13 Coisas Imperdíveis Para Fazer em Bari, Itália (1, 2 ou 3 dias)

Quando visitar Bari, em Itália?
Índice do artigo

Atualizado em: Fevereiro 23, 2024

Bari, a deslumbrante cidade costeira da região da Puglia, em Itália, banhada pelo Mar Adriático, foi uma descoberta incrível para mim. Nunca imaginei que teria tantas experiências interessantes para vivenciar em apenas 1, 2 ou 3 dias.

Neste guia, mostro 13 atividades imperdíveis em Bari, destacando os lugares e as experiências autênticas que a cidade oferece.

Desde a visita à Basílica de São Nicolau, com a curiosa tradição que envolve as meninas solteiras que desejam casar, até ao passeio no Lungomare, o calçadão à beira-mar, bem como a incrível Bari Vecchia, o centro histórico de Bari, há muito para ver e fazer nesta cidade.

Devo dizer que fiquei completamente apaixonada por este lugar e pelo que tem a oferecer.

Descubra onde provar sgagliozze, ou seja, polenta frita crocante, e o que são os altares votivos únicos em Bari.

Além disso, aprenderá sobre a produção de orecchiette na Strada Arco Basso, a massa fresca tradicional, e onde experimentar a autêntica Focaccia Barese.

Não posso deixar de mencionar os teatros de Bari, como o Petruzzelli, o Margherita e o Teatro Piccinni, que enriquecem a vida cultural da cidade.

Ou seja, ao longo deste guia, partilho consigo as minhas experiências pessoais e informações relevantes para tornar a sua visita a Bari igualmente apaixonante e inesquecível.

Venha comigo nesta viagem de descoberta e encante-se com tudo o que há para ver e fazer em Bari.

O que fazer em Bari, no Sul de Itália

O que ver e fazer em Bari, no Sul de Itália.
O que ver e fazer em Bari, no Sul de Itália.

Visitar a Basílica de São Nicolau (meninas solteiras que querem casar, deixem uma mensagem ao santo)

Basílica de São Nicolau, em Bari.
O que fazer em Bari: visitar a Basílica de São Nicolau.

A Basílica de São Nicolau (Basilica di San Nicola), ou Basílica Pontifícia de São Nicolau, foi construída em 1087 para guardar os restos mortais de São Nicolau.

São Nicolau é o padroeiro da Rússia, por isso tantos russos visitam Bari e a basílica.

Aliás, a estátua de São Nicolau que está no pátio em frente à Basílica foi oferecida à cidade por Putin.

Os pontos mais importantes da Basílica de São Nicolau são a cripta, com 26 colunas bizantinas e onde estão as relíquias de São Nicolau, a cátedra, ou trono do bispo, pertencente ao Bispo Elias e o magnífico tecto trabalhado em talha dourada.

Existem várias histórias engraçadas ligadas a esta basílica e que incluem, por exemplo, touros e meninas casadoiras.

Então, como não havia consenso em relação ao local de construção da basílica, decidiram largar dois touros em Bari e no local onde eles parassem seria edificada a igreja.

Por isso, na fachada junto à porta principal da Basílica, existem duas estátuas de touros.

Estátuas de touros na fachada da Basílica de São Nicolau.
Fachada da Basílica de São Nicolau.

Além disso, São Nicolau é o padroeiro das meninas solteiras que querem casar.

Na cripta há um lugar onde as solteiras que procuram marido deixam papelinhos com orações.

Diziam que quem procurava marido devia dar três voltas à coluna do santo, a coluna mágica. Entretanto, os homens ficavam à espreita na porta da cripta para ver quem estava disponível para casar.

Nos últimos anos havia tanta gente a dar as voltas à coluna, que decidiram colocar uma grade para impedir o fenómeno, mas os bilhetinhos continuam a amontoar-se na cripta.

A entrada na Basílica de São Nicolau é gratuita.

Visitar a Catedral de Bari (Catedral de São Sabino)

A Catedral de Bari, também conhecida como Catedral de São Sabino (Basilica Cattedrale Metropolitana Primaziale San Sabino).
A Catedral de Bari, ou Catedral de São Sabino (Basilica Cattedrale Metropolitana Primaziale San Sabino).

