O melhor de Castro Laboreiro: o que ver e fazer (ATUALIZADO)

Castro Laboreiro o que visitar.
Índice do artigo

Atualizado em: Janeiro 25, 2024

É tão fácil ficar enamorado por Castro Laboreiro! A natureza em estado bruto, o silêncio, a gastronomia deliciosa, as brandas e inverneiras, as castrejas, a transumância, os costumes ancestrais… tudo isto a apenas duas horas da cidade do Porto, junto à fronteira com Espanha. Vale mesmo a pena conhecer!

Castro Laboreiro faz parte do concelho de Melgaço, ou seja, no Norte de Portugal (distrito de Viana do Castelo).

É uma zona rural bastante rica em património natural, como é o caso da Serra da Peneda, mas também em património construído, com pontes antigas, moinhos e fornos comunitários, mas, acima de tudo, em património humano.

Tem um certo misticismo que resulta das paisagens agrestes do planalto de Castro Laboreiro e cujos limites se confundem com territórios da vizinha Espanha, já que a Galiza está ali mesmo ao lado.

Por isso, Se estiver a planear uma viagem à região, não deixe de explorar os encantos de Castro Laboreiro. Esta jóia do Alto Minho aguarda a sua descoberta, oferecendo uma combinação única de natureza, cultura e hospitalidade.

Assim, neste artigo reuni um conjunto de sugestões de o que fazer e ver em Castro Laboreiro, onde ficar a dormir, restaurantes e como chegar.

Além disso, no final irá encontrar uma lista de perguntas frequentes, que acho que são importantes para quem vai visitar a região.

O que fazer em Castro Laboreiro

Anabela e Pedro Larcão
Anabela e Pedro Alarcão da Ecotura.

Explore os Percursos Pedestres em Castro Laboreiro

As paisagens em Castro Laboreiro são dominadas pela magnífica Serra da Peneda, sendo que a melhor maneira de usufruir destas paisagens naturais é fazendo passeios a pé.

E para enriquecer a experiência dos visitantes a Castro Laboreiro, os empreendedores locais, Anabela e Pedro Alarcão, fundadores da Ecotura, proporcionam atividades equestres, caminhadas e aventuras de trekking, juntamente com alojamentos locais cheios de charme para os visitantes.

É claro que pode caminhar na serra e fazer trilhos de forma autónoma, mas vai perder muitos detalhes se não tiver um guia.

Neste passeio tive oportunidade de conhecer pormenores sobre a fauna e flora da região, incluindo como as pessoas de antigamente usavam plantas para tratar doenças.

Além disso, tive a sorte de encontrar garranos (cavalos selvagens) e vacas no trilho, o que foi uma excelente experiência.

Morada e contactos da Ecotura: Lugar do Queimadelo – Castro Laboreiro, 4960-084 Melgaço, telemóvel 967442217 e email ecotura@ecotura.com.

Visite as ruinas do Castelo de Castro Laboreiro

O Castelo de Castro Laboreiro, também conhecido como Castelo de Castro Laboredo, foi uma importante defesa fronteiriça. Localizado a 1033 metros acima do mar, tinha excelente visibilidade.

As origens desta construção remontam à época pré-histórica, com evidências de monumentos megalíticos da região, como por exemplo, o Dólmen do Planalto de Castro Laboreiro.

Do castelo medieval restam partes das muralhas, bem como o que ficou das entradas: a Porta do Sol e a Porta da Traição.

A caminho do castelo, tente encontrar algumas das mais famosas pedras da região, que têm formatos peculiares: as pedras com formato de cão, tartaruga e águia, respetivamente.

Apaixone-se pela cultura castreja no Centro Museológico de Castro Laboreiro

Descubra o encanto da cultura castreja no Centro Museológico de Castro Laboreiro.

Mergulhe nas tradições ancestrais desta região, enquanto observa as peças que retratam a vida e os costumes dos habitantes locais.

Ou seja, no Centro Museológico de Castro Laboreiro é possível ter uma experiência imersiva, permitindo que os visitantes não só imaginem, mas sobretudo sintam a rica herança histórica castreja.

O bilhete de entrada no Centro Museológico tem o custo simbólico de 1€, mas acredite que vale muito a pena visitar.

Descubra as brandas e inverneiras em Castro Laboreiro

Turismo de natureza. Trilho de Castro Laboreiro.

Está familiarizado com os termos “brandas” e “inverneiras”? Caso não esteja, permita-me explicar!

As brandas são aldeias sazonais de verão, ou seja, construções habitadas apenas durante esta estação do ano específica. Este costume surgia da necessidade de conseguir pastagens verdes para os animais.

Assim, durante o inverno, as pessoas e todos os seus pertences, incluindo os animais, deslocavam-se para as inverneiras, situadas em terrenos mais baixos. Por outro lado, as brandas localizavam-se em terrenos mais altos.

A esta migração periódica chama-se transumância.

Ainda que esta prática tenha diminuído à medida que as comunidades se fixaram em terras férteis, e hoje em dia tenha caído quase em desuso, as estruturas tradicionais permanecem e podem ser visitadas em Castro Laboreiro.

Já agora, saiba que em Castro Laboreiro ainda há quem todos os anos pratique transumância, ou seja, faça esta troca de casa, o que só mostra como este lugar é especial e único.

Fique a dormir em alojamentos locais incríveis: a Aldeia de Pontes, uma antiga inverneira (aldeia de inverno), ou na Branda da Aveleira, (antiga aldeia de verão) em Melgaço.

Por isso, durante a sua estadia nesta região, explore tanto as brandas como as inverneiras e perceba a importância desta tradição ancestral em Castro Laboreiro.

Conheça a rica fauna e flora da Serra da Peneda

Castro Laboreiro o que visitar.
Serra da Peneda.

Ao explorar a natureza da região, tome atenção aos detalhes. Os montes vão mudando de cor à medida em que as estações do ano se sucedem.

Então, tanto pode encontrar a Serra da Peneda coberta de neve no inverno, onde pouco mais do que pinheiros e sobreiros se veem na paisagem, como ter um tapete verde aos seus pés na primavera e verão, que se torna em dourado e diferentes tons de castanho no outono.

Outras plantas abundantes na região são a carqueja e a urze. É, realmente, um destino indicado para qualquer altura do ano.

Em termos de fauna, o animal selvagem rei da região é o lobo ibérico, mas não é fácil vê-lo. O mesmo acontece com outros animais solitários como por exemplo os milhafres-reais, as raposas, veados e javalis.

Por outro lado, os garranos e as vacas são fáceis de encontrar sem grande esforço.

Veja de perto os cães de raça Castro Laboreiro

Os cães Castro Laboreiro são autóctones desta região do Norte de Portugal, por isso, faz todo o sentido que conheça melhor esta raça canina portuguesa.

Estes cães são de grande porte (entre 55-65 cm), peso aproximado de 25-35 kg, têm pelo lobeiro, ou seja, pelagem com diferentes tonalidades e uma esperança média de vida de 13 anos.

São cães de montanha e tradicionalmente são usados como cães de guarda e pastoreio.

Onde dormir em Castro Laboreiro

Ecotura Country House
Ecotura Country House.

Nós ficámos no Ecotura Country House, uma casa tradicional de montanha que nos deixou encantados (foi com eles que fizemos o trilho na Serra da Peneda e os contactos estão acima).

A decoração é notável e vai ficar muito agradado com os detalhes: sabonete rústico, pormenores em madeira e metal ajustados ao tipo de construção e um pequeno-almoço caseiro delicioso!

Caso prefira explorar mais opções de onde ficar a dormir em Castro Laboreiro, veja o link e mapa a seguir.

Alojamento em Castro Laboreiro

Restaurantes em Castro Laboreiro

Restaurante Mirador do Castelo
Restaurante Mirador do Castelo.

Depois de andar tanto a pé de certeza que a fome vai apertar quando menos esperar.

No entanto, não se preocupe pois temos uma dica certeira de um lugar excelente para comer: o Restaurante Miradouro do Castelo.

As especialidades do Miradouro do Castelo são o cabrito, o bacalhau mas também o naco de cachena.

Em terras serranas percebe-se que o cabrito do monte seja uma aposta certeira, pois os animais andam à vontade nas serras.

Por outro lado, o segredo do bacalhau é ser demolhado em água fria corrente, o que faz com que as lascas saiam perfeitas.

Por fim, se não sabe o que é a cachena, nós explicamos: é uma raça bovina típica desta região e que se caracteriza por uma carne rosada e bastante tenra.

Morada e contactos do Mirador do Castelo: Vila de Castro Laboreiro, 4060-061 Castro Laboreiro telefone 251 465 469 email geral@miradourodocastelo.com.

Mapa e como chegar a Castro Laboreiro

Do Porto

Perguntas frequentes

Há neve em Castro Laboreiro no Inverno?

Sim, é usual haver queda de neve em Castro Laboreiro no inverno, principalmente nos lugares acima dos 800-100 metros.

Aliás, nos dias mais invernosos, a acumulação de neve pode chegar aos 10 cm.

Qual é a melhor altura para visitar?

Para mim, a melhor altura para visitar Castro Laboreiro é na primavera e outono, quando as temperaturas são amenas e as paisagens são em tons de verde e dourado.

Com este tempo, é muito agradável caminhar e explorar todos os recantos com tempo. No entanto, se gosta de brincar na neve, os melhores meses são entre dezembro e fevereiro.

Há rede de telemóvel?

Em Castro Laboreiro há rede de telemóvel das operadoras portuguesas e consegue ligar dados móveis, no entanto, o sinal nem sempre é forte.

Já nos trilhos na Serra da Peneda e nas zonas mais remotas, muitas vezes o meu telemóvel ficou sem rede e o mesmo aconteceu com amigos que usavam outras redes.

Como são as estradas em Castro Laboreiro?

Os acessos principais até ao centro de Castro Laboreiro são aceitáveis, considerando que se trata de uma região montanhosa e de relativa altitude.

Na prática, isto significa que as estradas estão em bom estado, são fáceis de circular, mas em algumas zonas encontrei vias estreitas e curvas com pouca visibilidade.

Isto é particularmente relevante se viaja de noite, pois acho que a estrada se torna traiçoeira, principalmente entre Melgaço e Castro Laboreiro.

Para explorar a Serra da Peneda conte com trilhos de terra batida, que são excelentes para caminhar ou percorrer a cavalo.

Leia também

Por fim, está a pensar visitar o distrito de Viana do Castelo? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest. 

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.