Browsing Tag

Escapadinhas

0

Restaurante Foral de Melgaço

Restaurante Foral de Melgaço

O Restaurante Foral de Melgaço faz parte do Hotel Monte Prado & SPA, em Melgaço. No artigo de hoje vamos falar-lhe da nossa experiência neste restaurante e esperamos que no final desta leitura se sinta motivado para o experimentar também.

A nossa experiência no Foral de Melgaço

Uma vez que decidimos escolher o regime de alimentação Meia Pensão, tivemos oportunidade de usufruir deste restaurante durante o período do pequeno-almoço e do jantar.

O pequeno-almoço foi bastante agradável. Estava disponível uma grande variedade de pães, cereais e bolos, sendo de realçar os pastéis de nata acabadinhos de sair do forno e os croissants folhados bastante estaladiços. Uma delícia!

Na área dos frios havia iogurtes, diferentes tipos de queijo e charcutaria (fiambre e presunto), doces e fruta fresca e enlatada.

O expositor dos quentes não nos chamou muito a atenção mas vimos ovos mexidos e bacon.

A nível de bebidas a nossa escolha caiu no café com leite, mas também havia chá e sumo.

Em resumo, um pequeno-almoço de qualidade, bem completo e diversificado.

No que diz respeito ao jantar, sentimos a necessidade de recomendar o Foral de Melgaço com bastante veemência.

Como dissemos, escolhemos o regime de alimentação Meia Pensão e ao jantar havia uma carta própria para este efeito.

Assim, podíamos escolher 1 entrada, 1 prato principal e a sobremesa que era em estilo buffet.

Sugestão do chefe jantar 18 de abril.
Miminhos de Novilho grelhados com batata Ponte-Nova e verduras.
Sugestão do chefe 19 de abril.
Restaurante Foral de Melgaço
Tentáculos de polvo

O covert, bebidas e café foram cobrados à parte.

O espaço estava bem decorado e o ambiente tranquilo. Gostámos particularmente das janelas do chão até ao teto, do terraço e da forma organizada como todos os serviços decorreram.

Dicas: sendo a reserva antecipada aconselhável, sugerimos que se estiver alojado no hotel proceda à marcação de mesa na Receção, de preferência na manhã do próprio dia. Se estiver de passagem, poderá reservar mesa por telefone ou email, cujos contactos são referidos a seguir.

Horário de funcionamento do Foral de Melgaço

Este restaurante serve pequenos-almoços, almoços e jantares.

O pequeno-almoço buffet é servido das 08h às 10h30; o almoço das 12h30 às 14h30 e, por fim, o jantar das 20h às 22h.

Dependendo da altura do ano, os almoços e/ou jantares poderão estar disponíveis à lista ou em regime buffet.

Estas foram as informações que nos facultaram quando ficámos alojados no Hotel Monte Prado & SPA, no entanto, recomendamos que as confirme junto da receção do Hotel.

Localização & Contactos

Como dissemos, o Restaurante Foral de Melgaço faz parte do Monte Prado Hotel & SPA em Melgaço.

Morada: Rua Monte, 4960-320 Prado Melgaço.

Telefone e email do hotel: 251 400 130; reservas@hotelmonteprado.pt.

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

0

Hotel Monte Prado & SPA Melgaço

Quarto duplo do hotel Monte Prado

O Monte Prado Hotel & SPA foi a nossa escolha para uma escapadinha romântica. Neste artigo vamos falar-lhe na nossa experiência neste hotel de Melgaço, incluindo o fabuloso River SPA e Restaurante Foral de Melgaço.

Apresentação do Hotel Monte Prado & SPA Melgaço

Entrada do hotel em melgaço

O Monte Prado Hotel & SPA é uma unidade hoteleira contemporânea e acolhedora de quatro estrelas.

Tem piscina interior aberta todo o ano e piscina exterior sazonal na qual são disponibilizadas espreguiçadeiras e chapéus de sol.

De salientar que existe estacionamento gratuito no local, Wi-Fi (de boa qualidade) disponível por todo o hotel e aluguer de bicicletas com custo extra.

Localização

O Monte Prado Hotel & SPA está localizado a cerca de dois quilómetros do centro da Vila de Melgaço, entre o Rio Minho, o Parque Nacional da Peneda-Gerês e as cadeias montanhosas da Galiza.

Os quartos

Os quartos são grandes e confortáveis com uma decoração minimalista e funcional.

Algumas unidades têm varanda com vista para a piscina exterior e para as montanhas da Galiza.

O quarto em que ficámos alojados tinha mini bar e WC completo com chão de mármore.

Zonas Comuns do Monte Prado Hotel & SPA Melgaço

As zonas comuns, na nossa opinião, são uma mais valia deste hotel e foram claramente pensadas no bem estar do visitante.

No R/C poderá encontrar a Receção (aberta 24 horas), uma pequena loja e um local onde são disponíveis panfletos de atividades a realizar em Melgaço e arredores.

No primeiro piso do hotel está localizado o Restaurante Foral de Melgaço assim como um bar, sala de televisão com lareira, salão de jogos (inclui jogos de tabuleiro, bilhar e matraquilhos), terraço e muitos sofás.

No piso -1 encontrará o River SPA, um centro de lazer e bem estar perfeito para relaxar.

O SPA – River SPA

Em primeiro lugar tenha em atenção que uma parte do River SPA é gratuita e outra é paga.

No entanto, ficará muito satisfeito se optar apenas pelas zonas gratuitas.

Os serviços gratuitos incluem piscina interior aquecida com jatos de água, banho turco, banheira de hidromassagem/jacuzzi e duche sensações.

Por outro lado, os serviços pagos são respeitantes a massagens, tratamentos para o corpo e tratamentos faciais.

O Hotel disponibiliza gratuitamente toalhas para o SPA que deverão ser levantadas na Receção.

As massagens e tratamentos estão sujeitos a marcação prévia que deverá ser efetuada na Receção.

O aluguer de robe e chinelos está sujeito ao pagamento de taxa extra.

Dica extra n.º 1: todos os meses o River SPA faz preços especiais em determinados tratamentos. Veja quais são as promoções do momento na Receção.

Dica extra n.º 2: se não estiver disposto a fazer a marcação dos tratamentos do SPA na Receção, poderá fazê-lo comodamente por telefone a partir do seu quarto.

O Restaurante Foral de Melgaço

Restaurante Foral de Melgaço

O Restaurante Foral de Melgaço foi uma grata surpresa.

Escolhemos o regime meia pensão porque queríamos aproveitar as tardes no River SPA e, jantando no hotel, não precisávamos de sair ao final do dia.

O pequeno almoço buffet era bastante completo com várias opções de pães, bolos, fruta, iogurtes, cereais, enfim, o habitual num hotel de quatro estrelas. Tudo fresco, de qualidade e bem apresentado.

No entanto, reconhecemos que não estávamos à espera que o serviço de jantar fosse de tanta qualidade.

Jantámos duas vezes no Restaurante Foral de Melgaço e nas duas ocasiões a comida estava perfeita.

Já devem ter visto fotografias do prato de polvo no nosso Instagram (já nos segue por lá?), e a experiência foi tão positiva que decidimos fazer um artigo com todos os pormenores (post em breve).

A nossa experiência no Monte Prado Hotel & SPA Melgaço

Quartos com varanda

Chegámos ao Monte Prado Hotel & SPA ao início da tarde.

Em primeiro lugar estacionámos o carro junto à entrada e dirigimo-nos à receção para o check-in.

Notámos, com agrado, a atenção ao pormenor e a orientação para o bem estar do visitante, visível, por exemplo, na existência de um tabuleiro de boas-vindas com refrescos e biscoitos no momento do check-in.

Em seguida explicaram-nos os horários, o funcionamento e a localização dos principais serviços do hotel.

Por fim, recomendaram-nos que marcássemos mesa para o jantar desse dia e deixámos a matrícula do nosso carro registada.

Dirigimo-nos para o quarto e em seguida fomos para o SPA.

Jantámos no Restaurante Foral de Melgaço e passámos algum tempo no salão de jogos.

No dia seguinte depois do pequeno almoço fomos visitar Melgaço e a tarde foi passada no River SPA.

Jantámos novamente no restaurante do hotel e fizemos check-out no dia seguinte.

O que visitar perto do Monte Prado Hotel & SPA

Nós visitámos a vila de Melgaço e percorremos os trilhos dos Percursos Marginais do Rio Minho.

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

2

Percursos Marginais do Rio Minho

Trilhos em Melgaço

O trilho Percursos Marginais do Rio Minho está localizado em Melgaço, no Distrito de Viana do Castelo.

Trata-se de um percurso linear e sugerem-se nove paragens (A Vila de Melgaço, Monte Prado, Centro de Estágios, Rio Minho, a Levada, as Pesqueiras, a Geomorfologia e a Paisagem, o Alvarinho e as Termas); cada uma com motivos de interesse distintos.

Neste artigo vamos dizer-lhe o que pode esperar deste trilho, assim como dicas para estar bem preparado.

Pode começar na Vila de Melgaço e terminar nas Termas do Peso, ou fazer o percurso inverso.

Estações dos Percursos Marginais do Rio Minho

Se começar o trilho na vila, sugerimos que estacione o carro num dos locais que indicados no artigo sobre Melgaço.

Siga pela encosta das Carvalhiças até ao Monte Prado. Segue-se o Centro de Estágios e logo a seguir poderá desfrutar do que na nossa opinião é o troço mais agradável do trilho.

Poderá observar o Rio Minho desde um passadiço de madeira logo que passa pelo moinho.

Moinho junto ao Rio Minho

Sugerimos que faça uma pausa nos banquinhos de madeira existentes na Levada e nas Pesqueiras, mesmo antes de terminar o passadiço.

Dica extra: se estiver alojado no Monte Prado Hotel & SPA poderá inicar o percurso a partir deste ponto.

Em seguida entrará num trilho em terra batida que o levará à estação A Geomorfologia e Paisagem e onde poderá observar diferentes tipos de aves no Observatório de Avifauna de Monte Prado.

Continue o percurso e observe as zonas agrícolas onde predominam as vinhas do Alvarinho, antes de chegar ao final do trilho junto às Termas de Melgaço.

Dicas e conselhos

  • O trilho passa junto a propriedades privadas e é possível que encontre gado a pastar;
  • É recomendável que não saia do percurso marcado e sinalizado;
  • O acesso ao trilho não é permitido durante o período crítico de incêndios florestais;
  • Leve calçado confortável, água e snacks.

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

0

Melgaço |o que visitar, fazer, hotel e restaurantes

Castelo de Melgaço

Melgaço é uma vila raiana pertencente ao distrito de Viana do Castelo. Neste artigo vamos indicar-lhe o que visitar, o que fazer, dicas de viagem, alojamento, restaurantes, como chegar e localização dos principais pontos turísticos desta vila minhota.

O que visitar em Melgaço

Termas de Melgaço

Termas de Melgaço

O Parque Termal do Peso, Estância Termal ou simplesmente Termas de Melgaço, é um local tranquilo onde se ouve o barulho da água a correr e o chilrear dos pássaros.

Quando visitámos as termas percebemos que o balneário estava fechado.

No entanto, e apesar de não as podermos frequentar, as termas estão inseridas num bonito local onde não faltam jardins, água e muitos sítios para relaxar.

As Temas de Melgaço fazem parte do trilho Percursos Marginais do Rio Minho, por isso sugerimos que considere visitar as termas enquanto percorre este trilho.

Castelo de Melgaço

Castelo de Melgaço

O Castelo de Melgaço é um monumento nacional cuja origem remonta a 1170 e foi construído por indicação do D. Afonso Henriques.

Tem uma planta arredondada e uma Torre de Menagem onde atualmente está instalado um Núcleo Museológico e de Pesquisa.

A Torre de Menagem é visitável e no interior poderá conhecer melhor a história e a importância que o Castelo de Melgaço desempenhou no desenvolvimento da região.

Portanto, está aberta ao público de terça-feira a domingo, das 9:30 às 13:00 e das 14:00 às 17:00 (de 1 de outubro a 31 de março) e das 9:30 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 (de 1 de abril a 30 de setembro).

Solar do Alvarinho

Entrada do Solar do Alvarinho

O Solar do Alvarinho abriu portas no dia 8 de agosto de 1997 no Edifício dos Três Arcos e a sua missão relaciona-se com a defesa, promoção e divulgação do Vinho Alvarinho.

A melhor parte é que inclui uma Sala de Provas, Loja e Bar, além de uma exposição permanente de pintura.

Localiza-se na Travessa da Lage, em pleno centro histórico de Melgaço e a entrada é gratuita.

Estátua de Inês Negra

Estátua da Inês Negra

A Estátua de Inês Negra é de autoria do escultor José Rodrigues e está ligada a uma lenda popular antiga.

A heroína conseguiu evitar o confronto entre os exércitos de D. João I e de Castela ao lutar sozinha com a adversária e ganhou.

É uma estátua em bronze com base retangular de granito e poderá encontrá-la na Alameda da Inês Negra.

Igreja Matriz de Melgaço

Igreja Matriz de Melgaço

Conhecida como Igreja de Santa Maria da Porta ou Igreja Matriz, a sua construção teve início em em 1187.

Assim, e à semelhança de outros monumentos nacionais, sofreu várias alterações com o passar dos séculos.

Exibe dois portais românticos e uma torre sineira com um relógio.

O que fazer em Melgaço

  • Subir às muralhas do Castelo de Melgaço para uma vista privilegiada sobre o centro histórico;
  • Comprar Vinho Alvarinho, artesanato e queijo regional no Solar do Alvarinho;
  • Fazer os Percursos Marginais do Rio Minho de mochila às costas e máquina fotográfica à mão. Aproveite para observar diferentes tipos de pássaros no Observatório de Avifauna de Monte Prado: Petinha dos Campos, Noitibó Cinzento, Águia-Caçadeira e Tartaranhão-Azulado, entre outros.

Dicas de viagem

  • Estacione o carro num dos seguintes locais: perto do mercado municipal, na Alameda da Inês Negra ou junto aos Bombeiros Voluntários;
  • Percorra o centro histórico a pé;
  • Visite o mercado municipal onde os habitantes de Melgaço fazem as compras. Aproveite para comprar fruta e doces regionais.

Alojamento em Melgaço

Nós ficámos alojados no Monte Prado Hotel & SPA (post em breve) e recomendamos.

Desta forma, saiba que temos condições especiais para este e outros hotéis na região, pelo que se tiver interesse poderá enviar-nos um email para reservapassaporte@gmail.com.

Restaurantes em Melgaço

Em primeiro lugar devemos mencionar que apenas experimentámos dois restaurantes.

Felizmente ambos agradaram-nos bastante: a Adega Sabino no centro de Melgaço e o Restaurante Foral de Melgaço que faz parte do Monte Prado Hotel & SPA.

A Adega Sabino é um sítio tradicional que serve comida muito saborosa e a preço justo. Nós deliciámo-nos com o cabritinho no forno e a posta grelhada.

Restaurante típico em Melgaço

O Restaurante Foral de Melgaço é um local moderno, tem um terraço com vistas para a montanha e os pratos são confecionados com bastante atenção ao pormenor. Gostámos particularmente do polvo.

Restaurante Foral de Melgaço

Como chegar a Melgaço e principais pontos turísticos

A partir do Porto, siga pela A3 em direção a Braga. Continue pela N101 para Valença/Monção/N202/Melgaço.

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

4

5 atrações “riquíssimas” para visitar nos arredores de Paris

Atrações turísticas paria

A lista das principais atrações turísticas de Paris é extensa e, verdade seja dita, bastante conhecida pela generalidade de viajantes.

O que talvez não seja tão usual é deixarmos de lado a vibrante cidade parisiense e aventurarmo-nos pelos arredores de Paris.

Por esta razão, hoje vamos sugerir-lhe cinco atrações riquíssimas para visitar nos arredores de Paris, sendo que provavelmente não tinha pensado incluir pelo menos quatros desses locais na sua próxima viagem.

E sabe porque usamos o adjetivo “riquíssimas”? Porque estas recomendações além de indiscutivelmente acrescentarem valor à sua viagem, irão fazê-lo sentir um Lord, ou melhor, um Messieur (ou uma Lady/Madame no caso das meninas!), de tanto requinte que vai experienciar.

O Palácio de Versalhes

Em primeiro lugar teria de ser mencionado o Palácio de Versalhes.

É uma autêntica aula de história in loco que nos proporciona um melhor conhecimento da monarquia francesa e nos deixa de queixo caído com o esplendor da época.

No Palácio de Versalhes poderão desfrutar de várias atividades, nomeadamente a visita dos Aposentos do Rei Luís XIV, do Salão dos Espelhos e dos Aposentos da Rainha Maria Antonieta.

No entanto, o nosso destaque vai para os Jardins do Palácio de Versalhes que são conhecidos pela sua exuberante beleza.

Em determinados dias da semana pode ainda assistir a um espetáculo com águas dançantes.

Visitar a Província de Champagne

Se nunca experimentou o verdadeiro champanhe, está na altura de o fazer, e certamente não existe melhor local do que a região famosa pela produção desta bebida!

Existem várias adegas e produtores de champanhe mas já que estamos em modo “atrações riquíssimas”, recomendamos que visite a casa do Moët & Chandon, que inclui uns impressionantes vinte e oito quilómetros de adegas que protegem o precioso líquido.

Já agora, se quiser, pode prestar homenagem a Don Perignom, o ilustre monge beneditino que tornou famoso o champanhe, poderá fazê-lo junto à capela onde repousa.

O Castelo de Chambord

O Vale do Loire é conhecido pelos castelos exuberantes e o Castelo de Chambord é o maior da região.

Foi mandado construir por Francisco I para servir de pavilhão de caça e mostra bem o nível de riqueza que a família real podia dispor.

O Castelo de Amboise

O que nos chegou aos dias de hoje do Castelo de Amboise é apenas uma pequena parte do castelo original.

Mesmo assim, merece bem a pena a visita, especialmente o edifício adjacente ao castelo: a Capela Saint-Hubert.

É que a Capela Saint-Hubert tem um célebre hóspede: Leonardo Da Vinci. Sim, o responsável por tantas obras primas “riquíssimas” atualmente espalhadas por diversos pontos do continente europeu tem Amboise como última morada.

O Castelo de Chenonceau

Também é conhecido como o “Castelo das Sete Damas”, foi construído junto ao Rio Cher na localidade de Chenonceaux.

A particularidade e motivo de interesse principal deste castelo é o riquíssimo interior, nomeadamente as mobílias, os quadros e peças de decoração variadas.

Assim, não se espante se a sua mente divagar enquanto deambula do Quarto de César de Vendôme para o Quarto de Catarina de Médici.

Estas são as 5 atrações “riquíssimas” para visitar nos arredores de Paris que acreditamos que irão completar a sua próxima viagem à capital francesa.

*post patrocinado.

2

Jardin des Plantes em Nantes

Jardin des plantes em nantes

Certamente que o Jardin des Plantes é um sítio especial em Nantes! Nós tivemos oportunidade de visitar este magnífico local na última viagem que fizemos a Nantes e gostámos muito!

É o sítio ideal para fazer uma pausa do burbirinho da cidade e descontrair, mas também para se conectar no WiFi gratuito existente em algumas áreas.

Atenção, porque se está a viajar com crianças estas pausas são importantes, pois vão permitir que os miúdos dediquem algum tempo a brincar e não fiquem demasiado aborrecidos!

No entanto, a família também beneficia de tempo de qualidade.

viajar em familia

Aliás, nós vimos famílias como nós, mas também casais de namorados e pessoas mais velhas.

Se está a pensar visitar Nantes tomamos a liberdade de sugerir que consulte o roteiro que utilizámos nesta viagem.

Além disso, já publicámos vários artigos de locais de interesse nesta cidade francesa. É o caso de Machînes de L’Ile, Église Saint-Croix, Musée d’Histoire de Nantes e a Place Graslin.

Sugerimos que veja os artigos mencionados anteriormente para ter uma ideia do que pode ver e fazer em Nantes!

Jardin des Plantes em Nantes

Em primeiro lugar deixe-me descrever o Jardin des Plantes: sete hectares de terreno verdejante inserido em plena cidade de Nantes e onde as plantas são a principal atração!

Também dispõe de uma biblioteca que inclui livros especiais dedicados à botânica para os mais interessados pelo tema.

Por outro lado, em alturas específicas (como é o caso do mês de abril) facilita visitas temáticas cujo programa pode ser consultado no site oficial.

Horário do Jardin des Plantes

O Jardin des Plantes está aberto de segunda a sexta das 12:30 às 18:00 e ao sábado e domingo das 9:30 às 18:00.

Nós percebemos que muitas pessoas aproveitam a hora de almoço para passear neste jardim.

Aliás, era comum vermos grupos a almoçarem juntos em picniques improvisados; as pessoas chegavam, estendiam uma toalha no chão, tiravam os sapatos e sentávam-se a almoçar e conversar!

Localização

Saiba que organizamos viagens a pensar nas famílias que gostam de viajar com algum conforto e sem ir à falência!

Algumas promoções são publicadas no grupo Ofertas de VIAGENS mas há conteúdo novo no instagram e estamos disponíveis em reservapassaporte@gmail.com!

0

Musée D’Histoire de Nantes [Dicas]

Musée D'Histoire de Nantes

O Musée D’Histoire de Nantes é vizinho do Château des Ducs de Bretagne. Por isso, quando planear a visita de um monumento aproveite para visitar o outro!

Assim, recomendamos que leia o artigo já publicado sobre o Château des Ducs de Bretagne e que pode ser acedido aqui.

Musée D’Histoire de Nantes

Quando estamos poucos dias numa cidade preferimos não despender muito tempo em visitas a museus.

Em Nantes estivemos três dias. Mas a cidade é tão concentrada que não sentimos que precisávamos de correr para vermos tudo o que queríamos.

Além disso, percebemos que a entrada era gratuita no dia que visitámos os dois monumentos – o Château des Ducs de Bretagne e o Musée d’Histoire de Nantes.

Portanto tome nota, no primeiro domingo de cada mês a entrada no castelo e no museu é grátis!

Pareceu-nos, então, uma boa oportunidade para conhecermos melhor a história de Nantes.

O retrato histórico de Nantes pode ser observado em cerca de 1150 objetos dispostos nas diferentes salas.

O museu está organizado em quatro grandes temáticas: A história do Castelo, a questão colonial, a Primeira Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial.

Também existe um café e uma livraria no complexo, ideais para uma pausa, principalmente se viaja com crianças.

Localização do Musée D’Histoire de Nantes

O Musée D’Histoire de Nantes está localizado no número 4 da Place Marc Elder, em Nantes – França.

Se está a planear uma viagem a Nantes sugerimos que consulte o roteiro que elaborámos para a nossa viagem. No entanto, se precisar de alguma informação em particular temos todo o gosto em ajudar. Por favor deixe um comentário ou envie um email.

Antes de terminarmos o artigo gostaríamos de lembrar que fazemos atualizações frequentes nas nossas redes sociais como é o caso do facebook  e do instagram, assim como disponibilizamos promoções de viagens no grupo Ofertas de VIAGENS!

2

Visitar Place Graslin em Nantes

visitar Place Graslin em Nantes

Hoje vamos visitar Place Graslin em Nantes. Sabe o que pode encontrar por lá? Vamos dar-lhe algumas pistas mas para isso precisa de ler este artigo até ao fim!

Visitar Place Graslin em Nantes

A Place Graslin é um local bastante frequentado, quer por turistas, quer por locais.

Em dias quentes o chafariz existente no centro da praça faz descer as temperaturas e é um entretenimento para os mais novos.

Por outro lado, na altura do Natal constroem uma árvore bem colorida que é o cenário perfeito para fotografias em família.

Uma característica desta praça e que a torna especial é a existência de candeeiros de rua únicos! Portanto, dedique uns minutinhos da sua viagem a apreciá-los.

Tenha em atenção que a Place Graslin tem circulação pedonal e rodoviária, pelo que sugerimos que não se distraia enquanto observa as variadas boutiques e restaurantes.

Se tiver sorte pode ser que tenha a oportunidade de assistir a um espetáculo de animação de rua, que por lá são frequentes.

O restaurante mais célebre de Nantes está localizado precisamente nesta praça e é o La Cigale.

visitar Place Graslin em Nantes

Restaurante La Cigale

O edifício do La Cigale está classificado como monumento histórico.

Num estilo Belle Époque e com funcionários vestidos a rigor, a reserva é obrigatória.

Infelizmente para nós a política de preços é demasiado elevada para o nosso orçamento.

Théâtre Graslin

Outra atração turística de Nantes, o Théâtre Graslin tem entrada pela Rua Moliere.

No entanto, a escadaria do teatro é muito procurada por viajantes que pretendem descansar um bocadinho e ter uma vista elevada da praça.

Também é comum ver-se pessoas a almoçarem nesta escadaria.

Localização da Place Graslin

Se gostaria de viajar até Nantes, sugerimos que consulte o roteiro que utilizámos na nossa viagem.

Veja também os artigos sobre o Châteaux des Ducs de Bretagne, o Lieu Unique e o hotel review Nototel Nantes Centre Gare.

Por último, lembramos que nas nossas redes sociais, nomeadamente no facebook  e no instagram publicamos frequentemente conteúdo exclusivo!

Além disso, no grupo Ofertas de VIAGENS pode encontrar inspiração para a próxima viagem!!!

0

Cabeça Aldeia Natal | Seia, Serra da Estrela

Cabeça Aldeia Natal

A iniciativa Cabeça Aldeia Natal já vai na quinta edição mas o passaporte no bolso apenas este ano teve oportunidade de a visitar. Encontrámos tudo aquilo que estávamos à espera e muito mais! Cabeça é o nome da aldeia do distrito de Seia que serve de palco a esta iniciativa. A particularidade deste evento é que as decorações de Natal que adornam as ruas e praças da aldeia são construídas pelos próprios habitantes com recurso a desperdícios provenientes da serra. Sem dúvida que Cabeça Aldeia Natal merece a sua visita!

Cabeça Aldeia Natal

Cabeça Aldeia Natal

Como chegar

Nós viajámos do Porto e o percurso que escolhemos foi o seguinte: Seguimos pela A1 no sentido Sul até ao IP3 em direção a Viseu. Depois continuámos até à saída de Nelas e a seguir a Nelas continuamos pela N231 em direção a Seia e continue até encontrar a sinalização de Cabeça.

Programa (dias 5 e 6 de janeiro) *

Dia 05 janeiro | Sábado 

14h00_Abertura do Mercado de Natal 15h00_Presépio Vivo

15h30_”Estotuna D’Espital” (Tuna da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital-IPC)

17h00_A Magia da Iluminação de Natal – Acender das Luzes

Dia 06 janeiro | domingo

14h00_Abertura do Mercado de Natal

15h00_Presépio Vivo

15h15_Concerto com o Grupo Sénior do Centro de Apoio à 3.ª Idade de Cabeça

15h30_Concerto com o Grupo de Concertinas Sons e Tradições do Alva

17h00_A Magia da Iluminação de Natal – Acender das Luzes

Outras sugestões de passeios na Serra da Estrela

Se tiver tempo, o que acha de visitar outros sítios na Serra da Estrela? Nós aproveitámos para visitar a Aldeia da Dez, que falaremos noutra altura.

De qualquer forma Piódão, Foz D’Égua e Chãs de Égua não são muito longe de Cabeça.

Por fim, se tem interesse em ver mais fotografias de Cabeça Aldeia Natal sugerimos que nos siga no facebook  e no instagram, onde diariamente publicamos conteúdo novo.

Boas viagens!

0

Château des Ducs de Bretagne | Nantes

Châteaux des Ducs de Bretagne

O Château des Ducs de Bretagne é um castelo que está localizado na cidade de Nantes, em França. Se está interessado em conhecer alguns lugares que visitámos na viagem a Nantes, sugerimos que consulte o nosso roteiro para três dias aqui. Também já está disponível o artigo do Novotel Nantes Centre Gare, o hotel que escolhemos em Nantes e que recomendamos vivamente!

Château des Ducs de Bretagne

O Château des Ducs de Bretagne também alberga o Museu de História de Nantes, pelo que se desejar pode visitar os dois monumentos ao mesmo tempo.

Em primeiro lugar saiba que o castelo está rodeado de um fosso que servia de proteção contra ataques. Isto é, para entrar no castelo tem de passar uma ponte levadiça que atravessa o dito fosso. Quando passar a ponte preste especial atenção à portas. Elas são de madeira e foram feitas para resistir à passagem do tempo.

Logo a seguir à ponte encontra um pátio que liga os vários edifícios, incluindo o que que serve de morada para o Museu de História de Nantes.

Para aceder às muralhas tem de subir as escadas que encontra junto à entrada do Museu de História de Nantes.

E para ter uma vista de 360º sobre Nantes aconselhamos que percorra o caminho completo das muralhas. São cerca de quinhentos metros de onde poderá observar a cidade.

Por outro lado, tente passar em frente ao castelo depois de anoitecer e ficará a conhecer um castelo muito diferente. Isto porque à noite a iluminação amarelada confere ao monumento uma aparência fantasmagórica que não vai querer perder.

Como chegar

O castelo está localizado no número 4 da Place Marc Elder, em Nantes.

Para melhor se orientar por favor veja a localização exacta no mapa que disponibilizamos a seguir.

Por último, já nos segue no facebook  e no instagram?

0

Novotel Nantes Centre Gare | Hotel Review

Novotel Nantes Centre Gare

Se vai visitar Nantes e procura referências para um hotel familiar e bem localizado nós recomendámos o Novotel Nantes Centre Gare. Infelizmente nos últimos tempos temos tido alguma dificuldade em encontrar alojamento económico que permita acomodar a nossa família de quatro elementos.

Nem todos os hotéis disponibilizam quartos familiares e hotéis com quartos comunicantes são ainda em menor número. A alternativa seria reservar dois quatros duplos em separado mas honestamente não queremos recorrer a essa solução.

Apesar de já termos percebido que, por vezes, fica mais económico reservar dois quartos duplos do que um familiar. Enfim, temos de ir analisando cada situação e vamos decidindo em conformidade. Vamos os nosso hotel review?

Novotel Nantes Centre Gare

Instalações do Novotel Nantes Centre Gare

As instalações do Novotel Nantes Centre Gare são condizentes com aquilo que se espera de um hotel de quatro estrelas. Salas com decoração moderna, funcional e de bom gosto, staff com formação de qualidade e preparado para agir convenientemente nas mais diversas situações e um bom leque de oferta de serviços complementares.

De uma forma geral sente-se um ambiente agradável. Acresce que o hotel tem terraço e jardim exterior o que nos agradou de sobremaneira.

Quartos

O Novotel Nantes Centre Gare tem 105 quartos, dos quais 26 unidades são familiares e 4 são adequados para pessoas de mobilidade reduzida.

O quarto que albergou a nossa família era um quarto familiar, com uma cama de casal e um sofá cama para os nossos dois filhos de seis e quinze anos.

De tamanho adequado, o quarto tinha disponível um mini-bar com reposição gratuita de uma garrafa de água por dia.

De referir que o ar condicionado e tábua de engomar também estavam disponíveis apesar de não terem sido necessários.

O nosso filho mais novo apreciou o facto de poder ver canais infantis no quarto, e não se mostrou incomodado por serem em língua francesa.

Por outro lado, o nosso filho mais velho gostou de aceder rapidamente à internet para se manter em contacto com os amigos.

Receção

A Receção está aberta 24 horas o que facilita quando os horários de avião são tardios.

Durante a nossa estadia encontrámos vários funcionários na Receção e todos eles nos cumprimentaram com sorriso sempre pronto.

Gostaria de mencionar que numa taça junto à Receção estavam uns rebuçadinhos para adoçar o dia.

Restaurante do Novotel Nantes Centre Gare

O restaurante de cozinha francesa com menu à carta serve almoços e jantares. Além disso, foi neste espaço que tomámos o pequeno-almoço diariamente.

Ao pequeno-almoço estavam disponíveis várias opções de pães e bolos, incluindo waffles, crepes, panquecas, croissants, muffins e scones. Charcutaria, queijos e fruta também faziam parte da oferta.

Quem aprecia o pequeno-almoço inglês pode ficar descansado pois existiam ovos, bacon, salsichas e saladas variadas.

As bebidas contemplavam vários tipos de café, sumo de laranja e chás.

Novotel Nantes Centre Gare

Salão

Junto à entrada do hotel encontrámos um tesouro para quem viaja com crianças: um espaço com jogos eletrónicos, brinquedos e biblioteca com livros para os mais jovens.

Além disso, enquanto os mais pequenos se entretinham com as diversões, os pais podiam folhear alguns jornais diários.

Novotel Nantes Centre Gare

Serviços

Dos serviços disponibilizados pelo hotel apenas usámos a sala para bagagem e o Wi-Fi, ambos gratuitos.

No entanto, tome nota que também disponibilizam serviço de concierge e aceitam animais de estimação.

Locais de interesse próximos ao Novotel Nantes Centre Gare

Novotel Nantes Centre Gare está situado junto à Cité Internationale des Congrès. 

Estação de TGV de Nantes localiza-se a 600 metros e o hotel oferece vistas para o Rio Erdre.

Se chegar a Nantes de avião, saiba que o Aeroporto de Nantes Atlantique está a uma distância de 7 kms.

Facilmente chega a pé ao centro histórico, assim como ao Le lieu Unique e ao Castelo dos Duques da Bretanha.

Na nossa viagem a Nantes tivemos oportunidade de visitar vários sítios interessantes, pelo que sugerimos que consulte o roteiro completo que preparámos para si.

Por fim, caso tenha interesse em ver mais fotografias de Nantes ou de outros destinos, sugerimos que nos siga nas redes sociais, nomeadamente no facebook  e no instagram.

6

Le Lieu Unique em Nantes – bolachas e arte

Le Lieu Unique em Nantes

Le Lieu Unique em Nantes é mesmo um lugar único! A antiga fábrica de bolachas “LU” deu lugar a um moderno espaço multifuncional que serve de ponto de encontro para viajantes e locais. É um Centro Contemporâneo de Artes e Música mas também um bar, restaurante e livraria. Como vê, motivos não lhe faltam para visitar Le Lieu Unique em Nantes!

Le Lieu Unique em Nantes

Sendo um espaço multifuncional, os visitantes podem usufruir do ambiente de várias maneiras.

Em primeiro lugar, o Le Lieu Unique oferece um bar e restaurante. Estes são os locais ideais para uma pausa ou para tomar alguma coisa a meio da tarde. No entanto, o restaurante tem um horário alargado o que possibilita uma refeição num ambiente mais descontraído.

Por outro lado, o Le Lieu Unique também é livraria pelo que é o sítio perfeito para comprar literatura francófona.

Por último, e se for essa a sua vontade, no Le Lieu Unique tem a possibilidade de relaxar num SPA contemporâneo.

Como Chegar

Nós deslocámo-nos a pé na nossa visita a Nantes porque ficámos alojados junto ao centro mas para quem precisar de se deslocar aqui ficam as coordenadas:

Autocarro: Linha C2 e C3, sair em Lieu Unique.

Para quem tiver carro alugado, os principais parques de estacionamento nos arredores são:

Duchesse Anne, Allée Baco
Parking de la Cité
Le Centre des Congrès

Localização / mapa

O Le Lieu Unique está localizado no número 2 da Rue de la Biscuiterie, em Nantes. Por favor veja o mapa a seguir para melhor se orientar.

Na nossa viagem a Nantes tivemos oportunidade de visitar vários sítios interessantes em Nantes, pelo que sugerimos que consulte o roteiro completo que preparámos para si.

Caso tenha interesse em ver outras fotografias de Nantes ou de outras viagens que fizemos nos últimos anos, tomamos a liberdade de sugerir que nos siga nas redes sociais, nomeadamente no facebook  e no instagram!

2

Roteiro para visitar Nantes [França]

Veja o que pode ver e fazer em Nantes

O roteiro para visitar Nantes que partilhamos tem como finalidade mostrar-lhe algumas das atrações turísticas que esta cidade francesa oferece. Sabia que quando dissemos que íamos viajar para Nantes a reação de alguns amigos foi perguntar o que havia para ver em Nantes? Pois nós respondemos que há muito para ver, e este roteiro é a prova disso.

Nós estivemos em Nantes três dias e foram suficientes para vermos o essencial mas se tiver a oportunidade para juntar alguns dias considere uma visita até ao Mont Saint Michele.

Roteiro para visitar Nantes

Le Lieu Unique

É o local onde antigamente se situava a fábrica das bolachas LU, mas agora é um centro contemporâneo de artes e música.

Château des Ducs de Bretagne

Este castelo em pleno coração histórico de Nantes é também uma fortaleza de onde os visitantes podem admirar a cidade. Se tiver oportunidade entre no castelo, suba até às muralhas e contemple a vista.

Musée D’Histoire de Nantes

Este museu está estrategicamente localizado junto ao Castelo dos Duques da Bretanha, por isso se visitar o castelo aproveite para espreitar este museu.

Église Saint Croix

Dizem que foi nesta igreja que foi batizado Julio Vernes, o interior é um pouco sombrio mas vale a pena uma visita rápida.

Machines de L’Île

Na nossa opinião é a atração principal de Nantes e por alguma razão um elefante de madeira gigante é a imagem de marca de cidade. Surpreenda-se com as apresentações na Galeria das Máquinas e sinta-se uma formiga ao pé do Grande Elefante.

Musée D’Histoire Naturelle

Gostaria de ver um esqueleto de uma baleia? Pode ver um no Museu de História Natural em Nantes!

Place Graslin

Esta elegante praça é conhecida pelos candeeiros, mas também por ser morada do conhecido restaurante La Cigale e do Teatro Graslin.

Passage Pommeraye

É o local indicado se pretende visitar boutiques de marcas internacionais e fazer algumas compras. No entanto, também existem pequenos restaurantes perfeitos para uma breve pausa. Já agora, sugerimos que observe com atenção as estátuas de mármore que adornam as galerias.

Place Royale

Esta praça foi destruída durante os bombardeamentos em 1944 mas mantém ao centro a sua fonte característica.

Église Saint Nicolas

Da Place Royal vê-se um edifício pontiagudo que é a Igreja de São Nicolau, não passe sem entrar nesta igreja!

Tour de Bretagne

Esta torre é amada e odiada pelos habitantes, pois algumas pessoas acham-na feia. É o edifício mais alto de Nantes e no interior pode visitar “O Ninho”, um bar que tem uma enorme estátua com a forma de uma ave branca.

Cathédrale St-Pierre et St-Paul

Esta Catedral de estilo gótico também é conhecida como a Catedral de Nantes. Quando entrar preste especial atenção aos vitais!

Musée d’Arts

Para os amantes de arte este museu é de visita obrigatória. Poderá admirar obras de Arte Antiga, do Século XIX , de Arte Moderna e Contemporânea.

Jardin des Plantes

Mais do que uma exposição de plantas, este jardim é uma autêntica experiência! O que acha de se sentir como a Alice no País das Maravilhas? Aqui existem bancos de jardim de vários tamanhos, esculturas com plantas e vasos gigantes.

Então, ficou convencido com este roteiro para visitar Nantes? Nos próximos dias iremos falar de cada uma destas paragens em detalhe, para que possa organizar melhor a sua viagem.

Para se certificar que não perde nenhuma das nossas atualizações, sugerimos que nos siga no facebook  e no instagram!

Se gostou deste post veja outros roteiros já publicados no passaporte no bolso, nomeadamente em MaltaHong Kong.

5

Quinta da Aveleda em Penafiel

Visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel

Já pensou visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel? Sabia que é possível passear na quinta conhecida pelos vinhos e pelos queijos? E que na que na Quinta de Aveleda há um jardim tropical com características Românticas? Aposto que isso não sabia! Pois bem, no artigo de hoje vamos contar-lhe tudo sobre este pedacinho de Penafiel.

Em primeiro lugar saiba que a Quinta da Aveleda está na família Guedes há cerca de 300 anos. Começaram a produzir vinho em 1870 e o negócio tem sido gerido por sucessivas gerações. 

Atualmente estão na quinta geração quando se fala em produção de vinho e na décima quinta quando se fala no espaço da Quinta da Aveleda.

Visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel

Nós visitámos a Quinta da Aveleda por ocasião do 1º Encontro de Travel Bloggers que se realizou em Penafiel. A visita guiada focou-se em três espaços principais: os jardins, a eira (com o espigueiro) e a adega velha.

Os jardins da Quinta da Aveleda

Não há dúvida que os jardins são lindos! A primeira parte que visitámos era mais húmida, num estilo tropical. Há medida que nos embrenhávamos nos jardins fomos descobrindo lagos, recantos românticos e espécies de árvores magníficas!

Visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel

Sabia que existe na quinta um eucalipto com mais de 200 anos? Mas também pode observar o cedro japonês, ciprestes dos pântanos, as gigantes sequóias americanas e as tradicionais camélias.

Visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel

No final da visita aos jardins fomos acarinhados com uma prova vinhos e queijos. Ambos produção da Quinta da Aveleda.

Visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel

A eira e o espigueiro

A eira e o espigueiro estão diretamente ligados à atividade agrícola da quinta, pois tradicionalmente a eira servia para secar os cereais e o espigueiro para guardar esses mesmos cereais.

No dia da nossa visita a eira recebeu-nos para um cocktail animado onde tivemos oportunidade de provar três tipos de sangria produzida pela quinta: Casal Garcia Sangria Tinta, Casal Garcia Sangria Branca e Casal Garcia Sangria de Frutos Vermelhos. As três sangrias estão aprovadas!

A Adega Velha

Quem diria que em 1850 alguém se ia lembrar de mandar construir uma adega com capacidade para trezentas pipas? Essa adega existe e pode ser visitada na Quinta da Aveleda.

154171288846f26c95d07f52c3c1ddbdd3ca1a0de1.jpg

Quando visitar a Quinta da Aveleda em Penafiel?

Ora aqui está uma pergunta difícil! Nós visitámos a Quinta da Aveleda em Penafiel no mês de outubro, portanto no outono.

No entanto, vimos espécies de flores que florescem na primavera e muitas camélias que dão flor no inverno. Por outro lado, imagino que seja bastante agradável passear nos jardins refrescantes em pleno verão.

Em caso de dúvida o melhor é visitar a Quinta da Aveleda em diferentes épocas do ano!

Atividades da quinta

A Quinta da Aveleda oferece um vasto leque de opções para além da visita aos jardins. Pode, se preferir, fazer um piquenique na vinha, passeios de bicicleta, provas temáticas, cursos e workshops, além de almoços regionais.

Tudo para que tenha uma experiência única na Quinta da Aveleda.

Localização e Contactos

A Quinta da Aveleda está localizada no concelho de Penafiel, a cerca de trinta minutos da cidade do Porto.

Morada: Rua da Aveleda, n.º 2

4560-570 PENAFIEL

Telefone: 255 718 266; 255 718 200.

 

Já nos segue nas nossas redes sociais? Publicamos conteúdo novo no facebook  e no instagram e as mais recentes promoções de viagens são publicadas no grupo Ofertas de VIAGENS!

0

Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel

Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel

Tivemos oportunidade de visitar o Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel aquando do 1º Encontro de Travel Bloggers. Este encontro teve lugar nos dias 20 e 21 de outubro naquela cidade do distrito do Porto. Para conhecer os sítios fantásticos visitámos no concelho de Penafiel veja o artigo que já publicámos aqui.

De referir que a  visita ao Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel contou com o acompanhamento de um guia que nos explicou a história do local. As informações que se seguem foram recolhidas durante essa visita e esperamos que sirvam de roteiro para os leitores do passaporte no bolso que pretendam visitar Paço de Sousa.

Nós recomendamos vivamente a visita da região! Para mais fotografias deste encontro acompanhe o perfil do passaporte no bolso no facebook  e no instagram!

Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel

Em primeiro lugar saiba que o Mosteiro de Paço de Sousa foi fundado em 994 por D. Trutesendo Galindes e sua mulher D. Anímia. Existem razões para acreditar que estes fundadores são antepassados de Egas Moniz, uma vez que o aio do primeiro Rei de Portugal está sepultado neste mosteiro.

É um Monumento Nacional desde 1910 e integra a Rota do Românico.

Fachada do Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel

Algumas características do estilo Românico do Vale de Sousa podem ser observadas neste mosteiro, nomeadamente a existência de arcos quebrados com meias pérolas incrustadas e colunas redondas e prismáticas intercaladas.

Assim, algumas destas colunas exibem vieiras e estrelas o que indica que por ali passaria o Caminho de Santiago.

Além disso, e a comprovar esta teoria, também se pode ver a figura de um peregrino com dois pães.

Por outro lado, mesmo por cima da porta podemos encontrar duas imagens: a Lua e o Sol.

A Lua do lado norte que é associado à morte e à escuridão e o Sol do lado sul que representa a luz e a alegria são motivos que chegaram até nós desde o século XIII.

Por seu turno, as figurinhas e a rosácea são datadas do século XX e resultaram das obras de restauro após um violento incêndio.

A Rosácea tem uma função catequética e considera-se que o centro é Deus e os oito círculos formam o infinito.

Entretanto na parede do mosteiro existe um óculo por onde parece sair uma personagem.

Fachada do Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel

Interior do Mosteiro de Paço de Sousa em Penafiel

No interior do Mosteiro podemos encontrar o túmulo Egas Moniz, falecido em 1146.

O túmulo do aio do primeiro Rei de Portugal pode ser visitado no lado direito do mosteiro. A cabeceira e os pés do túmulo em granito exibem dois painéis do século XIII. Estes painéis representam respetivamente a morte e o enterro de Egas Moniz.

15413305186bd25808f0541a9bf2e4c8c6a93545db.jpg

Como chegar

O Mosteiro de Paço de Sousa está localizado em Paço de Sousa, concelho de Penafiel, distrito do Porto.