Browsing Tag

Alqueva

0

Barragem do Alqueva |sugestões p/ todos os gostos

Barragem do Alqueva

A Barragem do Alqueva é um popular destino de férias, escapadinha ou fim de semana romântico ou em família.

Isto porque existem atividades na região do Alqueva que vão deixar todos contentes.

Assim, neste artigo vamos mostrar-lhe como aproveitar da melhor forma o seu tempo tanto na zona da albufeira, como nos Municípios próximos.

Breve História da Barragem do Alqueva

Barragem do Alqueva no Alentejo

Em primeiro lugar saiba que a Barragem do Alqueva foi inaugurada em 2004 e inclui territórios pertencentes a cinco Municípios Portugueses: Portel, Moura, Reguengos de Monsaraz, Mourão e Alandroal.

Esta obra de engenharia tem 96 metros de altura (acima da fundação) e destina-se não só à reserva de água, rega, abastecimento mas também à produção de energia elétrica.

A albufeira do Alqueva é o maior reservatório artificial de água da Europa Ocidental, com 250 km2 de cota máxima e uns impressionantes 1.100 kms de margens, o que lhe valeu as designações de “Grande Lago” e “Mar do Interior”.

De facto, é água a perder de vista o que propiciou o desenvolvimento turístico da região.

O que visitar na região da Barragem do Alqueva

A Nova Aldeia da Luz

A primitiva Aldeia da Luz ficou submersa pelas águas da albufeira do Alqueva e a solução encontrada foi construir outra aldeia de raíz.

Assim nasceu a Nova Aldeia da Luz situada a 3 km da anterior e que manteve a configuração original e casas típicas e ganhou o Museu da Luz.

A Aldeia de Monsaraz

Vila de Monsaraz

A Aldeia de Monsaraz é uma das mais bonitas do Alentejo na nossa opinião.

Esta vila medieval é realmente imperdível e se está interessado em saber porquê, sugerimos que veja este artigo sobre Monsaraz.

A Aldeia da Estrela

Se decidir visitar a zona de Moura recomendamos que reserve algumas horas a explorar a Aldeia da Estrela.

É que aqui o tempo passa devagar, devagarinho, por isso não se apresse,

A Aldeia de Alqueva

A pequena aldeia de Alqueva dá o nome à barragem pela sua proximidade ao paredão.

Aqui poderá ver um monumento alusivo à barragem.

Aldeia de Juromenha

A Aldeia de Juromenha também é conhecida por Nossa Senhora do Loreto e os principais pontos turísticos são o castelo e a fortaleza.

Museu do Medronho

O Museu do Medronho inclui uma exposição permanente, a destilaria e loja onde poderá comprar as aguardentes de medronho mas também outros produtos regionais como é o caso do mel, azeite e chá.

Está localizado na Herdade de Monte Santos, no Alqueva.

O que fazer na região da Barragem do Alqueva

Pernoitar nos famosos barcos-casa

Já imaginou passar a noite num barco-casa? E mais, pilotar o seu próprio barco-casa?

Pois bem, tal experiência é possível no Alqueva uma vez que estão disponíveis barcos-casa para alugar e não precisa de carta de marinheiro para os pilotar.

Aproveitamos para referir que dispomos de condições preferenciais na marcação de hotéis e que os barcos-casa estão incluídos nesta categoria, pelo que poderá enviar-nos um email se precisar de ajuda (reservapassaporte@gmail.com).

Ir a banhos numa Praia Fluvial

Barragem do Alqueva

Um roteiro pelo Alqueva deve incluir pelo menos uma ida a uma praia fluvial!

A boa notícia é que existem várias praias fluviais na zona ribeirinha do Alqueva onde poderá relaxar, fazer piqueniques e mergulhar à vontade.

Para isso sugerimos as seguintes: Praia Fluvial da Amieira, Praia Fluvial de Mourão, Praia Fluvial da Tapada Grande (Mértola) e Praia Fluvial de Monsaraz e Praia do Mercador (Mourão).

Passeios num balão quente

A planície alentejana é magnífica e imagine só como será observá-la a partir de um balão quente.

Por isso, se não sofre de vertigens como nós, tomamos a liberdade de sugerir um passeio de balão de ar quente pelos céus do Alentejo.

Cruzeiros de barco na Barragem do Alqueva

Passeios de barco no Alqueva

Existem várias empresas que fazem cruzeiros de barco no Alqueva, com diferentes características assim como durações distintas.

Nós fizemos o tour Alqueva com história que saiu do paredão da barragem, teve a duração de 1 hora e incluiu um mergulho em plena albufeira (custo: 10 EUR).

Como chegar à Barragem do Alqueva

Gostaria de conhecer melhor Portugal? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

0

Monsaraz | 15 dicas imperdíveis

Vila de Monsaraz

Monsaraz é uma vila do concelho de Reguengos de Monsaraz, distrito de Évora, cuja história remonta ao período pré-histórico presente em monumentos megalíticos como as Antas 1 e 2 do Olival da Pega, o Cromeleque do Xerez, os Menires da Belhoa, do Barrocal e do Outeiro, assim como a Rocha dos Namorados.

No século VIII sofreu invasões muçulmanas e 1167 foi reconquistado por D. Afonso Henriques mas caiu novamente no domínio árabe até que em 1232 com a ajuda dos cavaleiros templários foi conquistado definitivamente.

Esta curta contextualização histórica serve para explicar a toponímia de alguns lugares que visitámos na zona e que vamos falar neste artigo.

Assim, vamos dizer-lhe o que visitar em Monsaraz, isto é, monumentos e lugares no centro histórico e arredores, o que ver em Monsaraz e neste ponto em concreto incluímos pontos turísticos que à partida não sentirá necessidade de dedicar muito tempo e por fim o que fazer em Monsaraz, que abrange sugestões de atividades imperdíveis nesta região.

O que visitar em Monsaraz

1 – O Castelo de Monsaraz

Vila de Monsaraz

O Castelo de Monsaraz é o cartão postal desta vila medieval. Acredita-se que foi mandado construir por D. Dinis em 1310 e é um Monumento Nacional.

Localização: Largo do Castelo, n.º 1, Entrada: gratuita.

2 – A Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa

Igreja Matriz de Monsaraz

Na Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa destacamos a fachada branca com duas torres sineiras, uma de cada lado.

No entanto, no seu interior brilha o altar-mor em talha dourada e duas esculturas em madeira de Santo Agostinho e sua mãe Santa Mónica.

Localização: Largo Dom Nuno Álvares Pereira, Horário: está aberta no verão das 09:30 às 12:30 e das 14:00 às 18:00 e de inverno das 09:30 às 13:00 e das 14:00 às 17:30, Entrada: gratuita.

3 – A Igreja da Misericórdia

Igreja da Misericórdia Monsaraz

A Igreja da Misericórdia de Monsaraz está localizada em frente à Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa.

Enfim, é um edifício com arquitectura simples, na qual se destaca a fachada branca com um escudo régio do tempo de D. José.

Todavia, no interior a peça mais importante é uma escultura do Senhor Jesus dos Passos que se acredita ser do século XVII e atualmente é também um local de arquivo histórico.

4 – O Museu do Fresco

Em primeiro lugar saiba que quando em 1958 o edifício da Junta de Freguesia de Monsaraz sofria obras de ampliação, descobriu-se por acaso uma pintura (fresco) em excelente estado de conservação na sala dos antigos julgamentos.

Percebeu-se a importância de tal achado datado do século XV apenas comparável aos frescos existentes no Palácio Comunal de Siena, em Itália, assim, para visitar o museu dedicado ao fresco alusivo à justiça divina e terrena tome nota das seguintes informações:

Localização e contactos: Largo Dom Nuno Álvares Cabral, 12, telefone: 927 997 316 ; email: geral@cm-reguengos-monsaraz.pt.

Horário de funcionamento: verão (1 de abril a 30 de setembro): das 09:30 às 12:30; 14:00 às 18:00; inverno (1 de outubro a 31 de março): das 09:30 às 13:00; 14:00 às 17:30, Encerra à segunda-feira.

Entrada: bilhete único para a Casa da Inquisição + Museu do Fresco: 1 EUR (a partir dos 12 anos).

5 – O Observatório do lago Alqueva (OLA)

Interessa-se por astronomia? Então tome nota que o Observatório do lago Alqueva está inserido na reserva Dark Sky Alqueva, o que significa que tem as condições ideais para a observação dos astros.

O OLA disponibiliza observações astronómicas diariamente às 21:30 e além disso tem atividades específicas para escolas e seniores e as suas instalações incluem plataformas de observação, auditório e cúpula de observação.

Localização: Courela da Coutada, n.º 1127, Contactos: telf.: 960 361 906; email: geral@olagoalqueva.pt , Preços: Observação noturna: 15 EUR (adultos), 9 EUR (10-17), menores de 10 entrada gratuita. Bilhete família: 35 EUR (máximo 2 adultos e até 4 membros).

6 – A Casa da Inquisição – Centro Interativo da História Judaica

A Casa da Inquisição é um pequeno museu cuja tradição diz ter sido um tribunal da inquisição, apesar de as provas documentais existentes não atestarem esta teoria.

No entanto a missão do museu é ser um centro que ajude a entender e interpretar a herança e história judaica.

Localização: Travessa do Quebra Costas, n.º 7, Preço: bilhete único para a Casa da Inquisição + Museu do Fresco: 1 EUR (a partir dos 12 anos).

7- A Ermida de São Bento

Capela de São Bento

A Ermida de São Bento também é conhecida como Capela de São Bento e fica localizada fora das muralhas da vila.

Foi construída em finais do século XVI com donativos dos moradores e se quiser tirar fotografias ao aglomerado habitacional de Monsaraz, este é um bom sítio para o fazer.

Localização: Arrabalde de Monsaraz, Entrada: gratuita.

8 – A Cisterna

Esta cisterna era o principal reservatório de água dentro das muralhas da vila e este monumento remonta à Idade Média mas apesar da cisterna ser interessante, não existe dúvida que a principal atração é p terraço existente por cima da cisterna.

Isto porque é a partir deste terraço que terá uma vista magnífica para a planície alentejana.

Localização: Travessa da Cisterna, Entrada: gratuita.

O que ver em Monsaraz

9 – O Pelourinho

Pelourinho

O Pelourinho de Monsaraz está localizado no largo Dom Nuno Álvares Pereira, entre a Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa e a Igreja da Misericórdia.

Além disso tome também nota que este Pelourinho de mármore branco proveniente de Estremoz foi edificado no mesmo local onde o original foi destruído no terramoto de 1755.

10 – As quatro portas

Existem quatro portas que pode ver em Monsaraz e que merecem a sua visita.

São elas a Porta da Vila (a principal entrada), a Porta d’Évora (junto à Rua da Muralha), a Porta d’Alcoba (entre a Travessa de Dom Dinis e a Travessa de Dona Maria) e por fim a Porta do Buraco (junto à Travessa da Cisterna).

O que fazer em Monsaraz

Barragem do Alqueva

11 – Subir às muralhas e contemplar a planície alentejana a partir do Miradouro do Castelo;

12 – Fazer um passeio de barco na Barragem do Alqueva;

13 – Relaxar e dar uns mergulhos na Praia fluvial de Monsaraz;

14 – Comprar artesanato;

15 – Deliciar-se com a magnífica gastronomia alentejana.

Restaurantes em Monsaraz

Na vila de Monsaraz vai poder experimentar a afamada gastronomia alentejana, não esquecendo os aromáticos vinhos regionais.

Existem várias opções de restaurantes e considerando a tradição alentejana de bem receber, muito certamente ficará bem servido em qualquer uma das seguintes casas no centro da vila: Casa do Forno, a Cisterna, Casa Modesta, Casa da Muralha, O Gaspacho, a Taverna os Templários e o Lumbumba.

Este último foi a nossa escolha para um almoço de domingo.

O Restaurante Lumbumba

O restaurante Lumbumba é uma casa regional que serve pratos alentejanos.

Nós escolhemos entrecosto de porco com batatas fritas, arroz e salada.

Uma refeição simples mas muito bem temperada que foi servida num agradável terraço com vista para a Barragem do Alqueva. A não perder!

Alojamento em Monsaraz

Em plena vila medieval irá encontrar algumas unidades de Turismo Rural e Alojamento Local dos quais destacamos os seguintes:

  • Casa D’Santiago
  • Turismo Rural – Casa Dona Antónia;
  • Casa Rural Santo Condestável:
  • Casa Daterra;
  • Dom Nuno Turismo de Habitação;
  • Casa do Castelo de Monsaraz

Dicas de Viagem

  • Apenas existe uma caixa multibanco que está localizada na Travessa da Misericórdia;
  • As ruas estreitas de xisto não são compatíveis com veículos, por isso o seu carro terá de ficar estacionado fora das muralhas;
  • Existe um estacionamento na colina de Monsaraz onde é permitida a pernoita de autocaravanas.

Como chegar a Monsaraz

De Lisboa: