Browsing Tag

Veneza

0In Destinos

MSC Orchestra junho 2016 | Itinerário & tours

msc orchestra

A primeira viagem de cruzeiro que fizemos foi em junho de 2016 e o destino escolhido foi o Mediterrâneo. Neste post vai encontrar duas coisas: MSC Orchestra Itinerário & tours do cruzeiro.

Na altura publicámos alguns posts no blogue sobre a viagem mas estes incidiram quase exclusivamente nas excursões que fizemos. Por ter sido a nossa primeira experiência com viagens de cruzeiro decidimos comprar os tours na MSC, exceto em Bari, que visitámos por conta própria.

O itinerário foi o seguinte:

  • Dia 1: Veneza
  • Dia 2: Bari
  • Dia 3: Katakolon
  • Dia 4: Santorini
  • Dia 5: Pireu (Atenas)
  • Dia 6: Corfu
  • Dia 7: Kotor
  • Dia 8: Veneza.

Chegámos a Veneza dois dias antes para termos tempo de visitar a cidade.  Dedicámos um dia completo a explorar a cidade dos canais e o famoso mercado do Rialto.

veneza-itália

Depois das formalidades de embarque no MSC Orchestra saímos de Veneza em direção a Bari.

bari-itália

Na verdade, não comprámos o tour de Bari porque quisemos poupar alguns euros e não fazíamos questão de visitar a cidade. Mesmo assim, visitámos a zona perto do porto de Bari.

Esta foi a última paragem em solo italiano, pois a seguir parámos na Grécia, em Katakolon, onde visitámos Olímpia.

Olimpia-grecia

Estávamos com grandes expectativas em relação a Santorini e adorámos tudo o que vimos: Oia, Fira e um por-do-sol que só pode ser mágico! A única coisa que dispensávamos era assistir ao espectáculo dos burros a subir e descer a encosta de Santorini carregados de turistas.

santorini-grecia

Seguiu-se Atenas onde tivemos oportunidade de visitar a cidade, a Acrópole e deliciar-nos com iogurte grego e gyros.

iogurte-grego-mel-nozes

Mais uma ilha grega estava na lista, em Corfu visitámos o palácio de verão da imperatriz Sissi, o Achilleion e a Ilha do Rato.

achilleion-corfu

Na véspera de terminar o nosso cruzeiro o navio fez uma paragem em Montenegro e tivemos oportunidade de visitar Kotor e Perast.

perast-montenegro

Foi, sem dúvida, uma viagem inesquecível. É claro que gostaríamos de ter passado mais tempo em alguns portos mas não teríamos conseguido visitar tantos lugares de uma forma tão cómoda e em tão pouco tempo.

Na nossa opinião o cruzeiro correu tão bem que no ano seguinte quisemos fazer outra viagem do género. O mais difícil foi escolher o destino porque existem tantos destinos apetecíveis à nossa espera!

0In Destinos

Mercado do Rialto

Temos um fascínio especial por mercados. São locais coloridos e com muita energia que nos deixam quase sempre com um sorriso nos lábios.

O Mercado do Rialto, como o nome indica, fica na zona do Rialto. A ponte do Rialto estava em obras e só conseguimos tirar fotos com a tela de proteção.

foto_0609 (1)

foto_0639 (1)

foto_0640

foto_0641

foto_0637

foto_0638

foto_0639

0In Destinos

O dilúvio em Veneza

Veneza recebeu-nos com um sol radioso. Não nos passou pela cabeça que iríamos terminar o dia num cenário de Veneza inundada.

O nosso principal receio era perdermo-nos naquele emaranhado de ruas estreitas e becos sem saída. Em certas vielas apenas cabia uma pessoa de cada vez e já imaginávamos ataques de pânico e claustrofobia.

foto_0657

Felizmente percebemos que nas fachadas dos edifícios existiam placas com indicações para três pontos-chave na ilha: Estação Santa Lucia, Rialto e Praça São Marcos. Se olharmos para o mapa de Veneza, estas três localizações fazem um triângulo o que facilita muito a orientação. O nosso ponto de partida e de chegada era a Estação de caminhos de ferro Santa Lucia, não deveria ser difícil. Pois, mesmo com as (muitas) placas a indicar o caminho, conseguimos perder-nos!

foto_0659

Melhor assim, porque de outra forma iriam escapar-nos praças muito bonitas que ficam escondidas e passagens para os canais por baixo dos edifícios que nos fazem sonhar com filmes de outros tempos.

foto_0646

foto_0646 (1)

foto_0645

foto_0642

foto_0612 (1)

foto_0605

foto_0604

foto_0602

foto_0601

Como as ruas são pedonais, os espaços exteriores são aproveitados para esplanadas. Os canais são muito bonitos.

foto_0644

foto_0643

foto_0643 (1)

foto_0613

foto_0612

foto_0610

foto_0609

foto_0608

foto_0606

foto_0606 (1)

foto_0603

foto_0656

foto_0655

foto_0654

foto_0654 (1)

foto_0653

foto_0652

foto_0650

foto_0649

foto_0649 (1)

foto_0648

foto_0647

foto_0658

foto_0644

 

Estávamos na Praça de São Marcos quando começou a chover. A princípio, umas gotas tímidas, mas de repente uma cascata de água desabou dos céus e inundou tudo.

foto_0607

Abrigámo-nos nos arcos que rodeiam a praça e que dão acesso a lojas. Rapidamente a água acumulou-se, os lojistas habituados a estas andanças arrumaram os tapetes das entradas das lojas, alguns fecharam as portas e nós ficámos encurralados entre as paredes e o lago que se formou à nossa frente. Arrefeceu muito e não foi fácil proteger a prole do vento. Afinal, as férias estavam no início e não queríamos correr o risco de os miúdos ficarem doentes. Um bocadinho a contragosto entrámos numa loja que vende artigos alusivos à cidade e há falta de melhor escolhemos um agasalho para o mais pequeno com a bandeira de Itália e “VENEZA” estampado em letras gigantes. Nem o tamanho era o certo, a camisola comprada servia ao mais velho mas foi usada pelo irmão, nove anos mais novo.