A Catedral de Bari, também conhecida como Catedral de São Sabino (Basilica Cattedrale Metropolitana Primaziale San Sabino) é do século XII.

São Sabino foi o bispo de Canosa, uma localidade a cerca de 70 km de Bari, e as suas relíquias estão guardadas na cripta da catedral.

Enfim, o interior da catedral é muito bonito, com três grandes naves separadas por grandes colunas.

Do lado do esquerdo do altar-mor ainda são visíveis frescos medievais, mas diria que os frescos mais interessantes estão na cripta.

Aliás, a cripta é muito diferente da catedral, com o tecto decorado em talha dourada e as paredes completamente preenchidas com frescos. É tanta coisa para ver, que por momentos me senti assoberbada com tantos estímulos.

Por baixo da catedral e do lado esquerdo da cripta foram descobertas ruínas que estão em muito bom estado de conservação.

É possível ver arcos, frescos pintados nas paredes, no entanto, o grande destaque são os mosaicos que se acreditam ser anteriores ao primeiro milénio.

Apesar de a entrada na Catedral de Bari ser gratuita, para ver as ruínas romanas precisa de bilhete.

Passear no Lungomare, o calçadão de Bari

Lungomare, o calçadão de Bari.
Lungomare, o calçadão de Bari.

O Lungomare, ou seja, o calçadão na orla marítima, é, realmente, um lugar imperdível em Bari.

Os monumentos de pedra calcária ao longo do calçadão à beira do Mar Adriático ganham uma luminosidade incrível ao espelhar o azul profundo do céu e do mar que se estende diante deles.

Aliás, o Lungomare di Bari é considerado um dos passeios marítimos de Itália, para perceber como é especial.

Enquanto alguns caminham junto ao mar, outros preferem sentar-se num dos banquinhos e colocar a conversa em dia.

Também vi pescadores que tentam a sua sorte junto à costa, bem como aventureiros que nadam ao longo do calçadão.

Outra coisa interessante é que esta zona tem muito movimento tanto de dia como de noite, pois muita gente vem do centro histórico depois do jantar para caminhar junto ao mar.

Explorar Bari Vecchia (Centro Histórico)

A Bari Vecchia, ou velha Bari, é a parte antiga da cidade, ou seja, o centro histórico. Tem a particularidade de ainda ser um lugar onde muitos habitantes vivem e que se recusam a sair.

Sinceramente, a experiência de caminhar pelas ruas do centro e ver as pessoas a jantar de porta aberta foi impagável.

As casas devem ser pequenas e é como se a rua fosse a extensão das mesmas. As portas e janelas estavam escancaradas e percebia-se perfeitamente o aroma que saía das cozinhas.

Experiência mais local e autêntica do que esta é difícil!

À medida em que me aproximava das zonas mais turísticas do centro, as habitações davam lugar a lojas e restaurantes com esplanadas.

Cada espacinho na rua é aproveitado para colocar umas mesas e cadeiras que no final do dia são arrumadas.

Descobrir os altares votivos em Bari

Imagine que está a fazer uma caça ao tesouro, em que o intuito é encontrar estes pequenos altares votivos na Velha Bari.

Estas pequenas relíquias costumam estar colocadas nos becos e lugares sombrios, e tinham a função de proteger as pessoas que passavam na rua.

À semelhança do que acontece, por exemplo, em Hong Kong, os habitantes de Lecce estão bastante ligados a estes altares, logo, cuidam deles com cuidado.

É normal estes altares altos terem flores e velas, e nota-se perfeitamente que as pessoas têm gosto nestes altares.

Ver fazer massa tradicional na Strada Arco Basso

A massa tradicional de Bari é a orecchiette, que se traduz como pequenas orelhas.

A particularidade deste tipo de massa fresca, além de ser feita à mão, é que costumam ser as mulheres do centro de Bari que a fazem.

