Visitar Zagrebe: descubra a beleza da capital da Croácia em 3 dias

Visitar Zagrebe, a capital da Croácia.
Índice do artigo

Zagrebe, a capital da Croácia, é uma cidade rica em história e cultura. Com uma população de mais de 800.000 habitantes, é a maior cidade do país e o centro político, económico e cultural da região.

No país das mais de mil ilhas com praias paradisíacas e com um pé no Mar Adriático, percebe-se que esta cidade fique relegada para segundo plano. Nada mais errado!

É que Zagrebe tem todos os ingredientes para uma escapadinha citadina perfeita, ou seja, muitas coisas para ver e fazer, incluindo atividades ao ar livre, atrações culturais, boa comida e compras. Além disso, tem transportes públicos aceitáveis, alojamento em conta e uma atmosfera amigável e acolhedora.

Apesar do seu tamanho, Zagrebe oferece uma mistura única de vida urbana e beleza natural, com muitos parques e jardins por toda a cidade, incluindo o famoso Parque Maksimir.

Isto sem falar na segurança e no facto de a Croácia ter aderido ao Euro em janeiro de 2023, que veio facilitar as viagens para este país que tem tanto dado que falar! Ou seja, não tem desculpa para não conhecer esta região.

Eu gostei particularmente do centro histórico, mas se está interessado em arte, arquitetura ou comida, não vai ficar desiludido com Zagrebe.

Assim, neste artigo vou partilhar as principais recomendações de o que ver e fazer em Zagrebe, incluindo museus fora da caixa, deliciosa culinária local e parques pitorescos.

Também incluí um roteiro para três dias, que foi o tempo que passei na cidade, mas se pretende ficar mais dias em Zagrebe, espreite as sugestões de day-trips a partir de Zagreb para uma estadia mais longa.

Enfim, espero que este guia seja útil para planear sua visita a esta bela e histórica cidade.

O que visitar e fazer em Zagrebe

Street Art em Zagrebe.
Street Art em Zagrebe.

Antes de mais, deve saber que a cidade está dividida em duas partes distintas: a cidade alta, conhecida como Gornji grad, e a cidade baixa, conhecida como Donji grad.

É na cidade alta que está o centro histórico, um lugar repleto de arquitetura gótica e barroca, enquanto que a cidade baixa é um moderno distrito de negócios e o lugar indicado se pretende fazer compras mais em conta.

Seguem-se, então, algumas sugestões de o que visitar e fazer na capital da Croácia.

Explorar o Centro Histórico de Zagrebe: um passeio pela história

Zagreb Welcomes You, no centro histórico.
Zagreb Welcomes You, no centro histórico.

Habitualmente é nos centros históricos das cidades europeias que estão concentradas as principais atrações turísticas, e Zagrebe não é exceção.

Por isso, para ficar a conhecer a história e cultura espelhadas nos edifícios da cidade alta de Zagrebe, dirija-se à zona antiga da cidade.

Pode começar, por exemplo, na Praça Ban Jelačić, que é a principal e mais importante praça de Zagreb, cujo nome é uma homenagem a Ban Josip Jelačić, um governador croata do século XIX e considerado herói nacional.

Praça Ban Jelačić

Praça Ban Jelačić.
Praça Ban Jelačić.

A praça é um ponto de encontro popular tanto para moradores como para turistas e é cercada por prédios históricos, cafés e lojas.

No centro da praça pode ver a estátua de Ban Jelačić, erguida em 1866. Muitos visitantes vão para ao pé da estátua para tirar fotos e costuma ser usada como ponto de encontro. A praça também é palco de vários eventos ao longo do ano, incluindo o mercado de Natal e o festival do Advento de Zagrebe.

Siga, depois, para a Catedral de Zagrebe, passando antes por Zagreb Welcomes You, uma maquete em alto relevo construída em bronze e que recria a cidade de Zagreb ao longo dos séculos.

A Catedral de Zagrebe e Monument of the Assumption of the Blessed Virgin Mary

Catedral de Zagreb.
Catedral de Zagrebe.

A Catedral da Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria, mais conhecida como Catedral de Zagrebe, é o edifício religioso mais importante e a estrutura mais alta de Zagrebe, na Croácia.

A catedral está localizada em Kaptol, o centro religioso histórico de Zagrebe, e é uma mistura dos estilos arquitetónicos neogótico e neorenascentista. Foi construída no século 12, mas passou por várias obras de recuperação, como está a acontecer neste momento, assim como acréscimos ao longo dos séculos.

A Catedral de Zagrebe está fechada desde o terramoto de 2020, pois a estrutura ficou bastante debilitada.

No entanto, quando for possível, dentro da catedral, os visitantes podem admirar os vitrais, o órgão e o altar, além das estátuas e pinturas que adornam as paredes e os tetos. O tesouro mais valioso da Catedral é, no entanto, o altar de madeira da oficina de Francesco Robba.

A catedral tem várias capelas, incluindo a Capela de São Marcos, que contém os restos mortais do santo padroeiro de Zagrebe, e a Capela de Santa Catarina, que tem uma pintura do artista barroco Francesco de Paula.

A catedral também é a última morada de muitas figuras importantes da história croata, incluindo bispos, políticos e figuras culturais.

Continue a explorar o centro histórico de Zagrebe, desta vez em direção a Ulica Ivana Tkalčića.

Ulica Ivana Tkalčića, a rua boémia

O que fazer em Zagreb: ir a Ulica Ivana Tkalčića.
Ulica Ivana Tkalčića.

A rua Ilica (Ulica Ivana Tkalčića) é uma das ruas mais longas e famosas de Zagrebe.

Está localizada no centro da cidade e corre paralela à praça principal, a Praça Ban Jelačić. A rua é conhecida pela sua atmosfera animada, com várias lojas, cafés e restaurantes, tanto nacionais como internacionais.

A rua Ilica também é conhecida pela diversidade arquitetónica, com uma mistura de Art Nouveau, Secession e edifícios modernos. Olhe com atenção para os pormenores das fachadas dos prédios históricos, muitos dos quais preservados desde o século XIX.

A rua também tem alguns monumentos, como o monumento aos croatas mortos na Segunda Guerra Mundial e o monumento a Ivana Tkalčića, uma famosa jornalista e escritora croata, que dá nome à rua.

A rua é também o local de vários eventos culturais ao longo do ano, incluindo o Advento anual na rua Ilica, que apresenta música ao vivo, comida e outras atividades. Aproveite para almoçar, se for o caso e continue para um dos cartões-postais de Zagrebe, a igreja com telhado colorido: St. Mark’s Church.

St. Mark’s Church (Igreja de São Marcos)

St. Mark's Church.
St. Mark’s Church.

A Igreja de São Marcos é uma bela e histórica igreja localizada no coração de Zagrebe, na Croácia.

É um dos marcos mais conhecidos da cidade e é um destino turístico popular. A igreja medieval é famosa pelo seu telhado colorido, com brasões a preencher a totalidade do telhado. Apesar do não se possível visitar esta igreja neste momento, o interior é decorado com pinturas e esculturas, incluindo uma estátua de São Marcos, padroeiro da igreja.

A igreja também é conhecida por seus belos vitrais, que foram acrescentados no século XIX. De volta ao centro, dirija-se a outra atração turística de Zagrebe: o Stone Gate.

Stone Gate, o único portão medieval de Zagrebe

O que visitar em Zagrebe: Stone Gate.
Stone Gate em Zagrebe.

O Stone Gate é um portão histórico localizado no coração de Zagrebe e, apesar de no início, não ter achado muito interessante, quando reparei nas inscrições das paredes do monumento mudei de opinião.

Aliás, acho que o facto de ser um lugar com pouca luz influenciou a minha percepção pouco positiva.

Enfim, é um dos marcos mais conhecidos da cidade e um símbolo da rica história e herança cultural de Zagrebe. O portão remonta ao século XIII e é o único portão medieval que resta na cidade.

É feito de pedra e tem um arco gótico. A parte superior do portão está decorada com uma pintura da Virgem Maria com o Menino, que se acredita ter sido pintada no século XV.

E para manter a vibe sombria em Zagrebe, a próxima atração turística é o Tunel Grič – Radićeva.

Tunel Grič – Radićeva, o antigo abrigo da Segunda Guerra Mundial

O que visitar em Zagreb: Tunel Grič - Radićeva.
Tunel Grič – Radićeva.

O Tunnel Grič – Radićeva é um histórico túnel subterrâneo localizado na cidade de Zagrebe.

Foi usado durante a Segunda Guerra Mundial como abrigo antiaéreo e tem cerca de 350 metros de comprimento, ou seja, atravessa algumas das partes mais antigas da cidade.

Liga os bairros de Grič e Radićeva e foi originalmente construído no final do século XIX, como uma forma de dar passagem segura para as pessoas durante o mau tempo.

O túnel está muito bem preservado e é uma forma diferente de conhecer a história de Zagrebe.

Mercados de rua em Zagrebe

O Market Dolac é um movimentado e colorido mercado ao ar livre localizado no centro de Zagrebe.

É um dos destinos turísticos mais populares da cidade, que é explicado pela sua atmosfera vibrante e grande variedade de produtos locais à venda. Além disso, o mercado está localizado a poucos passos da praça principal, Jelacic Square, e está aberto diariamente.

O mercado está dividido em duas seções, o mercado superior e o mercado inferior. Assim, no mercado superior pode ver as bancas de frutas e vegetais frescos, carnes, queijos e outros produtos locais. Por outro lado, o mercado inferior é mais um mercado tradicional, onde os vendedores vendem lembranças, roupas tradicionais croatas e artesanato.

O Market Dolac também é um ótimo lugar para provar a culinária croata local, pois existem algumas pequenas barracas de comida que vendem pratos tradicionais.

Visitar museus fora da caixa

Ruas de Zagrebe.
Ruas de Zagrebe.

Uma coisa que me surpreendeu foi a temática de alguns museus de Zagrebe.

É que para além dos temas mais ou menos habituais de outras cidades europeias, como por exemplo o museu da cidade, o museu de arqueologia, o museu do chocolate ou o museu etnográfico, existem outros museus intrigantes.

Assim, para uma experiência diferenciadora, coloque na sua lista de lugares a visitar em Zagrebe os seguintes museus:

Museum of Broken Relationships (Museu dos Relacionamentos Terminados)

O Museum of Broken Relationships é uma instituição única e enigmática localizada em Zagrebe, na Croácia.

O espaço tem como missão preservar as memórias e artefactos de relacionamentos fracassados e dá aos visitantes uma visão intrigante da experiência humana de amor e perda.

As exposições vão desde peças pessoais e íntimas, como cartas de amor e fotografias, até às mais excêntricas, como por exemplo uma coleção de chaveiros comemorativos e outras lembranças. Cada artefacto é acompanhado de uma breve descrição escrita, fornecendo contexto e informações sobre a história de cada item e o relacionamento que ele representa.

O museu foi fundado em 2006 pelos artistas Olinka Vistica e Drazen Grubisic, e desde então cresceu e se tornou uma das atrações turísticas mais populares da cidade.

É uma oportunidade para os visitantes refletirem sobre suas próprias experiências, e além disso, o museu costuma servir como um processo de cura para as pessoas que doaram os objetos.

Morada: Ćirilometodska ul. 2, 10000, Zagrebe, Croácia.

Zagreb 80’s Museum

O Zagreb 80’s Museum proporciona uma experiência nostálgica aos visitantes da cidade.

O museu preserva e mostra a cultura e a vida cotidiana de Zagrebe na década de 1980. É, portanto, uma viagem no tempo, aos dias de cabelo comprido, cores neon e música new wave.

As exposições incluem roupas, móveis e tecnologia, além de fotografias e filmagens que dão aos visitantes um vislumbre da vida cotidiana da época.

O museu também tem várias exposições interativas que permitem aos visitantes envolverem-se na cultura da altura, como por exemplo um estúdio de gravação, onde os turistas podem gravar as suas próprias músicas no estilo dos anos 80.

O museu foi fundado por um grupo de entusiastas e colecionadores, que desejavam preservar e partilhar as memórias da sua juventude e o património cultural da cidade.

Enfim, visitar este museu é uma forma única e divertida de conhecer a história e a cultura de Zagrebe da década de 1980.

Morada: 1st floor, Radićeva 34, 10000, Zagrebe, Croácia.

Museum Of Selfie & Memories Zagreb

Museum Of Selfie & Memories Zagreb
Museum Of Selfie & Memories Zagreb.

O Museum of Selfie & Memories em Zagrebe mostra a arte da selfie e o poder das memórias.

Tem várias exposições e instalações que exploram o significado social e cultural da selfie e o seu papel na sociedade moderna.

As exposições do museu incluem máquinas fotográficas antigas e permitem que os visitantes tirem as suas próprias selfies, juntamente com uma ampla variedade de molduras, cenários e adereços.

Além disso, o museu também tem uma coleção de autorretratos históricos e contemporâneos de todo o mundo, mostrando a evolução da selfie ao longo da história.

Ou seja, a missão do museu é explorar a história, a cultura e a psicologia por trás da selfie e como ela se tornou uma parte predominante de nossas vidas e como mudou a maneira como interagimos com os outros e lembramos nossas experiências. O museu também serve como uma plataforma para mostrar vários fotógrafos e os seus trabalhos.

Morada: Radićeva ul. 14, 10000, Zagrebe, Croácia.

(Nota: os museus na Croácia costuma fechar ao domingo de tarde e segunda-feira todo o dia.)

Dínamo de Zagreb para aficionados por futebol

Autobusni Kolodvor Zagreb (estação de autocarros).
Autobusni Kolodvor Zagreb (estação de autocarros).

Dínamo de Zagreb é um clube de futebol profissional com sede em Zagrebe, na Croácia.

A equipa é uma das mais bem-sucedidas e populares do país, por isso, se é um fã de futebol, não perca a oportunidade de conhecer esta parte da cultura croata.

O Stadion Maksimir, que é onde a equipa joga em casa, é um estádio moderno e bem equipado localizado no Parque Maksimir da cidade.

Portanto, se vai visitar Zagrebe, ir ao Stadion Maksimir é uma ótima maneira de experimentar a vibrante cultura do futebol da cidade. Mas não vá ao engano, ou seja, confirme a programação da equipa antes da sua viagem.

No entanto, se não conseguir ver um jogo de futebol, ainda pode visitar o estádio e fazer um tour.

No passeio terá a oportunidade de conhecer as instalações do estádio, incluindo os vestiários, a sala de imprensa e áreas VIP, e conhecer mais sobre a história do clube e as suas conquistas.

Para visitar o Stadion Maksimir, apanhe o autocarrro ou tram até à estação Maksimir, localizada a uma curta caminhada do estádio.

Há também um estacionamento disponível para os visitantes que preferem ir de carro.

Alojamento em Zagrebe

Apartments Lisinski em Zagrebe.
Apartments Lisinski.

No que diz respeito à escolha dos hotéis em Zagrebe, antes de mais deve ter em consideração que a cidade é relativamente pequena. Isto é, na prática, significa que os alojamentos nos arredores ficam “perto” do centro.

Por norma eu prefiro pagar um pouco mais para ficar no centro das cidades, no entanto, em Zagrebe decidi ficar nos arredores e correu muito bem.

Fiquei no Apartments Lisinski, um alojamento local gerido por um jovem casal com três filhos, a cerca de 10 minutos a pé da estação de autocarros de Zagrebe. Eles foram super simpáticos e ajudaram-nos com dicas de restaurantes locais, que normalmente não aparecem nos guias de viagem. Como moram perto a logística da entrega da chave do apartamento foi muito fácil.

O apartamento tem uma cozinha e na rua há uma padaria/pastelaria que é uma perdição e que está aberta desde as 6h da manhã até por volta das 22h. Ou seja, todos os dias fomos comprar pão e bolos para o pequeno-almoço.

Na cozinha também havia café, chá e açúcar que foram utilizados nos nossos pequenos-almoços.

Muito sinceramente, quando regressar a Zagrebe provavelmente vou ficar novamente neste apartamento, no entanto, se quiser espreitar outras alternativas para ficar a dormir no centro de Zagrebe, na altura em que fiz a pesquisa o Timeout Heritage Hotel Zagreb e o Best Western Premier Hotel Astoria pareceram-me muito bons.

Caso nenhuma destas sugestões lhe agradar, então sugiro que veja os restantes alojamentos em Zagrebe a seguir.

Roteiro para três dias em Zagrebe

O que visitar em Zagrebe: Parque Nacional dos Lagos de Plitvice.
Parque Nacional dos Lagos de Plitvice.

Se tem três dias para visitar Zagrebe, a minha sugestão é que dedique dois dias completos ao centro histórico, incluindo os museus e zonas verdes.

Pode, por exemplo, na manhã do primeiro dia visitar a Praça Ban Jelačić, a Catedral de Zagrebe e ir almoçar à Ulica Ivana Tkalčića e deixar o Museu dos Relacionamentos Terminados para a tarde.

Já o segundo dia seria dedicado à Igreja de São Marcos, ao Stone Gate e ao Tunel Grič – Radićeva. De tarde poderia ir ao Estádio onde joga o Dínamo de Zagreb ou ao Museu das Selfies.

Assim, no terceiro dia pode ir ao Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, e acredite que é uma pena não incluir os Lagos de Plitvice no seu roteiro.

Aliás, há quem inclua Zagrebe no itinerário só para ficar mais perto deste parque nacional.

No entanto, se não tiver três dias para visitar Zagrebe, a minha recomendação é que se junte a um grupo e faça um tour no centro de Zagrebe. Este tour, por exemplo, tem a duração de 2h30, passa pelas principais atrações turísticas de Zagrebee custa cerca de 20 €, o que me parece aceitável.

Quantos dias para ver Zagrebe?

AMZ - Archaelogical Museum in Zagreb.
AMZ – Archaelogical Museum in Zagreb.

Dois ou três dias são suficientes para visitar Zagrebe, no entanto, é claro que o número de dias necessários depende da forma de viajar de cada um.

O roteiro que indiquei antes foi mais ou menos o que segui e funcionou perfeitamente. É certo que algumas atrações turísticas de Zagrebe estavam fechadas para obras, como é o caso da Catedral e do AMZ – Archaelogical Museum in Zagreb, mas consegui visitar tudo com calma e aproveitar bastante a viagem.

Em todo o caso, se ficasse mais dias provavelmente iria desfrutar mais das esplanadas aquecidas e das zonas verdes.

Gastronomia e restaurantes em Zagrebe

A comida é uma parte importante nas nossas viagens, e devo dizer que Zagrebe tornou-se numa das nossas cidades preferidas no que diz respeito à gastronomia.

Devo dizer que, de uma forma genérica, a comida é um pouco pesada, mas como visitei Zagrebe no inverno até soube bem. Além disso, as doses são muito grandes e os preços são muito aceitáveis.

Outra coisa que acho importante partilhar é que em todos os restaurantes que fomos, as garrafas de refrigerantes como coca cola, fanta e ice tea servidas foram das pequenas (250 ml) e custaram o mesmo que 500 ml de cerveja.

Também devo referir que pedi sugestões de restaurantes no alojamento onde fiquei hospedada, e que, percebi mais tarde, estão quase todos localizados na zona baixa da cidade, ou seja, fora das zonas turísticas.

Caso prefira pedir comida para entregar no alojamento, tanto a Globo como a Wolf estão em funcionamento em Zagrebe.

Então aqui ficam algumas sugestões de restaurantes em Zagrebe.

Tajer Restoran

Restaurante em Zagrebe.
Tajer: restaurante em Zagrebe.

O Tajer é um restaurante sofisticado que serve comida de inspiração tradicional com um twist.

Começamos a refeição com PLATA SIREVA (seleção de queijos), depois os deliciosos DOMAĆA PATKA S RAŽNJA, MLINCI (pato confitado) e MEDALJONI ZAPEČENI MOZZARELLOM U TAMNOM UMAKU, POPEČCI OD KRUMPIRA (medalhões de porco).

É claro que já não restou apetite para sobremesas, mas foi uma excelente introdução à gastronomia e sabores da Croácia.

Sofra Restaurante

Outra sugestão é o Sofra, um restaurante de comida do leste europeu que infelizmente não conseguimos experimentar porque estava cheio. Por isso já sabe, se decidir ir lá, faça reserva com antecedência.

Mas digo-lhe uma coisa, apeteceu-me chorar quando o funcionário nos disse que não aceitava mais gente, porque o aroma naquele restaurante era divinal!

Saímos muito contrariados do Sofra, mas encontrámos outro restaurante não muito longe.

Restaurant & Bar Piccolo

Restaurante italiano em Zagreb.
Restaurante italiano em Zagreb.

O Restaurant & Bar Piccolo é um restaurante italiano normalmente frequentado por croatas, ou seja, nem ementa em inglês têm. Quando entrámos no restaurante ficaram todos a olhar para nós, porque é um daqueles restaurantes de bairro que só os locais conhecem.

Em todo o caso, a comida estava deliciosa e o funcionário fez um esforço para nos explicar os pratos para escolhermos.

Estes restaurantes ficam um pouco longe do centro, mas se procura opções no centro de Zagrebe, só posso recomendar o Nokturno, que foi o único que experimentei.

