoz.

A Plaza Alta

A Praça Alta é conhecida pelos muitos pórticos e arcadas. Tem uma arquitetura realmente bonita, com planta quadrada e muitas esplanadas, por isso é um excelente sítio para descansar.

O que fazer em Badajoz

Ir ao parque aquático AQUA Badajoz

Se tiver filhos e se estiver calor, o que acha de ir a um parque aquático refrescar-se?

O AQUA Badajoz está aberto de junho a setembro e os bilhetes podem sem adquiridos com desconto online mas residentes de Elvas e Campo Maior também terão desconto na bilheteira ao apresentar um documento que ateste a residência.

Localização: Avenida Comendador Rui Naveiro, em Badajoz.

Fazer compras em Badajoz

Tradicionalmente os portugueses costumavam ir a Badajoz fazer compras (e abastecer o depósito de combustível) e a verdade é que os caramelos que vinham de lá ainda estão presentes nas memórias de muitos.

Assim, tome nota que a melhor rua para fazer compras em Badajoz é a Calle Menacho, uma zona pedonal com grande concentração de lojas.

Além disso, é um sítio onde irá encontrar animação de rua.

Alojamento em Badajoz

Em Badajoz irá encontrar alojamento diversificado, desde hostels a hotéis de 5 estrelas.

No entanto, nós recomendamos dois hotéis que primam pela localização central e boa relação qualidade/preço: O Hotel San Marcos, na calle Meléndez Valdés e o Hotel Sercotel Gran Hotel Zurbarán, mais junto ao Rio Guadiana.

Aproveitamos para referir que dispomos de tarifas especiais nestes e outros hotéis, pelo que poderá enviar-nos um email se precisar de ajuda (reservapassaporte@gmail.com).

Melhor altura para visitar visitar Badajoz

Se a sua ideia é fugir às enchentes de turistas mas usufruir do bom tempo, então saiba que o melhor mês para visitar Badajoz é maio.

Já agora, sabia que o Carnaval em Badajoz é um dos mais badalados em Espanha? Fica a dica!

Como chegar a Badajoz

Badajoz está localizada a apenas 6 km da fronteira portuguesa mas tome nota que de Lisboa a Badajoz são cerca de 220 km.

Dicas de viagem

  • no primeiro fim de semana de cada mês existem tours gratuitos no centro histórico;
  • o centro histórico tem circulação de veículos condicionada, por isso sugerimos que estacione o carro junto ao Rio Guadiana onde existem alguns lugares gratuitos;
  • leve calçado confortável pois vai andar bastante.

O que visitar perto de Badajoz

Do lado espanhol sugerimos que inclua no seu roteiro duas cidades lindíssimas: Mérida e Cáceres (post em breve).

Já do lado português as cidades de Estremoz e Elvas são imperdíveis.

E eram estas as dicas de Badajoz o que visitar, fazer e comprar que tínhamos para partilhar consigo, esperamos que sejam úteis!

Por fim, está a pensar visitar a Estremadura espanhola? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

Hotel em Salou: Palas Pineda

Hotel em Salou Palas Pineda

Artigo atualizado em

Escolher um hotel em Salou não é tarefa fácil. Pelo menos, foi essa a nossa experiência. Nós queríamos um hotel confortável, perto da praia, com piscina e atividades para nos nossos filhos e cuja localização nos permitisse visitar algumas cidades vizinhas.

No Hotel Palas Pineda Salou encontrámos tudo isso e por essa razão estamos a partilhar esta dica de alojamento.

Aproveitamos para referir que dispomos de condições preferenciais na reserva de hotéis, pelo que pode contactar-nos por email para mais informações (reservapassaporte@gmail.com).

Os quartos do Hotel Palas Pineda Salou

Quartos Palas Pineda Salou

Nós ficámos num quatro quadruplo (somos um casal e duas crianças), com varanda.

O quarto estava decorado em tons de azul e branco, era espaçoso, tinha TV, mini-bar e uma mesinha com cadeiras.

Na varanda existia um pequeno estendal, mesa e duas cadeiras.

O Restaurante

prato de marisco no Palas Pineda

Nós escolhemos pensão completa com bebidas, isto significa que estavam incluídos o pequeno almoço, almoço e jantar e as bebidas durante as refeições.

A opção tudo incluído também estava disponível mas nós não achámos que compensava a diferença.

Pequeno almoço do Hotel Palas Pineda

O pequeno almoço era bastante diversificado com várias opções de pães, bolos, iogurtes, cereais, fruta, assim como ovos mexidos, cozidos, omeletes e vários tipos de charcutaria.

Ao almoço e jantar existiam várias opções de frios, saladas, peixe e carne grelhada assim como piza e pratos pré-confecionados.

Buffet de entradas Palas Pineda
buffet de frios do Palas Pineda
Piza no buffet do Palas Pineda

As sobremesas consistiam em fruta, bolos, pudins e gelados, com alguma rotatividade, isto é, repetiam as sobremesas passados dois ou três dias.

Fruta e sobremesas no Palas Pineda
Bolos e pudins no Palas Pineda

Os consumos nos bares (snacks e bebidas) foram pagos à parte.

Não é permitido levar comida ou bebida do restaurante e eles eram bastante rígidos com essa regra.

