Browsing Category

Destinos

0 In Destinos/ Macau

Macau, viagem de um dia desde Hong Kong.

ruinas-igreja-sao-paulo-macau

Durante a nossa estadia em Hong Kong decidimos fazer um tour de um dia a Macau. Dois dias antes recebemos um email de confirmação da agência de viagens que nos indicou o local de encontro. O guia encontrou-se connosco e explicou-nos como seria o dia. Fomos de autocarro até ao Terminal Marítimo de Hong Kong, entregaram-nos os bilhetes de ida e de regresso do ferry e explicaram-nos que em Hong Kong teríamos um guia diferente.

bilhetes-ferry-hong-kong-macau

A viagem de ferry demorou cerca de uma hora e quando chegámos ao Macau Ferry Terminal foi muito estranho ver as placas em português e chinês. O nosso guia, Mário, reuniu o grupo e entregou-nos alguns mapas. Perguntei-lhe em inglês se não tinha mapas em português e qual não foi o meu espanto quando ele nos respondeu em português. Afinal ele era português e vivia em Macau há mais de vinte anos.

A primeira paragem do tour foi rápida. O autocarro parou num parque de estacionamento onde se podiam ver o Palácio do Governador, o Grande Casino Lisboa, o Macau Tower e lá ao fundo podia ver-se a China Continental.

casa-do-governador-macau

Casa do Governador

grand-lisboa-macau

Grande Lisboa

Macau-tower

Macau Tower

Seguiu-se uma viagem panorâmica da cidade e algumas informações decoradas pelo guia foram sendo debitadas. A única informação que retive foi que podíamos usar os Hong Kong Dólares em território Macaense e que se levássemos patacas para Hong Kong não seriam aceites como meio de pagamento.

Por falar em dinheiro, a paragem a seguir foi no The Venetian. Quando nos aproximámos pareceu-me reconhecer o edifício. A fachada é igual ao The Venetian em Las Vegas que surge muitas vezes em filmes e séries de televisão. O Hotel, Casino e Centro Comercial são gigantes. Na área comercial existe uma réplica da Praça de São Marcos e canais com gôndolas venezianas. Outra particularidade é o céu a fingir que está sempre azul. Do casino só conseguimos espreitar quando subíamos as escadas rolantes a caminho da Praça de São Marcos.

The-Venetian_Macau

venetian-macau

The-Venetian_Macau

Depois da homenagem ao Deus do dinheiro, seguiu-se a homenagem ao Deus do espírito. Parámos junto ao Templo de A-Má para mais uma lição de história. O templo tem mais de 600 anos e quando os portugueses chegaram lá perguntaram o nome da terra e, claro, os nativos não perceberam a pergunta e responderam que aquele era o templo de A-Má. Disseram algo como A-Má-Cá, então os portugueses acharam que a terra de chamava Macau. Foi mais ou menos isto o que o guia nos explicou.

Templo-A-Ma-macau

Histórias à parte a templo é pequeno mas muito bonito. O que chama logo a atenção é a calçada portuguesa nas ruas em tons de branco, preto e rosa. Depois da visita ao templo fomos a uma pastelaria cuja especialidade é o pastel de nata. Nós não comprámos pastéis mas quem os provou estava deliciado. Em contrapartida nós estivemos entretidos a provar as outras especialidades deles, que por acaso eram grátis. Biscoitos de amêndoa de vários tipos, a maior parte demasiado secos para o meu gosto mas que naquele momento souberam que nem ginjas.

biscoitos-de-amendoa-macau

Regressámos ao autocarro e fizemos uma curta paragem junto à estátua de Guan Yin. Parece que os macaenses no início não gostaram muito da estátua dourada que foi uma oferta do Governo Português aquando da devolução do território à China. As feições ocidentais da estátua e o facto de não estar de acordo com os princípios de Feng Shui não agradaram mas têm considerado que a estátua trouxe boa sorte a Macau e por isso resolveram aceitá-la.

estatua-de-guan-yin-macau

O almoço buffet incluído no tour foi num hotel e experimentei um prato típico macaense que se chama “frango à portuguesa”. O guia brincou com o nome da receita e disse que alguém fosse a Portugal e pedisse “frango à portuguesa” certamente lhe serviriam outra coisa. A verdade é que a comida estava boa, não tenho fotografias mas vou tentar arranjar a receita para fazer cá em casa.

Depois do almoço finalmente fomos visitar o centro histórico de Macau. Visitámos a fachada icónica da Igreja de São Paulo, também conhecida como igreja da Madre de Deus, a escadaria e as ruas centrais até à Igreja de São Domingos.

ruinas-igreja-s.-paulo-macau

igreja-s.-domingos-macau

Antes de regressarmos ao ferry e já que estávamos na terra dos casinos, ainda visitámos o Grand Emperor Hotel, o hotel e casino do Jackie Chan cuja particularidade está no chão. Várias barras de ouro estão acomodadas no chão da receção do hotel. Bizarro!

Grand-emperor-hotel-macauGrand-emperor-hotel-macau

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Teremos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

4 In Destinos/ Hong Kong

Symphony of Lights, espetáculo de luzes gratuito em Hong Kong.

symphony-of-lights-cruise-hong-kong

O Symphony of Lights é um espetáculo de luzes e som que acontece diariamente às 20:00 em Hong Kong e que tem a duração de 15 minutos.

A contagem decrescente é apresentada num dos prédios do lado de Kowloon e a partir daí segue-se uma sequência de feixes de luzes que iluminam a paisagem.

O melhor sítio para observar o espetáculo é entre a Avenue of Stars e o Hong Kong Cultural Centre, pois daí vêem-se bem os edifícios icónicos da ilha de Hong Kong.

Em alternativa pode fazer um dos vários cruzeiros que partem de Victória Harbour. Foi o que fizemos e apesar do elevado custo não nos arrependemos. Nós reservámos o cruzeiro no site Viator, lá pode consultar os preços atualizados assim como outros tours que se podem fazer em Hong Kong. Aliás, lembra-se de eu ter confessado que tinha arruinado o orçamento? Conto tudo aqui, e o site onde fizemos a reserva dos tours foi o Viator.

symphony-of-lights-cruise-hong-kongsymphony-of-lights-cruise-hong-kongsymphony-of-lights-cruise-hong-kongsymphony-of-lights-cruise-hong-kongsymphony-of-lights-cruise-hong-kongsymphony-of-lights-cruise-hong-kongsymphony-of-lights-cruise-hong-kong

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

0 In Destinos/ Dicas de Viagem

Como fazer um Plano de Viagem – dicas práticas.

santorini-grecia

Já lhe aconteceu chegar ao aeroporto e andar às voltas para perceber onde estão os transportes públicos? Já levou roupa de verão na mala e teve de comprar roupa quente? Raramente consegue visitar o que tinha planeado porque não teve tempo? De uma forma genérica acontecem-lhe demasiados imprevistos enquanto viaja? Então este artigo é para si.

canais-amesterdao-holanda

Este post faz parte de uma série de três que pretendo publicar nas próximas semanas e que estão relacionados com organização.

Falei aqui como a minha falta de organização fez com que o blogue ficasse parado durante uma semana inteira e da reflexão que fiz sobre o assunto resultaram três rubricas que acredito que podem ajudar outros viajantes:

Como fazer um Plano de Viagem
Como se organizar em viagem
Como se organizar para viajar mais

Hoje vou explicar o que é, para que serve e como faço o meu Plano de Viagem.

O que é um Plano de Viagem?
Um Plano de Viagem é um guião que ajuda na planificação da viagem. Com o tempo fui adaptando as rubricas que entram no guião e a versão atual serve as nossas necessidades.

Para que serve?
Para reunir informação relevante para uma viagem sem stress. Temos presente que imprevistos acontecem mas viajamos tranquilos porque temos facilmente acessíveis uma série de dados que facilitam a viagem.

Como faço o meu Plano de Viagem?
O plano está dividido em duas partes:

1.ª parte – Logística
– como ir do aeroporto até ao hotel/centro
– moeda (e onde fazer o câmbio)
– previsão meteorológica (para saber o que colocar na mala)
– contactos telefónicos (hotel, companhia de aviação, seguro, operador turístico se comprei algum tour)
– mapas (download no google maps do mapa da cidade; mapa da rede de transportes)

2.ª parte – Atividades diárias
Dia 1 – viagem de ida
Dia 2 – sítios a visitar durante a manhã / almoço / sítios a visitar durante a tarde / jantar / sítios a visitar durante a noite
Dia 3 – sítios a visitar durante a manhã / almoço / sítios a visitar durante a tarde / jantar / sítios a visitar durante a noite
[…]
Último dia – viagem de regresso

Esta é a base do Plano de Viagem que depois adapto conforme a viagem.

Em relação à primeira parte do Plano de Viagem acho que não é necessário entrar em grandes detalhes. São informações que se conseguem rapidamente e que não me costumam levar muito tempo a reunir.

No entanto, a segunda parte do Plano de Viagem é um bocadinho mais trabalhosa.

Costumamos agrupar os sítios a visitar por zonas para não perdermos muito tempo em deslocações. Para isso, temos de saber de antemão que sítios queremos visitar, onde ficam localizados, como chegar lá e quanto tempo precisamos. Quando temos essa informação é mais fácil encaixar as atividades nos dias disponíveis.

tren-italia

Já devem ter percebido que damos bastante importância às refeições, portanto, já levamos connosco uma lista de restaurantes localizados nos sítios onde prevemos estar nas horas de almoço e jantar nos diferentes dias.

tapas-barcelona

A ideia não é fechar completamente o itinerário, até porque queremos viajar ao nosso ritmo e ter a liberdade de mudar de ideias. Mas para podermos mudar de ideias temos de ter um plano inicial, verdade?

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

2 In Destinos/ Hong Kong

Garden of Stars & Tsim Sha Shui Promenade – ver as estrelas em Hong Kong.

Quando organizei a viagem a Hong Kong tomei a seguinte nota: visitar a estátua do Jackie Chan na Avenue of Stars.

Ora, quando saímos do metro em Tsim Sha Tsui, percebemos que a Avenue of Stars estava fechada por causa das obras. Mas havia a indicação de que as estátuas estavam no Garden of Stars, um pouco mais à frente. Não sei se foram levadas para lá provisoriamente, se vão ficar lá ou se alguma vez estiveram noutro lugar, mas a verdade é que nós as vimos no Garden of Stars.

É um espaço relativamente grande, podemos admirar as estátuas das estrelas de TV, as marcas das mãos de actores famosos e dois murais com as imagens deles. Também tem uma vista privilegiada sobre Causeway Bay, na ilha de Hong Kong.

garden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-konggarden-of-stars-hong-kong

O Tsim Sha Tsui Promenade é uma área pedonal larga localizada junto ao Garden of Stars. É agradável mas, na minha opinião, não justifica uma deslocação propositada. Se estiver lá perto e precisar de descansar, aproveite pois existem vários bancos para relaxar, caso contrário não faça um desvio só para visitar o Tsim Sha Tsui Promenade.

tsim-Sha-tsui-promenade-hong-kong

Como chegar: a estação de metro mais próxima é Tsim Sha Tsui, em Kowloon. Deve sair na saída E e atravessar o túnel pedestre. Depois terá de subir as escadas e aceder á passagem para peões que passa por cima da estrada.

Garden-of-stars-hong-kong

Escadas de acesso ao Garden of Stars

Garden-of-stars-hong-kong

Passagem para peões – Garden of Stars

Importante: a área estará em obras até final de 2018, pelo que é expectável que esta informação fique desatualizada rapidamente.

Veja o nosso roteiro completo em Hong Kong aqui.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

0 In Destinos/ Dicas de Viagem/ Hong Kong

Mercados noturnos em Hong Kong: Temple Street Market e Ladies Market.

temple-street-night-market-hong-kong

Enquanto estivemos em Hong Kong tivemos oportunidade de visitar várias vezes estes dois mercados noturnos. Imagino que duas coisas levem as pessoas aos mercados noturnos: a busca por pechinchas e por animação de rua. Na verdade os dois mercados não são muito diferentes, o tipo de produtos que se vendem são semelhantes e a animação de rua repete-se um bocadinho. Aliás, é normal ver os mesmos artistas a atuar uma noite num mercado e noutra noite noutro mercado.

temple-street-night-market-hong-kongtemple-street-night-market-hong-kong

O que se encontra à venda? souvenirs, carteiras, bonés, roupa, sapatos, chávenas,  tecnologia de qualidade duvidosa, brinquedos, leques e por aí em diante.

temple-street-night-market-hong-kongtemple-street-night-market-hong-kongtemple-street-night-market-hong-kongtemple-street-night-market-hong-kong

O que vale a pena experimentar? A comida! Arrisque porque os preços são baixos, mesmo que não goste vale pela experiência. Nós gostámos em particular das egg waffles.

street-food-hong-kongstreet-food-hong-kongstreet-food-hong-kongstreet-food-hong-kongstreet-food-hong-kong

Temple Street Night Market

Localização: em Temple Street, Yau Mai Tei, Kowloon.

Como chegar: a estação de metro mais próxima é a de Jordan, na linha vermelha.

Curiosidades: sabe de onde vem o nome “Temple Street”? Do templo Tin Hau existe no local. Se visitar a rua durante o dia não a vai reconhecer, está tudo deserto com as barraquinhas dos vendedores fechadas. É também chamado de Mens Market, em oposição ao Ladies Market.

Ladies Night Market

Localização: em Tung Choi Street, Mong Kok.

Como chegar: a estação de metro mais próxima é a de Mong Kok, na linha vermelha.

Curiosidades: Se não souber regatear os preços vai pagar muito caro pelas compras. Eles perguntam sempre quanto está disposto a pagar, portanto esteja preparado para indicar um valor.


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

2 In Destinos/ Dicas de Viagem/ Portugal

10 sugestões para aproveitar os feriados que se aproximam

dez-sugestoes-para-viagens

Aproximam-se dois feriados, o 25 de abril e 01 de maio. Já tem alguma viagem planeada? Se sim, ótimo! Se não, deixamos algumas sugestões de sítios para visitar em Portugal e Espanha. Não ficará em casa por falta de ideias!