Nokturno Restoran

Nokturno Zagreb.
Nokturno Zagreb.

O Nokturno Restoran é um restaurante para turistas, com uma lista demasiado grande. Nós escolhemos a tábua de queijos e enchidos para começar, e depois as costelinhas e o filete de frango com molho de cogumelos.

A comida estava boa, as doses eram gigantes e os preços aceitáveis, mas estava tanta gente que demoraram muito tempo para trazer a comida. Ou seja, depois das entradas, e como esperamos muito tempo, já não nos apetecia mais nada.

Por fim, se quiser experimentar várias comidas tradicionais com a respetiva explicação da história de cada prato, pode fazer um tour gastronómico em Zagreb, que neste caso passa por seis restaurantes e tem um custo de 59 €.

É preciso seguro de viagem para Zagrebe?

Monument of the Assumption of the Blessed Virgin Mary.
Monument of the Assumption of the Blessed Virgin Mary.

Apesar de não ser obrigatório para os cidadãos portugueses contratarem um seguro de viagem para viajar para a Croácia, eu recomendo que o faça.

Isto porque os preços dos seguros de viagem são tão acessíveis que não faz sentido arriscar a sua saúde. Para ter uma ideia, um seguro de viagem de uma semana para a Croácia pode custar cerca de 17,80€, ou seja, é um valor muito razoável, considerando a paz de espírito que representa.

Se tudo correr bem durante a viagem não precisa do seguro de viagem, mas se ficar doente ou cair e magoar-se só precisa de ligar para a seguradora e eles indicam onde será atendido.

Eles falam em português, isto é, não precisa de ser preocupar em falar uma língua estrangeira numa situação de stress, nem precisa de pagar pela consulta no local e depois pedir o reembolso.

É realmente muito cómodo por um valor bastante baixo!

Como funcionam os transportes públicos em Zagreb?

ZET - Zagreb Electric Tram (elétrico).
ZET – Zagreb Electric Tram (elétrico).

O ZET (Zagreb Electric Tram) é o elétrico de superfície e funciona desde as 4h da manhã até à meia noite. No entanto, entre a meia noite e as 4h da manhã estão em funcionamento os autocarros noturnos que fazem mais ou menos o mesmo trajeto.

No total existem 15 linhas de ZET que ligam diferentes zonas da cidade de Zagrebe e os bilhetes podem ser comprados nas máquinas automáticas junto das estações, mas ao entrar no elétrico tem de o validar.

Já os autocarros são a forma mais conveniente de ir de um lado para o outro em Zagrebe. Existem 129 linhas, ou seja, dá para ir a todo o lado. Os bilhetes de autocarro podem ser comprados nos quiosques ou diretamente ao condutor, sendo que neste último caso o valor é um pouco mais caro.

Além disso, os táxis são muito populares e há concorrência entre eles, ou seja, por vezes fica mais barato para um grupo de 3 ou 4 pessoas usar o táxi em vez do autocarro. Não existe Uber mas há Bold em Zagrebe.

Em todo o caso, eu continuo a achar que caminhar é a melhor forma de conhecer uma cidade, e em Zagrebe pode perfeitamente andar a pé.

Mas se for para fora de Zagrebe, por exemplo para os Lagos de Plitvice, Trieste, Ljubljana, Pula ou Zadar, a forma mais económica é o autocarro Flixbus.

Alugar carro e conduzir na Croácia

Autocarros Flixbus na Croácia.
Autocarros Flixbus na Croácia.

Devo reforçar que andar de autocarro é muito cómodo e económico na Croácia, no entanto, se prefere ter liberdade para visitar os lugares ao seu ritmo, então alugar um carro é boa ideia.

Para ver os preços do aluguer de carros em Zagrebe sugiro que faça uma simulação na Discovercars, mas tenha em mente que quanto mais cedo reservar o seu carro, preços mais baixos vai encontrar.

Além disso, para alugar carro na Croácia vai precisar de um cartão de crédito e se estiver a pensar atravessar a fronteira para a Eslovénia, Hungria ou Áustria, convém avisar a empresa de aluguer de carros com a máxima antecedência, para que os seguros do carro estejam em ordem.

