Maldivas | Guia de viagem completo

Relaxar nas praias das Maldivas

Maldivas Guia de Viagem completo para planear a sua viagem. Neste artigo vamos responder às questões mais comuns dos viajantes, como por exemplo como chegar, visto, seguro de viagem e outras informações valiosas.

Como chegar às Maldivas?

A forma mais habitual para chegar às Maldivas é de avião.

Dependendo das companhias aéreas poderá fazer escala numa cidade europeia (Madrid, Frankfurt, Paris ou Londres) ou do médio oriente (Dubai).

Se marcar a sua viagem às Maldivas de forma independente assegure-se que tem tempo suficiente para a escala e se não é necessário, por exemplo, recolher bagagem ou fazer novamente check-in.

É preciso visto para as Maldivas?

De acordo com a nossa experiência e com a informação que recolhemos no portal das comunidades, cidadão portugueses não precisam de visto para entrarem nas Maldivas, se a duração de viagem for inferior a 30 dias.

Já agora, os cidadãos brasileiros gozam das mesmas condições, isto é, cidadãos brasileiros não precisam de visto para entrarem nas Maldivas desde que a sua permanência seja até 30 dias.

É necessário Seguro de Viagem?

Sim, sem dúvida, precisa de uma seguro de viagem para as Maldivas.

Nós utilizamos os seguros da IATI Seguros e explicamos porquê neste artigo.

Assim, se fizer um seguro de viagem através do nosso link (ver caixa no final do artigo) terá um desconto de 5% em comparação com os preços praticados no site da própria companhia de seguros.

Coisas que (provavelmente) não sabia acerca das Maldivas

Não podem ser importados objetos de teor religioso.

Isto é particularmente importante se visitou outros países asiáticos e transporta consigo estatuetas do Buda ou imagens de divindades. Não pode entrar no país com esses artigos. Se fizerem uma inspeção à sua bagagem e detetarem objetos de teor religioso, estes serão confiscados e devolvidos quando for embora. O mesmo se aplica a medalhinhas de santos ou crucifixos, talvez não seja má ideia deixá-los em casa.

Não podem ser importadas bebidas alcoólicas.

Não é permitido entrar no país com bebidas alcoólicas. A venda destas bebidas nos hotéis é permitida mas a troco da cobrança de impostos muito altos. São, portanto, itens dispendiosos, tenha atenção.

Bebidas no resort

A Rupia Maldiviana não tem valor fora das Maldivas.

Se pretender cambiar o seu dinheiro e fazer os pagamentos na moeda local, poderá fazê-lo provavelmente no seu hotel, mas guarde o documento que lhe entregam juntamente com as rupias maldivianas. Vai precisar desse documento quando quiser trocar as rupias por euros. E só poderá fazê-lo nas Maldivas uma vez que a moeda não tem valor fora do país. Os cartões de crédito são aceites sem problemas e se preferir pode levar dólares americanos pois são usados nas transações diárias, não sendo necessário cambiá-los.

Quer visitar todas a ilhas? Boa sorte!

Apesar de a maior parte das ilhas não serem habitadas, as Maldivas são constituídas por 1196 ilhas, não deve ser prático visitá-las todas.

Ilhas do Atol de Malé

Nas Maldivas usam um alfabeto próprio

A língua oficial é o Dhivehi, possuem um alfabeto próprio e escrevem da direita para a esquerda. É, portanto, difícil aprender a língua. Mas não se preocupe, toda a gente fala inglês.

Transfer do Adaaran

Três razões para visitar as Maldivas agora!

Hotéis mais baratos

Há cada vez mais hotéis acessíveis nos vinte e seis atóis que constituem as Maldivas.

Não serão certamente aqueles que estão construídos em estacas no meio das lagoas e que têm piscinas privativas, porque esses normalmente são mais dispendiosos mas de certeza que consegue um alojamento condizente com o seu orçamento. 

Paisagem nas Maldivas

As Maldivas vão desaparecer

Os entendidos no assunto dizem que é uma questão de tempo.

A subida do nível do mar parece inevitável e como o ponto mais alto do país se situa a menos de dois metros e meio do nível do mar percebe-se que as Maldivas estejam condenadas a desaparecerem.

Então, visite-as o quanto antes, mas de uma forma responsável e não contribua para o seu desaparecimento.

Areal nas Maldivas

Porque você merece!

Imagine uma ilha rodeada de água turquesa.

A água é tão quente que tem de sair do mar para se refrescar com a brisa.

Quase não vê os outros ocupantes da ilha porque os bungalows estão espalhados pela ilha.

Fica com uma praia quase só para si.

No restaurante percebe que a mesa que escolher será sua durante a estadia porque o hotel  é tão pequeno que cada família ou grupo tem a própria mesa de refeições.

É encorajado a arrumar os sapatos e andar sempre descalço.

Relaxar nas praias das Maldivas

Vá lá, pelo menos uma vez na vida devemos ter esta experiência.

Por fim, se está a pensar visitar as Maldivas talvez tenha interesse nos seguintes posts:

O nosso lema é viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Também organizamos viagens, veja algumas promoções em Ofertas de VIAGENS! E não se esqueça de nos acompanhar no no e no instagram.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 🙂

👉Alojamento no Booking;

👉Voos com desconto em eDreamsRumbo;

👉Aluguer de carro com a Europcar;

👉Tours, entradas em museus e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais  em Get Your Guide;

👉Seguros de viagem à sua medida, com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.