Abrantes o que fazer e visitar num day trip de Lisboa (2024)

Visitar Abrantes. Vista do Rio Tejo a partir do Castelo de Abrantes.
Índice do artigo

Atualizado em: Janeiro 16, 2024

Ora aqui tem um guia completo com o que fazer e visitar em Abrantes, numa viagem de um dia!

Abrantes é uma cidade localizada no distrito de Santarém, a cerca de 145 quilómetros de Lisboa, o que faz com que seja um destino ideal para uma viagem de um dia a partir da capital portuguesa. É conhecida pela sua rica história, assim como beleza natural ímpar.

Uma das principais atrações culturais de Abrantes é o Castelo de Abrantes, um castelo medieval que remonta ao século XII. O castelo, que fica no topo de uma colina, tem vistas panorâmicas sobre a cidade, ou seja, é um dos seus melhores miradouros.

Outro destaque cultural abrantino é o Núcleo Museológico de Abrantes, um museu que mostra a história e a cultura da região. O museu tem várias exposições, incluindo artefactos antigos, trajes tradicionais e pinturas.

Para além destas atrações culturais, Abrantes também tem uma série de espaços naturais, incluindo a Albufeira de Castelo de Bode e as suas praias fluviais.

Enfim, Abrantes é uma cidade charmosa que vale a pena visitar para qualquer pessoa interessada em história, cultura e natureza. É facilmente acessível a partir de Lisboa, tornando-se um destino conveniente para uma viagem de um dia (day trip).

Seguem-se algumas sugestões de o que fazer e visitar em Abrantes.

O que fazer e visitar em Abrantes

Castelo de Abrantes.
Castelo de Abrantes.

Caso decida ficar a dormir em Abrantes, o que é uma excelente decisão, pode explorar com mais detalhe a cidade, por isso, o roteiro para um dia em Abrantes que sugeri antes não é o melhor.

Assim, segue-se uma lista de o que visitar em Abrantes, incluindo percursos pedestres para descobrir o centro histórico de Abrantes e as famosas praias fluviais na Albufeira de Castelo de Bode.

O Centro Histórico de Abrantes

Igreja de São Vicente no centro histórico de Abrantes.
Igreja de São Vicente no centro histórico.

Eu gosto de caminhar no centros histórico das cidades, e devo dizer que Abrantes surpreendeu-me! O centro é charmoso e está cheio de detalhes que valem a pena seres apreciados com tempo.

Para o ajudar a descobrir Abrantes como deve ser, o município organizou três rotas para explorar a cidade de acordo com diferentes pontos de vista.

Assim, há um percurso para os amantes de história (Abrantes Histórica), de artes (Abrantes Artística) e de paisagens amplas (Abrantes Panorâmica).

Cada um destes trajetos tem a extensão de cerca de 3 km e é de dificuldade moderada, pois inclui passagem por terrrenos inclinados

Veja, então, quais são os pontos principais de cada percurso.

Percurso 1: Abrantes Histórica

Veja a cidade através da histórica contada pelos Monumentos Nacionais e outros edifícios de relevância histórica. Podemos dizer que é uma viagem no tempo, pois esta rota inclui espaços que remontam desde o século XII até ao século XX.

Este percurso passa pelos seguintes lugares:

Largo Avelar Machado/edifício da Assembleia de Abrantes, Antigo Convento de São Domingos, Jardim/Praça da Republica, Igreja da Misericórdia, Igreja de São João Baptista, Fortim Militar no Outeiro São Pedro, Estátua de D Francisco de Almeida no Jardim do castelo, Castelo de Abrantes, Igreja de Santa Maria do Castelo / Museu D Lopo de Almeida, Igreja de São Vicente, Travessa do Tem-te-Bem/Rua Maria de Lourdes Pintassilgo, Casa da Câmara e edifício Falcão na Praça Raimundo Soares, Largo João de Deus, Painel Histórico Cronológico e Culto da Flor no Largo Dr. Ramiro Guedes, e, por fim, termina na zona do antigo Mercado da Palha para os animais na Praça Barão da Batalha.

Percurso 2: Abrantes Artística

Igreja de Santa Maria do Castelo.
Igreja de Santa Maria do Castelo.

Se tem um interesse especial pelas artes, então esta rota é para si.

Aqui tem os lugares por onde passa, sendo que este percurso começa no Parque do Alto de Santo António.

Escultura em Ferro ao Ar Livre, Galeria Municipal de Arte QuARTel, Painel de Azulejos na Capela Sant’ana, Praça Jardim Actor Taborda, Pórtico do Convento Nossa Senhora da Esperança, Casa Setecentista no nº 54-56, Cine-Teatro de São Pedro que funciona na antiga Igreja de São Pedro, Igreja de São Vicente, Castelo de Abrantes, Igreja de Santa Maria do Castelo e Museu Dom Lopo de Almeida, Painel de Azulejos na Rua São Pedro, Igreja de São João Baptista.

Segue-se uma paragem na Igreja da Misericórdia e Sala do Definitório, Monumento aos Mortos na Primeira Grande Guerra no Jardim da Republica, Projeto de Duarte Castelo-Branco e escultura Santos Lopes na Biblioteca Municipal António Botto, esculturas de Óscar Guimarães na Praça Barão da Batalha, Painel Histórico Cronológico e Culto da Flor de Óscar Guimarães no Largo Dr Ramiro Guedes, Esculturas Laranjeira Santos no Largo João de Deus e, por fim, este trajeto termina na Fontes 3 Marias de Óscar Guimarães na Praça Raimundo Soares.

Percurso 3: Abrantes Panorâmica

Visitar Abrantes. Vista do Rio Tejo a partir do Castelo de Abrantes.
Vista do Rio Tejo a partir do Castelo de Abrantes.

Para os amantes de espaços aberto, este é o trilho a escolher! Percorra diferentes paisagens ao seu ritmo e descubra lugares especiais na cidade que, provavelmente, passam despercebidos para o comum dos viajantes.

Então, este trilho para nos seguintes pontos turísticos:

Parque de Estacionamento do antigo Convento de São Domingos para ver o troço do Tejo que atravessa o concelho, seguindo-se a Rua Maestro Henrique da Silva para admirar a vista sobre a Rua da Barca, uma das mais antigas da cidade e que outrora fazia a ligação do castelo ao rio. Depois, vá para o Outeiro de São Pedro no Castelo e desfrute de uma perspetiva diferente do Tejo.

As próximas paragens são o Jardim do Castelo, Praça D Francisco de Almeida com vista para a zona Norte do concelho e entrada principal do Castelo. Vá para a Torre de Menagem se suba os degraus para ter uma panorâmica de 360º sobre o Ribatejo, o Alentejo e a Beira.

Dizem que em dias de céu limpo, o horizonte abarca cerca de 80 km. Continue o trajeto até ao Adro da Igreja de São Vicente, com vista sobre o centro histórico, a Alameda Santo António, assim como as Escadinhas da Rua de Angola.

Desça pela Rua 25 de Abril e vá para a Esplanada 1º de Maio, de onde terá uma uma panorâmica intermédia da cidade e zona sul do concelho. Por fim, o trajeto termina na Ponte da Rua de Nossa Senhora da Conceição.

A Albufeira de Castelo de Bode e as suas fantásticas praias fluviais

Albufeira de Castelo de Bode.
Albufeira de Castelo de Bode.

A albufeira de Castelo de Bode é um destino popular para os amantes da natureza e entusiastas da água localizados no centro de Portugal. O rio Zêzere alimenta a albufeira e à volta existem florestas e colinas.

As principais atrações da albufeira de Castelo de Bode são as fantásticas praias fluviais, sendo particularmente concorridas no verão

Refiro-me, em particular, à Praia Fluvial da Aldeia do Mato, bem como à Praia Fluvial de Fontes. Estas praias de areia e piscina fluvial, situadas nas margens da albufeira, são o destino perfeito nos dias quentes de verão.

Assim, na Praia Fluvial da Aldeia do Mato, os visitantes podem nadar, apanhar sol no deck da piscina fluvial ou relaxar na areia da praia. A praia também está equipada com casas de banho, chuveiros e um restaurante.

A experiência na Praia Fluvial de Fontes é muito semelhante, no entanto, é uma praia mais isolada, logo habitualmente há menos gente por aqui.

Para além das praias, a albufeira de Castelo de Bode é também palco de diversas outras atividades ao ar livre, como a pesca, passeios de barco e observação de aves.

Praia Fluvial da Aldeia do Mato

Praia Fluvial da Aldeia do Mato.
Praia Fluvial da Aldeia do Mato.

Situada entre colinas e florestas do centro de Portugal, a Praia Fluvial da Aldeia do Mato é uma deslumbrante praia fluvial a cerca de 14 km de Abrantes. A praia fica nas margens da pitoresca albufeira de Castelo de Bode, que é alimentada pelas águas cristalinas do rio Zêzere.

Na Praia Fluvial da Aldeia do Mato, os visitantes podem passar o dia a fazer o que normalmente se faz nas praias fluviais, como por exemplo nadar, estender a toalha para apanhar sol, relaxar na areia, fazer piqueniques…

Conte com casas de banho e um restaurante que serve refeições a alguns metros da água e que é um miradouro perfeito para tirar fotografias à praia.

Praia Fluvial de Fontes

Praia Fluvial de Fontes.
Praia Fluvial de Fontes.

A Praia Fluvial de Fontes é uma bela praia fluvial localizada na charmosa cidade de Abrantes, Portugal. Situada nas margens da albufeira de Castelo de Bode, que é alimentada pelo rio Zêzere, a praia é rodeada por colinas e florestas.

É uma praia isolada, por isso tem um ambiente mais tranquilo em comparação com outras praias fluviais da zona.

Além de nadar e fazer piqueniques, os visitantes da Praia Fluvial de Fontes também podem desfrutar de caminhadas e explorar as florestas à volta.

Por isso, quer procure relaxar na praia ou explorar o ar livre, a Praia Fluvial de Fontes é o destino perfeito. Com tanta coisa para ver e fazer na área, não é de admirar que esta praia fluvial tenha cada vez mais visitantes.

Aquapolis: o parque urbano e ribeirinho

Aquapolis e zona ribeirinha de Abrantes.
Zona ribeirinha de Abrantes (Aquapolis).

Aquapolis é um parque urbano único e inovador localizado junto às margens do Rio Tejo na cidade portuguesa de Abrantes.

O parque é um centro de atividades, com uma variedade de instalações e comodidades para os visitantes desfrutarem. Estes incluem um parque infantil e campos desportivos, bem como um parque de skate e um ginásio ao ar livre. Há também muitas áreas para relaxar e descontrair, com bancos, mesas de piquenique e árvores frondosas espalhadas pelo parque.

Uma das características mais apreciadas de Aquapolis é o seu passeio ribeirinho, que se estende por vários quilómetros ao longo das margens do Tejo. Aqui, os visitantes podem fazer caminhadas ou passeios de bicicleta, ou simplesmente sentar-se e admirar a vista.

Há por ali vários restaurantes e cafés, o que o torna um ótimo lugar para almoçar ou jantar.

Aquapolis é um destino verdadeiramente único e diversificado, por isso, se estiver na zona de Abrantes, não deixe de visitar este incrível parque urbano e ribeirinho – não ficará desapontado!

Alojamento em Abrantes

Se está a planear uma viagem a Abrantes e procura alojamento no centro da cidade, existem vários hotéis por onde escolher.

O Luna Hotel Turismo é um hotel quatro estrelas situado em uma localização privilegiada, com fácil acesso às principais atrações e comodidades da cidade.

O hotel tem uma variedade de quartos confortáveis e bem equipados com comodidades modernas, sendo que os hóspedes podem desfrutar de um restaurante, duas piscinas e um bar.

Caso prefira ficar num apartamento, o 4U Alojamento – Jardim pode ser o que procura. Tem três quartos, cozinha equipada e uma varanda para apreciar as vistas.

No entanto, se nenhuma destas sugestões lhe agradou, veja os alojamentos disponíveis em Abrantes a seguir.

Hotéis em Abrantes

Roteiro em Abrantes: O que fazer em Abrantes numa viagem de um dia (day trip)

Se está a planear uma viagem de um dia de Lisboa a Abrantes, há muitas coisas para ver e fazer nesta encantadora cidade portuguesa. Aqui vão algumas sugestões para o seu roteiro:

Comece o seu dia a explorar o Castelo de Abrantes, um castelo medieval que remonta ao século XII. Aliás, pode fazer uma visita guiada ao castelo para ter um conhecimento mais profundo sobre a história e arquitetura do Monumento Nacional.

Depois de visitar o castelo, dê um passeio pelo Jardim do Largo do Castelo, um parque com um lago com cisnes e uma fonte.

Dirija-se ao Mosteiro de Nossa Senhora da Graça, uma igreja barroca do século XIV com uma rica história. Faça uma visita ao mosteiro e admire as suas características arquitetónicas e artísticas.

Almoce num restaurante (o restaurante Aquapolis é uma boa escolha – mais detalhes a seguir) e experimente alguns pratos tradicionais portugueses, como por exemplo os enchidos e o pão quente a sair do forno.

À tarde, faça uma viagem até a cidade vizinha de Tomar, onde fica o Convento de Cristo, Património Mundial da UNESCO. Faça uma visita guiada ao convento, no entanto o ideal é ficar pelo menos um dia na cidade para a explorar melhor).

Antes de voltar para Lisboa, pare no Mercado Municipal de Abrantes, um mercado local onde pode encontrar produtos frescos, artesanato e outros produtos locais.

Se tiver tempo, faça um passeio de barco pelo Rio Tejo, que atravessa Abrantes e é uma bonita forma de se despedir da cidade.

Um pouco de História de Abrantes

Fortaleza de Abrantes.
Fortaleza de Abrantes.

Abrantes tem uma história rica que remonta ao século XII, aliás, foi fundada nesta época com o objetivo de defender os territórios conquistados e assegurar a vida ativa de Santarém.

Ou seja, para melhor proteger a cidade, Dom Afonso Henriques doou o Castelo e os terrenos circundantes à Ordem de São Tiago da Espada em 1173 e seis anos depois concedeu-lhe foral.

A cidade tem uma forte história militar e ficou conhecida pelo seu castelo e estrutura amuralhada, que foram construídos num local de difícil acesso e utilizaram o rio Tejo como obstáculo natural.

O Tejo sempre foi uma importante rota de transporte e criaram um importante porto fluvial na margem sul do rio. Este porto era utilizado para a importação e exportação de produtos da região do Alentejo e para o transporte de mercadorias entre Lisboa e Abrantes.

Ao longo da sua história, Abrantes desempenhou um papel significativo em vários episódios da história portuguesa.

Por exemplo, em 1385, Dom João I e Dom Nuno Álvares Pereira estiveram em Abrantes com as suas tropas antes de partirem para a Batalha de Aljubarrota.

Por outro lado, em 1476, Dom Lopo de Almeida, pai do primeiro vice-rei da Índia, foi nomeado primeiro conde de Abrantes e em 1641, Abrantes recebeu o título de “Notável Vila de Abrantes” por ter sido a primeira vila a proclamar Dom João IV depois de Lisboa.

Já em 1807, a cidade ocupada por tropas francesas comandadas pelo general Junot, que mais tarde recebeu o título de Duque de Abrantes.

Este acontecimento inspirou a célebre frase “Tudo como antes, Quartel General em Abrantes!”, que aliás, foi senha militar. Em 14 de junho de 1916, Abrantes foi oficialmente elevada a cidade, sendo este dia hoje celebrado como feriado municipal.

O que visitar perto de Abrantes?

Convento de Cristo em Tomar.
Convento de Cristo em Tomar.

Se está de visita a Abrantes e procura locais a visitar na zona, há muitas opções por onde escolher.

Um dos principais locais a visitar perto de Abrantes é a cidade de Tomar. Neste lugar histórico pode visitar o Convento de Cristo, que além de Património Mundial da UNESCO, é um dos exemplos mais importantes da arquitetura templária do mundo.

Por outro lado, vale a pena considerar uma viagem até Ourém e Fátima. A vila Medieval de Ourém é encantadora e Fátima é um dos mais importantes centros de turismo religioso em Portugal, atraindo milhões de visitantes todos os anos.

Já se gosta de natureza e atividades ao ar livre, o Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros é um ótimo lugar para visitar. Localizado a uma curta distância de carro de Abrantes, delicie-se com a paisagem deslumbrante enquanto explora cavernas, falésias e florestas. Não se esqueça de incluir no seu roteiro uma paragem no Monumento Nacional das Pegadas de Dinossauros.

Gastronomia e Restaurantes em Abrantes

O que não falta em Abrantes são lugares para desfrutar de uma refeição! No nosso caso, quisemos um almoço com música e vista para o Ruo Tejo, por isso, escolhemos a Cervejaria Aquapolis.

A refeição começou com queijos, enchidos, azeitonas, paté de atum e um pão delicioso. Depois chegaram à mesa pratos fartos para alimentar a nossa família: tiras de choco frito com batatas fritas e arroz de feijão, bochechas de porco com batata à padeiro e ainda carne de porco à alentejana.

Como deve imaginar, no final ninguém conseguiu pedir sobremesa.

Por falar em doces, em Abrantes são famosas as tigeladas e a “Palha de Abrantes”, que podem ser compradas numa das pastelarias da cidade.

Onde fica Abrantes em Portugal e como chegar?

Abrantes fica no distrito de Santarém, ou seja, no centro de Portugal, no distrito de Santarém. Situa-se a cerca de 145 km quilómetros de Lisboa.

Existem várias formas de chegar a Abrantes a partir de outras partes de Portugal. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto Internacional de Lisboa, que fica a cerca de 1h30 hora de carro de Abrantes.

Se tem carro próprio ou alugado, saindo de Lisboa pode facilmente apanhar a A1 e a A23.

Se preferir viajar de transportes públicos, o comboio é uma boa escolha, pois existem comboios regulares de Lisboa para Abrantes.

Apanhe o comboio na Estação de Santa Apolónia e saia em Abrantes, no entanto tenha em atenção que a estação ferroviária está localizada a cerca de 40 minutos a pé do centro da cidade.

Melhor altura para visitar Abrantes

Aquapólis e zona ribeirinha.
Aquapolis e zona ribeirinha.

A melhor altura para visitar Abrantes depende do que pretende da sua viagem.

Assim, se gosta de clima quente e dias ensolarados, considere visitar a região durante os meses de verão de junho, julho ou agosto.

No entanto, é importante ter em conta que esta é também a época do ano mais movimentada em Abrantes e os preços do hotéis tendem a ser mais elevados.

Por outro lado, se prefere evitar multidões e ainda ter uma boa hipótese de clima agradável, considere visitar durante as estações intermediárias de abril, maio ou setembro. Lembre-se que por norma, estes meses costumam ter temperaturas mais amenas e menos turistas, por isso, não descarte esta ideia.

Por fim, se está a planear uma viagem a Abrantes durante os meses de inverno, pode contar com temperaturas mais baixas e alguma chuva.

Ou seja, este pode ser um bom momento para visitar a cidade se preferir viagens tranquilas, poupar dinheiro e não se importar com as condições atmosféricas.

Leia também

Viajar em família, de forma frequente, com algum conforto e sem ir à falência! Somos uma Família Portuguesa a viajar pelo mundo e partilhamos tudo em passaportenobolso.com. Aqui encontra muitas dicas de viagem, bem como informações práticas sobre vários destinos na Europa, África, Ásia e América. Visitei +30 países e não planeio parar tão cedo. De vez em quando viajo sozinha… Acompanhe tudo no Instagram / Facebook / YouTube / Pinterest / Twitter.

Organize a sua viagem!

Reserve com os nossos parceiros; as marcas a seguir indicadas foram testados por nós, são de total confiança e por isso nós as recomendamos!

Além disso, ao usar estes links nós recebemos uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o blogue atualizado. Agradecemos a contribuição 

  • Alojamento no Booking;
  • Tours, entradas em museus, transferes de e para o aeroporto e atrações turísticas sem filas e com descontos pontuais em Get Your Guide;
  • Seguros de viagem à sua medida (inclui seguro COVID-19), com atendimento em língua portuguesa e com 5% desconto na IATI Seguros;

Não se esqueça que nós organizamos as nossas viagens e a dos nossos amigos, também podemos organizar as suas! reservapassaporte@gmail.com.

Este post pode conter links afiliados.

Partilhar Artigo

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.