Em Portugal

Badoca Safari Park – Alentejo

O Badoca Safari Park situa-se na Herdade da Badoca, em Vila Nova Santo André. No site é possível encontrar entre outras informações o horário de funcionamento e tabela de preços.

Tivemos oportunidade de visitar o parque por duas vezes, uma com o nosso filho mais velho ainda criança e uns anos mais tarde com os dois rapazes. Notámos que o parque tem evoluído, a diversidade de animais tem vindo a aumentar e é um ótimo passeio para um feriado ou fim de semana.

badoca-park-alentejo

Serra do Buçaco

Se gosta de natureza a Serra do Buçaco é perfeita para si. Tem trilhos pedestres para se aventurar, nascentes e lagos. Pode ver o nosso roteiro aqui.

Serra-do-busçaco
Serra da Estrela

A Serra da Estrela tem algo de novo a oferecer em cada estação do ano. Sejam as flores silvestres na primavera, paisagens verdejantes no verão, tons de castanho no outono e a neve no inverno. Temos alguns posts no blogue acerca da Serra da Estrela se precisa de reavivar a memória. O que há a não gostar?

torre-serra-da-estrela

Parque Nacional Peneda-Gerês

Nós somos visitantes assíduos do Gerês e ainda não nos fartámos. Os minhotos adoram falar com visitantes e nós aproveitamos as dicas deles para conhecer alguma coisa nova. E a comida tem um sabor especial. Tem dicas e um roteiro para três dias aqui.  e aqui.

cascata-de-pincaes-geres

Serra da Freita

Estivemos recentemente na Serra da Freita e adorámos. Gosta de vida rural e contacto com a natureza? Este passeio é perfeito para si! Há muito para explorar, não se contente apenas com o roteiro que descrevemos aqui no blogue. Algumas dicas aqui.

Serra-da-freita-arouca

Cruzeiro no Douro

Precisa tranquilidade? Que tal deixar o rebuliço da cidade do Porto e subir o rio Douro a bordo de um cruzeiro? Observar o barco a deslizar pelas águas calmas do rio Douro e observar as vinhas nos socalcos não lhe pode fazer mal!

cruzeiro-no-rio-douro-portugal

Em Espanha

Corunha

Não é certamente uma escolha óbvia, mas a Corunha tem o tamanho perfeito para uma escapadinha de poucos dias. Pode visitar a Torre de Hércules e deambular pelo centro histórico. Uma pausa na praça Maria Pita é aconselhável, assim como um passeio à beira mar. Os restaurantes oferecem várias opções para degustar polvo e marisco, aproveite!

corunha-espanha

Covadonga – Picos da Europa

Já ouviu falar em Covadonga? Se nunca ouviu falar em Pelayo e da batalha de Covadonga tem uma razão extra para organizar uma viagem aos Picos da Europa.

covadonga-picos-da-europa-espanha

Madrid

A capital espanhola está muito perto de Portugal, portanto parece-nos uma excelente opção para uma escapadinha nos feriados. O que visitar? Tanta coisa… o Parque do Retiro, a Puerta del Sol, o Palácio Real, a Catedral de Almudena, a Plaza Maior, o Museu do Prado, a Puerta de Alcalá, só para nomear alguns.

paque-el-retiro-madrid

Ávila

Se não lhe interessa a movida madrilena, que tal visitar a cidade muralhada de Ávila? Não perca uma visita à catedral.

avila-espanha

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

0 In Destinos/ Dicas de Viagem/ Hong Kong

Hong Kong: Ten Thousand Buddhas Monastery & Po Fook Hill (por engano)

bannner-ten-thousand-buddhas-monastery-hong-kong

Viajar tem destas coisas, por vezes os planos sofrem alterações e outras vezes enganamo-nos. Saímos do hotel convencidos que íamos visitar o Ten Thousand Buddhas Monastery mas vimos um parque engraçado do Snoopy e fizemos um desvio. Depois regressámos ao plano inicial mas não vimos a placa que indicava o caminho para o mosteiro e acabámos por entrar num cemitério.

the-ten-thousand-buddhas-monastery-hong-kong

Po Fook Hill é um cemitério que fica localizado ao lado do Ten Thousand Buddhas Monastery, na vila de Pai Tau.

Há um arco na entrada, algumas estátuas e um lago com peixes. Se vir um lago com peixes está no cemitério e não no mosteiro.

Po-FooK-Hill-hong-kongPo-FooK-Hill-hong-kongPo-FooK-Hill-hong-kongPo-FooK-Hill-hong-kongPo-FooK-Hill-hong-kong

Começámos a subir as escadas e imaginávamos que não tardaria a vermos as estátuas douradas do buda. Subimos, subimos, depois encontrámos escadas rolantes e aproveitámos a boleia, continuamos a subir, quase fomos atacados por um macaco e continuámos a subir as escadas. Não estranhámos as pessoas entrarem com oferendas nem olharem de lado para nós. Até que uma senhora nos perguntou se queríamos visitar o Ten Thousand Buddhas Monastary. Dissemos que sim. Ela disse que estávamos no local onde as pessoas vão rezar e realizar oferendas aos ancestrais, que teríamos de descer até à entrada do cemitério e voltar a subir pelo caminho ao lado que dava acesso ao mosteiro.

monkey-at-ten-thousand-buddhas-monastery-hong-kong

E foi o que fizemos, saímos rapidamente e dirigimo-nos ao mosteiro.

ten-thousand-buddhas-monastery-hong-kong

O caminho até ao mosteiro está ladeado de estátuas douradas do buda. Todas diferentes até à entrada no recinto do mosteiro. Apesar do nome, dizem que são cerca de treze mil estátuas. O complexo é constituído por vários pavilhões, cada um dedicado a uma divindade. No centro está um pagode num vermelho vibrante. Os crentes queimam incenso e fazem as suas orações indiferentes ao turistas.

ten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kongten-thousand-buddhas-monastery-hong-kong

Neste momento não reside nenhum monge no local.

Dicas práticas:
– como chegar: de metro, a estação mais próxima é Sha Tin, que fica no centro comercial New Town Plaza. De Mong Kok tem de apanhar a linha verde e depois a azul;
– tenha atenção aos falsos monges que pedem esmola;
– o percurso é bastante longo, leve calçado confortável;
– entrada: grátis.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

0 In Destinos/ Dicas de Viagem/ Hong Kong

Quanto custa uma viagem para Hong Kong e como arruinar um orçamento.

hong-kong-dolares

Talvez seja uma questão cultural mas sinto algum pudor em falar em dinheiro. Considero deselegante divulgar quanto gasto em viagens e sempre achei que ninguém queria saber.

Portanto, se está alinhado com o que escrevi até aqui, por favor não leia mais.

Uma das críticas que recentemente me apontaram (e que eu agradeço), foi precisamente não abordar o valor das viagens que fazemos. E para ser honesta, se advogo que toda a gente pode viajar se esse for o seu desejo, tenho forçosamente de abordar o tema do vil metal.

hong-kong-dolares

Vamos, então, a contas.

A viagem para nós os quatro custou 1.875,89 EUR. Este valor já inclui o seguro de viagem que fiz com a companhia mas hoje teria certamente optado pelo seguro da Nomad, que além de ter mais coberturas é mais económico.

Escolhemos um hotel confortável, o BP International 4*, com tarifa promocional, por 6.338 HKD, que à data equivaliam a menos de 650 EUR.

Resumindo, 630 EUR por pessoa, pareceu-me um valor com o qual podia viver bem.

As contas descarrilaram quando o nosso plano de viagem começou a tomar forma. Num post futuro irei explicar com mais pormenor como faço o plano de viagem, aliás, é o que eu construo e envio a quem me pede ajuda para organizar viagens, mas de uma forma resumida, entre outras informações, o plano de viagem contém uma lista de locais/monumentos/restaurantes a visitar em cada dia. A lista de locais a visitar até foi fácil de fazer mas quando comecei a organizar a logística, isto é, quanto tempo precisava para cada local e o tempo despendido nas deslocações, tive a infeliz revelação que grande parte da nossa estadia seria passada no metro ou em filas. Não é o melhor cenário, pois não? Nós gostamos de viajar por conta própria, apreciamos a nossa liberdade mas reconhecemos que os grupos organizados têm vantagens. Poupa-se muito tempo em deslocações e evitam-se filas.

No total fizemos três tours: Macau, Lantau Island (inclui visita ao Buda Gigante) e Victoria Peack.

É claro que é possível visitar Macau de forma independente estando em Hong Kong. Se o fizéssemos, teríamos de sair cedo do Hotel, apanhar o metro até ao terminal marítimo, ir para a fila comprar bilhetes, quando chegássemos a Macau teríamos de ir de autocarro ou táxi até ao centro e teríamos de cronometrar o tempo para não perdermos o ferry de volta e apanhar o metro novamente até ao hotel. Duvido é que tivéssemos oportunidade de visitar o templo de A-Ma, o Venetian e o Casino do Jackie Chan e até estremeço só de pensar no stress infligido aos miúdos porque teríamos de andar sempre a correr.

bilhetes-ferry-hong-kong-macau

Para visitar o Tian Tan Buddha pode ir de metro, fazer percurso até ao recinto a pé e depois subir mais de 200 escadas. Depois é só descer a escadaria, percorrer cerca de 500 metros até ao mosteiro Po Lin e regressar, ir até ao teleférico e regressar de metro até ao Hotel. O nosso guia foi buscar-nos ao hotel, levou-nos até ao cais marítimo onde apanhámos um ferry até Lantau, visitámos a ilha de Lantau, andámos numa embarcação tradicional na vila de pescadores de Tao O e levou-nos de autocarro até ao Buda Gigante (não precisámos de subir e descer as escadas, os nossos filhos agradeceram). Além disso almoçámos uma refeição vegetariana no Mosteiro Po Lin, descemos no teleférico (entregaram-nos os bilhetes) e levaram-nos de autocarro volta ao hotel.

ngong-ping-360-hong-kong

Victoria Peack deve ser obrigatório numa visita a Hong Kong. A viagem do funicular centenário é extraordinária e a perspetiva da cidade que se consegue lá de cima é única. Extraordinárias são também as filas de espera de duas horas para aceder ao funicular. Ora, duas horas à espera para subir e duas horas à espera para descer… não, o nosso tempo merece ser melhor aproveitado. Além disso tivemos oportunidade de visitar Aberdeen e o Stanley Market.

The-peack-tram-hong-kong

O quarto deslize foi o Simphony of Lights. É um espetáculo de som e luz gratuito que acontece diariamente às 20:00 em Kowloon e na ilha de Hong Kong. E sabem o que eram mesmo fantástico? Fazer um cruzeiro na altura do espetáculo e desfrutar das vistas dos dois lados de Hong Kong! Mas o cruzeiro com bar aberto não é gratuito.

symphony-of-lights-hong-kong

Assim, ao preço do voo e do hotel acrescentámos cerca de 1200 EUR nestes pequenos “luxos”, o que significou que ainda não tínhamos saído de Portugal e o valor da viagem por pessoa já tinha chegado aos 930 EUR.

Como se isto não fosse suficiente, o câmbio do dólar de Hong Kong flutuou e com as taxas turística da cidade acabámos por pagar pelo alojamento 735,41 EUR.

E é assim que se arruína um orçamento de viagem.


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

9 In Destinos/ Hong Kong

Snoopy’s World, para deixar os miúdos [e graúdos] contentes.

snoppy's-world-hong-kong

Antes de mais uma confissão… não fazia ideia que existia em Hong Kong um parque do Snoopy! Simplesmente ao sair do metro a caminho do Ten Thousand Buddhas Monastery vimos os bonecos do Charlie Brown e amigos e é claro que os miúdos quiseram ir ver do que se tratava.

snoppy's-world-hong-kongsnoppy's-world-hong-kongsnoppy's-world-hong-kongsnoppy's-world-hong-kongsnoppy's-world-hong-kongsnoppy's-world-hong-kongsnoppy's-world-hong-kong

Como chegar: o acesso ao parque faz-se pela estação de metro de Sha Tin.

Sha-tin-station-hong-kong

Preço: entrada grátis.


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

0 In Destinos/ Hong Kong

Kowloon Park, uma pausa no rebuliço de Hong Kong.

Kowloon Park é um parque público situado em Tsim Sha Tsui, na península de Kowloon, Hong Kong.

Kowloon-park-hong-kongmapa-Kowloon-park-hong-kong

É um parque bastante grande e tem várias entradas que podem passar despercebidas porque se encontram entre os prédios. Nós encontrámos quatro entradas, uma em Austin Road, ao lado do nosso hotel, e três em Nathan Road (uma ao lado da mesquita e mais duas que se identificam pelas escadas coloridas e escadas com esculturas infantis).

entrada-Kowloon-park-hong-kong

hong-kong-avenue-of-comic-stars

Hong Kong Avenue of Comic Stars

Das instalações do parque fazem parte uma piscina, parque infantil, exposição de aves exóticas e vários lagos, um deles com tartarugas, patos e flamingos.

kowloon-park-hong-kongkowloon-park-hong-kongkowloon-park-hong-kongkowloon-park-hong-kong

Como uma das entradas do parque ficava ao lado do nosso hotel, tivemos oportunidade de o visitar várias vezes, em diferentes momentos do dia, e percebemos que o parque é muito frequentado por visitantes mas também por locais. Durante a semana, e na hora de almoço, era comum vermos pessoas a almoçarem nos bancos de jardim, e crianças a brincarem no parque infantil. No fim de semana era invadido por grupos que corriam nos muitos percursos disponíveis.


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

4 In Destinos/ Hong Kong

Hong Kong, roteiro para uma semana.

victoria-peack-hong-kong

Um dos principais receios que tínhamos ao viajar para Hong Kong era enfrentar voos de longas distâncias. Na ida viajámos do Porto até Londres e de Londres até Hong Kong num total de 15:25 e no regresso partimos de Hong Kong até Madrid e de Madrid até ao Porto num total de 18:00.

Como não sabíamos em que estado iríamos ficar depois de tantas horas de viagem, decidimos organizar o nosso roteiro de forma a incluir todos os sítios que queríamos visitar mas convictos que não iríamos conseguir visitar tudo. Para nossa alegria riscámos todos os itens da nossa lista exceto um, que era bastante importante por sinal  – um almoço de dim sum numa tea house tradicional.

Para otimizar o tempo em Hong Kong, decidimos optar por visitas em day tour a Macau, Lantau e Victoria Peack, depois explicaremos em pormenor as diferentes razões que levaram a prescindir da liberdade que as viagens independentes proporcionam.

Então, o 1.º dia foi em viagem e só chegámos a Hong Kong no dia seguinte de manhã. Depois de sairmos do aeroporto fomos deixar as malas no Hotel e a primeira paragem foi no Kowloon Park. Depois do almoço fomos de metro até Sha Tin Station onde visitámos o Snoopy’s World e o Ten Thousand Buddhas Monastery. À noite visitámos dois mercados noturnos: Temple Street e Ladies Market.

kowloon-park-hong-kong

snoopy-world-hong-kong

Ten-thousand-buddhas-monastery

temple-street-market-hong-kong

ladies-market-market-hong-kong

O 3.º dia foi passado na zona de Tsim Sha Tsui, onde visitámos o Garden of Stars e relaxámos na Tsim Sha Tsui Promenade. Depois visitámos a Clock Tower e à noite fizemos um cruzeiro enquanto decorria o “Symphony of Lights“.

garden-of-stars-hong-kong

Tsim-Sha-Promenade

clock-tower-hong-kong

symphony-of-lights-hong-kong

No 4.º dia visitámos Macau. As paragens incluíram The Venetian, Palácio do Governador,  Macau Tower Convention & Entertainment Centre, Grand Lisboa, Templo de A-Má, Estátua de Guan Yin, as ruínas da igreja de S. Paulo, a Igreja de S. Domingos e o Emperor Palace Casino.

venetian-macau

Macau-tower

grand-lisboa-macau

Templo-A-Ma-macau

estatua-de-guan-yin-macau

ruinas-igreja-s.-paulo-macau

igreja-s.-domingos-macau

No 5.º dia visitámos a ilha de Lantau, onde também está localizado o aeroporto. Visitámos a praia de Cheung, a vila de Tai O, o Tian Tan Buddha, o Mosteiro de Po Lin, a vila de Ngong Ping e regressámos de teleférico. De regresso a Hong Kong fomos a Time Square.

praia-cheung-hong-kong

tai-o

Tian-tan-buddha-hong-kong

mosteiro-po-lin-hong-kong

teleferico-hong-kong

time-square-hong-kong

No 6.º dia subimos a Victoria Peack, visitámos Aberdeen e o Stanley Market. De regresso a Causeway Bay entrámos no Hong Kong Tamway (Ding Ding) e visitámos o Man Mo Temple, Central-Mid-Levels Escalator, Wan Chai e Golden Bauhimia Square.

ding-ding-hong-kong

Templo-man-mo

escalator-hong-kong

Golden-bauhimia-square

O último dia foi reservado ao Wong Tai Sin Temple e Nan Lian Garden e de tarde, na zona de Mongkok, visitámos o Flower Market e Bird Garden.

Wong-Tai-Sin-Temple-hong-kong

Nan-Lian-Garden-hong-kong

Pelo roteiro já devem imaginar que o tempo que passámos em Hong Kong foi aproveitado ao máximo, os locais foram visitados com tempo mas não perdemos tempo com coisas que não importavam.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe uma mensagem. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

2 In Blogging/ Destinos

passaporte no bolso – relatório do 1.º trimestre de 2018.

O primeiro post do passaporte no bolso foi publicado no dia 08 de outubro de 2015 e o título escolhido foi “Porquê viajar?”. Em cada viagem descubro novas respostas à pergunta pois cada viagem é única e especial.

Foz-de-egua-piodao

No primeiro ano cometi quase todos os erros que os inexperientes cometem: não havia regularidade nas publicações, não conhecia SEO, pouco cuidado com o texto/fotografias e redes sociais inexistentes. O blogue não era informativo, nem de entretenimento, nem inspirador. Mas não havia problema porque, afinal, não tinha contado a ninguém que o blogue existia e sentia que publicava só para mim.

O blogue foi crescendo e ganhou domínio próprio em finais de novembro de 2017. Até essa data estava alojado na plataforma gratuita wordpress.com. Na migração perderam-se vários artigos, todos os seguidores e as estatísticas começaram do zero. Uma vez mais, não havia problema.

blogging

Terminado o primeiro trimestre de 2018 gostaria de partilhar as estatísticas do blogue:

Visualizações: janeiro: 1.3 K; fevereiro: 1.2 K; março: 3.6 K. Significa que no 1.º trimestre de 2018 o blogue teve 6.087 visualizações.

Redes sociais:

Facebook: de 132 seguidores em janeiro de 2018 passou para 2992 em março de 2018;

Instagram: de 72 seguidores em janeiro de 2018 passou para 1489 em março de 2018;

Twitter: de 20 seguidores em janeiro de 2018 passou para 257 em março de 2018;

Pinterest: de 4 seguidores em janeiro de 2018 passou para 187 em março de 2018.

E de acordo com o flag counter, até final do mês de março o blogue teve visitas de 80 países.

O que aconteceu entre janeiro e março? Definitivamente deixei de escrever só para mim.

Agora o foco do blogue é ajudar outros viajantes. Portanto, se gostaria que explorássemos algum assunto em particular, por favor deixe um comentário. E se tem um blogue e quer partilhar a sua experiência, por favor deixe o seu testemunho nos comentários. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

4 In Destinos/ Hong Kong

Viagem a Hong Kong, novidades no blogue & posts futuros.

hong-kong

Nem acredito que a viagem a Hong Kong já terminou. Foi uma semana intensa da qual resultaram inúmeras experiências e 3.588 fotografias. Infelizmente para mim foi a constatação do que suspeitava há algum tempo, preciso de melhorar as minhas aptidões fotográficas. Portanto, se alguém tiver conhecimento de um curso de fotografia, de preferência orientado para blogues de viagens, a realizar-se na zona do Porto, por favor avise-me.

hong-kong

Nesta semana o blogue não teve atualizações, claramente houve uma falha na minha organização pois estava previsto continuar com a publicação de posts três vezes por semana. O que aconteceu? No sábado, dia que eu tinha planeado terminar de escrever os artigos, concluir a pesquisa de viagens para leitores do blogue e preparar as malas, recebi a notícia que o meu pai tinha sofrido um acidente. É claro que larguei tudo e fui acompanhá-lo no Hospital. Depois levei-o a ele e à minha mãe a casa e quando cheguei a minha casa já era muito tarde e havia muita coisa a fazer. O blogue ficou para segundo plano.

hong-kong

Sabem porque conto este episódio? O que a organização tem a ver com viagens? Para mim as viagens, o blogue e a organização estão interligadas. As viagens são uma parte fundamental da minha vida e o blogue existe porque acredito que viajar de forma regular é mais fácil (entenda-se menos dispendioso), do que a maior parte das pessoas pensa. Se eu não me consegui organizar para manter ativo o blogue enquanto estava em viagem, significa que para a próxima terei de me organizar melhor. Por outro lado, imagino que não seja difícil entender que a organização melhora MUITO a experiência que temos durante a viagem. Informações como nos deslocarmos no destino, onde cambiar moeda, saber horários dos monumentos, etc., poupa-nos tempo e chatices enquanto viajamos porque contratempos, é quase certo que vão acontecer.

hong-kong

Portanto, durante o mês de abril, além dos artigos sobre Hong Kong também vou escrever sobre organização em viagem. Fique atento porque vêm aí dicas práticas para se organizar enquanto viaja!

hong-kong

Outra novidade reservada para este mês tem que ver com a atividade de blogging. O blogue nasceu no dia 08-10-2015 e a transição para passaportenobolso.com aconteceu no dia 28-11-2017. A experiência nestes quase dois anos e meio de existência do blogue tem sido francamente positiva e gostaria de partilhar alguns dados estatísticos. Está curioso? Acredite, o número de visitas do blogue é (ainda) modesto mas está a crescer.

Para terminar, este mês estão previstos quatro posts semanais no blogue e atualizações diárias no facebook e instagram.


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

4 In Aldeias do xisto/ Benfeita/ Destinos/ Portugal

Benfeita, a Aldeia [branca] do Xisto.

Chegámos a Benfeita poucos minutos antes de anoitecer. Antes tínhamos estado no Piódão e na Fraga da Pena.

Portanto, não tínhamos tempo para percorrer o PR1 AGN – Caminho do Xisto de Benfeita, que fazia parte dos nossos planos.

O percurso estende-se por 10,4 km, se estiver interessado pode encontrar aqui mais informações.

As marcas dos fogos florestais do ano passado são muito visíveis e como tínhamos atravessado a luxuriante Mata da Margaraça foi difícil não ficarmos dececionados com o que vimos na Benfeita. Acho que temos de deixar o tempo passar para que a floresta floresça.

Situada no concelho de Arganil, Benfeita é uma das 24 Aldeias do Xisto.

Benfeita-aldeia-do-xistoBenfeita-aldeia-do-xistoBenfeita-aldeia-do-xisto

Benfeita-aldeia-do-xisto

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.