Browsing Tag

Matalascañas

9

Parque Doñana, à procura do lince ibérico.

parque-donana-espanha

parque-donana-espanha

A entrada para o Paque Doñana está situada a menos de 3 km de Matalascañas onde ficámos alojados.

Não é possível visitar o parque de forma independente pois apenas uma pequeníssima área está aberta a visitas livres, o que obriga a marcações com antecedência pois os tours são bastante concorridos.

Nós comparámos os tours oferecidos em El Rocío e no próprio parque e decidimos optar pelo segundo porque nos pareceu mais completo e estava situado muito perto do nosso hotel. Existem duas visitas por dia, uma ao início da manhã e outra ao início da tarde. Aconselharam-nos a ir de manhã por causa do calor mas também porque de manhã os animais estão mais ativos.

O nosso guia explicou-nos que existem dois parques, o Parque Natural Doñana e o Parque Nacional Donãna. A visita começou a alta velocidade pela praia. Só se viam mariscadores e aves.

parque-donana-espanha

Entrámos na duna móvel, fizemos uma paragem para algumas explicações do guia e quando nos embrenhámos no parque começaram a aparecer os animais.

parque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanhaparque-donana-espanha

Nós bem procurámos mas o lince ibérico é muito difícil de avistar. No entanto foi divertido por os miúdos à procura do fugidio animal. Pelo menos mantiveram-se entretidos.

parque-donana-espanha

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

7

Praia de Matalascañas, dias tranquilos.

matalascañas-dias-perfeitos-na-praiaMatalascañas revelou-se um destino de praia perfeito! A costa tem boas infraestruturas para receber e entreter os visitantes: cafés, restaurantes, lojas, chuveiros, wc, parque de diversões de insufláveis e aluguer de barcos. Além disso, os habituais vendedores de óculos de sol, carteiras e afins percorrem o areal em silêncio à procura de clientes. Sim, em silêncio! Não apregoam a mercadoria nem importunam ninguém.

matalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanhamatalascañas-espanha

A imagem de marca da praia é a Torre de la Higuera, também conhecida como “La Peña”, ou o que resta dela. Atualmente o que vemos é a base da fortificação, uma vez que a torre foi destruída em 1755 em consequência do maremoto que também destruiu Lisboa. Além disso, a ação constante do mar não deve ter ajudado a conservar o monumento. Para quem estiver com ideias de escalar a torre devo alertar que são aplicadas coimas pesadas para os aventureiros.

matalascañas-espanhamatalascañas-espanha

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

8

Road trip – Do Porto até Matalascañas. Roteiro para sete dias.

Quem viaja com crianças sabe que road trips podem ser complicadas. Os nossos filhos têm pouca paciência, aborrecem-se com facilidade e começam a implicar um com outro quando não têm nada para fazer, o que torna algumas horas dentro do carro um autêntico suplício.

Mesmo assim, imbuídos do espírito de aventura, no início de setembro decidimos fazer uma road trip de 1500 km e o destino escolhido foi Matalascañas.

matalascanas-espanha

O roteiro final ficou assim:

Dia 1 – Porto – Pegões
A primeira parte do trajeto foi tranquila. Como saímos de casa ainda de madrugada os rapazes adormeceram e quando acordaram metade do trajeto estava percorrido. Depois do almoço fizemos o check-in no Monte Girassol e o resto do dia foi passado a descontrair na piscina como contámos aqui .

monte-girassol-pegoes

Dia 2 – Pegões – Vila Real de Santo António – Matalascañas
Despedimo-nos do Monte Girassol e dirigimo-nos para Vila Real de Santo António, onde nos esperava um almoço digno de rei. O restaurante Casa do Polvo é conhecido pelos pratos de polvo!! e nós experimentámos três variedades.

casa-do-polvo-restaurante-santa-luziarestaurante-casa-do-polvopolvo-a-lagareiro-casa-do-polvoarroz-de-polvo-casa-do-polvo

Com o estômago mais composto aproveitámos o sol para retemperar a alma com um passeio junto à costa.

vila-real-santo-antonio

Só depois rumámos a Espanha. Chegámos a Matalascañas a meio da tarde e quando as formalidades de check-in estavam concluídas, demos um mergulho na piscina e corremos para a praia para ver o por-do-sol.

praia-matalascanhas-espanha

Dia 3 – Matalascañas
O terceiro dia de viagem foi passado na praia. A água estava estranhamente quente, por alguma razão imaginei que a temperatura seria semelhante à do Algarve mas, sorte a nossa, se não fosse a areia mais grossa, diria que estava nas Caraíbas.

praia-matalascanas

Dia 4 – El Rocío
El Rocío fica a cerca de 20 km de Matalascañas e vale mesmo a pena a visita. Nós fomos da parte da manhã por causa do calor e aproveitámos a tarde para regressar à praia de Matalascañas.

ermida-el-rocioel-rocio

Dia 5 – Parque Nacional e Natural Doñana
Sem dúvida o ponto alto da viagem! Foi maravilhoso percorrer os diferentes habitats do parque e descobrir animais camuflados pela vegetação.

parque-nacional-donanaparque-donana-matalascanas

Dia 6 – Matalascañas – Faro – Portimão – Alcácer do Sal
Antes de fazermos o check-out do hotel ainda fomos dar os últimos mergulhos na praia. De regresso a Portugal fizemos uma pequena paragem em Faro já a pensar numa futura escapadinha. É que a Ryanair tem voos do Porto para Faro a preços bem simpáticos.

Quando estávamos a passear junto à praia lembramo-nos de umas sardinhas deliciosas que tínhamos comido há uns anos em Portimão e quando demos por nós, estávamos a fazer um desvio para jantar em Portimão.

sardinhas-portimao
É claro que saímos tarde do restaurante e atravessar o Alentejo de noite depois de um repasto não foi agradável. A boa notícia é que os nossos filhos adormeceram rapidamente, aliás o mais novo nem acordou quando chegámos a Alcácer do Sal.

Dia 7 – Alcácer do Sal – Porto
Nesta altura só queríamos chegar rapidamente a casa. Acusávamos o cansaço da viagem e no dia seguinte regressávamos ao trabalho.

Nos próximos dias prometemos publicar as nossas impressões de Matalascañas, El Rocío e Parque Doñana, assim como as melhores dicas para sobreviver a uma road trip com crianças.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um e-mail ou deixe um comentário. Teremos todo o gosto em ajudar!