0

Oleiros visitar o Cristo-Rei, fazer trilhos e mergulhar em cascatas

Cristo-Rei em Oleiros.

Oleiros está situada na Beira Baixa e pertence ao distrito de Castelo Branco, isto é, no Centro de Portugal. Além disso, faz fronteira com os concelhos do Fundão, Castelo Branco, Proença-a-Nova, Sertã e Pampilhosa da Serra.

É uma vila encantadora com lugares incríveis para visitar e muitas atividades para fazer, por isso sugerimos que dedique pelo menos um par de dias para visitar Oleiros.

Neste artigo indicamos algumas sugestões de o que visitar em Oleiros, no entanto temos a certeza de que vamos regressar para continuarmos a explorar o concelho.

Então, acompanha-nos nesta viagem de exploração da Beira Baixa?

O que visitar em Oleiros

O centro da vila

Um roteiro em Oleiros deve começar no centro da vila, isto é, junto à Igreja Matriz.

Passeie com calma pelas ruas da vila, nomeadamente pela Rua Padre António de Andrade, mas não se vá embora sem ver a Ponte Grande e o coreto do jardim.

Além disso, se tiver interesse particular em Arte Sacra, temos uma dica imperdível para si!

É que foi criada a Rota do Religioso, um percursos pedestre de tipo circular que convida os visitantes a explorarem o património religioso e patrimonial da vila.

Assim, o percurso de dificuldade baixa e com uma extensão de 6,5 km começa em frente a Câmara Municipal de Oleiros e passa pela Cpela do Espírito Santo, Capela de São Sebastião, Capela de Santa Margarida, Capela de Nossa Senhora das Candeias, Capela de Santo António, Igreja Matriz, Capela de Senhor dos Passos, Capela de Nossa Senhora de Guadalupe, Igreja da Misericórdia e Capela de Nossa Senhora Mãe dos Homens.

O Cristo-Rei de Oleiros

Cristo-Rei em Oleiros.
Cristo-Rei em Oleiros.

O Cristo-Rei está situado no Alto das Sesmarias, ou seja, numa zona florestal muito tranquila nos arredores da vila

A estátua de granito tem 5 metros de altura e na base da estátua está instalada uma capela com paredes de vidro.

O local é muito agradável e além disso é um miradouro natural excelente para observar o casario de Oleiros.

Cascatas da Fraga da Água d’Alta

Cascata da Fraga de Água d'Alta
Cascata da Fraga de Água d’Alta.

O acesso às Cascatas da Fraga da Água d’Alta ficou mais fácil com a construção de um passadiço de madeira, por isso, aproveite para visitar esta linda queda de água.

Quando descer o passadiço vai encontrar logo do lado direito a cascata que desagua numa lagoa, no entanto, se continuar o percursos irá ver uma série de pequenas cascatas e lagoas muito interessantes.

Aliás, estes passadiços fazem parte da GEOROTA do Orvalho e se gostar de caminhar e tiver tempo não deixe escapar a oportunidade.

A Aldeia do Xisto Álvaro

Álvaro faz parte da Rede de Aldeias do Xisto e juntamente com Barroca, Janeiro de Cima, Janeiro de Baixo, Mosteiro e Pedrógão Grande, constituem o grupo Zêzere.

À semelhança das restantes Aldeias do Xisto, as casas de Álvaro foram recuperadas o que levou à aldeia novos visitantes.

Assim, há uma praia fluvial em Álvaro que é muito agradável e que além de ser de fácil acesso e com parque de estacionamento, tem uma zona de lazer para piqueniques e um bar de apoio.

Praias fluviais de Oleiros

Praia Fluvial de Cambas (Oleiros)
Praia Fluvial de Cambas (Oleiros).

Ao visitar Oleiros no verão nada melhor do que se refrescar em praias fluviais, e a boa notícia é que temos três sugestões para fazer uma pausa na região.

Assim, tome nota da Praia Fluvial de Cambas, Praia Fluvial de Álvaro e Praia Fluvial de Açude Pinto.

O que fazer em Oleiros

Quando visitar Oleiros

Nós visitámos Oleiros no verão, o que foi bastante agradável, no entanto a cascata da Fraga d’Alta estava com pouca água.

Por isso, da próxima vez, vamos optar por visitar Oleiros numa época não tão quente.

De qualquer das formas na vila existem várias festividades, pelo que pode ser uma alternativa interessante para conhecer melhor a região, como por exemplo em janeiro as festas em Honra de São Sebastião, em fevereiro as festas em Honra de Nossa Senhora das Candeias, a Procissão dos Fogaréus na Quinta-Feira Santa e ainda a Procissão do Enterro do Senhor na Sexta-Feira Santa.

Alojamento em Oleiros

Para ficar a conhecer esta região, o melhor será ficar a dormir pelo menos uma noite em Oleiros.

Com efeito, existem várias alternativas de alojamento em Oleiros, e cuja disponibilidade e preços pode confirmar no link a seguir.

Hotéis em Oleiros

Mapa e como chegar a Oleiros

De Lisboa

Do Porto

Artigos relacionados

Por fim, está a pensar visitar o distrito de Castelo Branco? Então, nesse caso tomamos a liberdade de sugerir que leia os seguintes artigos:

Gostaria de conhecer melhor Portugal? O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência!  Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS mas não se esqueça de nos acompanhar no Instagram.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 🙂

👉Alojamento no Booking;

👉Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;

👉Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

No Comments

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.