Browsing Tag

Portugal

3

Cabo Carvoeiro | Visita a Peniche

visita a peniche

O artigo de hoje não é um relato completo de uma visita a Peniche, mas antes vamos falar-lhe do Cabo Carvoeiro que fica localizado na península de Peniche.

Se bem se lembra, nós fomos a Peniche num fim de semana em que também estivemos no Dino Park e nas Berlengas, portanto, era difícil fazer um roteiro pormenorizado de Peniche.

Na verdade, nós visitamos frequentemente Peniche e gostamos em particular da zona junto à praia do Baleal.

No entanto, desta vez, apenas pretendíamos dar um passeio junto ao Cabo Carvoeiro e espreitar a Varanda de Pilatos.

Uma visita a Peniche, Cabo Carvoeiro e Varanda de Pilatos

Para quem não sabe, o Cabo Carvoeiro situa-se no extremo da Península de Peniche, uma zona de falésias calcárias de singular beleza mas não aconselhadas a quem sofre de vertigens.

Se conseguir resistir à tentação de ir espreitar o mar junto às falésias pode sempre optar por visitar o farol. Ou então a capela da Nossa Senhora dos Remédios!

No local também existe um bar de onde pode observar o por-do-sol! Estivemos no cabo Carvoeiro ao final do dia e eram muitos os carros estacionados junto ao bar.

Uns metros mais à frente do Cabo Carvoeiro está localizada a Varanda de Pilatos.

visita a Peniche

Na minha opinião a Varanda de Pilatos é demasiado assustadora. Até consigo maravilhar-me com a sua beleza mas eu sinto vertigens, portanto não consigo controlar a má disposição quando sou confrontada com alturas.

Tenha atenção e assegure-se da sua segurança! Sabia que no local já se deram alguns acidentes mortais com pessoas que escorregaram e caíram das falésias? Não queira aumentar as estatísticas.

A noite terminou com um belo jantar no restaurante-marisqueira O Pedro, junto a cais de embarque para as Berlengas.

Para acompanhar as nossas viagens sugerimos que nos acompanhe no facebook e no instagram.

3

Dino Parque – o que ver, preços e horário

Visitar Dino Park

Procura dicas para visitar o Dino Parque na Lourinhã? Este parque temático localiza-se a cerca de 45 minutos de Lisboa e é uma excelente opção para passar um dia fantástico em família!

O que ver no Dino Parque

Em primeiro lugar deixe-me dizer-lhe que existem cinco percursos no parque, sendo que quatro correspondem a um período da História (o Paleozóico, o Triásico, o Jurássico e o Cretácico) e o quinto é o percurso dos Monstros Marinhos, uma novidade introduzida em 2019.

O parque é grande, vá com tempo e se quiser pode fazer piquenique pois existem vários locais para o efeito. No entanto, também está disponível um restaurante que serve refeições ligeiras.

São mais de 120 modelos de dinossauros à escala real e é indiscutível que impressiona o pormenor com que foram construídos.

Além disso, as estátuas estão distribuídos por um terreno de 10 hectares, por isso esteja preparado para andar bastante!

Por outro lado, cada um dos modelos tem uma placa com o nome e informações do dinossauro.

 

Entrada do Dino parqueDino Parque na Lourinhãdinossauros na LourinhãVisitar Dino ParkTyrannussauros rexVisitar Dino Parkvisitar dino parque

Além de explorar os percursos acima mencionados também pode visitar  o Museu que exibe as descobertas efetuadas na região e participar na preparação de fosseis no Laboratório.

O Laboratório situa-se na zona do Museu e tem horários próprios. Se tem interesse nesta atividade aconselho-o a consultar o horário logo que chegue ao recinto.

Por último, no Pavilhão das Atividades, pode fazer de conta que é um paleontológico, contudo tenha em atenção que algumas atividades são pagas.

A Loja do Dino Parque

Aqueles que quiserem levar uma lembrança do Dino Parque na Lourinhã, apenas terão de se dirigir à loja e escolher um presente que lhes agrade! Têm muito por onde escolher.

O Restaurante

Existe um restaurante no local que serve refeições rápidas e inspiradas nos dinossauros.

Assim, não se espante se vir douradinhos com o formato sugestivo de um Tyrannussauros Rex!

O parque de Merendas

A pensar em grupos e famílias, o parque disponibiliza áreas com mesas e sombra onde é possível fazer piqueniques.

Preços dos bilhetes de entrada

As crianças até 3 anos não pagam entrada. Dos 4 aos 12 anos pagam 9,50 EUR e jovens e adultos a partir dos 13 anos pagam 12,50 EUR.

Por outro lado, também tem a opção de adquirir um bilhete família.

Assim, um bilhete para dois adultos e uma criança custa 31,50 EUR, um bilhete para dois adultos e duas crianças custa 39,50 EUR e dois adultos e três crianças custa 46,50 EUR.

Assim, por cada criança adicional a partir das três crianças é só acrescentar 8,00 EUR por cada criança.

Horário de funcionamento do Dino Parque

Janeiro; fevereiro, novembro e dezembro : das 10:00 às 17:00 (última entrada às 15:30h)

Março,  abril, maio e outubro: das 10:00 às 18:00 (última entrada às 16:30)

Junho, julho, agosto e setembro: das 10:00 às 19:00 (última entrada às 17h30)

Quer ver mais fotografias e vídeos do Dino Parque na Lourinhã? Acompanhe-nos no facebook e no instagram 🙂

2

Umbrella Sky Project, guarda-chuvas em Águeda

Umbrella Sky Project

Em primeiro lugar Umbrella Sky Project em Águeda está associado ao Festival de Arte AgitÁgueda. Além de concertos também inclui animações de rua e afterhours. É uma iniciativa anual que costuma acontecer em julho e este ano não deixámos passar a oportunidade.

O que é o Umbrella Sky Project?

O Umbrella Sky  Project é conhecido por ser o evento dos guarda-chuvas coloridos pendurados nas ruas. O engraçado é que o comércio tradicional também costuma aderir à festa e então é usual verem-se os chapéus de chuva em bombas de gasolina ou stands de venda de carros.

Por outro lado, este festival acontece em vários pontos de Águeda pelo que o melhor é estacionar o carro e percorrer as ruas tranquilamente.

Umbrella Sky  ProjectUmbrella Sky  ProjectUmbrella Sky  ProjectUmbrella Sky  ProjectUmbrella Sky  Project

A nossa experiência em Águeda

Nós passámos uma tarde bem agradável em Águeda. Estávamos em julho, tínhamos regressado de Malta há pouco tempo e por isso ainda nos sentíamos em ambiente de férias.

As ruas estavam movimentadas mas não em demasia e havia música em todo o lado. Passámos o tempo todo de cabeça no ar 🙂

Umbrella Sky  ProjectUmbrella Sky  ProjectUmbrella Sky  Project

É claro que não podíamos ignorar a oportunidade de nos deliciarmos com a “tripa doce”, e gulosos como somos, escolhemos recheadas com ovos moles e chocolate.

Se decidir prolongar a sua estadia na região, por que não visitar Aveiro? Veja o nosso artigo sobre a “Veneza portuguesa” aqui.

Como chegar a Águeda?

Águeda pertence ao distrito de Aveiro. Desta forma, a melhor maneira de lá chegar quer venha do norte ou do sul do país é pela A1.

Se estiver interessado em visitar Águeda na altura do Umbrella Sky Project ou noutra altura qualquer, veja os preços para os hotéis da região no Booking.

Por último, não se esqueça de nos seguir nas redes sociais, nomeadamente no facebook e no instagram, onde regularmente disponibilizamos conteúdo exclusivo! Já nos segue lá? Não sabe o que anda a perder 🙂

6

Aveiro |o que visitar e fazer na Veneza Portuguesa

Até onde vai com 70 EUR? | Aveiro

Aveiro é muitas vezes apelidada de Veneza Portuguesa, uma vez que à semelhança da cidade italiana, uma das atrações são os canais.

No artigo de hoje vamos dar-lhe sugestões do que pode visitar nesta cidade, o que pode fazer bem como praias da região que nós recomendamos.

O que visitar em Aveiro

Salinas

A extração de forma tradicional do sal ainda é uma realidade em Aveiro, pelo que uma visita às salinas é obrigatória.

No entanto, tenha em consideração que é uma atividade sazonal e que está condicionada com as condições atmosféricas.

Ecomuseu Marinha da Troncalhada

Este museu ao ar livre está aberto permanentemente, isto siginifica que mesmo que o tempo não esteja favorável, poderá visitá-lo.

Retrata a vivência da extração de sal, ou seja, os métodos de extração tradicional do sal.

Está localizado no Canal das Pirâmides.

Igreja da Misericórdia

Majestoso edifício em cuja fachada sobressaem os azulejos azuis e brancos, assim como uma entrada ornamentada com quatro colunas e variadas imagens.

Poderá visitá-la na Rua de Coimbra, número 27.

Museu da cidade de Aveiro

Este museu pretende celebrar a história da cidade, ilustrando momentos, fatos e protagonistas Aveirenses.

Além da exposição permanente recebe ocasionalmente exposições temporárias, pelo que se já visitou o museu no passado, tem agora razões para o revisitar.

O museu está sedeado na Rua João Mendonça, número 9-11.

Capela de São Gonçalinho

Em janeiro (no domingo mais próximo do dia 10 de janeiro) realiza-se a principal festividade a São Gonçalinho.

São três os principais atrativos desta festa.

Em primeiro lugar, são atiradas cavacas (doces regionais) às pessoas que se agrupam no exterior da capela;

Depois, a cerimónia de entrega do ramo que consiste na entrega de um ramo de flores artificiais aos mordomos responsáveis pela festa do ano seguinte;

Por último, a Dança dos Mancos que é realizada por um grupo de homens no interior da capela.

Igreja de São João Evangelista

Também conhecida como Igreja das Carmelitas, tem um exterior austero de paredes brancas mas exibe um interior ricamente decorado.

São de realçar os altares adornados com talha dourada que contrasta com painéis de azulejos azuis e brancos.

Poderá visitá-a na Praça Marquês de Pombal.

Mosteiro de Jesus

O Mosteiro de Jesus já foi um mosteiro da Ordem Dominicana Feminina e hoje faz parte do Museu de Aveiro que alberga uma importante coleção de arte sacra.

São várias as salas que podem ser visitadas, mas nós realçamos o túmulo da Princesa Santa Joana, o cláustro e o refeitório.

Morada: Avenida Santa Joana, s/n, Aveiro.

Farol de Aveiro

O farol da Praia da Barra é o maior farol português, por isso não deixe passar a oportunidade de o visitar quando estiver em Aveiro.

Reserva Natural das Dunas de São Jacinto

Esta reserva natural é uma tira de terra que se situa entre o Oceano Atlântico e a Ria de Aveiro.

Possui um habitat único que precisa ser preservado. Algumas espécies que podem ser avistadas na Reserva Natural das Dunas de São Jacinto são o ganso-patola, corvo-marinho-de-faces-brancas, cotovia-de-poupa, pato-real, papagaio-do-mar e cobra-de-água-de-colar.

O que fazer em Aveiro

Deixamos algumas sugestões de atividades que pode realizar em Aveiro!

  • Fazer um cruzeiro na Ria de Aveiro;
  • Comprar sal;
  • Deliciar-se com tripas e ovos moles;
  • Visitar os palheiros da Costa Nova;
  • Andar de BUGA (Bicicleta de Utilização Gratuita de Aveiro).

Praias de Aveiro (e arredores)

Aveiro também é conhecido pelas suas belas praias e nós recomendamos que visite as seguintes:

  • Praia da Costa Nova
  • Praia da Barra
  • Praia de São Jacinto

Lembra-se do desafio que lançámos e que se chama até onde vai com 70 EUR?

Esta é a edição de Aveiro e devo, desde já, alertá-lo para o facto de não termos conseguimos manter-nos dentro do orçamento estipulado.

Até onde vai com 70 EUR?

Os encantos de Aveiro são muitos e conhecidos mas os nossos preferidos estão localizados junto à ria. Gostamos de tirar fotografias aos barcos, às quatro estátuas da ponte e gostamos de comer tripas e ovos moles.

Gostamos, também, de experimentar novos restaurantes e fomos muito bem servidos no Mercado do Peixe.

Até onde vai com 70 EUR? | Aveiro

Diário de bordo

Quilómetros percorridos: 230 KM.

Combustível + portagens: 35 EUR

Almoço: 57 EUR.

Total: 92 EUR.

Veja também os artigos sobre Pitões das Júnias e Talasnal.

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

2

Pitões das Júnias: o que ver e dicas de viagem

pitoes-das-junias

No início do mês de junho lançámos-lhe um desafio: até onde vai com 70 EUR? Como explicámos na altura, a ideia é desafiá-lo a viajar mais em Portugal. O primeiro desafio levou-nos ao Gerês, a Pitões das Júnias.

Visitar Pitões das Júnias

Esta pequena aldeia do concelho de Montalegre é uma das mais altas de Portugal.

Além da aldeia em si, pode visitar a Cascata de Pitões, as ruínas do Mosteiro de Santa Maria da Júnias, a igreja de São Rosendo e as Capelas do Anjo da Guarda e de São João da Fraga.

pitoes-das-juniasVista da aldeia de pitões das juniasruas estreitas em granitovida rural

Nós fomos a Pitões das Júnias no dia da Mãe, os rapazes decidiram oferecer-me o almoço e já há algum tempo que queria experimentar o cozido de Pitões de Júnias no Restaurante Dom Pedro Pitões.

Restaurante Dom Pedro Pitões

A particularidade deste cozido é que os donos do restaurante criam os animais, portanto a qualidade das carnes utilizadas está assegurada.

O exterior e interior do restaurante estão decorados com artigos ligados à agricultura e ao campo como arados e potes de ferro.

Estavam lá a almoçar vários grupos de espanhóis e tivemos de esperar algum tempo para termos mesa.

O serviço além de demorado estava um bocadinho desorganizado pois algumas famílias estava à espera de mesa mas haviam mesas livres, só era preciso limpá-las.

Mas era domingo, nós estávamos bem dispostos e acredite que valeu a pena esperar.

Quando nos sentámos trouxeram um cesto de pão que desapareceu num instante porque era muito bom.

Pedimos outro cesto de pão. Os rapazes não apreciam o cozido e pediram bife que estava ÓTIMO!

Sim, merece letras maiúsculas pois estava mesmo muito bom. Tenro, bem temperado e cozinhado na perfeição.

A estrela do almoço para mim foi o cozido que estava perfeito.

Como me tinham dito as carnes eram de excelente qualidade e para minha surpresa vinham acompanhadas de grelos.

Bife restaurante dom pedrocozido no dom pedro pitões

Depois do almoço visitámos a aldeia e depois fomos até à Cascata de Pitões.

Cascata de Pitões das Júnias

Pode levar o carro pois existe um parque de estacionamento perto do passadiço de madeira que o leva até ao miradouro onde pode ver a Cascata.

cascata-pitoes-juniascascata-pitoes-juniascascata-pitoes-junias

Dica extra: passe pela padaria e leve pão para casa. Acredite que nunca comeu um pão tão delicioso como aquele.

Diário de bordo:

Quilómetros percorridos: 330 KM.

Combustível + portagens: 35 EUR

Almoço: 35 EUR.

Total: 70 EUR.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

2

Cinco dicas para aproveitar o verão (e o bom tempo em geral) quase sem gastar dinheiro!

por-do-sol

As suas férias já terminaram? Ainda não foi de férias? Mesmo assim quer aproveitar o verão?

Deixamos, então, cinco sugestões para que chegue ao outono com a impressão de que o verão foi aproveitado ao máximo!

Cinco dicas para a aproveitar o verão (e o bom tempo em geral) quase sem gastar dinheiro!

Beber uma bebida ao final do dia num bar ou esplanada.

No final do dia de trabalho  precisa mesmo de ir a correr para casa? Pelo menos uma vez avise em casa que vai chegar mais tarde e combine uma saída com amigos. Os amigos estão ocupados? Vá sozinho, sente-se numa esplanada e desfrute da ocasião. Ou então leve a família consigo e desfrute na mesma da ocasião.

Fazer uma caminhada.

No final do jantar desligue a televisão, calce as sapatilhas, saia de casa e percorra a sua cidade a pé. Vai ver que dorme melhor e acorda de manhã com mais energia.

parque-donana-espanha

Shinrin-yoku.

Já ouviu falar da medicina de estar simplesmente na floresta. E de banhos de floresta? Vá em grupo ou sozinho e beneficie da terapia de inspiração japonesa com um número crescente de adeptos em Portugal. O contacto com a natureza só lhe faz bem. Mais informações aqui e aqui.

14988483946fa4f873f06577453e8a1153b2727542

 

Observar o pôr-do-sol.

Ou o nascer do sol de for madrugador. Procure um local tranquilo e boa companhia. Observe o momento e relaxe.

por-do-sol

Fazer um piquenique.

Os restaurantes da moda tendem a ser dispendiosos e dificilmente se divertirá se gastar mais do que devia. Que tal fazer um piquenique? Um lanche caseiro, saudável e económico é uma excelente opção para aproveitar melhor os dias quentes de verão que se aproximam.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. temos todo o gosto em ajudar!

 

 

0

Cerdeira | Aldeia do Xisto a visitar

cerdeira-aldeias-do-xisto

Cerdeira Aldeia do Xisto. É sobre esta aldeia que vamos falar hoje. Para quem nos acompanha há algum tempo já devem ter percebido que nós gostamos de ambientes rurais.

E as nossas Aldeias do Xisto são ótimas sugestões para passeios em família.

Cerdeira Aldeia do Xisto

Quando chegámos à aldeia de Cerdeira a primeira coisa que notámos foi que as casas foram recuperadas com grande cuidado.

Dá gosto explorar uma aldeia que está habitada e cujos habitantes espreitam da janela enquanto passamos entretidos a tirar fotografias.

À semelhança das restantes Aldeias do Xisto que já visitámos, a Cerdeira é pequena  e não precisa de muito tempo para a explorar.

Deixámos o carro estacionado junto à Capela Nossa Senhora de Fátima e fizemos o percurso até à aldeia a pé.

cerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xistocerdeira-aldeias-do-xisto

Se tiver tempo, dedique meia hora a descer a ravina até à Ribeira da Cerdeira.

E já sabe, as Aldeias do Xisto estão ligadas por percursos pedonais que atravessam a serra.

Da Cerdeira pode ir até ao Candal num trilho de 2,8 quilómetros.

PR3-LSA-cerdeira-ate-candal

Lembre-se que temos o cuidado de atualizar frequentemente as nossas redes sociais, pelo que poderá encontrar inspiração no facebook  e no instagram, assim como no grupo Ofertas de VIAGENS!

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário, temos todo o gosto em ajudar!

4

Candal | Aldeia do Xisto junto à EN

candal-aldeias-do-xisto

Candal Aldeia do Xisto não passa despercebida a quem passa pela Estrada Nacional.

Leu bem, não precisa de se embrenhar pela serra para encontrar esta pérola.

Candal Aldeia do Xisto está localizada na Serra da Lousã, junto à Estrada Nacional que liga Castanheira de Pera e a Lousã.

Candal Aldeia do Xisto

Talvez não se recordem mas no dia em que fizemos este roteiro pelas Aldeias do Xisto na Serra da Lousã estava mau tempo.

Para nosso azar não conseguimos visitar a aldeia do Candal convenientemente porque estava a chover.

Vendo bem, até tivemos sorte pois conseguimos explorar quatro aldeias apenas Candal ficou visto pela rama.

Sabem o que isto significa? Que vamos ter de voltar a esta aldeia, para subirmos a encosta e passearmos pelo meio das casas de xisto.

Vimos perto da estrada uma esplanada bem simpática, deve ser agradável estar sentada naquele lugar e contemplar a vista.

Infelizmente não posso dizer-lhe o que visitar no Candal porque não vimos quase nada mas pode consultar a informação oficial disponível aqui.

Quando vi a aldeia lembrei-me do Piódão porque as duas aldeias estão situadas numa encosta e a disposição das casas é semelhante.

Além disso, costuma estar a chover quando visitamos o Piódão!

candal-aldeias-do-xistocandal-aldeias-do-xistocandal-aldeias-do-xisto

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

3

Talasnal | Montanhas de Amor

talasnal-aldeias-do-xisto
talasnal-aldeias-do-xisto

Para uma aldeia em plena Serra da Lousã, o Talasnal oferece alguma variedade em termos de comércio tradicional.

Na entrada da aldeia, junto ao local onde pode fazer inversão de marcha ou estacionar o carro, existe uma pequena praça com uma loja de artesanato, o Bar Talasnal e uma escadas junto ao tanque que dão acesso à restante aldeia.

talasnal-aldeias-do-xisto
talasnal-aldeias-do-xisto
talasnal-aldeias-do-xisto
talasnal-aldeias-do-xisto
talasnal-aldeias-do-xisto-bar-o-curral
talasnal-aldeias-do-xisto
talasnal-aldeias-do-xisto

Quando estivemos no Talasnal tinha chovido recentemente pelo que se notava bastante o cheiro a terra molhada.

O passeio aguçou-nos o apetite e sentámo-nos à mesa na companhia dos produtos da região.

O Bar Talasnal

No Bar Talasnal optámos pelos produtos regionais: queijos, javali, enchidos e legumes da horta.

Sala de jantar típica
Ementa da taberna Talasnal
Produtos típicos
Entradas quentes

Este pequeno local tem dois pisos, o inferior é bastante pequeno mas no primeiro andar existe um espaço ligeiramente maior.

Da pequena janela avista-se a Serra da Lousã. Dizem que aqui perto existem veados, corsos e javalis.

Serra da Lousã

Se pretender pernoitar na aldeia tem à disposição vários estabelecimentos de Alojamento local e tem também o restaurante Ti Lena que costuma ter boas referências.

Gostaria de saber preços para alojamento no Talasnal? Nós podemos ajudar, envie um email para reservapassaporte@gmail.com e nós iremos encontrar as melhores soluções.

Pode ver as Aldeias do Xisto que já visitámos aqui.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

Gostaria de conhecer melhor Portugal? Já publicámos vários artigos dedicados a destinos portugueses! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS!

2

Casal Novo | Aldeias do Xisto

casal-novo

Casal Novo esconde-se na Serra da Lousã! É que quem circula na estrada em direção ao Talasnal pode não perceber que está a passar ao lado de uma Aldeia do Xisto!

Casal Novo

Só quem estiver com atenção vai notar que existe uma aldeia do lado direito da estrada.

Nós sabíamos ao que vínhamos, pelo que quando vimos a placa que dizia “Casal Novo” estacionámos o carro e partimos à aventura.

casal-novo-aldeias-do-xisto

O tamanho reduzido da aldeia é altamente compensado pela simpatia dos residentes. No Chiqueiro não vimos ninguém e não me pareceu que morassem pessoas na aldeia.

Mas no Casal Novo fomos primeiro surpreendidos por um cão que assustou o nosso filho.

É claro que o animal não nos fez mal nenhum e só queria brincar mas logo a seguir a este episódio apareceu o dono do cão que ficou a conversar connosco.

A conversa foi interrompida pela chuva que não se fez de rogada e encharcou-nos nos curtos metros que percorremos até ao carro. Para a próxima não nos podemos esquecer do guarda-chuva.

casal-novoaldeias-do-xistocasal-novo-aldeias-do-xistoaldeias-do-xistopote-aldeias-do-xistocasal-novo-aldeias-do-xistocasal-novo-aldeias-do-xistocasal-novo-aldeias-do-xisto

 

É nossa intenção continuar a visitar as Aldeias de Xisto que temos em Portugal.

Enquanto não conseguimos visitá-las a todas sugerimos que viaje até ao Candal, ao Talasnal e a Cerdeira.

Acompanha-nos nesta viagem?

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

E não se esqueça que as mais recentes promoções de viagens são publicadas no grupo Ofertas de VIAGENS e que diariamente disponibilizamos conteúdo novo no facebook  e no instagram!

6

Chiqueiro | Aldeia do Xisto na Lousã

chiqueiro-aldeias-do-xisto

A Aldeia de Chiqueiro fica localizada na Serra da Lousã. É uma aldeia muito pequena e não vimos ninguém enquanto lá estivemos. Deixámos o carro estacionado à entrada da aldeia e descemos as escadas a pé. Do lado direito vimos a Capela de Nossa Senhora da Guia que estava fechada. Continuamos a descer e sem darmos conta tínhamos chegado ao final da aldeia.

chiqueiro-aldeias-do-xistochiqueiro-aldeias-do-xistochiqueiro-aldeias-do-xistochiqueiro-aldeias-do-xistochiqueiro-aldeias-do-xistochiqueiro-aldeias-do-xisto

Os adeptos de caminhadas podem fazer os trilhos até ao Casal Novo e Talasnal.

chiqueiro-aldeias-do-xisto

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

0

Aldeias de Xisto |um dia na Serra da Lousã

aldeias-do-xisto

A Serra da Lousã continua a surpreender-nos. Desta vez visitámos cinco Aldeias do Xisto e apesar de inicialmente acharmos que eram demasiadas aldeias para um único passeio, a verdade é que conseguimos visitar o que queríamos. Só não conseguimos explorar convenientemente a aldeia do Candal por causa da chuva. Precisamos de uma desculpa para regressar à Lousã, certo? Ora aqui a nossa desculpa para a próxima viagem à Lousã!

Se quiser fazer o mesmo percurso que nós fizemos aqui deixamos o nosso roteiro:

Saímos do Porto pela A1, depois pela A13 na zona de Coimbra e finalmente pela N342 em direção à Aldeia de Chiqueiro. Demorou-nos pouco mais de duas horas a chegar ao primeiro destino.

Chiqueiro

chiqueiro-aldeias-do-xisto

Um quilómetro mais à frente está a Aldeia de Casal Novo.

Casal Novo

casal-novo-aldeias-do-xisto

Percorremos cerca de dois quilómetros e meio e chegámos ao Talasnal, onde aproveitámos para almoçar.

Talasnal

talasnal-aldeias-do-xisto

Quando saímos do Talasnal começou a chover. E continuou a chover enquanto percorremos os cerca de nove quilómetros até ao Candal.

Candal

candal-aldeias-do-xisto

Só nos faltava uma paragem, a Aldeia de Cerdeira. Felizmente a chuva parou e conseguimos explorar Cerdeira à vontade.

Cerdeira

cerdeira-aldeias-do-xisto

Interessa-se pelas Aldeias do Xisto? Nós estamos decididos a visitar as vinte e quatro Aldeias do Xisto de Portugal. Quer saber quais já visitámos? Veja aqui.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

2

10 sugestões para aproveitar os feriados que se aproximam

dez-sugestoes-para-viagens

Aproximam-se dois feriados, o 25 de abril e 01 de maio. Já tem alguma viagem planeada? Se sim, ótimo! Se não, deixamos algumas sugestões de sítios para visitar em Portugal e Espanha. Não ficará em casa por falta de ideias!

Em Portugal

Badoca Safari Park – Alentejo

O Badoca Safari Park situa-se na Herdade da Badoca, em Vila Nova Santo André. No site é possível encontrar entre outras informações o horário de funcionamento e tabela de preços.

Tivemos oportunidade de visitar o parque por duas vezes, uma com o nosso filho mais velho ainda criança e uns anos mais tarde com os dois rapazes. Notámos que o parque tem evoluído, a diversidade de animais tem vindo a aumentar e é um ótimo passeio para um feriado ou fim de semana.

badoca-park-alentejo

Serra do Buçaco

Se gosta de natureza a Serra do Buçaco é perfeita para si. Tem trilhos pedestres para se aventurar, nascentes e lagos. Pode ver o nosso roteiro aqui.

Serra-do-busçaco
Serra da Estrela

A Serra da Estrela tem algo de novo a oferecer em cada estação do ano. Sejam as flores silvestres na primavera, paisagens verdejantes no verão, tons de castanho no outono e a neve no inverno. Temos alguns posts no blogue acerca da Serra da Estrela se precisa de reavivar a memória. O que há a não gostar?

torre-serra-da-estrela

Parque Nacional Peneda-Gerês

Nós somos visitantes assíduos do Gerês e ainda não nos fartámos. Os minhotos adoram falar com visitantes e nós aproveitamos as dicas deles para conhecer alguma coisa nova. E a comida tem um sabor especial. Tem dicas e um roteiro para três dias aqui.  e aqui.

cascata-de-pincaes-geres

Serra da Freita

Estivemos recentemente na Serra da Freita e adorámos. Gosta de vida rural e contacto com a natureza? Este passeio é perfeito para si! Há muito para explorar, não se contente apenas com o roteiro que descrevemos aqui no blogue. Algumas dicas aqui.

Serra-da-freita-arouca

Cruzeiro no Douro

Precisa tranquilidade? Que tal deixar o rebuliço da cidade do Porto e subir o rio Douro a bordo de um cruzeiro? Observar o barco a deslizar pelas águas calmas do rio Douro e observar as vinhas nos socalcos não lhe pode fazer mal!

cruzeiro-no-rio-douro-portugal

Em Espanha

Corunha

Não é certamente uma escolha óbvia, mas a Corunha tem o tamanho perfeito para uma escapadinha de poucos dias. Pode visitar a Torre de Hércules e deambular pelo centro histórico. Uma pausa na praça Maria Pita é aconselhável, assim como um passeio à beira mar. Os restaurantes oferecem várias opções para degustar polvo e marisco, aproveite!

corunha-espanha

Covadonga – Picos da Europa

Já ouviu falar em Covadonga? Se nunca ouviu falar em Pelayo e da batalha de Covadonga tem uma razão extra para organizar uma viagem aos Picos da Europa.

covadonga-picos-da-europa-espanha

Madrid

A capital espanhola está muito perto de Portugal, portanto parece-nos uma excelente opção para uma escapadinha nos feriados. O que visitar? Tanta coisa… o Parque do Retiro, a Puerta del Sol, o Palácio Real, a Catedral de Almudena, a Plaza Maior, o Museu do Prado, a Puerta de Alcalá, só para nomear alguns.

paque-el-retiro-madrid

Ávila

Se não lhe interessa a movida madrilena, que tal visitar a cidade muralhada de Ávila? Não perca uma visita à catedral.

avila-espanha

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

4

Benfeita, a Aldeia [branca] do Xisto.

Chegámos a Benfeita poucos minutos antes de anoitecer. Antes tínhamos estado no Piódão e na Fraga da Pena.

Portanto, não tínhamos tempo para percorrer o PR1 AGN – Caminho do Xisto de Benfeita, que fazia parte dos nossos planos.

O percurso estende-se por 10,4 km.

As marcas dos fogos florestais do ano passado são muito visíveis e como tínhamos atravessado a luxuriante Mata da Margaraça foi difícil não ficarmos dececionados com o que vimos na Benfeita. Acho que temos de deixar o tempo passar para que a floresta floresça.

Situada no concelho de Arganil, Benfeita é uma das 24 Aldeias do Xisto.

Benfeita-aldeia-do-xistoBenfeita-aldeia-do-xistoBenfeita-aldeia-do-xisto

Benfeita-aldeia-do-xisto

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

9

Fraga da Pena, uma pérola na Mata da Margaraça

A Fraga da Pena está inserida na Serra do Açor, perto da aldeia de Pardieiros, concelho de Arganil, distrito de Coimbra.

Saímos do Piódão a seguir ao almoço empenhados em visitar a Fraga da Pena e depois a Aldeia do Xisto Benfeita.

Pela M508 e depois pela N344 chegámos a Monte Frio, onde virámos à esquerda em direção à Mata da Margaraça. Parámos algumas vezes porque a paisagem é muito bonita.

fraga-da-pena

fraga-da-penafraga-da-pena

Depois de passarmos pela a aldeia de Pardieiros a estrada leva-nos à Fraga da Pena. Existe um parque de estacionamento pequeno logo a seguir à curva onde uma placa indica “Fraga da Pena”.

fraga-da-penafraga-da-penafraga-da-penafraga-da-penafraga-da-pena

Estacionámos o caro e percorremos a pé o curto trajeto até à cascata. O conjunto de quedas de água esconde-se num cenário idílico de onde não queremos sair.

1521578074285aff3985368ab465e5769865f6ab711521578176fa8fc0b27b739309c702d2ebc9be0a4c

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe uma mensagem. Temos todo o gosto em ajudar!

10

Piódão, Foz de Égua e Chãs de Égua

Situado em plena Serra do Açor, o Piódão é uma das 12 Aldeias Histórias de Portugal.

piodaopiodaopiodaopiodaopiodaopiodaopiodaopiodaopiodao

As casas de paredes de xisto, telhados de lousa e portas e janelas pintadas de azul são bem conhecidas. O que talvez não saiba é que a poucos quilómetros daqui existem duas aldeias igualmente pitorescas e que merecem a sua visita. Refiro-me a Foz de Égua e Chãs de Égua.

O trajeto pode ser feito de carro mas se tiver tempo percorra-o a pé. Sugerimos que estacione o carro na praça de Piódão, desça até Foz de Égua, suba até Chãs de Égua e regresse ao Piódão para uma refeição ligeira ou reforçada conforme lhe aprouver.

Foz de Égua:

Foz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodaoFoz-de-egua-piodao

Chãs de Égua:

Chãs-de-ÉguaChãs-de-Égua

São 12 quilómetros de caminhada fácil pela estrada ou, melhor ainda, aventure-se pelos trilhos pedestres que ligam estas aldeias.

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar!

7

Pedras parideiras, um fenónemo geológico raro!

pedras-parideiras-arouca

Pedras parideiras” foi o nome que os habitantes da aldeia da Castanheira deram ao fenómeno de pedras que “dão à luz” outras pedras.

Para que perceba, e de uma forma muito simplificada, pequenos nódulos desprendem-se da rocha mãe, dando a impressão que estão a nascer novas pedras.

Em primeiro lugar, sugerimos que tome nota que as pedras podem ser observadas ao ar livre.

pedras-parideiras-aroucapedras-parideiras-aroucarota da água e da pedrapedras-parideiras-aroucapedras-parideiras-arouca

comprar pedras no geopark

serra da freita

Principalmente se viaja com crianças em idade escolar, sugerimos que visite o centro de interpretação deste bizarro fenómeno. Pois além da Serra da Freita, este fenómeno apenas é conhecido na Rússia.

Casa das Pedras Parideiras – Centro de Interpretação 

Para perceber melhor o que acontece neste geossítio recomendamos que visite a Casa das Pedras Parideiras.

Está localizada a alguns metros do local onde efetivamente se podem ver as pedras parideiras sendo possível marcar visitas guiadas.

Para mais informações, nomeadamente para saber o preço das visitas guiadas, por favor envie email para pedrasparideiras@aroucageopark.pt.

Horário do Centro de Interpretação

Todos os dias de manhã das 09:30 às 12:30 e de tarde das 14:00 às 17:00, com exceção dos dias festivos.

Localização das Pedras Parideiras

Estão inseridas no Geopark, mais concretamente na aldeia de Castanheira, Rua de Santo António – Albergaria da Serra, 4540-013, Arouca, distrito de Aveiro.

Onde Comer

Na localidade de Felgueira, a alguns quilómetros do Geopark de Arouca, está localizado o Restaurante Mira Freita.

É um restaurante típico cujo atendimento e comida nós consideramos excelente! E, por isso, recomendamos vivamente que o visite!

Já deve ter percebido que nós gostamos muito de explorar o nosso país, em particular as aldeias pequeninas!

Assim, tomamos a liberdade de sugerir que nos acompanhe no facebook  e no instagram, para conteúdo novo!

Além disso, já aderiu ao grupo Ofertas de VIAGENS onde disponibilizamos as mais recentes promoções de viagens?

0

Restaurante Mira Freita |dica de restaurante típico

Almoçámos no Restaurante Mira Freita num domingo a horas pouco decentes. Não sei precisar a hora mas já devia passar das três da tarde porque entrámos a medo no restaurante e perguntámos se ainda nos podiam atender.

felgueira-serra-de-freita
restaurante-mira-freita-serra-da-freita
restaurante-mira-freita-serra-da-freita
restaurante-mira-freita-serra-da-freita

Percebemos que na sala de refeições ainda estavam quatro mesas ocupadas.

Fomos recebidos de bom grado mas avisaram-nos que os pratos principais, isto é, as receitas de forno, já tinham terminado.

Iniciámos a refeição com um pratinho de rojões que estavam deliciosos!

Restaurante-mira-freita

Depois serviram-nos um grande prato com churrasco (frango, costelinhas, entrecosto), acompanhado de batatas fritas, arroz e salada de alface.

Os diferentes tipos de carne estavam bem temperados e perfeitamente cozinhados.

Por outro lado, as batatas fritas tinham sido claramente cozinhadas há pouco tempo pois estavam bem crocantes.

O arroz estava soltinho e saboroso e a salada temperada ao nosso gosto.

restaurante-mira-freita-serra-da-freita

Localização do Restaurante Mira Freita

O Restaurante Mira Freita fica situado na Rua da Freita, n.º 306, Felgueira – Arões, Vale de Cambra, a cerca de 7 kms da Frecha da Mizarela.

O que visitar nas redondezas

Nós visitámos a Frecha da Mizarela, a Serra da Freita e as Pedras Parideiras.