Ponta Delgada (São Miguel – Açores) o que visitar em 2022

Portas da Cidade Ponta Delgada de dia.
Índice do artigo

Atualizado em: Julho 16, 2022

A cidade de Ponta Delgada é a maior cidade dos Açores e está situada na costa sul de São Miguel, ou seja, a cerca de cinco km do Aeroporto João Paulo II.

Tem uma história e arquitetura ricas, muitos locais para visitar e atividades para fazer, por isso não é de estranhar que tantos visitantes se apaixonem por esta linda cidade com cerca de 500 anos de história.

Neste artigo vamos dar-lhe sugestões de o que visitar em Ponta Delgada (no centro e arredores), o que fazer, restaurantes, hotéis, estacionamento, enfim, muitas dicas para o ajudar a planear a sua viagem em São Miguel.

O que visitar no centro de Ponta Delgada

As Portas da Cidade

As Portas da Cidade são um marco de arquitetónico de referência em Ponta Delgada. O cartão-visita de Ponta Delgada tem três arcos, sendo que no do meio está representado o brasão de armas da cidade.

Está localizado na praça Gonçalo Velho Cabral, um local bastante movimentado junto à marginal, com vista para o mar e com igrejas e restaurantes nos arredores.

No século XVIII as Portas da Cidade estavam colocadas no antigo porto e, segundo a lenda, quem passar por baixo dos arcos das Portas da Cidade não se vai embora de São Miguel.

Quando a noite cai a atração turística fica iluminada em tons de azul, o que envolve o local numa áurea mística.

As igrejas de Ponta Delgada

Visitar as igrejas de Ponta Delgada é uma excelente forma de apreciar a arquitetura da cidade.

A alguns metros das Portas da Cidade pode visitar a Igreja Matriz de São Sebastião, uma construção do século XVI com pórticos manuelinos e barrocos e uma torre do relógio.

A típica fachada das igrejas micaelenses (paredes brancas e ornamentos de granito escuro) destaca-se dos restantes edifícios no centro histórico, mas é no interior que estão guardados os mais valiosos tesouros da Igreja de São Sebastião.

Falamos da talha dourada nas naves e altares da igreja, assim como das peças de arte sacra, algumas das quais remontam ao século XIV.

Seguindo em direção ao Forte de São Brás, vai encontrar o Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres e o Convento de Nossa Senhora da Esperança.

Tanto a igreja como o convento estão ligados à maior festa religiosa de São Miguel, pois é o local onde está guardada a imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

No jardim do convento pode ver o banco onde se suicidou o poeta Antero de Quental em 1891, mas numa nota mais positiva, pode optar por ver as pinturas de Manuel Pinheiro Moreira e azulejos do século XVIII.

A Igreja de São José é outro local de culto bastante procurado pelos visitantes. A dimensão do edifício impacta quando se entra, sendo que o olhar dos turistas é imediatamente direcionado para a grandiosidade do teto.

Observe com atenção o altar-mor, os azulejos e as estátuas, mas não se esqueça de ver as janelas da Capela de Nossa Senhora das Dores, do lado direito da Igreja de São José, que são um dos mais emblemáticos exemplos do estilo barroco em São Miguel.

Os museus e o Forte de São Brás

Nada melhor para ficar a conhecer a história de um lugar do que visitar os respetivos museus, sendo que em Ponta Delgada sugerimos que visite o Museu Militar dos Açores no Forte de São Brás e o Núcleo de Arte Sacra do Museu Carlos Machado.

A entrada no Museu Militar é paga (preço normal 3€) e está aberto de segunda a sexta-feira. O Forte de São Brás é uma construção de 1552 e além do museu em si pode passear pelo pátio do forte, observar o mar e ver os canhões espalhados pelo recinto.

Já o Núcleo de Arte Sacra do Museu Carlos Machado está aberto ao público de terça a domingo e o bilhete custa 2€.

Caso pretenda também visitar o Núcleo de Santo André (inclui o circuito de História Natural) e o Núcleo de Santa Bárbara, pode comprar um bilhete para os três museus por 5€, no entanto terá de os visitar no mesmo dia.

O Jardim Botânico António Borges e o Jardim Botânico José do Campo

Parque Botânico António Borges - Ponta Delgada.
Parque Botânico António Borges – Ponta Delgada.

Os jardins de Ponta Delgada são muito bonitos, cheios de árvores e plantas exóticas provenientes dos quatro cantos do mundo.

Surgiram como forma de mostrar riqueza por parte das famílias mais abastadas da região.

O Jardim Botânico António Borges tem entrada gratuita ao passo que o bilhete do Jardim José do Campo custa 5€.

Conte em passar algumas horas nestes jardins por causa da beleza e diversidade das plantas ali existentes.

Lojas de rua e o Mercado da Graça

Quer seja para passear, fazer compras de alimentos ou souvernirs, o Mercado da Graça é um lugar imperdível em Ponta Delgada.

É um mercado à medida da cidade, ou seja, relativamente pequeno, o que não lhe retira o encanto.

Espreite as bancas de frutas e legumes, com especial destaque para os vendedores de ananases dos Açores. Também há queijo dos Açores à venda se quiser provar e levar para casa.

Na parte do peixe e dependendo da pesca do dia, pode ver peixes de tamanhos diferentes do Mar dos Açores.

No centro de Ponta Delgada existem várias lojas de artesanato e souvenirs, assim como pequenos supermercados.

Caso prefira grandes superfícies, o seu destino deverá ser o Parque Atlântico, que é o maior centro comercial de São Miguel.

Tem lojas de roupa e o maior Continente (hipermercado) da ilha, Bertrand, Sport Zone, Worten, Loja do Gato Preto, cinema, zona de restauração, etc.

Dá muito jeito para fazer compras fora do horário habitual das lojas de rua e tem estacionamento gratuito.

Plantação de Ananás dos Açores

Visita à Plantação de Ananás dos Açores em Ponta Delgada.
Visita à Plantação de Ananás dos Açores.

Para ver uma plantação de ananás dos Açores em funcionamento não precisa de sair do cento de Ponta Delgada.

Existem várias, mas a que nós escolhemos foi esta. A visita é gratuita e inclui um circuito pelas estufas com ananases em diferentes estados de crescimento, uma zona explicativa do processo e degustação de doce e licor de ananás.

O que visitar perto de Ponta Delgada

Descubra paisagens incríveis a poucos quilómetros de Ponta Delgada. Com efeito, não muito longe do centro urbano tem a possibilidade de viver experiências inesquecíveis.

A Lagoa do Canário

A Lagoa do Canário está inserida no Parque Florestal da Mata do Canário, a cerca de 17 km de Ponta Delgada.

É de acesso fácil de carro e tem um parque de estacionamento a poucos metros.

Já ouviu falar na Bruma dos Açores? É um fenómeno semelhante a chuva que acontece no meio das árvores na região da Lagoa do Canário e que resulta da alta humidade e nuvens baixas, já que a lagoa está situada a 800 metros acima do mar.

A Gruta do Carvão

A cerca de 3 km do centro de Ponta Delgada, explorar a Gruta do Carvão é uma atividade muito interessante para famílias.

As visitas guiadas devem ser marcadas com antecedência (96 139 70 80) e consistem em atravessar um percurso de mais ou menos 200 metros, o que demora 30-40 minutos.

O Farol de Santa Clara

O Farol de Santa Clara está situado a cerca de 2 km de Ponta Delgada.

Não é um farol muito alto, mas está colocado num local com excelentes vistas, o que faz com que seja um passeio bastante interessante.

A Ponta da Ferraria

Um pouco mais longe, a cerca de 25 km de Ponta Delgada, a Ponta da Ferraria é um local do outro mundo.

A lava solidificada resultou em rochas com formações muito interessantes que contrastam com o azul do mar. Pode aproveitar para fazer os trilhos a pé e observar a paisagem, no entanto são as águas termais que costumam servir de chamariz aos visitantes.

A melhor altura para aproveitar as piscina naturais de água quente na Ponta da Ferraria é duas horas antes e duas horas da maré baixa.

Tenha em mente que o acesso às piscinas é gratuito e que existem balneários também de utilização gratuita para tomar banho e trocar de roupa no local.