Em relação a conduzir na Croácia, as regras de trânsito são muito semelhantes às de Portugal, mas mesmo assim deve ter em consideração o seguinte:

É recomendável que os carros circulem com os médios ligados 24 h/por dia, no entanto, entre o último domingo de outubro e o último domingo de março, é obrigatório circular com os médios ligados.

Tenha em atenção aos limites de álcool no sangue enquanto conduz, pois taxas a partir de 0,05% resultam em multa e apreensão de carta de condução.

O mesmo para os limites de velocidade, que salvo sinalização em contrário, são de 50 km/h nas localidades, 130 km/h nas autoestradas e 90-110 km/h nas restantes estradas.

Além disso, a polícia está autorizada a cobrar as multas de trânsito no local, e apreender o documento de identificação do condutor enquanto a multa não for paga.

As autoestradas têm portagens que são pagas na passagem do pórtico com dinheiro ou cartão multibanco.

Onde fica, voos de Portugal e como chegar a Zagrebe

Glavni kolodvor: estação de comboios em Zagrebe.
Glavni kolodvor: estação de comboios em Zagrebe.

Zagrebe é a capital da Croácia, que faz fronteira com a Eslovénia (ao norte e noroeste), Hungria (a nordeste), Sérvia (a leste), Bósnia e Herzegovina (a sudeste) e Montenegro (a sudeste).

A Tap Air Portugal tem voos diretos do Aeroporto Humberto Delgado (LIS) para o Aeroporto Internacional de Franjo Tuđman (ZAG), apesar de não ser a opção mais económica.

Eu viajei com a Ryanair desde o Aeroporto Francisco Sá Carneiro (OPO), com escala no Aeroporto de Paris Beauvais Tillé (BVA) na ida, e com escala no Aeroporto Internacional de Il Caravaggio Bergamo (BGY) no regresso.

Chegando ao Aeroporto Internacional de Franjo Tuđman (ZAG), pode ir para o centro de Zagrebe de autocarro público, sendo que deve apanhar o número 290 até Heinzelova e depois o elétrico (ZET) nº 2 até à estação de Glavni kolodvor (estação de comboios). Esta viagem pode demorar mais de uma hora e custa 0,93 €.

Por outro lado, o shuttle da Croatia Airlines faz a ligação direta do Aeroporto de Zagrebe a Autobusni Kolodvor Zagreb (a estação de autocarros) em cerca de 30 minutos, e custa cerca de 6 €, ou seja, é mais cómodo mas mais caro.

Curiosidades e dicas práticas que precisa saber antes de viajar para Zagrebe

Air Croatia Shuttle.
Air Croatia Shuttle.

Há wi-fi gratuito em Zagrebe, para usufruir só precisa de se ligar à rede Grad Zagreb.

A palavra “gravata” tem origem croata, e a loja mais antiga em funcionamento é a Kravata Zagreb.

Desde janeiro de 2023 que a Croácia aderiu ao Euro, ou seja, é mais fácil para nós a questão dos pagamentos. O cartão Revolut funciona e é aceite na maioria dos lugares turísticos na Croácia, tanto para pagamentos com cartão como para levantar dinheiro nas caixas multibanco.

As pessoas são muito amáveis e mesmo as que não sabem falar inglês vão tentar ajudar. Zagrebe é uma cidade segura, com câmaras de vigilância no centro e arredores de Zagrebe.

Existem muitas famílias a passear os cães nos parques, mesmo depois de anoitecer, o que ajuda a criar um ambiente de confiança e segurança.

Muita gente desloca-se de bicicleta, mesmo para fazer compras ou para transportar crianças pequenas.

Os principais supermercados em Zagrebe são da cadeia Spar e Konzum, sendo estão abertos das 7 horas às 21 ou 22 horas. Os preços praticados nos supermercados são semelhantes aos dos produtos de marca em Portugal, e não encontrei produtos de marca branca. Os sacos de compras de plástico e de papel são gratuitos.

Se gosta de fazer compras, os souvenirs tradicionais estão nas lojas para turistas na cidade alta, mas para roupa, carteiras e outros itens, o melhor é espreitar as lojas na cidade baixa. Além disso, os preços na cidade baixa, que é menos turística, costumam ser mais em conta, incluindo os restaurantes.

Artigos relacionados

  • Melhores day-trips a partir de Zagrebe
  • Plitvice Lakes: Explore a beleza natural do Parque Nacional dos Lagos de Plitvice
  • Aeroporto Internacional de Franjo Tuđman (ZAG)

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.