0

Góis: o que ver, visitar e fazer na capital do Ceira

Góis o que visitar, ver e fazer.

Góis é uma pacata vila que pertence ao distrito de Coimbra, isto é, no Centro de Portugal.

Numa relação muito próxima com a natureza, o município de Góis oferece paisagens deslumbrantes que incluem ecossistemas de rio (Rio Ceira), assim como montanha (a Serra da Lousã e os Penedos de Góis).

Desta forma o Rio Ceira será uma parte muito importante da sua visita, pois a vila cresceu ao seu redor e algumas das atrações turísticas estão localizadas nas margens deste rio.

Aliás, a vila de Góis é conhecida como a capital do Ceira, precisamente por ser a única sede de concelho banhada pelo rio que nasce na Serra do Açor.

Então, acompanha-nos nesta viagem pela Beira Litoral?

O que visitar em Góis

Em Góis há muito para ver e visitar, portanto decidimos organizar este tópico de forma geográfica.

Começamos por sugestões de o que visitar no centro histórico e daí partimos para outras dicas mais afastadas do centro, mas igualmente interessantes.

O centro histórico

No centro histórico de Góis uma passagem pela Ponte Real é obrigatória, de preferência a pé.

A ponte do século XVI foi mandada construir no reinado de Dom João III e num dos extremos vai encontrar a Capela de São Sebastião, já do século XVIII, mas igualmente interessante.

Estes dois monumentos estão classificados como Imóvel de Interesse Público, por isso não perca a oportunidade de os visitar.

Além disso, certifique-se que inclui no seu roteiro uma paragem na Igreja Matriz, que inclui o túmulo de Dom Luís da Silveira.

Já agora, caso se interesse por outras construções religiosas, o nosso destaque vai para a Igreja da Misericórdia, assim como para a Capela do Castelo, de onde terá uma perspetiva abrangente da vila.

O Passadiço do Ceira

O passadiço do Ceira é uma construção de madeira que acompanha de perto as margens do Rio Ceira em Góis.

Por ser uma estrutura segura e com fáceis acessos a partir do centro da vila, é um excelente passeio para fazer em família.

De facto, a densa vegetação, assim como a frescura do rio faz com que seja muito agradável passar algumas horas por ali.

Assim, para chegar ao Passadiço do Ceira atravesse a Ponte Real em direção à praia fluvial da Peneda e continue sempre em frente.

Aldeias de Xisto em Góis

Aldeia da Pena
Aldeia da Pena, Aldeia de Xisto.

No município de Góis vai poder visitar quatro Aldeias de Xisto (Pena, Aigra Nova, Aigra Velha e Comareira), que apesar de serem pequenas, vale muito a pena incluir no seu roteiro pela região.

Aldeia de Pena

A aldeia da Pena foi a que mais nos surpreendeu no concelho de Góis!

Até parece que ainda sentimos na nossa pele a frescura que brotava das águas correntes da ribeira enquanto íamos para o moinho de rodízios da aldeia. A não perder, acredite!

Aigra Nova

O nosso destaque em Aigra Nova vai para o Ecomuseu Tradições do Xisto, assim como para os diferentes núcleos espalhados pela aldeia.

São instalações pequenas mas em cujos painéis informativos estão concentrados os elementos mais importantes do tema.

Aigra Velha

Aigra Velha é a aldeia do xisto que está localizada a maior altitude, isto é, a 770 metros, o que por si só é uma razão para a visitar.

No entanto, o caminho florestal entre a aldeia da Pena e Aigra Velha oferece paisagens muito bonitas, e por essa razão deve mesmo inclui a pequena aldeia no seu roteiro em Góis.

Comareira

Comareira é a mais pequena de todas as aldeias de xisto, e se conhece algumas destas aldeias, então sabe que todas elas são conhecidas por serem pequenas.

Assim, o nosso destaque vai para o miradouro logo na entrada da aldeia, de onde a paisagem florestal parece não ter fim.

A Serra da Lousã

A Serra da Lousã faz parte da Rede Natura 2000 e além do concelho de Góis também inclui territórios dos municípios de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Lousã mas também Miranda do Corvo.

Trata-se de uma região de rara beleza e por isso acreditamos que deve fazer parte do seu roteiro em Góis.

Os Penedos de Góis

Os Penedos de Góis são formações rochosas escarpadas que estão empoleiradas no cimo da montanha.

Nós ficámos particularmente impressionados com as vistas a partir da aldeia de Pena, mas se quiser ver os penedos mais de perto pode optar por ir até à aldeia de Povorais, que é a mais próxima dos penedos.

Por outro lado, os amantes de caminhadas certamente que ficarão agradados ao fazer o PR9 GOI – Caminho do Xisto das Aldeias de Góis – Trilho do Baile, que passa na aldeia de Povorais.

Pode aceder às informações do trilho aqui, mas podemos adiantar que se trata de um trilho circular, tem como ponto de partida a aldeia de Aigra Velha e uma extensão de 14,7 km.

Praias fluviais de Góis

Praia fluvial da Peneda em Góis.
Praia fluvial da Peneda em Góis.

Em Góis existem várias zonas balneares para os locais e visitantes se refrescarem nos dias quentes de verão, como por exemplo a praia fluvial da Ponte de Sotão, a praia do Cabril e a praia fluvial das Canaveiras, ambas em Vila Nova do Ceira e as zonas balneares de Comeal e Alvares.

No entanto, nós vamos dar especial relevância às duas praias que estão mais próximas da vila de Góis e que são a praia fluvial da Peneda e a praia fluvial do Pego Escuro.

A Praia Fluvial da Peneda

A praia fluvial da Peneda também é conhecida como a praia da ilha branca e é a que está mais perto da Ponte Real em Góis.

Com efeito, no centro do Rio Ceira formou-se uma ilha de areia branca à qual os visitantes acedem por um passadiço.

Além disso, existe uma agradável área de lazer e uma esplanada junto às margens do Rio Ceira.

A Praia fluvial do Pego Escuro

A praia fluvial do Pego Escuro está localizada um pouco mais à frente da praia da Peneda mas vale a pena o esforço extra.

A particularidade desta praia é o Moinho de Água que está em funcionamento e que atrai bastantes visitantes, por isso não perca a oportunidade de o visitar.

O que fazer em Góis

  • atravessar a Ponte Real do século XVI;
  • ir a banhos nas praias fluviais;
  • carimbar o passaporte de Estrada Nacional 2 no posto de turismo;
  • fazer trilhos e percursos pedestres.

Mapa e como chegar a Góis

De Lisboa

De Lisboa até Góis são 226 km que se fazem em duas horas e meia, mas para confirmar o trajeto direitinho sugerimos que veja o mapa a seguir.

Do Porto

Do Porto até Góis são 165 km que demoram mais ou menos duas horas a completar, no entanto, para aceder os trajeto completo sugerimos que confirme neste mapa.

Por fim, está a pensar visitar o distrito de Coimbra? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Portugal? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 🙂

👉Alojamento no Booking;

👉Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;

👉Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

No Comments

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.