O que fazer em Calamata, Grécia: 10 experiências imperdíveis

O que fazer em Calamata, Grécia.
Índice do artigo

Atualizado em: Janeiro 24, 2024

Calamata, ou Kalamata, é a capital de Messénia e fica a cerca de 240 km de Atenas. É a segunda maior cidade do Peloponeso, logo a seguir a Patras, com cerca de 54 mil habitantes, é famosa pelas suas azeitonas pretas (azeitonas de Kalamata), mas oferece muito mais a quem a visita!

Aliás, com um aeroporto em crescimento e fácil acesso por estrada a partir de Atenas, atrai tanto gregos como estrangeiros à procura de uma escapadela perfeita.

O que ver e fazer em Calamata? Pois, há muito, mas muito para desfrutar. Praias, montanhas, cultura, vida noturna, compras e boa comida são alguns atrativos durante todo o ano!

Além disso, a cidade é um ponto de partida muito conveniente para explorar outras atrações do Peloponeso.

Em termos arquitetónicos, Calamata combina muito bem arquitetura bizantina, neoclássica e renascentista, que pode admirar em igrejas de pedra, ruas e ruelas cheias de encanto no centro histórico, praias paradisíacas e tendo sempre em pano de fundo o lindo Monte Taygetus.

Então, convenci-o a visitar Calamata? Continue a leitura deste artigo e tome nota de tudo o que precisa saber antes de viajar para esta magnífica zona na Grécia.

O que fazer e visitar em Calamata

Igrejas em Kalamata.
Igrejas em Kalamata.

Aqui vão as minhas melhores dicas de o que fazer e visitar em Calamata, Grécia.

Tentei incluir atividades indoor e exteriores, atividades culturais e meramente de lazer, enfim, acredito que tem aqui um belo ramalhete de ideias para tornar o seu roteiro em Calamata deveras especial!

Subir ao Castelo de Calamata (Kalamata Castle)

O que fazer em Kalamata: visitar o Castelo.
Entrada para o Castelo de Kalamata, no Peloponeso, Grécia.

O Castelo de Kamalata, cuja primeira referência data do século XIII, passou por várias mudanças de proprietários até à conquista pelos turcos otomanos em 1460, o que marcou o fim do seu domínio medieval.

Durante os tempos modernos, foi palco de conflitos frequentes entre venezianos e turcos, resultando em extensas destruições.

Em 1685, forças conjuntas conseguiram expulsar os turcos, mas eles destruíram os depósitos de pólvora, causando danos significativos.

Os venezianos realizaram reparos e reconstruções parciais durante seu segundo domínio (1686-1715), mas ao longo do século XVIII, o castelo perdeu a sua importância estratégica e entrou em declínio no início do século XIX.

No início do século XIX, com o contributo de Zaccharia Papantoniou, a área do Castelo foi transformada num parque.

Já em 1936, o reservatório de água da cidade ocupou uma parte da ala exterior, e na década de 1950, foi construído um pequeno teatro ao ar livre para eventos culturais.

Ao mesmo tempo foi erguida a Igreja da Anunciação da Virgem dentro da ala interna.

Igreja no interior do Castelo de Kalamata.
Igreja no interior do Castelo de Kalamata.

Ou seja, o Castelo mantém sua forma medieval até os dias de hoje, com duas linhas de muro que dão a volta à colina.

Na parte norte da colina, encontramos uma torre de menagem fortificada e uma cisterna abobadada. Além disso, existe um segundo recinto maior que protege a encosta leste.

O acesso principal é por uma porta-torre com abóbada de berço, na qual os venezianos acrescentaram o Leão de São Marcos durante o período de 1685 a 1715.

Enfim, é um monumento cheio de história e significado que merece fazer parte da sua lista de lugares a visitar em Calamata, Grécia.

Explorar o centro histórico de Calamata

A cidade de Calamata, vista do castelo.
A cidade de Calamata, vista do castelo.

O centro histórico de Calamata fica na região mais baixa do castelo.

Por ser uma zona bastante compacta, é muito fácil de explorar a pé, apesar de existirem carros por todo o lado.

Ao olhar para o mapa de Calamata achei que o centro histórico era muito longe da praias, mas o certo é que eu decidi ir a pé, em vez de chamar um táxi, e não custou muito a caminhada.

Na parte antiga de Calamata há muito para ver como por exemplo as igrejas, mosteiros e museus.

Eu fui espreitar todas as igrejas que consegui, e acredite que são muitas, e o Museu Militar (entrada gratuita), mas ainda ficaram muitos para explorar.

Enfim, não dá para ver tudo numa só viagem.

Apesar de o destaque ser normalmente dado às atrações turísticas que referi antes, sugiro que dê alguma atenção às antigas mansões do centro histórico.

São casas de família grandes, a maior parte bem conservadas e com detalhes de arquitetura muito interessantes.

É certo que não costumam fazer parte dos roteiros em Calamata, mas são casas tão bonitas que acredito merecerem o seu olhar atento.

Conhecer as inúmeras igrejas e mosteiros de Calamata

The Metropolitan church of Ypapanti- Kalamata.
The Metropolitan church of Ypapanti- Kalamata

A Grécia em geral é conhecida pelas lindas igrejas ortodoxas e em Calamata não podia ser diferente.

Assim, estando no centro histórico de Calamata, explore as lindas igrejas.

A Igreja de Agioi Apostoloi (The Church of Agioi Apostoloi) é a igreja mais antiga de Calamata, já que remonta ao longínquo século XI, mas a mais conhecida é a imponente Igreja Ypapanti (The Metropolitan church of Ypapanti- Kalamata).

No local do atual templo existia um templo bizantino que foi destruído pelos Turkalbans em 1770, no entanto um novo templo foi construído, que também foi destruído em 1825 por Ibrahim.

Durante a libertação da Grécia, o templo foi reconstruído, mas sofreu danos novamente devido a um terramoto em 1840, sendo reconstruído em 1854.

A igreja atual foi fundada em 1860 e inaugurada em 1873, porém, em 1886, foi danificada por outro terramoto, sendo restaurada em 1894. Por fim, em 1986, o Templo de Ypapanti foi atingido pelo grande terramoto de Kalamata.

Hoje, está completamente restaurado e é uma atração visitada por turistas religiosos e não religiosos e é um dos lugares mais visitados em Calamata.

Por outro lado, a cerca de 120 metros desta igreja, pode visitar o Mosteiro dos Santos Constantino e Helena (Orthodox Monastery of saints Konstantinos and Eleni), fundado no ano de 1796.

Orthodox Monastery of saints Konstantinos and Eleni.
Orthodox Monastery of saints Konstantinos and Eleni.

Foi o primeiro mosteiro feminino da I. Metrópole e ainda continua em funcionamento. O mosteiro, dedicado a Constantino, o Grande, e a Santa Helena, também sofreu com os terramotos, mas a seguir à destruição do terramotos de 1986, o templo foi reconstruído.

Ganhou reconhecimento pelo seu papel na produção de seda, incluindo o famoso lenço de seda Kalamatian. Atualmente, moram no mosteiro seis monjas, que se concentram principalmente na manutenção do local.

Visitar os museus de Calamata e mergulhar na história da região

O que fazer em Calamata: visitar o Museu Militar.
O que fazer em Calamata: visitar o Museu Militar.

Em Calamata existem vários museus que merecem a sua visita, como por exemplo o Museu Militar, o Museu Histórico e Folclórico de Kalamata e ainda a coleção Trajes Tradicionais Gregos de Victoria Karelias.

Como referi antes, por causa do tempo disponível, decidi apenas visitar o Museu Militar, e por essa razão é essencialmente sobre este espaço que foi falar.

No entanto, para que possa decidir qual ou quais museus visitar em Calamata, incluo algumas informações básicas que recolhi sobre os restantes museus. Espero que esta informação lhe seja útil!

