O que é o Supra? Conheça os banquetes tradicionais georgianos

Ethnographer restaurant: mesa pronta para o supra georgiano.
Índice do artigo

Atualizado em: Maio 7, 2024

O Supra é uma celebração cultural e um reflexo da generosidade e hospitalidade georgianas. Ou seja, é muito mais do que um jantar com comida farta.

Na minha viagem à Geórgia tive oportunidade de participar num supra tradicional no Ethnographer restaurant e adorei a experiência.

Foi a combinação perfeita de comida deliciosa num ambiente tradicional animado!

Portanto, reuni neste artigo todas as informações sobre o que é e o que acontece num supra georgiano.

Também vai encontrar informação sobre como participar num supra tradicional georgiano, que apesar de ser dispendioso, acredito que vale a pena pela experiência.

Mas, como nem sempre dispomos de um orçamento de viagem generoso, incluí diferentes alternativas ao supra tradicional, que não sendo a mesma coisa, são uma boa forma de desfrutar da hospitalidade georgiana.

Então, vamos a isso?

O que é um Supra georgiano?

"corno" para bebidas, usado durante um supra.
“corno” para bebidas, usado durante um supra.
Música e dança num supra no Ethnographer restaurant.
Música e dança num supra no Ethnographer restaurant.
Ethnographer restaurant: mesa pronta para o supra georgiano.
Ethnographer restaurant: mesa pronta para o supra georgiano.
Música tradicional da Geórgia.
Música tradicional da Geórgia.
Espectáculo de dança no Ethnographer restaurant.
Espectáculo de dança no Ethnographer restaurant.
Decoração no Ethnographer restaurant. Supra em Tbilisi.
Decoração no Ethnographer restaurant. Supra em Tbilisi.
Música durante um Supra em Tbilisi. Ethnographer restaurant.
Música durante um Supra em Tbilisi. Ethnographer restaurant.

De uma forma resumida, supra é um banquete que celebra algo importante. Mas não é uma festa qualquer!

Na verdade, há todo um cerimonial que é necessário cumprir no supra tradicional.

Assim, para além de quantidades inacreditáveis de comida, um supra também deve incluir música. E quando há música, também há dança, certo? Portanto, os supras costumam ter muita música e dança incluídos.

Além disso, outra parte muito importante num supra tradicional são os brindes.

O tamada é a pessoa responsável por fazer os brindes durante o supra, ou seja, costuma ser a pessoa mais importante da celebração. Pode ser o dono da casa ou então o ilustre convidado.

E cada vez que o tamada se lembra de fazer um brinde, toda a gente pega no copo, bebe e diz “gaumarjos”.

Tradicionalmente o primeiro brinde que se faz no supra é pela paz e o segundo pela Geórgia.

Depois seguem-se tantos brindes quantos o tamada entender com votos de saúde, felicidade e prosperidade para todos. As festas mais intensas são as que têm muitos, mas muitos brindes.

Nos intervalos dos brindes é importante que vá comendo, não só para diluir o alcool ingerido, mas também para provar a comida tradicional. Não costumam servir pratos individuais, ou seja, são travessas partilhadas que vão para a mesa.

Percebe agora porque um supra costuma tantas demorar horas?

Como foi a minha experiência?

Pkhali, entradas georgianas.
Pkhali, entradas georgianas.
Salada georgiana, no Etnographer Restaurant.
Salada georgiana, no Etnographer Restaurant.
Picles de vegetais.
Picles de vegetais e Jonjoli.
Comida tradicional georgiana servida durante um supra.
Comida tradicional georgiana servida durante um supra.
Elarji: Comida tradicional georgiana servida durante um supra.
Elarji: Comida tradicional georgiana servida durante um supra.
Chakapuli: Comida tradicional georgiana servida durante um supra.
Chakapuli: Comida tradicional georgiana servida durante um supra.

O supra em que participei não podia ter corrido melhor!

Cheguei com um grupo de amigos ao Ethnographer restaurant e fomos recebidos de braços abertos e um copo de chacha na mão. A outra opção era o tradicional vinho ambar georgiano, que é produzido em ânforas de barro.

A música, a decoração do espaço e os funcionários com roupas tradicionais favoreceram um ambiente de festa de outros tempos.

Em poucos minutos começaram a sair cestos de pão a fumegar, com os quais se faziam sanduiches recheadas de queijo Sulguni e vegetais frescos. Tão bom!

Depois de dois dedos de conversas fomos convidados a entrar na sala. E que sala!

Paredes rústicas que contrastavam com o luxo exposto nas mesas corridas. Toalhas e guardanapos de tecido, altos castiçais e travessas repletas de iguarias.

Os coloridos Pkhali intervalados com pratos de queijo, jonjoli e picles de diferentes vegetais. Saladas frescas e cestos de pão.

Depois vieram os pratos quentes, como por exemplo o tradicional elarji e o chakapuli. Muita conversa, muita música, muita dança e, claro está, muitos brindes!

Também tive a experiência de beber por um corno, o que recomendo!

Como ter uma experiência de Supra em Tbilisi?

Tbilisi, a capital da Geórgia.
Tbilisi, a capital da Geórgia.
Khachapuri pronto para o forno.
Khachapuri pronto para o forno. Aula de culinária georgiana no Georgian House.
Ambar wine no Georgian House.
Brinde de Ambar wine no Georgian House.
Comida tradicional georgiana: khinkali.
Comida tradicional georgiana: khinkali.
Aprender a fazer Churchkhela, o doce nacional da Geórgia.
Aprender a fazer Churchkhela, o doce nacional da Geórgia.
Brinde de chacha no Georgian House.
Brinde de chacha no Georgian House.

O supra não é uma experiência barata, já que além da comida e bebida, também inclui música e danças.

Além disso, na génese deste tipo de festa, está um banquete para várias pessoas que demora muitas horas.

Portanto, se estiver em Tbilisi com um grupo de amigos, recomendo que espreite este tour:

Não é para todos os bolsos, como referi, mas lembre-se que é uma festa que promete ficar gravada na sua memória para sempre!

No entanto, não queria deixar de mencionar outra alternativa ao supra, que é fazer uma aula de culinária georgiana ou um tour gastronómico. Sei que não sendo uma celebração grandiosa tal como o supra, acho que é uma atividade bastante agradável, mesmo para grupos pequenos.

Enfim, e o mais importante, bem mais acessível do que um banquete de supra!

Leia também:

*participei num supra num evento organizado pelo Turismo da Geórgia e como parte do Traverse Events. O lugar escolhido foi o Ethnographer restaurant.

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter. 

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.