Picos da Europa: Um Lugar de Inspiração e Aventura na Galiza

Lago Enol nos Picos da Europa.
Índice do artigo

Os Picos da Europa são uma cordilheira situada na comunidade autónoma da Galiza, no noroeste de Espanha. Estes majestosos picos erguem-se na paisagem, oferecendo vistas deslumbrantes e uma sensação de admiração a todos os que os visitam.

Os Picos da Europa são um paraíso para caminhantes, alpinistas e amantes da natureza, com uma variedade de trilhos e rotas para iniciantes e caminhantes avançados. As montanhas têm uma variedade diversificada de vida vegetal e animal, como por exemplo o lobo ibérico e o urso-pardo.

Os Picos da Europa são também um tesouro cultural, com uma rica história e tradições transmitidas de geração em geração. Desde as encantadoras vilas e aldeias que pontilham a paisagem, aos antigos mosteiros e igrejas que testemunham a herança espiritual da região, os Picos da Europa são um local de grande beleza e inspiração.

Se está à procura de aventura, solidão ou simplesmente a beleza da natureza, então vai encontrar tudo isso nos Picos da Europa. Faça as malas e siga para este canto deslumbrante do mundo e deixe as montanhas inspirá-lo enquanto explora tudo o que elas têm a oferecer.

O Parque Nacional dos Picos de Europa

Parque Nacional dos Picos de Europa.
Parque Nacional dos Picos de Europa.

O Parque Nacional Picos de Europa é uma área natural protegida localizada na comunidade autónoma da Galiza, no noroeste de Espanha. É o lar da cordilheira dos Picos da Europa, conhecida por sua beleza natural deslumbrante e rica biodiversidade.

O parque nacional cobre uma área de aproximadamente 60.000 hectares e é um paraíso para os amantes da natureza.

É o único parque natural espanhol habitando e estende-se pelas Astúrias, Cantábria e León, ou seja, em plena Cordilheira Cantábrica. No seu interior pode descobrir 11 povoados que vivem em plena harmonia com a vida selvagem da região.

É, sem dúvida, uma região especial que merece ser explorada, a pé, de bicicleta, moto, carro ou autocaravana!

Como escolher alojamento nos Picos da Europa

Hotel & Spa Villa de Mestas.
Hotel & Spa Villa de Mestas.

Na altura de decidir onde ficar nos Picos da Europa, deve ter em mente algumas considerações.

Então, se está a planear uma viagem ao Parque Nacional Picos de Europa e procura alojamento, aqui vão algumas dicas para o ajudar a escolher a melhor opção para as suas necessidades:

Considere sua localização: O Parque Nacional Picos de Europa é uma área grande e há muitos locais diferentes para escolher. Considere onde passará a maior parte do tempo e procure acomodações nessa área. Por exemplo, se planeia passar a maior parte do tempo caminhando e escalando, talvez queira ficar em um local próximo aos trilhos e rotas.

Considere o tipo de acomodação: Existem muitos tipos diferentes de acomodação disponíveis nos Picos da Europa, incluindo hotéis, pousadas, aluguéis de temporada e parques de campismo. Considere qual tipo de acomodação melhor se adapta às suas necessidades e preferências.

Leia as avaliações: antes de reservar sua acomodação, é uma boa ideia ler as avaliações de hóspedes anteriores. Isso lhe dará uma ideia da qualidade da acomodação, bem como de possíveis problemas ou preocupações que você deve conhecer.

Assim, a minha recomendação é que fique em Cangas de Onis, Potes ou Arenas de Cabrales.

Nós ficámos no Hotel & Spa Villa de Mestas, a cerca de 11 km de Cangas de Onis e recomendamos. É um hotel familiar, inserido numa quinta e com jardins muito bonitos. A lareira, no salão de convívio, é muito agradável.

Seguindo estas dicas, poderá encontrar a acomodação perfeita para sua viagem ao Parque Nacional dos Picos da Europa.

O que visitar nos Picos da Europa

Basílica de Covadonga (Galiza).
Basílica de Covadonga.

A Basílica de Covadonga

A Basílica de Covadonga é uma basílica católica romana localizada no município de Cangas de Onís. Está localizada no coração dos Picos de Europa e é um destino popular para peregrinos e turistas.

A Basílica de Covadonga é dedicada à Virgem Maria e abriga o santuário da Virgem de Covadonga, que se acredita ter poderes milagrosos. A basílica também abriga o túmulo do rei Pelágio, considerado o primeiro rei cristão das Astúrias.

A Basílica de Covadonga é um edifício de estilo românico construído no século X. Passou por várias obras de ampliação ao longo dos anos, e hoje é uma estrutura grande e impressionante com várias capelas, altares e obras de arte.

A Basílica de Covadonga é um destino popular para peregrinos e turistas, que vêm visitar o santuário da Virgem de Covadonga e admirar a bela arquitetura e arte da basílica. A basílica também é um ponto de partida popular para caminhadas.

Lagos de Enol e Ercina

Lago Enol nos Picos da Europa.
Lago Enol nos Picos da Europa.

Os Lagos de Enol e Ercina são dois lagos situados nos Picos da Europa. Ambos os lagos estão localizados no município de Cangas de Onís, na província das Astúrias.

O Lago de Enol é o maior dos dois lagos e está localizado na parte central dos Picos da Europa. Está cercado por belas florestas e montanhas, aliás, existem vários trilhos que levam ao lago, incluindo o popular Trilho do Cares, que segue o rio Cares pelas montanhas.

Por outro lado, o Lago de Ercina é um lago mais pequeno localizado no sopé do Naranjo de Bulnes, um pico popular para alpinistas. O Trilho de Coriscão, que segue o Rio Coriscão através das montanhas, passa pelo Lago de Ercina.

Enfim, tanto o Lago de Enol como o Lago de Ercina são lugares bonitos e tranquilos para visitar, pelo que merecem estar na sua lista de o que visitar nos Picos de Europa.

Visitar Potes e Bulnes

Funicular de Bulnes.
Funicular de Bulnes.

Potes é uma localidade na província de Cantábria, no norte da Espanha, ou seja, está localizada no coração dos Picos da Europa.

É um lugar encantador com uma história rica e uma série de marcos interessantes para visitar. Visite a Torre del Infantado, a Igreja de San Vicente, uma igreja de estilo românico construída no século XII, e o Mosteiro de Santo Toribio de Liébana a alguns km de Potes, que tem vários manuscritos importantes.

Potes também é um ponto de partida popular para caminhadas como por exemplo para o pico Naranjo de Bulnes, que fica a uma altitude de 2.519 metros.

Bulnes é uma aldeia completamente isolada no município de Potes, ou seja, para ir a Bulnes precisa de apanhar um funicular.

Aliás, o funicular de Bulnes tornou-se uma atração turística da região, e a nossa sugestão é que suba no funicular e explore o lugar caminhando tranquilamente.

Cangas de Onis

Ponte de Cangas de Onis.
Ponte de Cangas de Onis.

Cangas de Onís é uma pequena cidade localizada no coração da cordilheira dos Picos da Europa. A cidade é conhecida pelo seu cenário pitoresco, com as montanhas servindo de pano de fundo e o rio Sella passando por ela.

Por isso, Cangas de Onís é um destino popular para os entusiastas do ar livre, com uma variedade de atividades disponíveis, incluindo caminhadas, escaladas e mountain bike.

Não se esqueça de visitar a famosa Ponte Romana (Puente Romano), que remonta ao século I dC, aliás é uma das pontes mais antigas da Espanha, assim como o Mosteiro de San Pedro de Villanueva , um mosteiro do século X que agora é um museu.

Percorra a localidade e entretenha-se com os restaurantes, lojas enquanto passeia junto ao rio.

O que fazer nos Picos da Europa

Montanhas nos Picos de Europa.
Montanhas nos Picos de Europa.

Seguem-se algumas sugestões de o que fazer nos Picos da Europa. Como já deve ter percebido, a região é imensa, ou seja, há muita coisa para ver e fazer.

Apreciar as cadeias montanhosas: Os Picos da Europa abrigam uma variedade de cadeias montanhosas, incluindo a Cordilheira Central, a Cordilheira Oriental e a Cordilheira Ocidental. Cada uma delas tem diferentes trilhos e rotas para caminhantes e alpinistas.

As grutas: Os Picos da Europa albergam várias grutas bonitas e interessantes, incluindo a Cova del Xitu e a Cova del Requeixo. Estas cavernas são uma oportunidade única de explorar o mundo subterrâneo das montanhas e são um destino popular para espeleólogos e aventureiros.

A vida selvagem: Os Picos da Europa abrigam uma variedade de espécies de plantas e animais, incluindo muitas que não são encontradas em nenhum outro lugar do mundo. Poderá avistar uma variedade de aves, como águias e abutres, bem como mamíferos como veados e camurças. Os ursos-pardos e os lobos ibéricos raramente são vistos.

As charmosas vilas e cidades: Os Picos de Europa escondem várias charmosas vilas e cidades, incluindo Arenas de Cabrales, Cangas de Onis e Potes. Estes lugares dão um vislumbre da cultura tradicional e do modo de vida da região e são uma ótima oportunidade para experimentar a comida, a música e as tradições locais.

A herança cultural: Os Picos da Europa abrigam uma rica herança cultural, com vários mosteiros e igrejas antigas espalhadas por toda a região.

Trilhos nos Picos da Europa

Cascata e Lago nos Picos da Europa.
Cascata e Lago nos Picos da Europa.

Aqui ficam alguns exemplos dos trilhos que pode encontrar nos Picos da Europa:

A Ruta del Cares: Esta é um trilho popular que segue o rio Cares através da Cordilheira Ocidental. É uma caminhada desafiadora, mas oferece vistas deslumbrantes sobre a paisagem circundante.

A Ruta de los Lagos: Este trilho leva o caminhante através da Cordilheira Central e passa por vários belos lagos, incluindo o Lago del Valle e o Lago Enol.

A Senda del Oso: Este trilhe segue a rota de uma antiga linha férrea e tem o nome dos ursos pardos que às vezes podem ser vistos ao longo do caminho. É uma caminhada relativamente fácil e adequada para todos os níveis de habilidade, mas para ver os ursos é preciso ter muita sorte.

A Senda de los Santos: Este trilho percorre a Cordilheira Oriental e passa por vários mosteiros e igrejas, incluindo o Mosteiro de San Xusto de Toxosoutos e o Mosteiro de San Juan Bautista de Corias.

Estes são apenas alguns exemplos dos muitos trilhos que podem ser encontrados nos Picos da Europa. Ou seja, quer seja um caminhante experiente ou iniciante, pode crer que há um trilho adequado para si.

Roteiro nos Picos da Europa

Santuário da Virgem de Covadonga.
Santuário da Virgem de Covadonga.

Aqui está um exemplo de roteiro de três dias para visitar os principais pontos turísticos do Parque Nacional Picos da Europa.

Dia 1: Comece o dia visitando a charmosa cidade de Cangas de Onis, localizada na Cordilheira Ocidental. Esta cidade tem vários locais históricos, incluindo o Mosteiro de San Xusto de Toxosoutos e a Ponte Romana. Depois de explorar Cangas de Onis, faça uma caminhada pela Ruta del Cares, que segue o rio Cares pela Cordilheira Ocidental. Esta é uma caminhada desafiadora, mas as vistas deslumbrantes compensam. À noite, volte para Cangas de Onis e desfrute de um jantar tradicional galego num dos restaurantes locais.

Dia 2: Comece o dia a explorar a cidade de Arenas de Cabrales, ou seja, na Cordilheira Central. Visite o Mosteiro de San Juan Bautista de Corias e a Cofradía de la Vera Cruz. Depois de explorar Arenas de Cabrales, faça uma caminhada pela Ruta de los Lagos, que o leva pela Cordilheira Central e passa por vários famosos lagos, como por exemplo o Lago del Valle e o Lago Enol. Por fim, à noite, volte para Arenas de Cabrales e desfrute de uma refeição tradicional asturiana num dos restaurantes locais.

Dia 3: Comece o dia passeando na cidade de Potes.

Depois de explorar Potes, faça uma caminhada pela Senda de los Santos, que o leva pela Cordilheira Oriental e passa por vários mosteiros e igrejas.

À noite, volte para Potes e desfrute de uma refeição tradicional da Cantábria num dos restaurantes locais.

O que levar para os Picos da Europa?

Cavalos nos Picos da Europa.
Cavalos nos Picos da Europa.

Se está a organizar uma viagem aos Picos da Europa é importante ir preparado com os equipamentos necessários. Aqui vão algumas sugestões do que levar:

Roupas: leve camadas de roupas que possam ser facilmente adicionadas ou removidas conforme as mudanças climáticas. Certifique-se de trazer casacos, calças e sapatos impermeáveis, bem como camadas quentes para temperaturas mais baixas. Eu costumo comprar calçado e roupa de caminhada na Decathlon.

Comida e água: É importante trazer comida e água suficientes para a duração da viagem, bem como um filtro de água ou pastilhas de purificação, caso precise reabastecer de fontes naturais.

Kit de primeiros socorros: Um kit básico de primeiros socorros deve incluir desinfetante, gaze, lenços antissépticos, analgésicos e outros medicamentos prescritos que possa precisar.

Ferramentas de navegação: Traga um mapa e uma bússola, bem como um dispositivo GPS, se tiver um.

Outros equipamentos: dependendo dos seus planos, também pode levar uma tensa, saco de dormir, fogão e utensílios de cozinha se está a pensar acampar. Além disso, para caminhadas ou escaladas, pode precisar de equipamentos adicionais, como capacete, arnês e sapatos de escalada.

Também é uma boa ideia avisar alguém do seu itinerário e deixar uma cópia do seu percurso com uma pessoa de confiança. Isso permitirá que alguém alerte as autoridades em caso de emergência.

Tours e excursões aos Picos da Europa

Escadaria para a Virgem de Covadonga.
Escadaria para a Virgem de Covadonga.

Qual é a melhor altura para visitar os Picos da Europa?

Lago Ercina no inverno.
Lago Ercina no inverno.

Se está a planear uma viagem aos Picos da Europa durante os meses de verão (junho a setembro), pode esperar um clima geralmente ameno, ou seja, com temperaturas entre 22°C e 10°C.

Geralmente há menos chuva durante os meses de verão, então pode esperar céu claro e ensolarado durante grande parte de sua viagem.

O verão é uma época popular para visitar os Picos da Europa, pois o clima é ideal para atividades como caminhadas, escaladas e mountain bike. As horas mais longas do dia também proporcionam mais tempo para desfrutar dessas atividades. No entanto, é importante vir preparado com protetor solar, chapéus e muita água para se manter hidratado no calor.

Por outro lado, nos meses de primavera ou outono (abril a maio ou setembro a outubro), pode esperar temperaturas mais baixas e menos multidões em comparação com a alta temporada turística de verão.

Conte com temperaturas durante a primavera e outono entre 18°C e 5°C. A chuva é mais comum durante nestes meses, por isso é importante vir preparado com roupas e equipamentos impermeáveis.

Já no inverno (novembro a março), pode esperar tempo frio e húmido com possibilidade de neve e gelo no solo, com temperaturas médias entre 8°C e -2°C, ou seja, temperaturas negativas. A chuva é comum durante os meses de inverno, e também existe a possibilidade de neve e gelo, especialmente em altitudes mais elevadas.

O inverno é uma boa época para visitar os Picos da Europa se gosta de esquiar ou andar na neve, pois a região oferece várias estações de esqui. No entanto, é importante vir preparado com roupas e equipamentos quentes e impermeáveis, bem como dispositivos de tração para os sapatos para ajudar a evitar escorregões em superfícies geladas.

Dicas para fazer os Picos da Europa de bicicleta, moto e autocaravana

Estradas nos Picos da Europa.
Estradas nos Picos da Europa.

Aqui estão algumas dicas para visitar os Picos da Europa de bicicleta, moto e autocaravana:

Bicicleta: Se pretende visitar os Picos da Europa de bicicleta, é importante vir preparado com os equipamentos e materiais necessários. Certifique-se de trazer um capacete, câmaras de ar sobressalentes, um kit de reparação de furos e uma bomba. Também é uma boa ideia trazer um mapa e um dispositivo GPS, bem como um kit de primeiros socorros e quaisquer medicamentos necessários. Ao andar de bicicleta na região, certifique-se de permanecer em trilhos marcados e respeitar os outros usuários e o ambiente natural.

Moto: Para tirar o máximo partido de uma viagem de moto pelos Picos da Europa, evitando surpresas desagradáveis, traga todos os equipamentos necessários, como por exemplo capacete, luvas e roupas de proteção. Também é uma boa ideia trazer um mapa e um dispositivo GPS, bem como um kit de primeiros socorros e medicamentos que precise. Ao andar de moto na região, certifique-se de permanecer nas estradas sinalizadas.

Autocaravana: Viajar de autocaravana nos Picos da Europa é descrita como uma experiência incrível. Por isso não estrague a ocasião e traga comida e água suficientes para a viagem. Não se esqueça do GPS e mapa, assim como o kit de primeiros socorros. Ao conduzir uma autocaravana na região, fique atento às estradas estreitas, pontes baixas e certifique-se de estacionar em áreas designadas.

Existem parques de campismo nos Picos da Europa?

Sim, existem vários parques de campismo situados nos Picos da Europa.

Os parques de campismo nos Picos da Europa variam de locais pequenos e básicos a instalações maiores e mais modernas, sendo que alguns estão localizados dentro do parque nacional, enquanto outros estão localizados em cidades ou vilas da região.

Além disso, ps parques de campismo nos Picos da Europa podem dispor de instalações como casas de banho, chuveiros e eletricidade, além de comodidades adicionais, como piscinas, parques infantis e áreas de recreação. Muitos parques de campismo também têm aluguer de tendas ou bangalôs.

Aqui estão alguns exemplos de parques de campismo localizados nos Picos da Europa:

  • Camping El Ensueño: Localizado na cidade de Arenas de Cabrales, o Camping El Ensueño tem instalações básicas como casas de banho, chuveiros e recreio para as crianças, mas está localizado perto de vários trilhos para caminhadas e é uma boa base para explorar a região.
  • Camping La playa: Localizado na cidade de Cangas de Onís, o Camping La playa tem casas de banho, chuveiros, eletricidade e piscina e, além disso, está localizado perto do centro da cidade.

Como ir para os Picos da Europa saindo do Porto?

Paisagens nos Picos da Europa.
Paisagens nos Picos da Europa.

Saindo do Porto em direção aos Picos da Europa, pode ir para norte pela autoestrada A3 em direção a Vila do Conde e continuar na A3 até chegar à fronteira com Espanha.

Depois de passar a fronteira, continue pela A3 até chegar à cidade de Ourense, seguindo-se a N540 em direção a Ponferrada. Continue pela N621 em direção a Villafranca del Bierzo e San Isidro de la Sierra, seguindo-se a N621 em direção a Cangas de Onís.

A partir de Cangas de Onís, siga pela N625 em direção a Arenas de Cabrales, no coração dos Picos de Europa.

É uma boa ideia trazer um mapa e um dispositivo GPS, bem como planear sua rota com antecedência para garantir uma viagem segura e agradável.

Quantos dias para visitar os Picos da Europa?

Por norma, os turistas costumam passar entre três a cinco noites nos Picos da Europa, mas este número está dependente do tipo de atividade que pretendem fazer.

Assim, os caminhantes que vão fazer trilhos, precisam de mais dias na região em comparação com quem visita o parque nacional de carro.

Além disso, no verão e no inverno é normal demorar-se mais tempo, quer seja pela quantidade de visitantes no verão, como pela neve no inverno que dificulta a circulação.

Por isso, considero que para uma primeira viagem aos Picos de Europa três noites são suficientes, sendo que, se gostar da região, pode regressar novamente e explorar diferentes zonas.

Onde se localizam os Picos da Europa?

Estradas de acesso aos Picos da Europa.
Estradas de acesso aos Picos da Europa.

Os Picos da Europa são uma cordilheira localizada no norte da Espanha, mais concretamente na comunidade autónoma da Cantábria, abrangendo territórios das províncias das Astúrias e León.

Estão situados na parte ocidental da Cordilheira Cantábrica, que se estende ao longo da costa atlântica da Espanha.

Além disso, os Picos da Europa têm aproximadamente 250 quilómetros de extensão, sendo que a cordilheira tem vários picos com mais de 2.500 metros, incluindo o Torrecerredo, que é o pico mais alto da cordilheira com 2.648 metros.

Qual é o ponto mais alto dos Picos da Europa?

Mapa de Picos da Europa.
Mapa de Picos da Europa.

O ponto mais alto dos Picos da Europa é a Torre de Torrecerredo, com 2.648 metros de altitude.

O Torrecerredo está localizado na parte central da cordilheira e é um dos picos mais procurados pelos alpinistas.

Os Picos da Europa tem outros picos com mais de 2.500 metros, como por exemplo o Naranjo de Bulnes, a Peña Santa e o Pico Almanzor, sendo que nestes picos é possível fazer escalada.

Visitar os Picos da Europa ou os Pirenéus?

Tanto os Picos da Europa no norte da Espanha como os Pirenéus, uma cordilheira na fronteira entre a França e a Espanha, são lugares incríveis para vistar, logo, a decisão sobre qual visitar dependerá dos seus interesses e do tipo de atividades que gosta, bem como da sua localização e da época do ano que pretende visitar.

Enfim, ambos os lugares são conhecidos pelas suas belas paisagens e atividades ao ar livre, como caminhadas, alpinismo, escaladas, mountain bike e esqui.

Assim, os Picos da Europa, que estão localizados no norte de Espanha, podem ser facilmente alcançados de carro ou transporte público de cidades como Madrid e Barcelona e irá encontrar o Parque Nacional Picos de Europa.

Por outro lado, os Pirenéus, que estão localizados no sul da França e no norte da Espanha, podem ser facilmente visitados de carro ou transporte público de Toulouse, Barcelona e Zaragoza, e inclui o Parque Nacional dos Pirenéus, na França, e o Parque Nacional Ordesa y Monte Perdido, na Espanha.

Como vê, a decisão de visitar os Picos da Europa ou os Pirenéus não é fácil!

Qual é o pico mais alto da Europa?

Monte Elbrus é uma montanha localizada no Cáucaso, na Rússia Ocidental. Fica a uma altitude de 5.642 metros e é o pico mais alto da Europa. O Monte Elbrus é um estratovulcão, que é um tipo de vulcão caracterizado por seus lados íngremes e formato em forma de cone.

O Monte Elbrus está localizado na parte ocidental das montanhas do Cáucaso, que atravessam a Rússia, a Geórgia e o Azerbaijão. As montanhas do Cáucaso têm outros picos altos, incluindo o Monte Kazbek, que fica a uma altitude de 5.047 metros e Monte Dykh-Tau, que fica a uma altitude de 5.205 metros.

O Mont Blanc fica a uma altitude de 4.810 metros e está localizado na parte ocidental dos Alpes, que é uma cordilheira que atravessa vários países europeus, incluindo França, Itália, Suíça, Áustria e Eslovénia.

Artigos relacionados

O que acha de conhecer melhor a Galiza em EspanhaViajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.