O Museu Militar de Kalamata

Tanques e aviões no Museu Militar.
Tanques e aviões no Museu Militar.

Museu muito bem estruturado e as visitas guiadas são uma mais-valia para entender os artefactos expostos.

A visita começa com o início da revolução contra o Império Otomano e continua até à participação da Grécia nas operações mais recentes da NATO, como por exemplo no conflito do Afeganistão e Coreia do Norte.

Além das salas de exposição no museu propriamente dito, no espaço exterior existem peças de artilharia como tanques de guerra, canhões PAO e aviões F5 que participaram em conflitos.

Localização: 10 Metropolitou Meletiou, Kalamata 241 00, Grécia; Preço do bilhete: 6 € adulto, no entanto, a entrada é gratuita todos os 1º domingos do mês, de 1º de novembro a 31 de março, no dia 25 de março (Dia Nacional), 28 de outubro (Dia Nacional), 21 de novembro (Celebração das Forças Armadas Gregas), 18 de maio (Dia Internacional dos Museus), 18 de abril (Dia Internacional dos Monumentos) e no último fim de semana de setembro de cada ano (Jornadas Europeias do Património de dois dias).

O Museu Histórico e Folclórico de Kalamata

O Museu Histórico e Folclórico de Kalamata (Historical and Folklore Museum of Kalamata), inaugurado em 1973, tem um valioso acervo relacionado com a Revolução Grega de 1821.

Os visitantes podem explorar uma reconstituição de uma casa urbana, bem como uma gráfica histórica no primeiro andar. Pelo que me disseram, este pequeno, mas super interessante museu tem apenas informação em grego, o que não impede os visitantes de retirarem valor do espaço.

Localização: Agiou Ioannou 12, Kalamata 241 00, Grécia; Preço do bilhete: 6 €, mas não consegui entender se existem dias com entrada gratuita.

O Museu Arqueológico de Messinia

O Museu Arqueológico de Messinia (Archaeological Museum of Messinia) funciona no antigo Mercado Municipal da cidade. e a sua exposição permanente está dividida em unidades geográficas, ou seja, inclui espaços dedicados a Calamata, Messinia, Trifylia e Pylos).

Além disso, e em termos temporais, abarca a história cultural dos arredores de Messinia desde o 5º milénio a.C. até 1453.

Localização: Agiou Ioannou 3, Kalamata 241 00, Grécia; Preço do bilhete: 4 €, exceto nos seguintes dias em que é gratuito: 6 de março (em memória de Melina Mercouri), 18 de abril (Dia Internacional dos Monumentos), 18 de maio (Dia Internacional dos Museus), no último fim de semana de setembro (Dias do Património Europeu), 28 de outubro (feriado nacional) e todos os primeiros domingos de todos os meses, de 1º de novembro a 31 de março.

A Coleção Victoria Karelias de Trajes Tradicionais Gregos

Este Museu de Trajes Tradicionais Gregos (Victoria Karelias Collection of Traditional Greek Costumes) inicialmente era uma coleção privada e o resultado de 50 anos em busca de peças únicas de vestuário tradicioanl grego.

Reúne não só trajes tradicionais de diferentes partes da Grécia, mas também joias e adereços que não se vêem em nenhum outro lugar no mundo.

Localização: Stadiou 64, Kalamata 241 00, Grécia, Preço do bilhete: 5 € adultos / 3 € crianças.

Caminhar na promenade ao longo do dia

Caminhar junto ao mar em Kalamata, Grécia. Sugestões de o que fazer em Calamata
Caminhar junto ao mar em Kalamata, Grécia.

Em Calamata há uma promenade, ou calçadão, que vai desde o Parque Ferroviário Municipal de Kalamata até ao Grecotel Filoxenia, ou seja, é um passeio de quase 4 km junto ao mar!

Durante o dia, e um lugar muito procurado por famílias e casais que passeiam tranquilamente, bem como desportistas que estão a fazer exercício físico.

Também é uma zona com muitos bares, restaurantes e esplanadas, incluindo restaurantes pé na areia, ou seja, restaurantes na praia.

Ou seja, quando a noite cai, o movimento é mais animado com grupos de amigos para sair à noite.

Relaxar nas magníficas praias

O que fazer em Calamata: explorar as lindas praias.
O que fazer em Calamata: explorar as lindas praias.

As praias de Calamata são lendárias, com águas tranquilas, temperaturas amenas e excelentes infraestruturas, como por exemplo, bares de apoio, casas de banho, chapéus de sol e espreguiçadeiras.

Também há muito espaço para estender a toalha, se preferir um lugar mais reservado.

Na altura de escolher a praia em Calamata, deve ter em mente que existem zonas de areia e zonas de seixos.

Aliás, a praia de Calamata tem áreas de areia fina, e áreas de rocha, que pode tornar-se um desafio, principalmente se viaja com crianças.

Conhecer Voidokilia Beach: uma das mais bonitas praias do Mediterrâneo

Voidokilia Beach. Sugestões de o que fazer em Calamata
Voidokilia Beach.

A classificação não é minha, pois várias revistas e sites de turismo consideram a praia de Voidokilia, em Messinia, uma das mais bonitas do Mediterrâneo.

Se ficou curioso, então saiba que a praia de Voidokoilia é famosa pela sua forma em ómega, e fica ao lado da não menos paradisíaca Gialova Lagoon.

Designada como uma área de beleza natural especial e parte da Rede Natura 2000, é acessível por estradas de terra se quiser levar o carro, ou então faça como eu e percorra o trajeto a pé.

Como não há infraestrutura na praia devido à sua proteção, ou seja, os visitantes devem trazer comida, água, protetor solar e outros itens essenciais, além de cuidar da limpeza do local.

Andar de bicicleta, fazer caminhadas e trilhos em Costa Navarino

Andar de bicicleta em Costa Navarino. Sugestões de o que fazer em Calamata
Andar de bicicleta em Costa Navarino.

O Peloponeso é um paraíso para os amantes de turismo de natureza e aventura, com destaque para a região de Costa Navarino.

Aliás, o tempo que passei em Costa Navarino foi realmente um deleite! Algumas pessoas do meu grupo fizeram o percurso de bicicleta, mas eu preferi caminhar. Já agora, sugiro que explore as atividades de Navarino Outdoors da Costa Navarino.

O ponto de partida do trilho foi no Hotel The Westin, que no final pude explorar um pouco. A experiência foi tão marcante que, de certeza, regressarei para ficar alojada num dos resorts da Costa Navarino. Se tiver oportunidade de o fazer, não hesite!

Caminhamos ao longo da costa e a primeira paragem foi junto à Capela do Profeta Elias (Chapel of the Prophet Elijah), uma linda capela branca e azul.

Chapel of the Prophet Elijah. Sugestões de o que fazer e ver em Calamata
Capela do Profeta Elias (Chapel of the Prophet Elijah).

Foi neste ponto que vi pela primeira vez a famosa praia Voidokoilia. A capela é simples mas a paisagem à volta é linda!

Há um pequeno sino colocado na capela, no entanto, resista à tentação de o fazer tocar. O toque do sino significa perigo e serve, por exemplo, para avisar de fogos florestais.

Continuei o caminho até à Lagoa Gialova, onde costumam estar flamingos, e depois para a praia Voidokoilia, onde mergulhei e recuperei forças para o regresso.

Ao todo, devo ter caminhado um pouco mais de 1 hora, mas o percurso foi fácil de fazer e sempre com paisagens magníficas como companhia.

Dica de Viagem Pro: se estiver perto de Costa Navarino, faça uma reserva para o Restaurante Barbouni. Conte com peixe fresco, carnes grelhadas e pratos deliciosos acompanhados por vinhos gregos surpreendentes. Além disso, o telhado ondulante e a vista para o Mar Jónico ajudam a criar uma experiência única.

Provar as famosas azeitonas de Kalamata (Kalama Olives)

Azeitonas de Kalamata.
Azeitonas de Kalamata.

