Browsing Tag

Países Baixos

10In Destinos

Por terras alemãs, belgas e holandesas – roteiro para três dias.

O título é um bocadinho exagerado. Na verdade estivemos na fronteira dos três países, não visitámos nenhuma localidade na Bélgica nem nos Países Baixos e no último dia não visitámos nada porque o voo de regresso estava previsto para as 10:25. Espero que perdoem o exagero.

No ano passado visitámos o mercado de Natal em Colónia. Como a experiência foi fantástica quisemos conhecer outros mercados na Alemanha. Então, em dezembro passado fomos visitar o mercado de Natal de Düsselford.

Esta viagem foi diferente das que habitualmente fazemos porque, desta vez, ficámos em casa de amigos. Não precisámos de nos preocupar com alojamento nem deslocações nem mesmo itinerários porque estava tudo tratado!

Saímos do Porto na sexta-feira dia 08 e regressámos no domingo dia 10 de dezembro. O roteiro final ficou assim:

Dia 1: Aeroporto Francisco Sá Carneiro (OPO) – Aeroporto Colónia/Bonn (CGN) – Erkelenz.

Foi muito bom chegar ao aeroporto e não ter de me preocupar com transportes. Já estavam à nossa espera para nos levarem a Erkelenz. Depois do jantar ainda fomos visitar o pequeno mercado de Natal de Erkelenz.

Erkelenz-alemanha

Dia 2: Erkelenz – Aachen – Düsselford – Erkelenz.

Estávamos a tomar o pequeno-almoço quando começou a nevar. Apesar do frio saímos para brincar na neve e tirar algumas fotografias num lago ali perto. Os patos não pareciam ter frio.

Erkelenz-alemanha

Mais tarde visitámos a fábrica/loja de chocolates da Lindt, de onde saímos com um caixote de chocolates que veio connosco para Portugal. A loja pratica preços muito simpáticos!

loja-chocolates-lindt-alemanha

Antes do almoço fomos a Aachen, junto da fronteira com a Bélgica e Países Baixos. Foi divertido fazer ginástica para tirar fotografias com um pé na Alemanha, outro na Bélgica e uma mão nos Países Baixos 🙂 Ou terá sido ao contrário? Não sei bem porque estava tão frio! O termómetro do carro marcava -5º.

aachen-fronteira

A tarde foi passada nos mercados de Natal em Düsseldof. São vários e estão espalhados pela cidade.

mercado-natal-dusserdorfmercado-natal-dusserdorfmercado-natal-dusserdorf

Dia 3: Erkelenz – Aeroporto Colónia/Bonn – Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

No último dia não havia neve no chão em Erkelenz. Para compensar caiu um nevão quando o avião se estava a preparar para levantar o que atrasou o voo de regresso.


Inspirado? Quer preparar a próxima viagem?

Comprar bilhete de avião na momondo:

Comprar viagens e cruzeiros na Logitravel:
728x90_Cruzeiros_AlwaysOn

Não se esqueça do seguro de viagem:

Reservar hotel no Booking:
Booking.com

Alugar carro na Europcar:

Procurar e reservar restaurantes com desconto em Thefork:

Não tem tempo para organizar a sua viagem? Nós fazemos a pesquisa por si, GRATUITAMENTE! Mais informações aqui.

*Este post contém links afiliados, sempre que adquirir um bem ou serviço através de um dos links do nosso blogue, nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga mais por isso.

0In Destinos

Volendam

Esta região é conhecida pelo queijo e pelos arenques. Fomos à procura deles e deliciamo-nos numa fábrica de queijo em Volendam. Além de explicarem como se fabricam aqueles pedaços gigantes de queijo, ainda nos ofereceram uns quadradinhos de queijo para provarmos. Delicioso!

foto_2646

foto_2647

A experiência com os arenques não correu lá muito bem. O peixe tem um cheiro muito intenso, a textura (à falta de melhor descrição) é esquisita e o sabor… bem, vamos dizer que não foi apreciado pelos lá de casa. No entanto, os pickles de pepino eram surpreendentemente bons.

foto_0144

As gaivotas não se importaram de comer o que restou do arenque e nós continuamos viagem.

foto_2648

foto_2647 (1)

0In Destinos

Zaanse Schans

Zaanse Schans fica a cerca de 30 minutos de Amesterdão. Existem autocarros mas também é possível viajar até lá de comboio.

O cenário não podia ser mais bonito. Um lago tranquilo onde se banham aves variadas rodeado de moinhos em pleno funcionamento e campos verdes com ovelhas a pastar.

foto_2653

foto_2654

foto_2655

foto_2658

foto_2659

foto_2651

foto_2652 (1)

A troco de uma pequena contribuição, os donos permitem que os visitantes entrem nos moinhos. Não é só para turista ver, eles utilizam os moinhos no dia a dia.

foto_2657

 

0In Destinos

Marken

Marken já foi uma ilha, agora é uma península. O dique que liga o território ao continente foi construído no séc. XX, por razões de segurança, depois de as águas do Mar do Norte terem chegado a Amesterdão.

É um lugar encantador, as casas são construídas sobre estacas por causa das inundações.

foto_2518

foto_2519

A todo o momento somos presenteados com pormenores engraçados.

foto_2517

foto_2510

foto_2511

Tivemos oportunidade de visitar uma fábrica de socos, quem nos recebeu foi um sr. muito simpático chamado Homer. Ele explicou-nos o processo de fabrico dos socos e é interessante ver um pedaço de madeira transformar-se num soco mesmo à nossa frente.

foto_2512

foto_2512 (1)

foto_2514

foto_2516

Educativo, sem dúvida.

0In Destinos

Amesterdão

Estivemos em Amesterdão em março do ano passado. O frio não nos impediu de fazer o que estava planeado.  O voo da Ryanair levou-nos até Eindhoven e daí até à Estação Central é uma rápida viagem de autocarro. Além de Amesterdão também estivemos em Marken, Volendam e Zaanse Schans. O penúltimo dia foi passado no Keukenhof, impressionados com a quantidade de tulipas que por ali são exibidas.

Albert Cuyp é um mercado de rua frequentado por locais e por turistas. Vende-se de tudo um pouco, desde vestuário, bicicletas, flores, artigos de decoração e alimentos. Aproveitamos para comprar umas coisitas (queijo, pão, bolos e fruta) e fizemos um lanche improvisado a caminho de Vondelpark.

foto_2315

foto_2314

foto_2316

Dizem que o Vondelpark é parecido com o Central Park. Não podemos confirmar ou desmentir porque nunca estivemos em Nova Iorque. Voldelpark é uma extensa mancha verde no centro da cidade que convida ao exercício físico mas também ao repouso. Não conseguimos perceber se são mais os que correm ou os que andam de bicicleta no parque, mas todos parecem usufruir do mesmo espaço sem problemas.

foto_2334

foto_2336

foto_2336 (1)

As bicicletas não são exclusivas do Vondelpark, elas tomaram conta de toda a cidade. A via para ciclistas é gigante e dizem que existem duas bicicletas por habitante em Amesterdão, uma para ir trabalhar e outra para o fim de semana. Se acrescentarmos as que são alugadas por turistas o número é assustador. E é mesmo para ter medo, porque os atropelamentos por ciclistas acontecem.

foto_2329 (1)

foto_2327

foto_2319

foto_2318

foto_2323

Os canais são muito bonitos e valeu a pena experimentar um passeio de barco.

foto_2325

foto_2326

foto_2328

foto_2324

foto_2320

foto_2321

Perto da Estação Central existe um dos últimos moinhos da cidade.

foto_2330

Não muito longe está a Praça Dam e nenhuma viagem estaria completa sem um pulinho ai Rijksmuseum e ao Museu do Sexo.

foto_2331

foto_2332

foto_2333