O que fazer em Ponta Delgada

Se não está com vontade de ler o artigo completo com todas as sugestões de locais de interesse e atividades em Ponta Delgada, então copie a lista seguinte de o que fazer em Ponta Delgada, leve-a consigo e parta à descoberta.

  • visitar as igrejas do centro histórico;
  • conhecer os parques e jardins botânico;
  • provar a gastronomia típica;
  • visitar uma plantação de ananás;
  • mergulhar numa piscina de água termal.

Restaurantes em Ponta Delgada

O centro da cidade é bastante diversificado em termos de restaurantes, mas o número de visitantes também é bastante grande.

Em consequência, de uma forma genérica, é preciso fazer reserva na maioria dos restaurantes de Ponta Delgada, sob pena de não conseguir mesa.

Assim, no restaurante A Tasca é quase impossível conseguir reserva com um ou dois dias de antecedência, dada a procura imensa. Conte com petiscos acompanhados com vinho a copo num ambiente informal.

Já no Restaurante O Churrasco, a poucos metros de distância, é mais fácil conseguir uma refeição sem marcação.

A comida é bem confecionada, as doses são fartas e achei os preços justos.

Caso prefira um ambiente mais caseiro, experimente o Restaurante Nacional que não ficará dececionado. Os funcionários à moda antiga e as toalhas de papel dão carisma a este restaurante familiar.

Alojamento em Ponta Delgada

Zona privada do alojamento.
Tradicampo Eco-Country Houses.

Nós ficamos a dormir na Tradicampo Eco-Country Houses em Algarvia, ou seja, a cerca de 40 minutos de Ponta Delgada e recomendamos.

O alojamento é perfeito para grupos grandes e famílias, com quartos vários quartos, cozinha para fazer as refeições, piscina, jardins, churrasqueiras, bicicletas, enfim, não lhe vai faltar nada nem aborrecer-se.

Veja como foi a nossa experiência na Tradicampo e como reservar o seu hotel em São Miguel.

Quantos dias precisa para visitar Ponta Delgada

Igrejas em Ponta Delgada.

O número de dias necessários para visitar Ponta Delgada depende do número de pontos turísticos que pretende conhecer, no entanto acho que dois dias para visitar o centro histórico são suficientes.

Isto partindo do princípio que não vai querer ver em pormenor todas as igrejas, museus, jardins, enfim, tudo o que há para ver em Ponta Delgada.

Em todo o caso, conte com duas horas para cada museu ou jardim que queira visitar e cerca de uma hora no caso das igrejas.

As atrações turísticas do centro histórico não estão muito longe umas das outras, o que significa que poderá perfeitamente caminhar.

Para as visitas fora do centro terá de ter carro alugado, ou então juntar-se a um tour (veja algumas sugestões de passeios organizados e excursões com saída de Ponta Delgada).

O Estacionamento em Ponta Delgada

Estacionar o carro em Ponta Delgada pode ser uma situação stressante.

Desde logo, porque a maior parte dos lugares de estacionamento no centro têm parquímetro e começam a contar a partir das 8h00 da manhã.

Vimos vários carros multados e sempre que era necessário estacionar sentimos alguma dificuldade para arranjar lugar.

Os únicos lugares em que foi fácil estacionar o carro foram na plantação de ananases e no centro comercial, que por coincidência são estacionamentos gratuitos.

Em todo o caso, tome nota que no centro de Ponta Delgada pode procurar lugar para estacionar no Parque Avenida Dom João III junto ao Mercado da Graça (pago), no Parque da Avenida, junto à marina (pago) ou no Parque Avenida Dom Manuel I, junto ao Jardim José do Canto (gratuito).

Mapa e como chegar a Ponta Delgada

Para chegar a Ponta Delgada a partir do Aeroporto João Paulo II pode contar com uma viagem de carro de cerca 10 minutos.

Os autocarros não são uma opção viável, pelo que se não quiser alugar carro, terá de usar o táxi (entre 7-10€) ou transfer.

Vídeo com dicas de o que visitar em São Miguel Açores numa semana em família

Fique a conhecer melhor a Ilha de São Miguel explorando os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Portugal? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem para famílias, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitamos +30 países e não planeamos parar tão cedo. Acompanhe nossas aventuras no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter. Também organizamos viagens, por isso espreite algumas promoções em Ofertas de VIAGENS.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.