Na Grécia existem mais de 60 variedades diferentes de azeitonas, cada uma com as suas características únicas.

As oliveiras da região têm folhas maiores do que outras variedades e as azeitonas Kalamata são frequentemente usadas como azeitonas de mesa, conservadas em vinagre de vinho ou azeite.

É importante destacar que o nome “azeitonas Kalamata” é protegido e só pode ser usado para aquelas provenientes da região de Kalamata.

A azeitona Kalamata é conhecida por ser grande em tamanho, cor escura, carnuda com textura macia e caroço pontiagudo.

Eu devo dizer que adoro as azeitonas Kalamata, e nesta região da Grécia, não houve um único dia que não tivesse azeitonas à mesa. Foi uma festa!

Fazer provas de azeite

Azeite Virgem-Extra.
Azeite Virgem-Extra.

A Grécia é o terceiro maior produtor de azeite europeu (Espanha em primeiro, Itália em segundo), mas Messénia é uma zona produtora líder em termos de azeite Virgem Extra.

Na região de Messénia o tipo de oliveira mais comum para produzir azeite é o Koroneiki, que tem um fruto pequeno que começa com a cor verde e vai mudando até ficar preto à medida que amadurece.

Dizem os especialistas que a variedade Koroneiki tem o equilíbrio perfeito entre os atributos positivos do azeite: Frutado, Amargor e Pungência.

As azeitonas são colhidas em outubro, quando ainda estão verdes, porque é nessa altura que têm maior quantidade de antioxidantes e polifenóis, o que confere o carácter saudável do azeite.

O azeite extra-virgem é um produto sensível ao ar e luz. Por isso, as garrafas devem ser escuras para impedir a entrada da luz, e devem ser pequenas para ter pouco espaço com oxigénio.

Para tirar o melhor partido das provas de azeite, siga estes passos:

Prova de Azeite em Costa Navarino. Sugestões de o que fazer em Calamata
Prova de Azeite em Costa Navarino.
  • aqueça o azeite colocando as mãos em concha à volta e por cima do copo, girando suavemente para liberar os aromas;
  • leve o copo ao nariz, retire a mão de cima, cheire o óleo e anote os aromas;
  • beba uma pequena quantidade de azeite, enquanto incorpora lentamente um pouco de ar para ajudar a liberar os sabores;
  • feche a boca e expire pelo nariz para aumentar as perceções.

Alojamento em Calamata

Elite City Resort: Hotel em Kalamata, Grécia.
Elite City Resort: Hotel em Kalamata, Grécia.

Para mim, a melhor zona para ficar a dormir em Calamata é na Rua Navarinou, ou seja, no calçadão à beira-mar.

Não procure hotéis no centro histórico, pois neste caso não compensa. Aliás, é junto ao mar que estão concentrados os principais hotéis em Calamata.

Eu fiquei em dois hotéis, que são muito diferentes entre si. Assim, se valoriza o conforto e comodidades nos hotéis, a minha sugestão é o Elite City Resort (4 estrelas). O pequeno-almoço está sempre incluído e vale muito a pena.

Quarto do Elite City Resort.
Quarto do Elite City Resort.

No entanto, se procura alojamento mais em conta, o Hotel Flisvos (2 estrelas) tem quartos simples mas económicos.

Hotel Flisvos, alojamento económico em Kalamata, Grécia.
Hotel Flisvos, alojamento económico em Kalamata, Grécia.

Em todo o caso, se prefere explorar outras opções de hotéis em Calamata, sugiro que veja a disponibilidade e preços no link e mapa a seguir.

Hotéis em Calamata, Grécia.

Restaurantes em Calamata

Salada grega. Sugestões de o que fazer em Calamata
Salada grega.

Existem tantos restaurantes em Calamata, Grécia, e com comida tão deliciosa, que o mais difícil é mesmo escolher qual.

Assim, o Da Luz Bar &Grill Kalamata tem comida preparada no momento, doses muito generosas, staff super amigável e bem disposto. Ir ao Da Luz corre sempre bem seja para um almoço tranquilo ao domingo como para sair em grupos.

A meia dúzia de passos, o Mythos Kalamata é outro lugar na moda para sair com amigos. Conte com peixe e mariscos frescos, souvlaki (espetadas) mas também massas e saladas.

O que fazer nos arredores de Calamata?

Visitar Mystras - Wonder of the Morea. Património Mundial da UNESCO.
Visitar Mystras – Wonder of the Morea. Património Mundial da UNESCO.

Tem uns dias a mais e está à procura de sugestões de o que visitar perto de Calamata? Chegou ao sítio certo, pois tenho vários lugares incríveis não muito longe de Calatama para partilhar consigo.

Assim, em Kardamyli (35 km) pode explorar a cidade antiga ou mergulhar nas lindas praias.

Já o sítio arqueológico de Mystras (100 km), também conhecido como “Wonder of the Morea”, não muito longe da cidade de Esparta, é Património Mundial da UNESCO e é um lugar simplesmente surpreendente. Tem mesmo de ver!

Além disso, um lugar que gostei muito foi Náuplia, ou Nafplio (140 km) que foi a primeira capital da Grécia e as principais atrações turísticas são a Fortaleza de Palamidi e o Castelo Bourtzi.

Saiba mais: leia o artigo completo sobre O que visitar e Fazer em Náuplia (Nafplio).

Alugar carro em Calamata

Autocarros em Calamata, Grécia.
Autocarros em Calamata, Grécia.

Vale muito a pena alugar carro em Calamata, já que as ligações de autocarros não são práticas e os motoristas nem sempre sabem falar inglês.

Para alugar carro eu uso sempre a Discover Cars, que costuma ter bons preços e diferentes tipos de carros. Em Calamata as estradas estão razoáveis e a sinalização é boa, pelo que um carro económico é suficiente.

Os balcões das companhias de aluguer de carros estão no exterior do aeroporto, ou seja, para assinar os documentos e levantar as chaves, precisa de se dirigir para fora o aeroporto, logo a seguir à paragem dos táxis.

Lembre-se que precisa de carta de condução válida, cartão de cidadão e um cartão de crédito em nome do condutor para levantar um carro alugado em Calamata, ou em qualquer outro lugar na Grécia.

Se viaja com crianças até aos 12 anos, lembre-se que elas devem sempre circular com as cadeiras adequadas à sua idade e altura, e se não as levar no avião consigo, pode alugá-las diretamente na empresa de rent-a-car.

Onde fica e como chegar a Calamata?

Trilhos e caminhadas em Calamata, Grécia. Sugestões de o que fazer em Calamata
Trilhos e caminhadas em Calamata, Grécia.

Calamata fica na região do Peloponeso, isto é, a cerca de 240 quilómetros de Atenas, a capital da Grécia.

Neste momento não existem voos diretos de Portugal para Calamata, mas não deixe que esse pequeno pormenor o impeça de explorar esta magnífica região.

Assim, tem algumas opções para ir de Portugal para Kalamata. A Easyjet tem voos diretos do Aeroporto de Lisboa para o Aeroporto de Atenas, sendo que neste caso, pode contar com uma viagem de cerca 4h25.

Por outro lado, a Aegean Airlines tem voos diretos do Aeroporto Francisco Sá Carneiro no Porto para Atenas, e a viagem direta demora mais ou menos 3h45.

Chegando a Atenas, o mais cómodo é alugar carro e seguir viagem com total liberdade até Calamata.

Veja quanto custa alugar um carro em Atenas.

É preciso seguro de viagem para visitar a Grécia?

Mystras, sítio arqueológico em Esparta, Grécia.
Mystras, sítio arqueológico em Esparta, Grécia.

Apesar de não ser obrigatório seguro de viagem para os cidadãos portugueses que visitem a Grécia, eu recomendo que viaje sempre com seguro.

Isto porque na Grécia, a assistência médica é assegurada pelo Sistema Nacional de Saúde, ou seja, está sujeita a esperas consideráveis, sem mencionar a questão da dificuldade de comunicação.

Lembre-se que pode ir parar a um hospitais central, ou ser enviado para os centros de saúde locais, onde poderão não saber falar inglês.

Assim, mesmo tendo o Cartão Europeu de Seguro e de Doença (CESD) pode vir a ter problemas. Eu uso sempre o seguro de viagem da IATI Seguros, que além de boas coberturas e preços baixos, inclui atendimento em português e não é necessário fazer pagamentos e depois pedir o reembolso.

Faça uma simulação e confirme quanto custa um seguro de viagem para a Grécia.

Informações Adicionais sobre Calamata, na Grécia

Praia de Calamata ao final do dia. Sugestões de o que fazer em Calamata
Praia de Calamata ao final do dia.

Vale a pena visitar Calamata?

Muito, mas vale muito a pena visitar Calamata, na Grécia.

Tem praias lindas, imensos lugares históricos para conhecer, museus super interessantes e as pessoas são bem dispostas. Muito honestamente não acho que viajar para Calamata tenha aspetos negativos.

Kalamata é seguro?

A cidade de Calamata é segura, tanto durante o dia como de noite. Eu viajei sozinha e em grupo, e o certo é que em momento algum tive a sensação de estar em perigo.

Melhor altura para visitar Calamata?

Em relação à melhor altura para visitar Calamata, se quer aproveitar as praias, a época balnear vai de junho a setembro, mas é comum ver pessoas na água em abril e maio, bem como outubro.

Por outro lado, se a ideia é explorar os monumentos e sítios arqueológicos, acredito que os meses mais frescos de novembro a março são os mais adequados.

Eu viajei para Calamata em maio e foi excelente, com bom tempo e sem muita gente.

Quanto tempo é necessário para visitar Calamata?

A cidade de Calamata visita-se bem em um ou dois dias, mas não se esqueça que existem várias atividades para enriquecer a sua estadia nos arredores.

Ao todo, eu fiquei dez dias na região e ficaria tranquilamente mais meia dúzia de dias.

Qual é o aeroporto mais perto de Calamata?

Aeroporto de Kalamata.
Aeroporto de Kalamata.

O Captain Vassilis Constantakopoulo Kalamata International Airport (KLX) é o aeroporto mais perto de Calamata, isto é, fica a cerca de 9 quilómetros do centro da cidade.

É o maior aeroporto do Peloponeso, na Grécia, mas isso não quer dizer que seja grande. Na verdade, é um aeroporto muito simples, com as instalações a precisar de modernização e com poucas ligações para as cidades vizinhas sem ser de táxi.

A boa notícia é que ir de táxi para o centro de Calamata não é caro e existem vários táxis à saída do aeroporto.

Eu fiz a viagem com o Theodore Geogakilas, um taxista muito simpático e pelo que percebi, tem o táxi a funcionar 24 horas por dia. Os preços são combinados antes, para não haver surpresas e correu tudo bem.

Fiquei cerca de uma semana em Calamata e durante a minha estadia ainda lhe enviei uma mensagem no WhatsApp para ir para a cidade vizinha de Messinia. Ele foi bastante solicito e deu-me autorização para partilhar os contactos: +30 6972212950.

Convém lembrar que não há Uber em Calamata.

Como ir de Atenas para Calamata?

Aeroporto Internacional de Atenas.
Aeroporto Internacional de Atenas.

Se está a pensar se Calamata é perto de Atenas, saiba que deve contar com cerca de 240 km de Atenas para Calamata, ou seja, uma viagem de mais ou menos 2h40 pela autoestrada A7.

A viagem faz-se bem, mas precisa de carro alugado.

Por outro lado, a KTEL Messinias tem ligações diretas de autocarro de Atenas e Calamata, sendo que a viagem demora aproximadamente 3h15.

Apesar de haver aeroporto em Calamata, na altura em que estou a escrever este artigo, as ligações de avião para a capital da Grécia estão suspensas.

Leia também:

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest. 

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.