Áreas comuns do Hotel Palas Pineda

áreas comuns bem cuidadas.

Uma das grandes vantagens deste hotel são precisamente as áreas comuns, especialmente pensadas em famílias.

De facto, durante a nossa estadia no Palas Pineda nós vimos muitas famílias, principalmente provenientes de Inglaterra e da Rússia.

O Hotel dispõe de três piscinas exteriores bastante grandes.

Uma destina-se exclusivamente a crianças e tem tem escorregas para os mais novos, outra é apenas para utilização de adultos e inclui um jacuzzi, e a última pode ser usada por toda a gente.

Por outro lado, junto das piscinas existe um bar de apoio que serve refeições ligeiras e bebidas.

Além disso, na zona das piscinas existe uma quantidade generosa de espreguiçadeiras e cadeiras de praia.

No entanto, duas situações não nos agradaram muito.

Em primeiro lugar, o hotel não disponibiliza toalhas de praia, pelo que terá de levar as suas de casa ou comprar no local.

Em segundo lugar, o pavimento junto às piscinas e onde estão dispostas as espregiçadeiras está revestido de uma espécie de relva sintética, que não é nada confortável.

Além destas piscinas exteriores, este hotel em Salou ainda oferece uma piscina interior aquecida e jacuzzi, que poderá frequentar sem custo extra.

Piscina interior do Hotel Palas Pineda

Todavia, se procura atendimento preferencial, ainda existe um Club Vip! Tem piscina infinita e bar exclusivo, que poderá utilizar mediante o pagamento de uma taxa extra.

Todos os dias o hotel oferece atividades para adultos e crianças e que podem ser concursos de cockails, bingo, etc.

Dica extra: o placard com a indicação das atividades e horários está colocado no corredor que liga o restaurante à zona da piscina.

Áreas especiais para crianças

Este é um hotel pensado para famílias e nota-se que tiveram em atenção as necessidades das crianças.

Assim, no restaurante, além das normais cadeirinhas havia um microondas para aquecer papinha.

Além disso, vimos várias pessoas com pratos de sopa passada que vinha diretamente da cozinha.

Por outro lado, uma piscina era exclusiva para os mais novos e havia um parque para brincarem.

Localização do Hotel Palas Pineda Salou

O Hotel Palas Pineda está localizado a cerca de oitenta metros da Praia de La Pineda, em Salou.

Dicas extra

Se não quiser almoçar e jantar sempre no hotel, saiba que existem muitos restaurantes perto, com preços que não nos pareceram excessivos.

Se precisar comprar água e snacks, esteja descansado pois existem alguns supermercados com preços semelhantes aos praticados em Portugal.

Não se esqueça de levar a sua toalha de praia, o hotel não disponibiliza toalhas.

Por fim, está a pensar visitar a Catalunha? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

O que visitar em Tarragona, na Catalunha

O que visitar em tarragona

Artigo atualizado em

O que visitar em Tarragona será o tema do artigo de hoje. Assim, vamos dizer-lhe quais são os sítios mais emblemáticos da única cidade Património da Humanidade da Catalunha e connosco vai percorrer as ruas estreitas do centro histórico e vai ficar deslumbrado com os vestígios que chegaram aos tempos de hoje.

Já agora, sabe de que vestígios estamos a falar? Isto porque em Tarragona coexistem quatros períodos distintos da História da Humanidade: medieval, romano, moderno e contemporâneo.

O que visitar em Tarragona

A Catedral de Tarragona

A Catedral é um dos monumentos mais visitados na cidade de Tarragona.

Está situada em pleno centro histórico e alberga o Museu Diocesano, o claustro e capelas.

O Anfiteatro Romano de Tarragona

Ruínas do alfiteatro de Tarragona

Em primeiro lugar tome nota que este Anfiteatro foi construído no século II DC e foi palco de lutas de gladiadores e de animais.

Pode visitar o interior do Anfiteatro de terça a domingo, mediante aquisição de bilhete mas também fazem visitas noturnas, com as ruínas iluminadas com luzes amareladas, se tiver interesse.

O Balcão do Mediterrâneo

Local privilegiado com vista magnífica sobre o Mediterrâneo

O Balcão do Mediterrâneo é uma zona junto ao Anfiteatro Romano que permite uma vista privilegiada sobre o Mar Mediterrâneo e além disso é um bom sítio para tirar fotografias de cima ao Anfiteatro.

Tenha é cuidado com os carros pois o Balcão do Mediterrâneo é junto a uma estrada com muito movimento.

Passeio Arqueológico Romano de Tarragona

Em Tarragona, por volta do século II AC, havia uma grande muralha que limitava o perímetro urbano, mas dos mais de 3km iniciais, apenas restam cerca de 1100 metros, que podem ser observados no centro histórico.

No entanto, o Passeio Arqueológico inclui muralhas do tempo romano (século II AC) e fortificações da época medieval (século XIV) e da época moderna (século XVIII).

Portal de Santo António

O Portal de Santo António faz parte da antiga muralha que protegia a cidade e dava acesso ao Mar Mediterrâneo.

Enfim, está completamente integrado na paisagem urbana e as pessoas atravessam-no quando se dirigem à Praça de Santo António.

A Torre Romana

Torre Romana em Tarragona.

A Torre Romana está localizada no centro histórico, foi construída no século I e além disso foi residência real no século XIV.

Como existem esplanadas junto à Torre Romana, sugerimos que aproveite para descansar e sentir a vibe do local

O que fazer em Tarragona

  • Passear na Rambla Nova e observar o monumento aos castellers (uma tradição antiga em que grupos de pessoas sobem para os ombros de outras pessoas formando “castelos humanos”;
  • Comprar produtos frescos no mercado central;
  • Observar o mar no Balcão do Mediterrâneo;
  • Fazer um desvio e ir até à Ponte do Diabo, um aqueduto romano com duzentos e dezassete metros de comprimento e vinte e cinco de altura.

Melhores praias em Tarragona

Praia del Miracle: é a praia mais próxima ao anfiteatro romano, com um extenso areal e excelentes acessos.

La Savinosa: É a praia de nudistas da região.

Praia Llarga: (não confundir com a praia com o mesmo nome em Salou) é uma praia com um extenso areal, perfeita para um dia de praia em família.

Alojamento em Tarragona

Nós ficámos alojados em La Pineda (Salou) no Hotel Palas Pineda, no entanto em Tarragona existem várias opções de hotéis e mesmo de parques de campismo de procura uma opção mais económica.

Aproveitamos para referir que dispomos de condições preferenciais na reserva de hotéis. (reservapassaporte@gmail.com).

Melhor altura para visitar Tarragona

Os meses de verão são os melhores para visitar Tarragona, se está a pensar usufruir das praias magníficas mas durante o resto do ano existem várias atividades de âmbito cultural.

Como chegar a Tarragona

Nós utilizámos o autocarro a partir de La Pineda, cujo trajeto demorou cerca de quinze minutos até à estação em Tarragona.

Os bilhetes podem ser comprados a bordo, ou em alternativa pode utilizar o saldo do seu cartão T1.

Enfim, se não sabe do que estamos a falar recomendamos que veja o artigo sobre Dicas para visitar Salou.

Por fim, está a pensar visitar a Catalunha? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

PortAventura Park, parque temático em Salou

PortAventura Park

Artigo atualizado em

O PortAventura Park é um parque temático localizado em Salou, perto de Barcelona.

Assim, e como estávamos na Catalunha, aproveitámos para o visitar e sabe o que mais? Adorámos a experiência e contamos tudo neste artigo!

Descrição do PortAventura Park

Polinesia Area

O PortAventura tem seis partes principais, cada uma com um tema específico.

Assim, uma zona é dedicada à China, outra ao México e outras ainda ao Far West, à Polinésia, ao Mediterrânico e até à Rua Sésamo (Sésamo Aventura).

sésamo aventura

Em cada área existem diversas atrações, lojas, restaurantes, jogos e espetáculos.

As atrações mais radicais são as montanhas-russas, nomeadamente a Shambhala e Dragon Khan (ambas na China), Hurakan Condor (México), Stampida (Far West) e Furius Baco (Meditarrâneo).

montanha russa em barcelona

Para quem não aprecia emoções fortes, sugerimos um tranquilo passeio de barco entre o Porto de Drassana no Mediterrâneo e o Porto Waitan na China (ou em sentido contrário).

Em alternativa poderá optar por um passeio num comboio a vapor que faz a ligação entre a Estação do Norte no Mediterrâneo, a SésamoAventura e a Estação da Penitenciária no Far West.

O grande desfile final em PortAventura Park

Desfile final do portaventura.

O dia termina sempre da mesma maneira no PortAventura! Com um grandioso desfile com os personagens do parque e com os atores dos espetáculos acompanhados de muita música.

Como chegar a PortAventura Park a partir de Salou

Nós ficámos alojados em La Pineda e apanhamos um autocarro em frente ao Hotel Palas Pineda.

Para saber como funcionam os transportes públicos nesta região da Catalunha recomendamos que leia o nosso Guia de viagens de Salou.

Hotéis em PortAventura Park

Se preferir ficar alojado no PortAventura Park saiba que existem no local seis hotéis: GoldRiver, The Callaghan’s, Mansión de Lucy, El Paso, PortAventura Caribe Hotel e PortAventura Hotel.

Dicas de viagem

Entrada China PortAventura Park

Fazem revista às mochilas e sacos na entrada para os parques;

Dizem que não é permitida a entrada de comida mas vimos várias pessoas com sandes que não pareciam ter sido compradas no parque;

Existem dois fast pass que podem ser adquiridos dentro do parque.

O PortAventura Express permite o acesso mais rápido a várias atrações, mas só pode ser utilizado uma vez por atração;

Por outro lado, o PortAventura Express Premium dá acesso ilimitado às atrações incluídas.

Para saber quais as atrações incluídas em cada fast pass, assim como os preços atuais, sugerimos que consulte a informação na própria bilheteira.

Algumas atrações têm altura mínima, o que é particularmente importante se viaja com crianças pequenas.

Grávidas também têm o acesso vedado a algumas atrações, como é o caso, por exemplo, do Dino Escape.

Dino Escape

Os shows têm horários específicos, pelo que sugerimos que logo à entrada verifique quais espetáculos lhe interessam.

Estão disponíveis armários com chave para guardar pertences (mediante custo extra).

Considerações finais

Apesar de não sermos particularmente fãs deste tipo de parque de diversões, a verdade é que nos divertimos muito!