Vender os orecchiette para restaurantes e turistas é uma forma de as famílias terem um rendimento extra

A forma em concha dos orecchiette faz com que o molho se agarre bem, e quanto mais pequena for a massa, mais perícia quem a faz precisa de ter.

Par ver as nonas, ou avós, a fazer a massa fresca na rua, vá para a Strada Arco Basso que localmente se chama Via delle Orecchiette.

Eu tive oportunidade de ver a famosa Nunzia Caputo, que participou numa publicidade da Dolce e Gabana em Bari, bem como a Angela e Rosa. O engraçado é que nenhuma delas parou de trabalhar enquanto conversava comigo, e a velocidade com que enrolam a massa é realmente surpreendente.

Provar sgagliozze (polenta frita)

O que fazer em Bari: ir a Maria delle Sgagliozze.
O que fazer em Bari: ir a Maria delle Sgagliozze.

Sgagliozze são uma iguaria da região da Puglia, consistindo basicamente em quadrados de polenta frita.

Nasceram como uma refeição simples para os menos abastados, que utilizavam apenas farinha de milho e água para criar um prato que enchia o estômago a custo reduzido.

Tanto os habitantes locais como os visitantes fazem filas para comprar as Sgagliozze, e o motivo é claro: elas são surpreendentemente acessíveis, custando cerca de 2 € por 10 pedaços.

O seu exterior é incrivelmente crocante, enquanto que o interior se revela macio.

A sensação de saborear as Sgagliozze ainda quentinhas é uma experiência única, que deve incluir na sua lista de o que fazer em Bari.

Dizem que o melhor local para apreciar esta iguaria típica da Puglia é o “Maria delle Sgagliozze”, localizado no coração do centro histórico de Bari.

Visitar o Museu no Castello Normanno-Svevo

O Castello Normanno-Svevo, ou simplesmente Castello Svevo, é também carinhosamente chamado de Fortaleza de Bari, um marco histórico que tem uma relação peculiar com os habitantes da cidade.

Esta fortaleza evoca sentimentos mistos de amor e ódio devido à sua complexa história, mas parece que a reconciliação aconteceu quando ela foi transformada num museu/galeria de arte.

Hoje em dia, são principalmente os turistas que desfrutam das exposições distribuídas pelas diversas salas do Castelo Svevo.

Para alguns visitantes, a experiência não estaria completa sem uma pausa nas muralhas do castelo, que se erguem majestosamente junto ao antigo fosso.

Ali, é comum encontrar pessoas a saborear deliciosos gelados comprados nas gelatarias nas proximidades.

Ver a grande Piazza del Ferrarese: o epicentro da vida noturna de Bari

A Piazza del Ferrarese é o local preferido em Bari para quem aprecia a vida noturna.

Esta praça serve como elo de ligação entre a parte moderna e a parte antiga de Bari, sendo, portanto, a porta de entrada para o centro histórico a partir do porto.

É um espaço bastante animado, frequentado tanto por turistas como por locais, que se reúnem nos inúmeros bares, cafés e restaurantes ao redor.

Se tiver a sorte, poderá até assistir a um dos muitos concertos e apresentações que acontecem nesta emblemática praça.

Uma das curiosidades deste lugar é a possibilidade de ver um pequeno trecho da Via Appia Traiana, construída pelo imperador Trajano no ano de 109 d.C., que ligava Bari a Brindisi.

Este vestígio histórico adiciona um toque especial à atmosfera já encantadora da Piazza del Ferrarese.

Outra praça histórica para quem quer aproveitar a vida noturna de Bari é a Piazza Mercantile.

Provar a Focaccia Barese no Panificio Fiore

A Focaccia Barese é uma variedade específica de focaccia originária de Bari, que se destaca pela decoração com tomates cereja e azeitonas, conferindo-lhe um irresistível toque mediterrâneo.

Dizem que o melhor lugar para saborear essa iguaria local é no Panificio Fiore, uma pequena padaria situada no coração do centro histórico.

Embora a fila para comprar a focaccia possa ser longa, ela rapidamente diminui, já que muitas pessoas preferem comprá-la e comê-la enquanto continuam o passeio.

Além disso, não deixe de experimentar o calzone, outra especialidade deste estabelecimento.

Esta é uma excelente maneira de desfrutar de uma refeição rápida e económica, enquanto apoia a economia local.

Como bónus, pode espreitar uma coluna antiga que decora o interior do estabelecimento.

Localização: Strada Palazzo di Città, 38, 70122 Bari BA, Itália.

Conhecer os Teatros de Bari: Petruzzelli, Margherita e Teatro Piccinni

Teatro Margherita.
Teatro Margherita sobre pilares no mar.

Talvez seja novidade para si, mas Bari tem uma rica tradição teatral que se desdobra nos seus magníficos teatros históricos: o Teatro Petruzzelli, o Teatro Margherita e o Teatro Piccinni.

O majestoso Teatro Petruzzelli, inaugurado em 1903, é o maior teatro de ópera da Itália e um dos maiores da Europa. A sua arquitetura com influências neobarrocas e renascentistas, é um espetáculo por si só. Ao entrar, os visitantes são transportados para uma época de esplendor artístico, onde óperas e ballets são apresentados até os dias de hoje.

O Teatro Margherita, por outro lado, é uma verdadeira joia da Belle Époque, projetado pelo arquiteto Luigi Baffa e inaugurado em 1910. Este teatro, embora mais íntimo e acolhedor, teve inicialmente como propósito principal apresentações de variedades e espetáculos de música popular. No entanto, hoje em dia, ele desempenha um papel diferente como museu.

A história por trás do Teatro Margherita é curiosa e engenhosa. Na época, de acordo com as normas vigentes, a cidade não podia construir mais teatros para além do já existente Petruzzelli. Como resolveram esse desafio? Decidiram construir o teatro literalmente sobre o mar, erguendo-o sobre estacas. Esta solução engenhosa permitiu a salvaguarda das regras da altura e a criação de um espaço cultural único e memorável.

Por último, mas não menos importante, o Teatro Piccinni é um teatro de estilo neoclássico, construído em homenagem ao compositor Niccolò Piccinni. Desde a sua inauguração em 1854, o teatro tem sido um local de destaque para apresentações líricas e dramáticas, mantendo uma atmosfera histórica e sofisticada.

Fazer um passeio de barco (com apetitivo)

Passeio de Barco em Bari, Itália.
Passeio de Barco em Bari, Itália.

O aperitivo é levado muito a sério em Itália, e em Bari não podia ser diferente.

Trata-se de um momento relaxante ao final da tarde com um copo na mão, em que os italianos correm para as esplanadas.

Ora, nada melhor do que terminar o dia a fazer um cruzeiro de barco para ver algumas das principais atrações turística de Bari a partir do Mar, enquanto saboreia uma refrescante bebida.

Estes cruzeiros costumam demorar 2 horas e saem ao lado do Teatro Margherita.

Veja informação sobre os passeios de barco em Bari.

Aprenda a fazer massa fresca e tiramisu

Aula de culinária em Bari, Itália.
Aula de culinária em Bari, Itália.

Se adora massa, então não perca a oportunidade de aprender a fazer dois tipos de massa fresca, a partir do zero, nesta aula de culinária italiana.

Além disso, também vai aprender a fazer o tradicional tiramisu, com tudo o que precisa saber para depois replicar estas receitas em casa.

Apesar de não ficar barata esta experiência, acredito que vale muito a pena.

Afinal, está incluída não só a aula especializada, como também o jantar com bebidas.

Mais informações sobre aula de culinária em Bari.

O que fazer em Bari num dia?

O que fazer em Bari num dia: Explorar Bari Vecchia.
O que fazer em Bari num dia: Explorar Bari Vecchia.

Se tem apenas um dia para explorar Bari, saiba que é perfeitamente possível conhecer as principais atrações da cidade em 24 horas, ou menos.

Comece por reservar cerca de uma hora para visitar os monumentos mais icónicos de Bari, como por exemplo a Basílica de São Nicolau e a Catedral de Bari.

Além disso, desfrute de grande parte do dia a explorar o centro histórico, permitindo-se perder-se nas suas ruas estreitas.

Não se preocupe se isso acontecer, pois todas as ruas acabam por conduzir às principais portas de acesso, quer sejam junto ao porto ou na parte mais moderna da cidade.

Para o almoço, reserve aproximadamente duas horas num restaurante.

Ou, se preferir experimentar a Focaccia Barese, reserve apenas 20 minutos.

Se desejar, pode também dedicar algum tempo para participar numa aula de culinária local, a qual pode até incluir o jantar no final do dia.

Por último, reserve cerca de uma hora para um agradável passeio pelo lungomare (passeio marítimo). Espero que este roteiro lhe seja útil.

Alojamento em Bari

Alojamento em Bari: iH Hotels Bari Oriente.
Alojamento em Bari: iH Hotels Bari Oriente.

Por ser uma cidade muito procurada em termos de turistas, existe uma grande variedade de hotéis para todos os gostos e orçamentos.

Eu fiquei no iH Hotels Bari Oriente (4 estrelas), a dois passos do Teatro Petruzzelli e gostei muito da experiência. O hotel é moderno, muito confortável e com um pequeno-almoço super completo.

Além disso, tem um bar no rooftop com uma das mais bonitas vistas da cidade de Bari.

Bar no Rooftop do Hotel Bari Oriente.
Bar no Rooftop do Hotel Bari Oriente.

No entanto, caso queira ficar em Bari Vechia, ou seja, no centro antigo, pode escolher a Suite 22 (apartamento) ou o Palazzo Calò, e acredito que em ambos os casos ficará bem servido.

Mas existem mais hotéis em Bari, pelo que se nenhuma destas sugestões lhe agradou, pode sempre explorar o link e mapa a seguir.

Hotéis em Bari, Itália.

O que visitar nos arredores de Bari

Cattedrale Santa Maria Assunta, em Ostuni.
Cattedrale Santa Maria Assunta, em Ostuni.

Apesar de eu ter passado quase três dias em Bari, acho que se consegue ver bem a cidade em menos tempo.

Assim, se tem dias extra na sua viagem, faz todo o sentido incluir mais algumas cidades no seu roteiro.

Se tem carro alugado, as deslocações são mais fáceis, mas também é possível visitar estes lugares de autocarro.

Alugar carro em Itália | Veja os horários de autocarro.

Seguem-se sugestões de 8 lugares a visitar perto de Bari:

  • Polignano a Mare (37 km): Conhecida pelas suas deslumbrantes vistas das falésias e pelas águas cristalinas, Polignano a Mare é um paraíso costeiro que o deixará maravilhado.
  • Monopoli (44 km): Uma cidade costeira com charme histórico, Monopoli tem belas praias, um centro histórico lindo e deliciosos mariscos.
  • Alberobello (54 km): Entre num mundo de conto de fadas de casas trulli, habitações únicas em forma de cone que fazem de Alberobello um Património Mundial da UNESCO.
  • Fasano (57 km): Explore o lado selvagem de Fasano, lar de um fantástico parque safari e das fascinantes ruínas de Egnazia.
  • Matera (65 km): Perca-se nas antigas cavernas e bairros Sassi de Matera, uma cidade diferente de qualquer outra, também classificada como Património Mundial da UNESCO.
  • Locorotondo (68 km): Uma cidade no topo de uma colina, conhecida pela sua disposição circular e deslumbrantes paisagens vinícolas.
  • Martina Franca (74 km): Mergulhe na arquitetura barroca, nas praças e na atmosfera vibrante desta cidade histórica.
  • Ostuni (80 km): A ‘Cidade Branca’ de Ostuni ostenta edifícios caiados de branco, ruas sinuosas e vistas panorâmicas sobre o Mar Adriático.

Tours e Excursões com saída de Bari

Turistas em Alberobello.
Visitar Alberobello, Itália.

Sei que nem todos os viajantes gostam de viagens em grupo, mas reconheço fazer um tour é muito útil, principalmente para quem tem receio de se perder e não quer ter o trabalho de organizar uma viagem independente.

Se é o seu caso, então saiba que existem muitos tours com saída de Bari, sendo que alguns deles são grupos pequenos.

As minhas recomendações são as seguintes:

Seguro de viagem para Itália

Lojas de Souvenirs em Bari Vecchia.
Lojas de Souvenirs em Bari Vecchia.

Viajar com seguro para Itália, incluindo destinos como Bari, é uma escolha sábia para garantir tranquilidade durante a sua viagem.

Embora os cidadãos portugueses possam contar com o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) para assistência médica em caso de urgência, é importante entender as limitações deste sistema.

Com o CESD, os visitantes têm acesso ao sistema nacional de saúde italiano, mas sem privilégios ou prioridades especiais.

Isso significa que utilizará os mesmos hospitais que os locais, enfrentando os tempos de espera típicos do sistema público. Esta é uma opção válida, mas pode não ser a mais conveniente em situações de emergência.

É aqui que um Seguro de Viagem da IATI Seguros se destaca.

Além do atendimento em português ao acionar o seguro, será direcionado para serviços médicos privados. Com coberturas abrangentes e preços acessíveis, a IATI Seguros oferece uma rede de assistência que dá prioridade à sua saúde e bem-estar.

Portanto, antes de embarcar para a Itália, considere a segurança e a tranquilidade que um seguro de viagem da IATI Seguros pode proporcionar. É um investimento valioso para garantir que sua jornada seja repleta de boas lembranças, independentemente das circunstâncias imprevistas que possam surgir. Viaje com segurança e aproveite ao máximo sua aventura italiana.

Faça o seu seguro de viagem aqui.

Perguntas frequentes sobre o que fazer em Bari

Melhor altura para visitar Bari?

Quando visitar Bari, em Itália?
Quando visitar Bari, em Itália?

A melhor altura para visitar Bari depende das preferências individuais e das experiências desejadas. No entanto, posso partilhar consigo que a minha visita a Bari em junho foi verdadeiramente excepcional.

Junho é um mês maravilhoso para explorar Bari e a região da Puglia. Durante este período, o clima geralmente é muito agradável, com temperaturas quentes, mas não excessivamente escaldantes, tornando-o ideal para passeios a pé pelo centro histórico e dias de praia nas costas douradas da cidade.

Além disso, junho é uma época em que muitos eventos culturais e festivais ocorrem em Bari, oferecendo aos visitantes a oportunidade de mergulhar na autêntica vida local e nas tradições da Puglia.

No entanto, é importante observar que, de preferência, deve-se evitar os meses de julho e agosto, quando a afluência de turistas em toda a Itália é maior e os preços tendem a ser mais elevados.

Por isso, optar por maio, junho, outubro ou novembro, proporciona uma experiência mais tranquila e acessível, mantendo toda a magia e a beleza que Bari tem a oferecer.

Quanto tempo para visitar Bari?

Ruderi di Santa Maria del Buon Consiglio, no centro histórico.
Ruderi di Santa Maria del Buon Consiglio, no centro histórico.

Para desfrutar plenamente de tudo o que Bari tem para oferecer, recomendo reservar um período de visita de dois a três dias.

Este intervalo permite uma exploração mais detalhada da cidade, dando-lhe a oportunidade de mergulhar nas ricas tradições, história e cultura que Bari tem para oferecer, sem a necessidade de pressa.

Neste tempo, poderá dedicar um dia inteiro para explorar o encantador centro histórico, perder-se suas nas estreitas e vielas, saborear a autêntica culinária local e visitar os monumentos icónicos, como a Basílica de São Nicolau e a Catedral de Bari.

No segundo ou terceiro dia, pode ampliar a sua experiência visitando áreas circundantes, como as praias de areia dourada, o impressionante Castello Svevo ou até mesmo fazer uma viagem de um dia para explorar as cidades vizinhas da Puglia.

No entanto, se o seu tempo for limitado e só puder dedicar um dia à cidade, não se preocupe. Bari ainda oferece uma experiência memorável num dia, com a oportunidade de explorar os destaques imperdíveis. Certifique-se de consultar o nosso roteiro para um dia em Bari, disponível neste post, para aproveitar ao máximo a sua visita, mesmo num curto período de tempo.

Porque é que a Catedral de Bari é tão parecida com a Basílica de São Nicolau?

Em 1156 William I da Sicília, também conhecido como “Guilherme, o Malvado”, mandou destruir a cidade de Bari, para se vingar dos habitantes, tendo apenas poupado a Basílica de São Nicolau.

Ou seja, toda a cidade foi arrasada. Na altura da reconstrução, usaram a Basílica de São Nicolau como modelo e por essa razão as duas igrejas são tão parecidas.

Onde fazer compras em Bari?

Melhor lugar e rua para fazer compras em Bari, Itália.
Compras em Bari, Itália.

Fazer compras em Bari é uma experiência única, com diferentes opções para todos os gostos e orçamentos.

Assim, se está à procura de souvenirs típicos, como imanes de frigorífico e t-shirts, o centro histórico é o lugar perfeito para si.

As ruas estreitas e estão cheias de lojas que vendem lembranças tradicionais não só de Bari como de toda a região da Puglia. Também encontrará artesanato local, cerâmicas coloridas e produtos alimentares autênticos, como o biscoitos típicos taralli, licores, azeite, entre outros.

Por outro lado, se estiver interessado em moda, roupas, bijuterias e acessórios, a Avenida Vittorio Emanuele II e o Corso Cavour são as principais áreas de compras em Bari.

Estas ruas elegantes têm várias boutiques de moda, desde marcas internacionais de renome até designers locais. Ou seja, é o lugar ideal para encontrar roupas sofisticadas, sapatos estilosos e joias que não se costumam ver em Portugal.

Qual é o aeroporto mais perto de Bari, na Puglia?

Aeroporto Internacional de Bari-Karol Wojtyła (BRI).
Aeroporto Internacional de Bari-Karol Wojtyła (BRI).

O Aeroporto Internacional de Bari-Karol Wojtyła (BRI) é o aeroporto mais perto de Bari (11 km), no entanto, tome nota que há outro aeroporto alternativo que é o Aeroporto Internacional de Brindisi-Salento (BDS) (112 km).

Se estiver a partir do Porto, a sua viagem pode começar no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, com voos diretos operados pela Ryanair que o levarão diretamente ao Aeroporto de Bari.

Já para aqueles que partem do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, a Vueling tem voos para Bari com uma escala em Barcelona, enquanto que a Air France é outra opção a considerar para viajar de Lisboa para Bari, com uma escala confortável em Paris.

Independentemente da sua escolha, as opções de voos tornam a Puglia acessível a partir de várias cidades portuguesas.

Como ir do Aeroporto de Bari para o centro da cidade?

Como ir do aeroporto de Bari para o centro da cidade? Diferentes opções.
Como ir do aeroporto de Bari para o centro da cidade? Diferentes opções.

A forma mais económica de ir do Aeroporto de Bari para o centro da cidade é de autocarro regular, mais concretamente nº 16 da AMTAB. A viagem é mais demorada, com duração aproximada de 45 minutos a uma hora, mas o bilhete é acessível, custando cerca de 1,5 €. O autocarro funciona das 5:25 às 22:10.

No entanto, outra alternativa é o shuttle direto do aeroporto para o centro, que leva cerca de 30 minutos e custa aproximadamente 4 €. Procure pelos autocarros da Tempesta Autoservizi e compre o bilhete a bordo.

Para quem prefere viajar de comboio, o aeroporto tem uma estação com ligação à Estação Central de Bari. Certifique-se de apanhar o comboio certo, pois alguns seguem para Barletta em vez de Bari. A viagem custa 5,20 € e dura cerca de 15 minutos.

Por fim, se valoriza o conforto e está carregado de bagagem, pode optar por um táxi do aeroporto de Bari para a Estação Central por uma tarifa fixa de 23 €.

Ou seja, esta é uma escolha indicada para uma viagem tranquila até ao centro da cidade.


*viajei a convite do Turismo de Puglia num press tour com jornalistas e bloggers de viagens internacionais.

Leia também:

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest. 

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.