São Miguel Açores: tudo o que precisa saber para visitar a ilha verde!

Visitar Ilha de São Miguel nos Açores.
Índice do artigo

Atualizado em: Maio 11, 2022

A Ilha de São Miguel, também conhecida como a Ilha Verde e a Ilha dos vulcões adormecidos, é a maior dos Açores.

Nós estivemos uma semana a descobrir a região e ficámos a perceber porque é que tantos viajantes ficam encantados com este sítio!

É que é um lugar com paisagens naturais deslumbrantes, centros históricos cheios de personalidade (as igrejas são lindas!) e algumas surpresas que nunca tínhamos ouvido falar (já ouviu falar do chá roxo do Chalet da Tia Mercês?).

Para o ajudar a planear a sua viagem aos Açores, preparamos este artigo organizando os pontos turísticos por categoria, ou seja, lagoas, cascatas (…), mas também por localização geográfica, para que seja mais fácil organizar um roteiro de acordo com os seus gostos.

O que visitar em São Miguel

Dependendo da quantidade de dias que tem para explorar a ilha, pode tornar-se um desafio escolher o que visitar em São Miguel, já que são tantas as atrações turísticas e maravilhas naturais para explorar.

Assim, alguns dos pontos imperdíveis incluem Ponta Delgada, Ribeira Grande, Vila Franca do Campo, Furnas e Povoação.

Confira com mais pormenor já a seguir.

Visitar Ponta Delgada

Ponta Delgada.
Ponta Delgada.

Sendo Ponta Delgada a maior cidade da Região Autónoma dos Açores e a principal porta de entrada na ilha micaelense, é normal que tenha bastantes pontos turísticos para visitar.

Assim, numa viagem aos Açores deve colocar na sua lista de lugares a visitar em São Miguel as Portas da Cidade, o Forte de São Brás, o Mercado da Graça, a Igreja Matriz de São Sebastião, o Jardim Botânico António Borges e a Gruta do Carvão a alguns km, entre outros.

Visitar a Ribeira Grande

Ribeira Grande (São Miguel - Açores).
Ribeira Grande (São Miguel – Açores).

Uma visita a Ribeira Grande no Norte de São Miguel deve incluir um passeio pelo centro histórico, passando pelo Jardim Municipal que tem vista para a Ponte da Ribeira Grande, ou Ponte dos Oito Arcos, mas também a Igreja de Nossa Senhora da Estrela com a imponente escadaria com o coreto a seus pés.

Dedique algumas horas a contemplar as curiosas estátuas em miniatura do Museu do Arcano e antes de dar como terminada a visita, passe ainda pelo Miradouro do Palheiro.

O Ilhéu de Vila Franca do Campo e a Ermida de Nossa Senhora da Paz

Ermida de Nossa Senhora da Paz.
Ermida de Nossa Senhora da Paz.

O Ilhéu de Vila Franca é uma pequena ilhota vulcânica localizada a cerca de 500 metros de São Miguel.

Por se tratar de uma estância balnear, no verão é muito procurada por turistas que passam o dia no local abrigado das correntes marítimas.

Para lá chegar apanhe um barco no cais do Tagarete em Vila Franca do Campo.

No resto do ano apenas se pode ver ao longe o ilhéu, sendo que os melhores sítios para o avistar é no cima da Ermida de Nossa Senhora da Paz ou então na Praia do Corpo Santo.

No centro de Vila Franca vale a pena passar pela Igreja Matriz, pela Igreja de São Pedro e pela casa-mãe das famosas queijadas da vila.

É certo que já se encontram à venda por toda a ilha, mas as Queijadas de Vila Franca do Campo, também conhecidas como Queijadas da Vila do Morgado, são originárias daqui.

Se tiver tempo aventure-se na floresta para descobrir a Cascata do Segredo.

Descobrir as fumarolas ou caldeiras das Furnas

Chá Roxo no Chalet da Tia Mercês (Furnas).
Chá Roxo no Chalet da Tia Mercês (Furnas).

As principais atrações no Vale das Furnas são as caldeiras, ou fumarolas, que são utilizadas para a preparação do famoso cozido.

As carnes e legumes são colocados em panelas que por sua vez são enterradas durante cerca de seis horas, que é o tempo de preparação do cozido.

Para ver as panelas a serem desenterradas pode ir junto da Lagoa das Furnas antes da hora de almoço, que é quando os restaurantes vão buscar o cozido.

Outra experiência engraçada é o chá roxo do Chalet da Tia Mercês.

O chá verde Gorreana é colocado num bule com água termal que vão buscar no momento à fonte do Padre José.

Em poucos minutos dá-se uma reação química entre os antioxidantes do chá verde e os componentes do chá verde, e vemos o chá tornar-se roxo.

É preciso fazer marcação mas vale muito a pena.

As mais belas lagoas de São Miguel

Lagoa do Fogo em São Miguel - Açores.
Lagoa do Fogo em São Miguel – Açores.

A Lagoa do Fogo, a Lagoa das Furnas, a Lagoa das Sete Cidades e a vizinha Lagoa de Santiago devem ser as lagoas mais conhecidas da Ilha de São Miguel, no entanto, existem outras menos conhecidas que valem muito a pena visitar.

Falamos, por exemplo, da Lagoa do Canário e da Lagoa de São Brás, que têm acessos muito fáceis com parques de estacionamento a poucos metros das respetivas lagoas.

Mais difícil de chegar, e talvez por isso menos visitada, a Lagoa do Congro é um lago de tom esverdeado, rodeado de árvores por todos os lados.

Para lá chegar precisa de percorrer um caminho de terra batida em mau estado, seguindo-se um trilho a pé até chegar a um pequeno paraíso. Os aventureiros que chegam ao final do desafio são brindados com paisagens inesquecíveis.

Cascatas de São Miguel

Cascata do Cabrito.
Cascata do Cabrito.

Para descobrir algumas das mais impressionantes cascatas da ilha precisa de se embrenhar pela floresta Laurissilva açoriana, mas existem outras que são de acesso muito fácil.

Das cascatas mais fáceis de visitar destacamos a Cascata do Salto do Cabrito (Ribeira Grande) e a cascata da Ribeira dos Caldeirões, no concelho do Nordeste.

No primeiro caso o carro pode ficar estacionado junto à Central Hidroelétrica e no segundo há um parque junto ao Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões.

Já a cascata da Janela do Inferno só pode ser visitada percorrendo o PRC 37 Rota da Água – Janela
do Inferno, que tem uma extensão de 7,6km.

O trilho começa em Remédios e está classificado como de dificuldade fácil. Em todo o caso, é conveniente levar lanterna uma vez que o percurso inclui a passagem por vários túneis.

Os Miradouros de São Miguel

O que não falta em São Miguel são miradouros com paisagens espetaculares, apesar de nem sempre o tempo ajudar.

Aconteceu-nos em vários momentos chegarmos a um miradouro e ser impossível ver o que quer que fosse, para além do nevoeiro.

Já sabíamos disso, por isso não foi realmente um problema para nós.

De todos os miradouros que vimos, e acredite que foram muitos, destacamos o Miradouro Salto do Cavalo que tem vista para a zona das Furnas e o Miradouro de Santa Iria de onde se pode ver a costa Norte de São Miguel.

O Miradouro da Boca do Inferno deve ser um dos mais conhecidos e mais espetaculares de São Miguel, mas infelizmente não tivemos sorte com o tempo e apenas vimos nevoeiro.

Para lá chegar, deixe o seu carro no estacionamento da Lagoa do Canário e siga em direção ao miradouro. Vai passar por uma densa floresta, seguindo-se um trilho de terra batida até conseguir ver a cratera das Sete Cidades.

Apesar de não termos visto o cartão-postal que estávamos à espera por causa do nevoeiro, o percurso até lá foi muito agradável.

Os deslumbrantes parques e jardins botânicos de São Miguel

Parque Botânico António Borges - Ponta Delgada.
Parque Botânico António Borges – Ponta Delgada.

Talvez não esteja à espera, mas em São Miguel os parques e jardins são muito procurados.

Alguns têm entrada paga, como o Parque Grená (10€) e outros como o Jardim António Borges e o Jardim da Ribeira do Guilherme são de entrada gratuita.

Já no Parque Terra Nostra, também com entrada paga (10€), tanto pode passear nos jardins como mergulhar nas águas termais.

Os jardins históricos de São Miguel tiveram origem no século XVIII quando as famílias ricas da região para mostrar riqueza e poder começaram a construir jardins com árvores e plantas exóticas, e quanto mais longe fossem essas plantas melhor.