Por essa razão recomendamos que coloquem (possíveis) preconceitos de parte e visitem o PortAventura Park.

diversão em PortAventura Park

Por fim, está a pensar visitar a Catalunha? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

1

O que visitar em Salou | Guia de viagem completo!

O que visitar em Salou

Artigo atualizado em

O que visitar em Salou. Esta região de Espanha é conhecida essencialmente pelas praias mas na nossa viagem percebemos que existem outras atividades para além de ficar o dia inteiro estendido à beira-mar.

Por esta razão decidimos fazer uma lista de o que visitar em Salou, para que possa organizar melhor a sua viagem.

Esperamos que esta informação lhe seja útil e acompanhe-nos nesta viagem!

O que visitar em Salou

Passeio Jaume I

É a via pedonal mais popular em Salou! Fica em frente à praia do Levante com palmeiras, jardins e muitos bancos para descansar e ver o tempo passar.

Tem três fontes que refrescam o ar: a fonte cibernética e a fonte luminosa nos extremos da Jaume I e o Labirinto mais ou menos a meio.

Estes locais são bastante procurados nas noites de fim de semana pois costumam oferecer espetáculos de luz e música.

Torre Vella de Salou

Torre Vella

Quando quiser fazer uma pausa na praia o que acha de visitar a Torre Vella? Aproveite melhor o final do dia pois a torre apenas é visitável a partir das 18:00.

Atualmente a Torre Vella alberga o MECS – Museu de L’Esmalt Contemporani de Salou, portanto tem dois motivos para a incluir no seu roteiro.

Este monumento fica localizado na Carrer Arquebisbe Pere de Cardona, que é uma zona residencial em Salou.

Caminho de Ronda

Caminho de Ronda de Salou

O Caminho de Ronda é um trilho pedonal que liga Salou a Cap Salou.

Os antigos caminhos utilizados para monitorizar a orla costeira ganharam nova vida e agora são percorridos pelos viajantes.

A estes caminhos naturais juntaram-se extensos troços de passadiços, caminhos de terra batida e degraus que assim contornam a costa.

É um caminho de singular beleza que proporciona um contacto mais próximo com a natureza mas também permite o acesso a praias remotas e miradouros com vistas magníficas.

Para percorrer este Caminho terá de se deslocar até ao passeio marítimo de Salou e continuar pela costa, no entanto não é um caminho fácil, pelo menos a parte final.

Assim, vai ver a sinalização que indica o inicio da rota junto ao letreiro colorido de Salou.

Porto desportivo de Salou

O Porto desportivo de Salou está localizado entre a Praia do Levante e a Praia de Ponent.

Poderá observar as embarcações a chegarem e a saírem para o mar.

Dica: existe uma passagem pedonal que permite que veja o porto desportivo a partir do mar e que termina num miradouro com vista para o Praia de Ponent.

Passeio Marítimo de Salou

Este é o sítio ideal se procura um local animado para almoçar ou jantar.

As ementas são exibidas com orgulho, por isso não deverá ser difícil encontrar um sítio que lhe agrade.

O que visitar em Salou: as melhores praias

melhores praias de salou

As melhores praias de Salou são também as mais procuradas o que faz com que haja maior concentração de pessoas.

Por esta razão nós vamos agrupá-las em dois tipos: as praias grandes e as praias mais pequenas.

As praias grandes são essencialmente quatro: A praia do Levante, de Ponent, Llarga e de La Pineda.

A Praia do Levante: é uma extensa porção de areia que está localizada junto à Jaume I. Tem muitos hotéis nas imediações o que faz com que seja a praia mais concorrida de Salou.

A Praia de Ponent: localizada ao lado da Praia do Levante, com o porto desportivo ao meio.

Tem um areal bastante extenso mas também tem muitos hotéis à volta, o que faz com que seja muito popular entre os veraneantes.

A Praia Llarga: esta praia está localizada em Cap Salou, tem um areal bastante grande mas é mais estreita em comparação com a Praia do Levante e a Praia de Ponent.

Por outro lado tem duas características únicas que fazem com que seja considerada por muitos a praia mais bonita de Salou: formações rochosas e uma envolvente de árvores.

Praia de La Pineda: esta foi a praia que mais frequentamos porque está localizada em La Pineda e é a mais próxima do hotel que escolhemos: Hotel Palas Pineda.

Praia de La Pineda

As praias mais pequenas têm apenas dois ou três hotéis perto o que faz com que tenham por menos gente.

Mas isso não significa que sejam menos bonitas!

É o caso da Praia de Capellans (tem de descer uns degraus), a Praia Vinya e a Praia dos Llenguadets.

O que visitar em Salou: principais Parques Aquáticos

PortAventura Park: é constituído por três parques temáticos: O PortAventura Park, O Ferrari Land e o Caribe Aquatic Park.

Aquopolis: Este parque aquático está localizado em La Pineda e as principais atrações são Kamikaze, Speedrace, Huracán e o Boomerang.

Além disso também dispõem de espectáculos com golfinhos, mini-golf, áreas de restauração e uma zona especial para as crianças.

Alojamento em Salou

Nós conhecíamos a reputação das praias de Salou, que sendo bastante bonitas, também costumavam estar a abarrotar de gente.

