4In Restaurantes

Restaurantes | o que esperar. Mais alguns restaurantes que experimentámos em Hong Kong

restaurantes-hong-kong

Já falámos em street food e no Temple Street Spicy Crab onde tivemos a melhor refeição em Hong Kong mas hoje queríamos falar da nossa experiência de uma forma genérica e em três restaurantes em particular, sendo que as noites em que jantámos em dois deles terminaram no McDonalds.

Os restaurantes são pequenos, é normal haver fila na rua e uma vez sentados tudo acontece muito rápido. A ideia é comer o mais rápido possível para que a mesa seja ocupada por outro grupo. A meio da refeição podem trazer-lhe a conta se demorar muito tempo.

Se precisar de garfo pode pedir mas o mais certo é darem-lhe uma colher. Os pauzinhos são usados por toda a gente e por incrível que pareça é muito fácil comer arroz com eles. Não espere que coloquem guardanapos na mesa, e se os encontrar verá que são muito pequenos.

Muitos menus estão em chinês mas a maior parte tem fotografias. Além disso, alguns restaurantes colocam os pratos que vendem com a respetiva descrição e preço na montra.

Foi o que vimos no Ca-Tu-ya, um restaurante japonês que parecia ser uma boa escolha. O aspeto até era bom, na nossa opinião, mas só se ficou pelo aspeto. O arroz não tinha sal, o panado de frango tinha um sabor pouco agradável, o camarão estava cheio de pão ralado, o molho era viscoso e a sopa não se conseguia comer. Está a ver a cara no nosso filho mais novo? Só conseguiu comer arroz!

ca-tu-ya-hong-kongca-tu-ya-hong-kongca-tu-ya-hong-kongca-tu-ya-hong-kongca-tu-ya-hong-kong

Outro restaurante que parecia que ia correr bem foi o Tsuen Wan, em frente ao BP International Hotel. Um prato esta bom, o outro nem por isso, consegue adivinhar qual estava bom?

Tsuen-Wan-hong-kongTsuen-Wan-hong-kongTsuen-Wan-hong-kongTsuen-Wan-hong-kong

A nossa experiência culinária também incluiu noodles, no Club Noodles perto de Temple Street e esta foi uma boa escolha! Os funcionários mal falavam inglês mas tinham um menu em inglês. A comunicação foi por gestos, surreal.

Club-noodles-hong-kongClub-noodles-hong-kongClub-noodles-hong-kongClub-noodles-hong-kongClub-noodles-hong-kong

Além destes restaurantes também tivemos oportunidade de experimentar Ramen e fatias gigantes de piza.

ramen-hong-kongramen-hong-kong

piza-hong-kong

Não encontrou o que procura? Envie-nos um email ou deixe um comentário. Temos todo o gosto em ajudar! E pode consultar os artigos que já publicámos sobre Hong Kong aqui.

You Might Also Like

4 Comments

  • Reply
    I. J. Khanewala
    2018-07-07 at 13:17

    In some of the small eateries in Shanghai we had to order and pay before we sat down. That took us a couple of tries to figure out, since we first came across this custom in an area where no one seemed to speak English.

    • Reply
      passaportenobolso
      2018-07-07 at 20:13

      Sometimes travelling is a chalenge! Thank you for your kind words😊

    • Reply
      passaportenobolso
      2018-07-10 at 12:53

      We had a similar experience in Hong Kong, not everyone speaks english 🙂 Thank you!

      • Reply
        I. J. Khanewala
        2018-07-10 at 13:24

        True enough. In China there are few people who speak anything but Mandarin and their local dialect.

    Deixar uma resposta

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    %d bloggers like this: