Visitar Piódão Aldeia Histórica, Foz d’Égua e Chãs de Égua (2024)

Índice do artigo

Atualizado em: Janeiro 8, 2024

Piódão é uma das 12 Aldeias Históricas de Portugal e está localizada no concelho de Arganil, no distrito de Coimbra, ou seja, no coração da Serra do Açor.

Conhecida como a “aldeia presépio”, Piódão tem uma configuração em anfiteatro natural, o que a torna especialmente encantadora.

Durante o Natal, a aldeia ganha ainda mais beleza, especialmente após o anoitecer, graças à sua iluminação característica.

Em 1980, Piódão recebeu o prémio de galo de prata, que a distinguiu como a “aldeia mais típica de Portugal”, embora atualmente esse título pertença à Aldeia Histórica de Monsanto.

Além disso, Piódão foi eleita vencedora das 7 Maravilhas de Portugal, na categoria de Aldeias Remotas.

A poucos minutos de Piódão, encontrará duas outras aldeias que também fazem parte deste artigo e que certamente irão encantá-lo.

Estou a falar de Foz d’Égua e Chãs de Égua, duas aldeias menos conhecidas do que Piódão, mas igualmente belas e próximas.

Tenho a certeza de que vai querer incluí-las no seu roteiro e ficará agradecido com a minha sugestão!

Assim, neste artigo, irei mostrar-lhe por que adoro estas três aldeias e porque as pode (e deve) visitar na mesma viagem.

Acompanhe-me nesta viagem pelos encantos do centro do país, onde vamos indicar o que fazer em Piódão, o que visitar em Foz d’Égua e o que ver em Chãs de Égua.

O que fazer e visitar em Piódão

Anfiteatro do Piódão

Descubra a Magia Escondida dos Caminhos de Xisto do Piódão: Entre Ruelas e Segredos

Percorrer as ruas do Piódão é uma experiência que nos transporta para tempos passados.

As vias estreitas que serpenteiam por entre as casas de xisto revelam-se verdadeiras preciosidades.

As características casas de xisto, com as suas paredes robustas, telhados de lousa e portas e janelas pintadas de azul, são verdadeiros ícones desta aldeia histórica.

Ao caminhar por estas ruas empedradas, é impossível não se encantar com a autenticidade e charme que emanam de cada construção.

Dedique algum tempo a explorar estas ruas labirínticas e logo descobrirá pequenos tesouros pelo caminho.

À medida que avança, vai deparar-se com recantos pitorescos, varandas floridas e detalhes arquitetónicos fascinantes. Cada esquina revela uma nova surpresa, convidando-o a desvendar os segredos do Piódão. É por causa desta descoberta que eu viajo!

Por isso, não se apresse, permita-se perder-se nas ruelas e absorver a atmosfera única deste lugar.

Aprecie os sons suaves da ribeira que atravessam a aldeia, o murmurinho do vento e desfrute das vistas de cortar o fôlego que se descortinam a cada virar de esquina.

Acho que ao percorrer as ruas do Piódão, é como se estivéssemos a escrever uma história, a mergulhar numa narrativa ancestral que continua viva e pulsante nas suas ruas.

Deixe-se envolver por esta magia e desfrute de uma experiência memorável ao explorar cada recanto deste tesouro escondido na Serra do Açor.

Portanto, não se esqueça de incluir um passeio pelas ruas do Piódão no seu roteiro!

Conheça a Histórica Igreja de Nossa Senhora da Conceição no Piódão: Uma Janela para o Passado

piodao

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, também conhecida como Igreja Matriz do Piódão e Igreja Paroquial de Piódão, é um tesouro histórico e religioso da região.

Construída no século XVII, conta-se que antes dela existia um santuário mais antigo, cujo legado se preserva numa escultura em calcário da padroeira, datada do século XVI.

As paredes brancas da igreja contrastam com a beleza rústica do xisto, mantendo os tradicionais detalhes azuis presentes nas casas típicas da região. Esta união de elementos cria uma ligação especial entre o sagrado e o quotidiano, transportando-nos para um lugar de serenidade e reflexão.

Além da sua importância religiosa, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição é também um ponto de referência cultural e histórico na vila de Piódão.

As pessoas juntam-se no largo e escadas da igreja em diferentes momentos do dia para conversar ou apenas para ver passar o tempo.

Por isso, se procura um pouco de inspiração e tranquilidade na sua visita ao Piódão, não deixe de incluir a Igreja de Nossa Senhora da Conceição no seu roteiro.

Encante-se com a Simplicidade: Visite a Capela de São Pedro em Piódão

piodao

A Capela de São Pedro é uma das preciosidades que encontrará ao explorar a aldeia de Piódão, situada nas encostas da Serra do Açor, em Portugal.

Localizada no topo da aldeia, implica subir um pouco para lá chegar, mas a recompensa é magnífica.

Assim que se deparar com a capela, será cativado pela sua simplicidade e atmosfera serena.

Apesar de ser uma capela pequena e simples, no seu interior existe uma relíquia de valor histórico e religioso: uma escultura de São Pedro do século XVI.

Com paredes brancas que contrastam com o azul do céu, um pequeno sino que ecoa suavemente e uma porta azul que convida os visitantes a entrar, a Capela de São Pedro é um lugar único de contemplação e tranquilidade.

Além disso, ao desfrutar da vista que se estende ao redor da capela, poderá apreciar a beleza natural da Serra do Açor.

Relaxe nas Águas Límpidas: Explore a Praia Fluvial do Piódão

Na Aldeia Histórica do Piódão, esconde-se uma praia fluvial que merecia ser mais conhecida e frequentada.

Refiro-me, pois, à Praia Fluvial do Piódão.

Então é assim, durante o verão, é colocada uma barreira na Ribeira do Piódão, criando-se de forma bastante criativa uma piscina fluvial!

Acredite, este local encanta todos os que o visitam. Aliás, a Praia Fluvial do Piódão foi agraciada com bandeira azul, reconhecendo a sua qualidade e excelência.

Por falar nisso, dediquei um artigo completo a este tema, onde poderá ver quais são as praias com bandeira azul em Portugal.

Portanto, se está à procura de um refúgio fresco para desfrutar do verão, não deixe de visitar a Praia Fluvial do Piódão.

Ou seja, descubra por si mesmo o motivo pelo qual recebeu a cobiçada bandeira azul e aproveite momentos inesquecíveis em plena natureza.

Descubra a História e a Cultura do Piódão: Visite o Museu Núcleo Museológico do Piódão

piodao

O Museu do Piódão, localizado no Posto de Turismo, é uma paragem que vale a pena para quem visita esta aldeia de xisto. Embora seja pequeno, reserve um tempo para conhecê-lo.

Explore as preciosas peças que retratam o modo ancestral de vida dos habitantes desta aldeia e mergulhe na rica história local.

O museu mostra alguns artefatos e objetos que contam a história da região, proporcionando um vislumbre da cultura e tradições passadas.

Além disso, não deixe de apreciar o artesanato local que está em exibição. Descubra a habilidade dos artesãos do Piódão, que produzem peças únicas e tradicionais, representativas da identidade desta comunidade.

Ao visitar o Museu do Piódão, terá a oportunidade de enriquecer a sua viagem com aspetos culturais desta aldeia, ou seja, é uma janela para espreitar o passado e apreciar a autenticidade deste lugar especial.

Portanto, reserve um tempo para conhecer o Museu do Piódão e deixe-se encantar pelas histórias e tesouros que ele revela.

Quantos habitantes tem o Piódão?

piodao

De acordo com a informação disponível no site da autarquia, em 2011, no Piódão moravam 65 pessoas e estes são os dados mais atuais que encontrei.

Em conversa com funcionários de restaurantes e lojas da aldeia, percebi que pelo menos parte dessas pessoas que trabalham lá não são residentes locais.

A construção de novas casas está condicionada e não é fácil recuperar edifícios antigos e por essa razão, muitos optam por percorrer distâncias, como de Arganil até o Piódão, para irem trabalhar.

Onde e o que comer no Piódão (dicas de Restaurantes)

Solar dos Pachecos

Um dos meus restaurantes favoritos no Piódão é O Solar dos Pachecos! Tem uma localização conveniente e considero que tem uma excelente relação qualidade/preço.

Encontra-se situado na praça, na entrada da aldeia, e é bastante pequeno.

No entanto, os proprietários possuem também uma loja ao lado, onde é possível comprar e levar para casa produtos da região, como enchidos e diferentes tipos de pão que são servidos no restaurante.

Com o clima agradável, os visitantes podem desfrutar da refeição na esplanada, onde costumam ser colocados guarda-sóis.

Mas durante o inverno, o interior do Solar dos Pachecos é extremamente acolhedor, pois há uma lareira que aquece o lugar e dá um ambiente incrível à refeição.

Isto por que o interior do Solar dos Pachecos fica quase na penumbra, mas os pratos quentes e a lareira a crepitar proporcionam uma experiência que vale muito a pena!

A nível da ementa, pode contar com pratos simples, mas muito bem confecionados. Delicie-se com sopa que reconforta a alma, sandes, bitoques com batatas fritas e enchidos tradicionais (chouriço, morcela e bucho).

Se preferir outras opções de restaurantes, pode procurar na aldeia do Piódão o restaurante Piódão XXI, o Fontinha e o Delícias do Piódão.

Solar dos Pachecos queijo

O que fazer e visitar em Foz d’Égua

Foz d'Égua

Foz de Égua, ou Foz d’Égua, é uma linda aldeia a poucos quilómetros do Piódão. Para lá chegar pode ir de carro, descendo a estrada, mas se tiver tempo recomendo que faça o percurso a pé.

Como referi antes, a Serra do Açor é particularmente bonita nesta região!

Seguem-se sugestões de o que fazer e visitar em Foz de Égua, no concelho de Arganil.

Foz-de-egua-piodao

Refresque-se e aproveite momentos de tranquilidade na Praia Fluvial de Foz D’Égua

Foz-de-egua-piodao

A Praia Fluvial de Foz D’Égua é um destino imperdível no seu roteiro pelo Piódão!

Localizada no ponto de encontro das Ribeira de Piódão e Ribeira de Chãs d’Égua, esta praia fluvial tem uma característica única: uma represa estrategicamente construída para acumular a água com duas pontes gémeas de xisto!

O resultado é uma refrescante piscina natural, convidativa para aqueles que querem mergulhar e se refrescar nos dias quentes.

No entanto, vale notar que a água costuma ser fresca, proporcionando uma experiência revigorante para os corajosos e nem sempre agradável para quem prefere águas mornas.

Ver a ponte suspensa de Foz D’Égua

Ponte suspensa de cordas em Foz D'Égua

A ponte suspensa de Foz D’Égua, construída com madeira e cordas, sofreu deterioração ao longo do tempo devido à exposição aos elementos naturais.

Durante minha última visita a Foz D’Égua, vi que a ponte suspensa estava fechada ao público e parece que já está assim há algum tempo.

Isso significa que atualmente não é possível atravessar a ponte suspensa de cordas.

No entanto, nada impede que os visitantes vão até o local para apreciar a ponte e tirar bonitas fotografias.

Isto porque mesmo sem atravessá-la, ainda poderá ficar a conhecer a ponte suspensa de Foz D’Égua.

Passar a pé pelas pontes de xisto

Foz-de-egua-piodao

Já que não é permitido atravessar a ponte suspensa, não se esqueça de colocar na sua lista de coisas a fazer em Foz de Égua passar pelas pontes de xisto!

Estas duas pontes, que parecem gémeas, aparecem em muitas fotografias desta zona e são realmente interessantes.

Há quem diga que Foz d’Égua é a aldeia Hobbit, mas sinceramente não percebo porquê. Agora, que é um lugar que vale muito a pena visitar, disso não tenho dúvida.

Descobrir os moinhos de xisto em Foz d’Égua

Se calhar já esteve em Foz de Égua e não se apercebeu dos moinhos…

Então já sabe, na próxima vez que for para esta região, siga pela ribeira até encontrar os moinhos de xisto.

O que fazer e visitar em Chãs de Égua

Chãs-de-Égua

Seguem-se algumas sugestões de atividades para fazer na aldeia de Chãs d’Égua, no concelho de Arganil.

Visitar o Centro Interpretativo de Arte Rupestre de Chãs d’Égua

Sabia que foram encontradas na região do Piódão cerca de 100 gravuras rupestres gravadas em pedras?

Não é habitual esta quantidade de artefactos no mesmo local, aliás, a descoberta constitui a concentração mais significativa de arte rupestre conhecida até ao momento, na zona entre o Tejo e o Baixo Côa.

Estas rochas estão expostas no Centro Interpretativo de Arte Rupestre de Chãs d’Égua, que funciona na antiga Escola Primária.

O centro está aberto ao público no primeiro sábado de cada mês de maio a outubro, e entre as 10h00-13h00 e 14h00-17h00. Para mais informações use os contactos telefónicos 235 732 787 ou 235 200 137.

Por isso, tem mais uma razão para visitar Chãs d’Égua.

Chãs-de-Égua

Alojamento no Piódão, Foz d’Égua e Chãs de Égua

Apesar de a Aldeia Histórica do Piódão ser pequena, vai encontrar várias opções de alojamento, nomeadamente alojamentos locais.

São pequenas casas no centro da aldeia que foram restauradas e que conseguiram manter a traça original.

Assim, para quem quer ficar no centro da aldeia e desfrutar de uma experiência rural, a minha recomendação é a Casa da Padaria.

Eu gostei muito e todas as pessoas que lá ficam por minha recomendação também adoraram a experiência!

Por outro lado, o Inatel de Piódão (4 estrelas), apesar de não ficar localizado no centro da aldeia, tem uma posição privilegiada para quem quer apreciar a região vista de cima.

Além disso, tem piscina interior aquecida, sauna e hidromassagem, que devem ser ótimos para recuperar das caminhadas pela Serra do Açor.

Se quer espreitar outras alternativas de onde ficar no Piódão, explore o link e mapa a seguir.

Reserve o seu hotel no Piódão.

O que visitar perto do Piódão, Foz d’Égua e Chãs de Égua

A Cascata da Fraga da Pena

Queda de Água
Cascata da Fraga da Pena.

A alguns quilómetros do Piódão, encontra-se outro tesouro da região: a Fraga da Pena.

Situada na exuberante Mata da Margaraça, é um refúgio paradisíaco que merece ser explorado na sua visita.

A cascata da Fraga da Pena tem uns impressionantes 20 metros de altura, que terminam num refrescante lago.

Existe um trilho que permite uma vista mais próxima da cascata, além de algumas mesas para desfrutar de agradáveis piqueniques.

Se ficou curioso com este lugar, recomendo que veja o artigo que publiquei sobre a Fraga da Pena, localizada na Mata da Margaraça. Lá, encontrará mais informações fascinantes sobre esse incrível destino.

Fraga da Pena, na Mata da Margaraça.

Entre ribeiras e tradições: Conheça a Aldeia de Xisto Branca – Benfeita

Capela de Nossa Senhora da Assunção em Benfeita
Capela de Nossa Senhora da Assunção.

Benfeita é uma aldeia de xisto localizada na deslumbrante Serra do Açor.

Conhecida como a “Aldeia de Xisto Branca”, destaca-se não apenas pela sua arquitetura tradicional em pedra, mas também por estar estrategicamente situada entre duas ribeiras.

Além disso, Benfeita é palco de um evento marcante que ocorre todos os anos.

No dia 7 de maio, as badaladas dos sinos da torre ressoam 1620 vezes (!) em celebração ao fim da Segunda Guerra Mundial.

Este momento solene é uma tradição única que envolve toda a comunidade e reflete a importância histórica e o espírito resiliente desta aldeia.

Caso queira incluir esta aldeia de xisto no seu itinerário na Serra do Açor, sugiro que leia o artigo sobre Benfeita para obter mais informações. É uma experiência que vale a pena explorar.

Visitar Benfeita: a Aldeia Branca de Xisto.

Mapa e Como chegar ao Piódão, Foz d’Égua e Chãs de Égua

Piódão fica a cerca de 200 km do Porto e a 270-290 km de Lisboa.

Saindo do Porto, uma das opções é ir pela A1 até perto de Coimbra e depois seguir pelo IP3, mas eu prefiro ir pela A1 até Albergaria-a-Velha e depois seguir pela A25. Em ambos os casos, pode contar com mais ou menos 2h30 de viagem.

Saindo de Lisboa, pode escolher ir pela A1 até Coimbra e continuar pelo IP3, ou então ir pela A1 até Alcanena e seguir pela A13 em direção a Figueiró dos Vinhos. A distância é de cerca de 3h30.

Não se deixe desencorajar pelas curvas e contra curvas na estrada final quando está quase a chegar à aldeia do Piódão.

A seguir pode ver a localização e como chegar ao Piódão, tanto a partir do Porto como de Lisboa.

Do Porto:

De Lisboa:

Esperamos que tenha gostado de nos acompanhar neste roteiro pela Serra do Açor.

Para terminar, tomo a liberdade de sugerir que veja um pequeno vídeo com imagens recolhidas na Aldeia Histórica do Piódão.

O vídeo já é antigo, mas mostra alguns dos lugares que são mencionados neste artigo.

Subscreva o nosso Canal de YouTube para mais vídeos de viagens!

Artigos relacionados

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter. 

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

10 respostas

    1. These are three little villages in Portugal. We took the pictures three weeks ago, now the weather in Portugal is not good for travel! Thank you for your kind words 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.