A alternativa era ficarmos afastados do centro de Salou mas sem abdicar da qualidade das praias.

Por isso, escolhemos uma zona mais tranquila mas com uma praia igualmente fabulosa: La Pineda.

O hotel escolhido foi o Hotel Palas Pineda que fica localizado a menos de 100 metros da praia de La Pineda.

Melhor altura para visitar Salou

Sendo um destino essencialmente de praia a melhor altura para visitar Salou é nos meses de verão.

Porém, para escapar às habituais enchentes, nós recomendamos que visite Salou no final da Primavera ou no início do outono, altura em que o tempo está agradável.

Tenha em atenção que a altura da Páscoa e os meses de julho e agosto são bastante procurados, pelo que nessas épocas os preços costumam ser mais elevados.

Nós viajámos para Salou no final do mês de junho e apesar de no centro de Salou as praias estarem bastante cheias, em La Pineda haviam muito espaço para estender as toalhas e para as crianças jogarem à bola.

Como chegar a Salou

Nós viajámos do Aeroporto Sá Carneiro na cidade do Porto até ao Aeroporto El Prat Barcelona com a Companhia Aérea Vueling e daí fomos de autocarro até Salou.

Por comodidade nós preferimos acrescentar um transfer ao pacote de viagem.

Isto significa que quando passámos a zona de segurança do aeroporto tínhamos alguém à nossa espera para nos levar até ao hotel em Salou e no regresso sabíamos que nos iriam transportar novamente para o aeroporto.

Raramente dispensamos este tipo de conforto até porque não nos parece ser economicamente pesado.

No entanto, saiba que existe um transporte regular (shuttle) entre El Prat e Salou da empresa Flybus e se viajar para o aeroporto de Reus, poderá utilizar o shuttle da empresa Plana.

Como usar os transportes públicos em Salou

Se não estiver disposto a alugar carro, saiba que esta região é bem servida de transportes públicos, sendo que os mais utilizados são os autocarros (da companhia Plana) e os táxis.

De referir que em muitos sítios existem preços tabelados das viagens de táxi, e que as tabelas estão afixadas junto às praças de táxis.

Nós optámos por comprar o cartão recarregável T-10 numa loja da agência Plana (existem muitas espalhadas por Salou).

O custo do cartão é de 3,50 EUR e cada viagem fica por 1,20 EUR.

Tarifário autocarro Salou

Além do baixo custo este cartão pode ser utilizado por várias pessoas ao mesmo tempo.

Isto siginifica que se duas pessoas utilizarem o cartão, é necessário passar o cartão duas vezes na máquina do autocarro.

O que visitar perto de Salou

Enquanto estivemos em Salou nós visitámos Tarragona e o parque de diversões PortAventura.

Porém, Salou fica localizado a cerca de hora e meia de Barcelona, razão suficiente para a incluir no seu roteiro.

Por fim, está a pensar visitar a Catalunha? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

2

Guia dos Caminhos de Santiago

Guia dos Caminhos de Santiago

Artigo atualizado em

Precisa de um guia dos Caminhos de Santiago? Neste guia encontra informações relativas ao Caminho Central Português, Caminho da Costa, Caminho Português do Interior e Caminho de Torres. Viu bem, este guia inclui quatro Caminhos de Santiago!

Guia dos Caminhos de Santiago

Caminho Central Português

De Lisboa até Compostela

Caminho da Costa

De Porto até Valença do Minho

Caminho Português do Interior

De Farminhão até Verín (com ligação ao Caminho Sanabrês)

Caminho de Torres

De Salamanca até Ponte de Lima

Em primeiro lugar, na badana do guia podemos ver que o autor Paulo Almeida Fernandes é doutorado em História da Arte pela Universidade de Coimbra e mestre em Arte, Património e Restauro. Esta informação é relevante pois são muitas as referências do guia ao património que os peregrinos podem encontrar no Caminho.

Também foram incluídas no Guia dos Caminhos de Santiago várias lendas locais que são desconhecidas pela generalidade das pessoas e que enriquece quem faz o Caminho.

No entanto, a maior valia que encontro neste guia é o facto de ter sido feito como um roteiro detalhado, isto é, pode ser utilizado exactamente como está. Isto significa que para cada etapa é descrito em pormenor o percurso e a dificuldade do mesmo, e, muito importante, com a indicação direitinha das ruas, Portanto, não vai ficar na dúvida se deverá virar à direita ou à esquerda em nenhuma localidade porque o seu guia irá mostrar o caminho certo.

Guia dos Caminhos de Santiago

Além disso, no final do guia existe uma lista de contactos úteis onde pode consultar a informação relativa à localização dos albergues dos peregrinos existentes no Caminho, assim como os respetivos contactos telefónicos.

De certeza que se fez algum destes Caminhos acompanhado por este guia, vai ficar tentado a percorrer os restantes Caminhos. E lembre-se, são quatro os Caminhos explicados neste livro.

Pode comprar em wook.pt clicando aqui.

Por último, se tem interesse em livros, sugerimos que veja o artigo que fizemos sobre Shinrin-Yoku. E já sabe, para ficar a par das últimas novidades, acompanhe-nos no facebook e no instagram.

0

Loro Parque | parque temático em Tenerife

Loro Parque Tenerife

Artigo atualizado em

O Loro Parque é um parque temático em Tenerife dedicado aos loros, isto é, aos papagaios.

No entanto, no Loro Park irá encontrar muito mais do que papagaios.

Assim, os animais que fazem parte deste parque são aves, mamíferos, peixes e répteis.

Então, vamos falar-lhe um bocadinho destes animais mas também de outras zonas do Loro Park.

Loro Parque em Tenerife

Na área dos mamíferos do Loro Park irá encontrar chimpanzés, gorilas, leões, jaguares, tigres, golfinhos, leões marinhos e orcas mas também capivaras.

Por outro lado, na zona das aves será presenteado com um autêntico desfile de animais coloridos: flamingos cor de rosa, pinguins, cisnes e grus.

Mas quem gostar de peixes poderá explorar um aquário com peixes variados e outros espaços que têm anémonas e peixes KOI (peixes vermelhos).

Por fim a zona dos répteis é bastante procurada por causa dos crocodilos, iguanas e tartarugas.

No entanto, por favor tome nota que no recinto do parque existem áreas para as crianças brincarem, áreas de floresta mas também um espaço de cinema onde são transmitidos programas com vista à consciencialização ecológica e preservação da vida animal.

Localização do Loro Parque

O parque está localizado na Av. Loro Parque, s/n, 38400 Puerto de la Cruz, Santa Cruz de Tenerife, Espanha.

No entanto, se preferir que o vão buscar ao hotel onde está alojado e o levem até ao Loro Parque recomendamos que veja os tours que estão disponíveis.

Dicas de viagem

  • as apresentações com animais têm hora definida, por isso sugerimos que confirme quais espetáculos lhe interessam e os respetivos horários para que não os perca.

Por fim, está a pensar visitar as Ilhas Canárias? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

Parque Nacional do Teide | Tenerife

Parque Nacional do Teide

Artigo atualizado em

O Parque Nacional do Teide é o maior e mais antigo parque nacional das Canárias mas também é um dos mais antigos parques de Espanha.

Além disso, em 2007 foi não só declarado Património da Humanidade pela UNESCO como integrou a lista de Doze Tesouros de Espanha, juntamente com a Catedral de Córdova, a Caverna de Altamira, a Catedral de Sevilha, Alhambra, a Catedral-Basílica de Nossa Senhora do Pilar, o Teatro Romano de Mérida, a Catedral de Santiago de Compostela, a Cidade das Artes e das Ciências de Valência, o Templo Expiatório da Sagrada Família em Barcelona, a Praia de la Concha em San Sebastián e o Museu Guggenheim Bilbao.

Assim, neste artigo vamos falar-lhe neste parque que é um dos mais visitados em Espanha e no mundo.

O Parque Nacional do Teide

Roque Cinchado

Roque Cinchado é uma formação rochosa bastante conhecida em Tenerife. Aliás, esta imagem fez parte das notas de 1000 pesetas antes da adesão de Espanha ao Euro.

O Teleférico do Teide

Existe um teleférico que permite que visitantes subam a montanha mas para chegar até ao pico do Teide terá de pedir uma autorização à direção do parque.

O pico do Teide

Como dissemos anteriormente, se quiser subir ao ponto mais alto do Teide terá de pedir uma autorização à direção do parque ou fazer parte de um grupo organizado.

Assim, se esta interessado em participar num tour organizado poderá por exemplo ver este, que é um percurso a pé com duração de 6 horas.

Trilhos no Parque Nacional do Teide

Existem 41 trilhos oficiais que poderá fazer nas montanhas do Teide cujas características indicamos a seguir.

Trilhos lineares do Parque Nacional do Teide

Caminho da Fortaleza (1)

Início: Centro de Visitantes El Portillo, fim: Cuesta de La Fortaleza, duração: 1H45, distância: 5,5 Km mas dificuldade: baixa, ligações: Caminhos 2, 4, 6, 22, 24, 25, 29, 33 e GR 131.

Trilho Siete Cañadas (4)

Início: Portillo Visitors Center, fim: Centro de Visitantes da Cañada Blanca, duração: 4/5 horas, distância: 16,6 km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1, 2, 5, 16 e GR 131.

Ramo El Portillo da trilha Siete Cañadas (4.1)

Início: El Portillo Alto, fim: Caminho 4 de Siete Cañadas, duração: 12 minutos, distância: 540 mas dificuldade: baixa, ligações: tTrilho 4.

Trilho Degollada de Guajara (5)

Início: trilho Siete Cañadas (n.º 4), fim: Degollada de Guajara, duração:  1 hora, distância: 1,3 Km mas dificuldade: alta, ligações: trilhos 4, 8, 15 e GR 131.

Trilho de montanha de tomilho (6)

Início: trilho La Fortaleza (n.º 1), fim: trilho da Montanha Branca (n.º 7), duração: 2H30, distância: 5,2 Km mas dificuldade: média, ligações: trilhos 1, 7, 22, 24 e 27.

Trilho da Montanha Branca – La Rambleta (7)

Início: Km 40,2 da rodovia TF-21, fim: Mirante Rambleta – La Fortaleza, duração: 5H30, distância: 8.2 Km mas dificuldade: alta, ligações: trilhos 6 e 11.

Caminho de El Filo (8)

Início: Km 38,5 da rodovia TF-24, fim: Degollada de Guajara (trilhos 5 e 15), duração: 5/7 horas, distância: 14,3 Km mas dificuldade: moderada, ligações: trilhos 5, 15, 37 e GR 131.

Trilho Teide-Pico Viejo – Mirador das Narizes do Teide (9)

Início: La Rambleta- Mirador de Pico Viejo, fim: Km 3,2 da estrada TF-38 (Mirador de Las Narices del Teide), duração: 4/6 horas, distância: 9,6 km mas dificuldade: extrema, ligações: trilhos 12, 18, 23, 28, 32 e 38.

Trilho de acesso à cratera do Pico del Teide. Trilho Telesforo Bravo (10)

Início: La Rambleta, fim: Pico del Teide, duração: 40 minutos, distância: 653 metros mas dificuldade: alta, ligações: trilhos 11 e 12.

Caminho do miradouro de La Fortaleza (11)

Início: La Rambleta, fim: Miradouro da Fortaleza, duração:  25 minutos, distância: 664 metros mas dificuldade: média, ligações: trilhos 7, 10 e 12.

Trilho do miradouro do Pico Viejo (12)

Início: La Rambleta (3.550 m), fim: Miradouro do Pico Viejo, duração: 30 minutos, distância: 781 metros mas dificuldade: média, ligações: trilhos 9, 10 e 11.

Trilho Alto de Guamaso (14)

Início: Km 42,3 da rodovia TF-24, fim: entroncamento rodoviário de Portillo, duração: 1H30, distância: 3 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilho GR 131 (antigo Caminho Real de Chasna).

Trilho do Alto de Guajara (15)

Início: Degollada de Guajara (trilho 5), fim: Degollada de Ucanca (trilho 31), duração: 2H30, distância: 3,7 Km mas dificuldade: alta, ligações: caminhos 5, 8, 31 e GR 131.

Sanatório (16)

Início: Km 43,3 da rodovia TF-21, fim: trilho Siete Cañadas (nº 4), duração: 1H45, distância: 4.6 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 4, 19 e 39. 

Igueque (17)

Início: Km 33, 3 da estrada TF-24, fim: La Crucita, duração: 1H20, distância: 2,7 Km mas dificuldade: média, ligações: trilho 21.

Chavao (18)

Início: Travessia Boca Tauce, fim: Mirador das Narices del Teide, duração:  1H30, distância: 4.4 Km mas dificuldade: baixa, ligações: caminhos 9, 35 e 41 e PR – TF 70 Guia de Isora – Boca Tauce.

Majúa (19)

Início: Km 43,3 da rodovia TF-21, fim: Parador de Las Cañadas, duração: 1H30, distância: 4.1 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilho 16.

Vulcão Fasnia (20)

Início: Corral del Niño, fim: Travessia de Izaña, duração: 2H30, distância: 8.1 Km mas dificuldade: baixa, ligações: caminhos 21 e 37.

Corral del Niño para La Yegua Blanca (21)

Início: Corral del Niño, fim: Yegua Blanca, duração: 1;40 distância: 6.5 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 17, 20 e 34.

Lomo Hurtado (22)

Início: no trilho 1, na área de Llano de Los Rastrojos, fim: no trilho 6 na área da montanha de Los Conejos, duração: 1H30, distância: 4.9 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1, 6, 7, 25 e 33.

Os Regatones Negros (23)

Início: no trilho n.º 3 Roques de García, fim: no Caminho n.º 9 Teide – Pico Viejo – TF38, duração: 4 horas, distância: 5.2 Km mas dificuldade: muito alta, ligações: trilhos 3 e 9.

Alto Portillo (24)

Início: Caserio del Portillo Alto, fim: no trilho 1 na área de Roque del Peral, duração: 35 minutos, distância: 1,5 km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1 e 6.

Recibo Queimado (25)

Início: estrada La Orotava-Granadilla, fim: Caminho nº 1 na área de Llano de Los Rastrojos, duração: 45 minutos, distância: 2 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1 e 22.

Ucanca (26)

Início: Caminho nº 3 na área de La Catedral, fim: Mirante de Ucanca, duração: 1 hora, distância: 1,8 Km mas dificuldade: baixa, ligações: Caminhos 3 e 40.

Montanha Rachada (27)

Início: Caminho n.º 7 na encruzilhada com Montaña Rajada, fim: Caminho n.º 6  entre a montanha Los Conejos e a montanha Los Tomillos, duração:   45 minutos, distância: 2,1 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 6 e 7.

Chafarí (28)

Início: junção das estradas de Boca Tauce, fim: Caminho n.º 9 na área do Narices del Teide, duração: 3 horas, distância: 6.5 Km mas dificuldade: alta, ligações: Caminhos 9 e 40.

Degollada del Cedro (29)

Início: Caminho n.º 1 em Cañada de Los Guancheros, fim: junto à encosta de Tigaiga, duração: 45 minutos, distância: 1,9 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1 e 36.

Os Vales (30)

Início: Mirador das Minas de San José, fim: Caminho n.º 4 na área de Risco Verde, duração: 1:30, distância: 5 Km mas dificuldade: baixa, ligações: Caminhos 4 e 39.

Cimeiras de Ucanca (31)

Início: Caminho n.º 4 na área de La Cañada del Capricho, fim: Lomo del Asiento, duração: 3H30, distância: 7,7 km mas dificuldade: alta, ligações: trilhos 4 e 15.

Abeque (32)

Início: Mirador de Samara, fim: trilho 9, duração: 1H30, distância: 2,5 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 9 e 13.

Montanha Negra (33)

Início: Caminho n.º 1 na zona oeste de La Fortaleza, fim: Caminho n.º 22  no Llano de Las Brujas, duração: 1H15, distância: 3,1 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1 e 22.

Montanha Limón (34)

Início: limão de Montaña, fim: Traineira perto da antiga José Ruiz de Izaña Hut, duração: 30 minutos, distância: 1,2 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 21.

Boca Chavao (35)

Início: Caminho n.º 18 em Boca de Chavao, fim: Iserse, duração: 30 minutos, distância: 724 metros mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 18 e PR-TF70 Guia de Isora – Boca Tauce.

Alto de La Fortaleza (36)

Início: Caminho n.º29 na Degollada del Cedro, fim: Caminho n.º29 na Degollada del Cedro, duração: 1H15, distância: 2,7 km mas dificuldade: baixa, ligações: trilho 29.

Cerrillar – Talho (37)

Início: Caminho n.º 2 na cordilheira de Cerrillar, fim: Caminho n.º20 na Montanha Carnicería, duração: 1H30, distância: 3 Km mas dificuldade: baixa, ligações: Caminhos 2, 8 e 20.

Cavernas Negras (38)

Início: Caminho n.º 9, fim: Caminho n.º 13, duração: 1H30, distância: 2.2 Km mas dificuldade: média, ligações: trilhos 9 e 13.

Teleférico – Montaña Blanca – Minas de San José (39)

Início: base do teleférico, fim: Minas de San José, duração: 2H45, distância: 6,8 Km mas dificuldade: média, ligações: trilhos 16 e 30.

Llano de Ucanca – Boca Tauce (40)

Início: Miradouro do Llano de Ucanca, fim: Boca Tauce, duração: 1H30, distância: 4,8 Km mas dificuldade: baixa, ligações: trilhos 26 e 28.

Erques Ravine (41)

Início: Museu Etnográfico Juan Évora, fim: Erques Ravine, duração: 30 minutos, distância: 1 Km mas dificuldade: média, ligações: Caminho 18.

Trilhos circulares do Parque Nacional do Teide

Trilho das Areias Negras (2)

Início e fim do percurso: Portillo Visitors Center, duração: 3 horas, distância: 6 Km, dificuldade: baixa, ligações: trilhos 1, 4, 37 e GR 131.

Trilho Los Roques de García (3)

Início e fim do percurso: ponto de vista de La Ruleta, duração: 2 horas, distância: 3,6 Km, dificuldade: média, ligações: trilhos 23 e 26.

Trilho Samara (13)

Início e fim do percurso: Km 7,5 da rodovia TF-38, duração: 2H45, distância: 4,6 Km, dificuldade: média, ligações: trilhos 32 e 38.

Por fim, está a pensar visitar as Ilhas Canárias? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

4

Jerez de la Frontera Espanha

Jerez de la Frontera

Artigo atualizado em

Jerez de la Frontera ou Xeres da Fronteira, é um município da província de Cádiz, na Andaluzia – Espanha.

Esta zona é famosa pelo vinho xerez, pelo flamenco mas também pelos cavalos.

Assim, neste artigo vamos dar-lhe algumas sugestões de o que visitar nesta região.

Então, acompanha-nos nesta viagem pela Andaluzia?

O que visitar em Jerez de la Frontera

O Conjunto Monumental de Alcázar de Jerez

O Alcázar de Jerez é um castelo mouro, provavelmente datado do século XII, sendo por isso o mais antigo monumento de Jerez.

Localização do Alcázar de Jerez: Calle Alameda Vieja s/n, 11403  Jerez de la Frontera, Cádiz, Espanha

A Catedral de Jerez de la Frontera

Esta catedral foi construída no século XVII.

Localização da Catedral: Plaza Encarnación, s/n, 11403 Jerez

O centro histórico

O centro histórico de Jerez é muito bonito. Tem aquele ar arranjado de outras cidades da Andaluzia com edifícios históricos com arquitectura interessante bem preservados.

Enfim, é um gosto passear no centro histórico de Jerez e aproveitar as magníficas praças e esplanadas.

Tio Pepe Bodegas

A Bodega González Byass (Tio Pepe é o nome de uma marca) está situada no centro de Jerez de la Frontera e é possível visitá-la com guia.

Nós fizemos o tour com a Glória que foi uma simpatia e nos explicou o processo de fabrico dos vinhos.

Também nos mostrou as caves, incluindo as caves reais onde estão barris com bandeiras de todas as nacionalidades, e claro que nós quisemos tirar uma fotografia junto do barril com a bandeira de Portugal.

Além disso, no final da visita poderá experimentar os vinhos, acompanhando a prova com tapas.

Como chegar a Jerez de la Frontera

De Lisboa

Do Porto

Dicas de viagem

  • no verão a região da Andaluzia é muito quente e seca, por isso recomendamos que tenha especial atenção às queimaduras solares e à hidratação, em especial das crianças;

Por fim, está a pensar visitar a Andaluzia? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Espanha? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.