Desta forma, chegaram à ilha espécies vindas da Nova Zelândia, Austrália, Brasil e Chile, só para referir algumas.

A verdade é que algumas destas espécies tornaram-se invasoras, como é o caso do feto arbóreo que pode chegar a atingir os 12 metros de altura, e a conteira que tem uma linda flor amarela e mede entre 2-4 metros de altura.

O Jardim do Palácio de Sant’Ana em Ponta Delgada e a Mata-Jardim José do Canto na zona das Furnas têm entrada paga.

Águas quentes e termalismo em São Miguel

Vale das Furnas em São Miguel - Açores.
Furnas em São Miguel – Açores.

Há muito que as qualidades terapêuticas das águas termais de São Miguel são conhecidas, mas o certo é que para o viajante comum o simples facto de mergulharem e desfrutarem de águas quentes é mais relevante do que as eventuais qualidades.

Assim, para relaxar e tomar partido das qualidades terapêuticas das águas termais Açorianas tem uma extensa lista de lugares a explorar.

Um dos mais conhecidos é o Parque Terra Nostra, cuja construção do tanque de água termal remonta a 1780. É neste lugar que repousam as famosas águas férreas de cor castanha e com uma nascente que ronda os 35-40 graus.

O bilhete pode ser comprado à entrada do parque e os hóspedes do Hotel Terra Nostra Garden Hotel têm horários de acesso ao parque mais alargados.

O Monumento Natural da Caldeira Velha é constituído por quatro poças termais localizadas no centro de uma floresta deslumbrante.

Os bilhetes de visitante devem ser comprados online com antecedência sob pena de chegar à bilheteira e não conseguir entrar. Conte em pagar cerca de 3 € para visitar o lugar e se quiser tomar banho, então a entrada custa 8 € (os micaelenses não pagam).

A Poça da Dona Beija é outro lugar apetecível para quem quer estar de molho e relaxar nas piscinas termais açorianas.

A permanência está limitada a uma hora e meia e há parque de estacionamento não muito longe.

Por outro lado, a Ponta da Ferraria tem a particularidade de estar localizada junto ao mar, que tempera as águas termais. A melhor altura para mergulhar nas águas quentes da piscina natural da Ponta da Ferraria é duas horas antes e duas horas depois da maré baixa.

Melhores trilhos em São Miguel para fazer em família

Trilhos em família - São Miguel Açores.
PRC 37 Rota da Água – Janela do Inferno – São Miguel (Açores).

Se juntar paisagens deslumbrantes a trilhos bem sinalizados, tem a receita certa para trilhos na natureza que ficam gravados na memória.

No caso das famílias, é ainda mais importante que vá preparado para o terreno.

Nós fizemos alguns trilhos em São Miguel e sugerimos os que achámos mais interessantes, considerando que os nossos filhos já são crescidos (19 e 10 anos).

Assim, o nosso trilho preferido foi o PRC 37 Rota da Água – Janela do Inferno, que inclui túneis, escadas e uma cascata maravilhosa. É um pouco longo (7,6km) mas os nossos filhos não se queixaram.

Outro trilho que gostámos bastante foi o PRC 28 – Chá Gorreana que atravessa os campos de chá.

Restaurantes e pratos típicos de São Miguel

Cozido das Furnas - São Miguel - Açores.
Cozido das Furnas – São Miguel – Açores.

Se nos acompanha há algum tempo sabe que nós damos muita importância às experiências gastronómicas em viagem.

Conseguimos provar várias iguarias locais das quais destacamos o cozido das furnas, o bife regional, o bife de atum (aliás, todos os pratos de peixe eram muito bons) e os bolos lêvedos.

De uma forma genérica os restaurantes eram de preços acessíveis e a comida estava muito bem confecionada.

Destacamos o Restaurante da Associação Agrícola de São Miguel, O Alabote, O Miroma, Restaurante Lagoa Azul e Casa de Pasto O Cardoso.

Também fizemos algumas refeições no alojamento, nomeadamente o jantar, o que nos permitiu poupar alguns euros.

Tours e Excursões em São Miguel (gratuitos e pagos)

Os tours organizados são muito cómodos para quem dá valor ao acompanhamento de um guia, assim como não ter de se preocupar com deslocações.

Uma boa parte dos tours e excursões em São Miguel têm partida de Ponta Delgada e muitos incluem recolha no hotel.

Assim, os passeios mais comuns são os relacionados com observação de cetáceos, como o passeio de barco com observação de baleias e o tour de observação de Baleias e Golfinhos c/ Visita a Vila Franca.

As excursões em terra como a excursão para a região oeste (Sete Cidades, Lagoa do Fogo (…) e para a região leste (Furnas, Ribeira dos Caldeirões e a costa Nordeste), ambas com almoço incluído, não são tão interessantes se tiver carro alugado, mas as primeiras opções valem a pena.

Além destes, também pode tomar nota dos seguintes passeios gratuitos.

Visita à fábrica e plantações de chá da Gorreana com prova de chás (gratuito)

Fábrica e plantação de chá Gorreana.
Fábrica e plantação de chá Gorreana.

A visita à fábrica e às plantações de chá na localidade de Gorreana são gratuitas. Pode passear pelos campos de chá e ver a fábrica a trabalhar.

A prova de chá também é gratuita e se quiser pode passar pela loja para comprar chá, biscoitos, gelados e outros produtos.

Nós compramos cookies de chá verde (1,5€ cada) e eram deliciosas.

Visitar plantações de ananases dos Açores em São Miguel (gratuito)

Visita à Plantação de Ananás dos Açores em Ponta Delgada.
Visita à Plantação de Ananás dos Açores em Ponta Delgada.

Em Ponta Delgada nós visitámos a Plantação de Ananás dos Açores.

Além de podermos ver as estufas onde crescem os ananases, no final temos a possibilidade de provar o licor de ananás e tostinhas com doce de ananás. Tanto a visita como a prova são gratuitas, mas tenha em atenção se vai conduzir.

O Jardim Botânico António Borges (gratuito)

Descansar nos Jardins de Ponta Delgada.
Descansar nos Jardins de Ponta Delgada.

Se está com um orçamento apertado nada melhor do que aproveitar os jardins gratuitos dos Açores!

Existem alguns jardins botânicos privados (e com entrada paga) em Ponta Delgada, mas o Jardim Botânico António Borges é lindo e gratuito.

Alojamento em São Miguel

Tradicampo.
Tradicampo Eco Country Houses.

Escolher onde ficar a dormir em São Miguel é uma decisão importante, porque condiciona as deslocações que precisa de fazer ao longo das férias.

Nós ficámos alojados na Quinta das Cycas, que faz parte da Tradicampo Eco Country Houses que recomendamos.

Está localizado a cerca de 45 minutos do Aeroporto de Ponta Delgada, na parte mais intocada da ilha.

Isto significa que é o ponto de partida perfeito para fazer trilhos em família e passar tempo de qualidade em família.

O T2 em que ficámos (Casa do Arco) pode ser convertido num T3 pois há uma ligação para o piso de cima.

Reserve diretamente com o alojamento ou então através do Booking.

Quantos dias são necessários para visitar São Miguel?

Voos para São Miguel - Açores.
Voos para São Miguel – Açores.

Por norma os visitantes ficam apenas três ou quatro dias em São Miguel, o que é pouco tempo para ver os pontos principais da ilha.

Veja bem, nós ficámos uma semana e não conseguimos ver tudo!

Por isso, a melhor dica que podemos dar é que fique pelo menos oito dias em S.Miguel.

Mapa e como ir para a Ilha de São Miguel

Para ir para São Miguel pode aproveitar os voos lowcost da Ryanair e Sata, assim como os voos da TAP, tanto com saída do Porto como de Lisboa.

Já sabe, para conseguir preços de voos mais em conta, tente reservar os bilhetes de avião o mais cedo possível e evite viajar nas férias escolares.

Alugar um carro nos Açores é quase obrigatório, uma vez que os horários e rotas dos transportes públicos não foram feitos a pensar no turismo.

Caso não queira alugar carro, pode sempre recorrer aos tours (demos alguns exemplos antes) e aos táxis e Uber.

Em todo o caso conduzir em São Miguel é fácil, pois as estradas estão bem sinalizadas e em razoável estado de conservação.

Apenas deve ter algum cuidado quando conduzir com chuva em estradas de terra batida.

Artigos relacionados

Fique a conhecer melhor a Ilha de São Miguel explorando os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Portugal? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem para famílias, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitamos +30 países e não planeamos parar tão cedo. Acompanhe nossas aventuras no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter. Também organizamos viagens, por isso espreite algumas promoções em Ofertas de VIAGENS.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.