2

Serra da Freita | roteiro para um dia

Artigo atualizado em

A Serra da Freita faz parte do maciço da Gralheira e os seus principais atrativos na nossa opinião são as Pedras Parideiras, a Frecha da Mizarela e o Rio Caima.

Inclui territórios de cinco freguesias pertencentes a três concelhos, isto é, a freguesia de Albergaria a Velha no concelho de Arouca, as freguesias de Manhouce e Valadares no concelho de São Pedro do Sul e as freguesias de Arões de Cepelos no concelho de Vale de Cambra.

Além disso, o ponto mais alto da Serra da Freita é no Detrelo da Malhada que alcança uns impressionantes 1100 metros de altitude.

Assim neste artigo vamos começar por lhe indicar o que visitar na Serra na Freita, depois vamos contar-lhe como foi o nosso roteiro nesta região e vamos dar-lhe algumas dicas de viagem assim como chegar à serra.

No entanto também incluímos neste post algumas informações relativas a três itinerários de trilhos na Serra da Freita que fazem parte da Rota dos Geossítios do Arouca Geopark e os Percursos Pedestres que apesar de ainda não termos tido oportunidade de percorrer fazem parte da nossa lista dos próximos sítios a visitar.

Então, acompanha-nos nesta viagem pelos trilhos no coração da Serra da Freita?

O que visitar na Serra da Freita

A Serra da Freita é um sítio incrível para quem gosta de natureza e paisagens de cortar a respiração.

É o local certo para quem aprecia caminhadas e trilhos, assim como para os amantes de mergulhos em águas frias de rios e quem gosta de descobrir cascatas extraordinárias.

A cascata da Frecha da Mizarela

A cascata da Frecha da Mizarela, também conhecida simplesmente como cascata da Mizarela ou Frecha da Mizarela, é uma das mais altas quedas de água da Europa fora das grandes cadeias montanhosas, com uma altura de cerca de 75 metros e para saber mais sobre esta cascata recomendamos que leia o nosso artigo sobre a Frecha da Mizarela.

As pedras parideiras

Ora aqui está um nome sugestivo que ilustra um fenómeno raro e por isso tem todo o interesse.

Explicando de uma forma muito simples, existe uma zona na Serra da Freita em que pedras “dão à luz” outras pedras.

Para conhecer melhor este estranho fenómeno sugerimos que leia o post que publicámos sobre as pedras parideiras na Serra da Freita.

O Miradouro do Detreho da Malhada

O Miadouro do Detrelo da Malhada é o ponto mais alto da Serra da Freita e está inserido em pleno Arouca Geopark.

Trata-se de um ponto de observação de onde terá uma panorâmica incrível, por isso não perca a oportunidade de o incluir no seu roteiro pela Serra da Freita.

Os Passadiços do Paiva

Os Passadiços do Paiva estendem-se por 8 km ao longo da margem esquerda do Rio Paiva no concelho de Arouca.

Para os percorrer pode escolher como ponto de início a praia fluvial do Areinho ou a praia fluvial de Espiunca.

No entanto, pode tomar nota que existe transporte entre as duas praias, para o caso de não querer fazer os percursos de ida e volta.

O nosso roteiro para um dia na Serra da Freita

Saímos do Porto em direção a Arouca pela A1 e depois pela A32 e cerca de uma hora depois chegámos ao miradouro da Frecha da Mizarela.

A seguir estacionámos o carro e descemos pela encosta até à cascata.

Se tiver interesse em saber como foi a nossa experiência na descida ao trilho da cascata da Mizarela, sugerimos que leia o artigo Frecha da Mizarela – descida só para aventureiros!

serra-da-freita
serra-da-freita
frecha-da-mizarela
frecha-da-mizarela

Inicialmente tínhamos previsto ir almoçar a Alvarega, mas não estávamos a contar que a descida e subida da encosta demorasse tanto tempo.

Assim, tivemos de arranjar uma alternativa e felizmente indicaram-nos o Restaurante Mira Freita na freguesia de Arões, que foi uma excelente dica.

Restaurante-mira-freita

Depois do almoço dirigimo-nos ao Centro de Interpretação das Pedras Parideiras pela M621.

pedras-parideiras
pedras-parideiras
pedras-parideiras

A última visita prevista do dia era a Aldeia de Drave. O GPS indicava uma viagem de cerca de 1 hora e apesar de a tarde já estar avançada, decidimos ir a Drave.

Atravessámos montes, parques eólicos e vimos aldeias isoladas na Serra da Arada.

Serra-da-arada
Serra-da-arada
candal-serra-da-arada

É claro que estávamos demasiado confiantes e esquecemo-nos que no inverno anoitece cedo, por isso o sol estava a desaparecer quando estacionámos o carro junto da tabuleta que indicava “Gourim Drave”.

aldeia-de-drave

A partir daí o percurso só poderia ser feito de TT (que não temos) ou a pé (não tínhamos tempo antes de a noite chegar).

Então, estávamos no meio da serra, sem iluminação pública, a estrada cheia de buracos e estava um frio de rachar fora do carro.

Enfim, achámos melhor dar a aventura por terminada e regressar a casa.

aldeia-de-drave
aldeia-de-drave

Rota dos Geossítios do Arouca Geopark

A Rota dos Geossítios do Arouca Geopark tem como finalidade proporcionar ao visitante que explore a Serra da Freita certificando-se que visita os lugares com maior interesse turístico.

Aliás, cada vez mais visitantes preferem passar um dia completo a percorrer os trilhos da Serra da Freita.

Assim, esta rota está dividida em três itinerários principais que passamos a descrever a seguir.

Itinerário A: Freita a Serra Encantada

Esta rota inclui passagens nos seguintes geossítios: Panorâmica do Detrelo da Malhada, São Pedro Velho, Frecha da Mizarela, Contacto litológico da Mizarela, Marmitas de gigante no rio Caima, Pedras Parideiras / Casa das Pedras Parideiras: Centro de Interpretação, Campo de dobras da Castanheira, Panorâmica da Costa da Castanheira/ Piso panorâmico do Radar Meteorológico de Arouca, Pedras Boroas mas também as Pedras Cebola.

Irá percorrer 20 km cuja altitude máxima são 340 metros e tem início na Panorâmica do Detrelo da Malhada mas termina nas Pedras Cebola.

Itinerário B: pelas minas e meandros desconhecidos do Paiva

Esta rota inclui paragens nos seguintes geossítios: Minas de Rio de Frades, Icnofósseis de Mourinha, Livraria do Paiva, Conheiros de Janarde, Meandros do Paiva, Minas de Regoufe, Portal do Inferno e Garra mas também a Panorâmica da Sra. da Mó.

Esta é a maior rota pois irá percorrer cerca de 62 km.

Assim, o ponto mais alto atinge 680 metros e começa nos Complexos mineiros de Rio de Frades ou Regoufe e termina na Senhora da Mó.

Itinerário C: Paiva: o Vale Surpreendente

Nesta rota irá visitar os seguinte geossítios: Centro de Interpretação Geológica de Canelas, Evidências da glaciação tardi-ordovícica, Graptólitos do Silúrico inferior, Conglomerado do Carbónico, Crista quartzítica da Gralheira d’Água, Icnofósseis de Cabanas Longas, Sítio de Mira Paiva, Garganta do Paiva, Cascata das Agueiras, Vau, Gola do Salto mas também a Falha da Espiunca.

A Rota Paiva: o Vale Encantado começa na Coleção de fósseis do Centro de Interpretação Geológica de Canelas e termina junto À Falha da Espiunca que perfaz uma distância de 18 km e cujo ponto mais alto atinge uma altitude de 530 metros.

Percursos Pedestres e Trilhos na Serra da Freita

Percursos Pedestres circulares:

PR 1 – Caminhos do Montemuro: 19 km com ponto de partida e chegada na Senhora do Monte em Alvarenga. Além disso, tem uma duração prevista de 6 horas.

PR 2 – Caminhos do Vale do Urtigosa: 11 km com ponto de partida e chegada na Igreja Matriz de Rossas e uma duração prevista de 5 horas.

PR3 – Caminhos do Sol Nascente: 13 km com ponto de partida e chegada na Igreja Matriz de Moldes e uma duração prevista de 5 horas.

PR 4 – Cercanias da Freita: 13,30 km com ponto de partida e chegada na Capela de Santa Maria do Monte e uma duração prevista de 5 horas.

PR 5 – Livraria do Paiva: 3 km com ponto de partida e chegada junto à Igreja de Janarde e uma duração prevista de 1 hora.

PR7 – Nas escadas da Mizarela: 8 km com ponto de partida e chegada no Parque de Campismo do Merujal e uma duração prevista de 3,30 horas.

PR 11 – Trilho das Levadas: 11 km com ponto de partida e chegada no Largo da Capela da Sr.ª do Rosário (Lugar da Vila) e uma duração prevista de 4 hotas.

PR 15 – Viagem à Pré-História: 17 km com ponto de partida e chegada no Merujal e uma duração prevista de 6 horas.

PR16 – São Pedro Velho: 12 km com ponto de partida e chegada no parque de campismo e duração prevista de 4 horas.

Percursos Pedrestres lineares

PR 6 – Caminho do carteiro: 6 km com ponto de partida no Largo do Rio de Frades e ponto de chegada na carreira dos Moinhos de Trebilhão e uma duração prevista de 3 horas.

PR 8 – Rota do Ouro Negro: 6 km com ponto de partida na Capela de Santa Catarina de Fuste (em Moldes) e ponto de chegada no Rio de Frades (Cabreira) e uma duração prevista de 3,30 horas.

PR13 – Na Senda do Paivô: 4,50 km com ponto de partida em Regoufe e ponto de chegada no Covelo de Paivô. Além disso, tem uma duração prevista de 1,30 horas.

PR 14 – A Aldeia Mágica: 4 km com ponto de partida na Capela de Regoufe e ponto de chegada em Drave e uma duração prevista de 3 horas.

Alojamento na Serra da Freita

Caso pretenda pernoitar na região da Serra da Freita uma das opções mais centrais é Arouca, por isso sugerimos que veja algumas sugestões de onde dormir em Arouca.

Dicas de viagem

  • Este roteiro é apenas para um dia mas como podem ver não deu para muito, se tiver oportunidade fique mais dias (veja alojamento em Arouca);
  • Nos dias de mau tempo a condução pode ser perigosa, por isso sugerimos que visite a serra com bom tempo ou tenha atenção redobrada;
  • Existem outros trilhos e roteiros que pode percorrer em segurança, como é o caso do roteiro das Minas.

Mapa e como chegar à Serra da Freita

Do Porto:

De Lisboa:

Por fim, está a pensar visitar o distrito de Aveiro? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer Portugal? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 🙂

👉Alojamento no Booking;

👉Voos com desconto em eDreamsRumbo;

👉Aluguer de carro com a Europcar;

👉Tours, entradas em museus e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais  em Get Your Guide;

👉Seguros de viagem à sua medida, com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

2 Comments

  • Reply
    losrelatosdemoises
    2018-03-07 at 10:03

    beautiful!!!

    • Reply
      passaportenobolso
      2018-03-09 at 12:37

      Thank you 🙂

    Leave a Reply

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    %d bloggers like this: